Saltar para o conteúdo

A legislação tudo resolve

5 Abril, 2019

Marcelo – o Presidente da República que goza da mesma dignidade de quem troca de cuecas em directo à frente das câmaras de TV; idêntica gravitas de quem se diz apaixonado pelo Papa; semelhante credibilidade de quem diz tudo apurar até às últimas consequências para deixar tudo completamente na mesma; e idêntica honestidade de quem considera os Portugueses os melhores do mundo em qualquer que seja a actividade – entende que a demissão do secretário de estado do ambiente “resolveu” o assunto das polémicas nomeações familiares socialistas.

Acrescenta o inane chefe de estado que a legislação deverá ser alterada para ir ao encontro das actuais exigências da “opinião pública”.

É impressionante a mentalidade estatista de usar a legislação para tentar enquadrar a moral e a ética, não vá a sociedade de forma espontânea, cultural e com base na integridade e valores individuais saber distinguir de forma autónoma e consciente aquilo que é bem ou mal.

A oligarquia pretende lobotomizar as grandes massas. O povo não se deve ocupar de questões morais pois o estado tudo sabe e de tudo se ocupa.

Marcelo_Punho

Anúncios
25 comentários leave one →
  1. jorge permalink
    5 Abril, 2019 12:03

    Mais uma lei para branquear a falta de ética da classe politica.
    Diria mais, falta de vergonha

    Liked by 2 people

  2. prod permalink
    5 Abril, 2019 12:09

    A legislação tudo nos faz sofrer, em tudo crê, tudo de nós espera, tudo nos faz suportar. Já lá dizia o outro…

    Gostar

  3. 5 Abril, 2019 12:18

    Tudo certo. Nada mais a dizer

    Gostar

  4. LTR permalink
    5 Abril, 2019 12:35

    Como é que um jurista pode dizer um coisa destas como se o nepotismo não tivesse nenhum tipo de enquadramento legal? Será que esta figura estranha tem ideia do impacto disto na adesão de pessoas a partidos para tirar proveito em autarquias e restantes tipos de organizações infectadas pelo poder político? Quem é esta personagem?

    Liked by 1 person

    • Jornaleco permalink
      5 Abril, 2019 13:05

      @LTR

      Uma (personagem) sem espinha dorsal, sem carácter, e profundamente injusta, cobarde.

      A sombra daquilo que ele talvez queria ser. Sucede a muitos. Triste país.

      Liked by 1 person

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      5 Abril, 2019 22:39

      Cada vez que tento deixar aqui um comentário a chamar palhaço a esta figura sinistra que ocupa o cargod e PR, censuram-me. A ver se hoje passa…

      Gostar

  5. Weltenbummler permalink
    5 Abril, 2019 13:28

    não posso dizer o que penso disto tudo
    e destes todos que nos tratam como gado propriedade do estado

    Gostar

    • Isabel permalink
      5 Abril, 2019 15:04

      Surpreendentemente, todos os políticos desvalorizam o presente supernepotismo, acrescentando que não está em causa a competência dos familiares. Desde a minha infância, que já vai longe, que ouço falar do nepotismo como característica dos regimes ditatoriais.
      Porventura, todos os portugueses mais competentes nas matérias da governação foram parar à roda de amigos do Costa e respectivos familiares ou familiares de familiares? E será que é aceitável esta situação em que todos os portugueses cedem quase metade do produto do seu trabalho em impostos para sustentar na cadeia de comando dirigentes que não se encontrem entre os melhores dos melhores?
      É tão evidente a conivência que existe na classe política portuguesa que nos devia conduzir, de imediato, a exigir que se acabe rapidamente com a lei eleitoral vigente e que se aprove a lei que criminaliza o enriquecimento ilícito, como disse na AR o dr. Álvaro Santos Pereira.
      A classe política, que está sempre a propor fazer leis quando quer acabar com discussões que não lhe interessam, foge de abordar as alterações legais que referi porque sabe que elas democratizariam o regime oligarquico/partidocratico onde estão como peixe na água. E porque sabem que, com deputados responsáveis perante os eleitores e não perante os chefes dos partidos, o seu poder seria muito mais escrutinado e, por conseguinte, limitado.
      Só quando forem corrigidas as disfunções do regime, o país poderá inverter o sentido da sua caminhada para a cauda da Europa.

      Liked by 2 people

  6. Ampa permalink
    5 Abril, 2019 13:37

    O cata-vento nunca me enganou.

    Gostar

  7. 5 Abril, 2019 13:40

    É manifesto que o governo actual está nas mãos de uma oligarquia partidária que usa e abusa de neopotismo. Não é só de hoje nem se resume apenas às relacções familiares. Frases como “jobs for the boys”, “o dinheiro é nosso, do PS”, etc, são reveladoras de um fenómeno já antigo e mais alargado.
    É verdade que se trata de uma matéria que tem principalmente a ver com a moral e a politica, que está bem aquém da legislação, que apenas regula formalmente. Por isso é que o escrutinio e a eventual sanção deve ser sobretudo moral e politica, feita pelos cidadãos na sociedade civil e pelos eleitores nas urnas.
    Isto não exclui que, acessóriamente, e como sugere o Presidente da Répública, algo possa ser feito ao nivel da legislação. Por exemplo, alargando as situações onde podem existir conflitos de interêsses e restringindo as relacções de tipo familiar e outras.
    Pessoalmente, não sou muito favorável a que este nivel de neopotismo seja sobretudo combatido através de legislação muito restritiva. No fim de contas, a lei não deve discriminar as pessoas em função das suas origens e relacções de parentesco. Se, por exemplo, um familiar próximo dum ministro tem qualidades e competências para o desempenho de um cargo, é justo e legitimo que possa ser nomeado para o efeito. Uma emenda pior do que o soneto é aceitar que, para resolver qualquer tipo de problema, a lei e o Estado regulem tudo e mais alguma coisa no funcionamento da sociedades nos mais variados niveis.

    Liked by 1 person

    • Jornaleco permalink
      5 Abril, 2019 15:45

      Citação:
      “[…] Se, por exemplo, um familiar próximo dum ministro tem qualidades e competências para o desempenho de um cargo, é justo e legitimo que possa ser nomeado para o efeito. […]”

      Isso tem que ser proibido! Isso é corrupção!! O estado não é feito para os familiares encherem os bolsos com o meu dinheiro como eles querem. Essa é que faltava.

      Familiares competentes? Não existem.
      Lá fora há um sempre mais competente, que o merece.

      Essas porcarias que o façam na área privada.

      Não ao nepotismo, não à corrupção. É só roubar. Estes canalhas da esquerda fascista não sabem nada e só querem roubar. O diabo que os foda todas.

      Gostar

  8. caampus permalink
    5 Abril, 2019 15:23

    Telmo Fernandes, ainda dá importância a essa figura ??

    Gostar

  9. SRG permalink
    5 Abril, 2019 17:05

    Já o tenho dito em vários comentários feitos na blogosfera. Este presidente da Republica , pode ter sido um bom professor universitário, mas como político é uma nulidade confrangedora.

    Liked by 1 person

    • LTR permalink
      5 Abril, 2019 18:41

      Diria mesmo que ele é um activo tóxico para a nação.

      Liked by 1 person

      • MJRB permalink
        5 Abril, 2019 20:19

        O MarceloCarmonaThomaz, consciente do seu lirismo, das suas debilidades e laxismo para o cargo, e porque quer só paz e sossego para continuar a coleccionar épicos momentos pessoais com o objectivo de os legar aos seus descendentes e patéticos historiadores, usa e ampara o malabarista AC-DC para “ambos os dois” hipnotizarem a populaça-NADA.
        Resultado, um país manobrado, gozado, periclitante, nada apetecível, com a conivência da inócua, trafulhada e assim contentinha populaça.

        Gostar

  10. 5 Abril, 2019 18:33

    Jornaleco,
    Em rigor, “corrupção” é algo de diferente.
    Aqui trata-se, quando muito, de neopotismo, algo que é tão ou até mais condenável moralmente.
    Mas não é o que mais importa …
    O que mais importa é que não se deve proibir por lei alguém de se candidatar a um lugar para o qual tem as competências necessárias apenas em função das suas origens familiares, sejam elas quais forem. Isto é discriminação. Também não é verdade que um familiar de um governante é por definição menos competente do que outros que não o são. O que não é admissivel é que uma pessoa seja nomeada para um cargo apenas porque é familiar ou amigo de um governante. Cada caso é um caso. Não se justifica uma regra geral. O que se justifica é que a ética e, eventualmente em parte, a lei, preveja mecanismos que permitam avaliar cada caso com transparência e rigor.
    Nada disto significa escamotear ou desculpar o que se está hoje a pôr à luz do dia, isto é, o facto do governo actual assentar numa vasta rede de relacções familiares e de amigos que reparte e distribui lugares, directamente no governo mas também na administração e nas empresas públicas.
    Nada disto é novo. Já se verifica há décadas e práticamente quase toda a gente já sabia.
    Nada disto é exclusivo do PS. Outros partidos, da área da governação e mesmo fora dela, fizeram e fazem o mesmo quando têm a oportunidade.
    Mas é verdade que o PS sempre foi e ainda é o campeão do neopotismo, da utilização da politica para a atribuição de empregos pelos próximos, no Estado e mesmo no privado.
    Ainda bem que este facto acabou agora por ser denunciado e condenado com mais força e esperemos que o PS venha a sofrer consequências sérias que prejudiquem o seu projecto de dominação e contrôlo do Estado com beneficios privados.

    Gostar

  11. licas permalink
    5 Abril, 2019 22:14

    E os Concursos para a atribuição de Cargos Públicos?

    Gostar

    • MJRB permalink
      5 Abril, 2019 22:51

      Esse procedimento só ocasionalmente aconteceu para colocar os não privilegiados.

      Gostar

  12. MJRB permalink
    5 Abril, 2019 22:58

    E, de certeza, até às legislativas, dezenas de boys e girls do P”S” vão ser abusivamente colocados na Administração Pública. Por agradecimento partidário, a pedido e o mais que se sabe. O Zé paga e não bufa ou só resmunga.

    Liked by 1 person

  13. Rão Arques permalink
    6 Abril, 2019 08:06

    E lá do alto desabou mais um peregrino sermão.
    Mal está um país quando as altas esferas reclamam e precisam de
    uma lei que no minimo garanta decência, compustura e moralidade nas condutas dos seus mais graduados agentes.
    Pode concluir-se que um presidente que faz gerência desse tipo de reclamação não passa de um mero cicerone que mostra e representa a mais deplorável e corrosiva elite da sociedade aquietada em pedestal desengonçado.
    Se os assaltantes do poder justificam os abusos que praticam com maus exemplos antigos acaniçado vai o som da banda mal desenhada..
    Deve ser lembrado que a água apenas se mostra adversa quando se abrem as torneira de enchente que agora nos inunda com caca nova ainda mais mal cheirosa.

    Gostar

  14. Andre Miguel permalink
    6 Abril, 2019 09:48

    Se como nação precisamos legislar a moral e a etica então Portugal acabou. É triste, mas é a nua e crua realidade. Somos um país de merda que não merece futuro algum.

    Gostar

  15. Velho do Restelo permalink
    6 Abril, 2019 10:50

    Nada de novo. Cada vez que um político é apanhado a mamar na teta errada, é necessário mexer no código ético, fazer uns regulamentos administrativos ou umas leis de funil !
    Coisas típicas de países do sul ou da américa latina. Em suma somos latinos, muito divertidos, sempre prontos para subverter as regras do jogo.
    Na batota é que está o ganho!
    Cumprir regras é coisa de betinhos …

    Gostar

    • Andre Miguel permalink
      6 Abril, 2019 12:35

      Nem esses, os betinhos agora estão no bloco. Depressa perceberam que a nova aristocracia é a política, rende mais defender os “pobezinhos” que vergar a mola. Um “betinho” à moda antiga, que preze a cultura, a tradição e o mérito do trabalho é um perigoso fassista!

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: