Saltar para o conteúdo

Não era possível fazer mais

17 Junho, 2019

Marcelo_Pedrogao-ok

*

11 comentários leave one →
  1. MJRB permalink
    17 Junho, 2019 11:12

    O hipnotizador, ilusionista e rei do amor MCThomaz devia ter algum juízo. Nunca vai tê-lo. O país depende de inconsciências, está tramado !
    Passados dois anos das tragédias dos incêndios e conhecidos os desvios de dinheiro, bens doados por distribuir, casas por reconstruir e outras por construir, falta de apoios vários, etc., a parelha MCT/AC-DC se tivesse vergonha, não ia aquelas zonas, não se encontrariam com pessoas, mas estariam em Lisboa a pressionar autarcas para esclarecerem publicamente o que não deviam ter feito, e chamar a atenção de juízes (o poder político quando precisa, é unha-com-carne com a justiça), para acelerarem decisões. Preferem continuar o show, anestesiar, reganhar populismos para o P”S” vencer tranquilamente as legislativas o que permitirá ao tutor sedosa presidência em Belém até 2026.

    Gostar

  2. MJRB permalink
    17 Junho, 2019 11:36

    No post abaixo da HMatos: “Aceitam-se propostas para a foto de 2020”. Continuando o MCThomaz na sua deriva e conquista de eleitores como rei do amor, volto a presumir que a foto será o ilusionista distraído (ou não) a chupar um líquido num caralho das Caldas. Já faltou menos.

    Gostar

  3. becas permalink
    17 Junho, 2019 12:18

    O Celinho devia fazer um tratamento, e tomar depois os comprimidos. É um cansaço .

    Gostar

  4. André Miguel permalink
    17 Junho, 2019 12:47

    “Se houvesse, toda a gente se lembraria das figuras que os nossos estimáveis governantes fizeram naqueles desgraçados dias, sob o alto patrocínio de Sua Excelência, o Senhor Presidente da República. Se houvesse memória, toda a gente se lembraria da grotesca indiferença do dr. Costa, disfarçada sob um ar pesaroso e interrompida para anunciar aos saltinhos a candidatura do autarca lisboeta. Se houvesse memória, toda a gente se lembraria do “focus group” convocado pelo primeiro-ministro para medir os efeitos dos incêndios na sua popularidade. Se houvesse memória, toda a gente se lembraria dos bonitos calções que o primeiro-ministro envergou numa praia espanhola enquanto os cadáveres arrefeciam. Se houvesse memória, toda a gente se lembraria da valentia da então ministra da Administração Interna, uma criatura hoje sem nome que à época, e entre lágrimas, se proclamou a principal vítima de tudo aquilo. Se houvesse memória, toda a gente se lembraria da eficácia do lendário SIRESP e dos míticos Kamov, não por acaso duas heranças do dr. Costa. Se houvesse memória, toda a gente se lembraria de que, em Pedrógão, um Estado voraz falhou na solitária tarefa que lhe devia competir: assegurar, na medida do possível e do razoável, a segurança física dos cidadãos”

    Alberto Gonçalves, n’ Observador.

    Liked by 2 people

    • LTR permalink
      17 Junho, 2019 13:41

      O cheiro a uma mistura de fumos de 1995 e 2009 é nauseabundo em redor do andor que transporta o sultão. Começa um serviço informativo na TV e já lá está sentado um convidado à espera para dar a missa a viés. Há dois dias houve um muito engraçado que confessou à jornalista que também se enganara ao noticiar que o presidente de câmara constituído arguido também tinha sido erradamente noticiado pelo orgão dele como sendo o braço direito de um líder partidário. Ainda há dias o PM ia abandonar o cargo porque o país não tinha dinheiro, e já lá vêm mais 45.000 para empregar, mais a manada dos aumentados eleitorais. E ninguém se lembra. Mas quando Durão Barroso disse que com 60% de dívida estávamos de tanga não se esqueceram durante mais de 10 anos, para gozar. Não há palavras arnáldicas para descrever a miséria no nosso país.

      Gostar

  5. Chopin permalink
    17 Junho, 2019 19:14

    Marcelo conta com os votos do centro-esquerda (PSD/CDS) como certos. Bajula descaradamente o primeiro-ministro.não-eleito e o seu séquito de parasitas, o que lhe proporcionará uma reeleição fácil.
    A esquerda vê nele um idiota útil, uma vez que com o Arlequim da República a votos, os partidos do centro nem apresentam candidato. Perdem por falta de comparência.
    Com o Legislativo (e concomitantemente, como já se percebeu, a presidência da AR) controlado por coligações pré ou pós-eleitorais e a presidência da república transformada num freak show, avizinham-se tempos interessantes para o socialismo com caril.
    Para Marcelo, é tudo um jogo.

    Gostar

    • MJRB permalink
      17 Junho, 2019 20:25

      O MCThomaz está cada vez mais delirado. Tal como o P”S”, pensa que o país é ele e só ele. Com a agravante de decidirem, desgovernarem irresponsável e alegremente com apoio de caninos acólitos e miseráveis indiferentes.
      Venha pois a quarta pré-bancarrota.

      Mais putativa e normal corrupção “no seio” do P”S”: vejam reportagem hoje na SIC sobre a família Catarinos-autarcas, Catarinos-governo & co.

      Gostar

  6. José Monteiro permalink
    17 Junho, 2019 22:10

    Como em Tancos, like at Tancos barracks: o Máximus
    “Culpado: o Exército”
    Graças ao profundo trabalho da Comissão de Inquérito sobre o caso paióis de Tancos, com um elaborado relatório indesmentível, acaba de vir à luz a culpa: Exército, a saber os militares. Que o são de facto, embora nenhum deputado pareça ter feito a pergunta inconveniente: Porquê?
    E precisaram de dois anos para confirmar o óbvio? Que o Rei vai nu? Que bastariam duas semanas para um ministro e um comandante se assumirem?
    Uma oportuna conclusão, a justificar merecidas férias parlamentares, de consciência tranquila, a confirmar aturados anos de (in) actividade das Comissões de Defesa.
    Breve recuo no tempo, sobre ministros, generais e deputados:
    Em 1989/90, sem muro de Berlim e pacto de Varsóvia, não se deram conta, não ouviram*; em 2004, com o fim do SMO, nada perceberam, não viram*; na década 2000, com o MDN-MF a deitarem fora 130 milhões por uma aviação do Exército longe demais, nada viram quanto a ‘culpados’, não falaram*.
    Que fazer? (((Votar apenas na óptica de Filomena Mónica, em pessoas (a)
    *Bem representados pela figura do macaco sentado!)))**
    Barroca Monteiro
    **(((Out-não publicado)))
    (a)-no anterior Expresso, de uma bela jovem do meu tempo-Socióloga

    Gostar

  7. Rão Arques permalink
    18 Junho, 2019 08:13

    Num país com um presidente agarotado tudo é possível.

    Gostar

  8. Carlos Oliveira permalink
    18 Junho, 2019 09:39

    Certamente que inclui as aldrabices pagas como sempre pelos contribuintes e almas caridosas. Daqui se tira uma lição que é a de não contribuir para alimentar a corrupção vergonhosa à custa de tantas vitimas.

    Gostar

  9. Velho do Restelo permalink
    18 Junho, 2019 09:59

    Não fui aluno dele, mas mesmo como comentador “avaliador”, parecia ser mais exigente!
    Não me lembro de o ter visto dar um 20 ou mesmo 18 a um “trabalho” tão “mal amanhado”!
    Mesmo no meio empresarial, a cultura corrente é “nunca ficarmos satisfeitos” com os resultados obtidos ! É sempre possível melhorar !
    Só uma lobotomia pode ter feito tamanha mudança …

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: