Saltar para o conteúdo

Bento XVI sobre os abusos sexuais na Igreja

12 Abril, 2019

« ya no podía haber nada que constituya un bien absoluto, ni nada que fuera fundamentalmente malo; (podía haber) solo juicios de valor relativos. Ya no había bien (absoluto), sino solo lo relativamente mejor o contingente en el momento y en circunstancias.(…) El proceso largamente preparado y en marcha para la disolución del concepto cristiano de moralidad estuvo marcado, como he tratado de demostrar, por la radicalidad sin precedentes de la década de 1960. Esta disolución de la autoridad moral de la enseñanza de la Iglesia necesariamente debió tener un efecto en los distintos miembros de la Iglesia. (…) En varios seminarios se establecieron grupos homosexuales que actuaban más o menos abiertamente, con lo que cambiaron significativamente el clima que se vivía en ellos. »

Anúncios
5 comentários leave one →
  1. Daniel Ferreira permalink
    12 Abril, 2019 11:31

    Cá continuamos a bater na ÚNICA RELIGIÃO cujo tema central é a proteção das crianças, numa altura onde os orgãos governativos querem fazer crer à população que existem muito mais que dois sexos e castrar quimicamente quem está longíssimo da puberdade é uma coisa moderna e que deve ser encarada com normalidade.

    Isto claro, enquanto os fariseus que controlam 100% da informação que vem para o povo continua a sua propaganda de silêncio sobre aqueles simpáticos povos, onde não só a palavra pedofilia nem sequer existe, como ter 5 mulheres e 3 delas terem 9 anos é um sinónimo de ostentação social e almejado por todos.
    E obviamente, ai de quem ousar dizer de uns outros sujeitos milenarmente conhecidos pelo seu gosto Divino por bebés cristãos.

    Gostar

  2. 12 Abril, 2019 12:31

    Genial!

    Este sim, foi um grande papa e um grande pensador.
    E, cada vez me convenço mais que foi mesmo afastado por meras questões ideológicas.

    Um filósofo conservador, inteligentíssimo, que não vivia a toque de caixa mediática nem a pensar em ficar bem no retrato.

    Gostar

  3. Jornaleco permalink
    12 Abril, 2019 13:14

    @ Daniel Ferreira / 12 Abril, 2019 11:31

    a. É por essa razão que os podemos chamar com toda a força: MENTIROSOS, PERVERSOS e DECADENTES, os inimigos da Igreja Católica ou da fé cristã, aliás augustos valores cristãos.

    b. Foram os inimigos da Igreja Católica que pregaram da igreja deles, que foder com a mulher do vizinho era fixe, era muito bom.

    Foram os mesmos cabrões que diziam, foder com crianças é muito bom.

    c. O abuso entre os homosexuais e as lésbicas é o maior do mundo. Eles é que abusam em muito das crianças. MUITO! Com ou sem preservativo à la Restelo.

    MAS ELES OCULTAM TUDO ISTO. Por isso mais uma vez merecem ser chamados: PERVERSOS, MENTIROSOS e DECADENTES.

    Eles ocultam também, que os abusos nas igrejas protestantes são ou foram tal igual, às da Igreja Católica.
    Eles ocultam também, que isto não é nenhum problema da Igreja, pelo contrário, mas das sociedade em si.
    Eles ocultam também, que a maior parte dos abusos, dentro da Igreja, foram cometidos por HOMOsexuais (a maior quantidade: 95 por cento dos crimes cometidos) e lésbicas.

    d. Os muçulmanos gostão muito de foder crianças.

    Você lembra-se que os PERVERSOS, MENTIROSOS e DECADENTES alguma vez protestaram contra este facto? Nadinha.

    O marxismo cultural é o esterco absoluto. E esses é que agora querem condenar os cristãos? Existe coisa mais estúpida e mais malvada, que esta esquerda fascista e mentirosa?

    e. Andaram a pregar a Revolução Sexual. Enganar, matar é bom. E agora querem condenar a aqueles que cairam na armadilha e seguiram os mandamentos da igreja dos PERVERSOS, MENTIROSOS e DECADENTES?

    Novamente merecem ser chamados: PERVERSOS e TONTOS.

    .
    .

    f. Pior de tudo.
    Eles, a esquerda fascista, já nem sequer permitem, que os cristãos ensinem a doutrina correcta da Igreja Católica. Eles nem sequer querem falar sobre ela. Onde eles podem, eles tentam impedir e destruir.

    Primeiro diziam que pecar é bom.
    Agora dizem que quem pecou, por ter seguido os mandamentos da esquerda fascista, têm que pagar?

    A esquerda fascista merece o inferno eterno. Em absoluto.

    Gostar

  4. Dudu permalink
    12 Abril, 2019 19:32

    A partir da década 60, surgiu o movimento hippie: make love, not war; o festival de Woodstock.
    Foi nessa altura que surgiu o Maio 68: é proibido proibir.
    Mais tarde, o filme “Je vous salue, Marie”.
    Então como agora, os idiotas úteis serviram às mil maravilhas para abanar os alicerces da civilização ocidental.

    Gostar

  5. 15 Abril, 2019 00:05

    mas está tudo parvo? se procurarem um bocado encontram vários textos, alguns de padres, a analisarem o problema sexo/padres. e isto desde muito cedo, no ano 300 e tal já havia padres devassos, por altura do renascimento foi um regafobe de sodomia., que levou o Papa Pio V a dizer coisas bem duras. quer dizer, este senhor, mais uma vez,vem desculpabilizar e esconder criminosos e é aplaudido? como é que isso favorece a Igreja e a ideia de Deus na sociedade? lá por não gostarem do Papa Francisco, aqui não se trata de ps, psd ou benfica , sporting…

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: