Saltar para o conteúdo

A matriz continua a ser esta

17 Julho, 2019

Com as devidas adaptações e tendo em conta que o tempo político agora corre mais rapidamente quanto vai demorar a que cumpramos as diversas étapas deste processo:

  • 14 de Julho: Tomada da Bastilha – o início simbólico da Revolução francesa.
  • 15 de Julho: A “jornada sinistra” estende-se aos campos, com pilhagens de igrejas, queima de colheitas, casas, etc..
  • 28 de Julho: A Assembleia Nacional institui um comité de investigação de “complots” aristocráticos.
  • 4 de Agosto: Sob proposta do visconde de Noailles e do duque de Aiguillon, a Assembleia Nacional suprime todos os privilégios das comunidades e das pessoas, as imunidades provinciais e municipais, as banalidades, e os direitos feudais.
  • 26 de Agosto – “Declaração dos direitos do Homem e do Cidadão“.
  • 10-11 de Setembro: Derrota dos monárquicos – afirmação da Câmara Única e rejeição do Veto Suspensivo do Rei.
  • 6 de Outubro: A família real é forçada a deixar o Palácio de Versalhes e é escoltada por Lafayette e a Guarda Real. A Família Real é transferida para as Tulherias.
  • 2 de Novembro: Nacionalização dos bens de rendimento da Igreja Católica para garantia dos assignats.

1790

  • 19 de Abril: O Estado nacionaliza e passa a administrar todos os bens da Igreja Católica.
  • Maio – Publicação dos decretos de aplicação da abolição dos direitos feudais; início do assalto e destruição dos arquivos notariais e senhoriais.
  • 12 de Julho: Constituição Civil do Clero.[1]
  • No Verão de 1790: início da organização, sob inspiração de Marat e Danton de “Les Cordeliers“, que vêm a ser muito reprimidos por Lafayette em Julho de 1791.
  • 27 de Novembro: Sob proposta do protestante Barnave, a Assembleia decide que todos os eclesiásticos católicos que se mantivessem em funções teriam que jurar manter a Constituição Civil do Clero.

1791

1792

1793

1794

Anúncios
9 comentários leave one →
  1. Expatriado permalink
    17 Julho, 2019 11:22

    Entretanto, nos serviços consulares da embaixada de Portugal em Teerão, foram suspensos os vistos de entrada em Portugal a cidadãos iranianos. Diz o MNE que é por haver problemas com o funcionamento do consulado…

    Aposto que estavam só a dar vistos a… “turistas”.

    Gostar

    • Daniel Ferreira permalink
      17 Julho, 2019 12:36

      Quando for para dar vistos a Somalis, não vai haver confusão nenhuma!

      Gostar

  2. Daniel Ferreira permalink
    17 Julho, 2019 12:50

    Não fosse a “revolução francesa” mais folclore maçom, onde o real objetivo foi mesmo roubar a céu aberto os 10% de toda a França que estavam na posse da Igreja e eu quase que me acreditava na “versão oficial” dos eventos. Que é sempre o teatro do costume para esconder o seu ódio visceral à filosofia de vida Cristã.

    Fizeram de conta que mataram um rei, puseram lá a maior farsa/actor desse século, um tal italiano chamado Napoleon “Helek Tov” Bonaparte, e, depois do saque, tornaram a colocar o mesmo rei que estava antes dele e dizerem que era o irmão. Agora as pessoas acreditam-se que uma “faísca” incendiou uma catedral ou que meia duzia de iletrados de chinelos e um lençol mandam torres abaixo, na altura não era preciso TVs para isto.

    Foi o início do fim para os Cristãos, onde nem PT foi salvo. Bastante do que foi iniciado nessa altura continua full speed ahead com os pedofilos compulsivos da maçonaria de vento em popa na execução do seu plano.

    Liked by 2 people

    • Paulo Valente permalink
      17 Julho, 2019 14:12

      Obviamente não sabe História.

      Gostar

      • 17 Julho, 2019 16:54

        Se ele (Daniel Ferreira) não sabe História, você é pior porque a deturpa Paulo Valente. Conte-nos lá a sua “verdade dos factos”.

        Liked by 1 person

  3. Paulo Valente permalink
    17 Julho, 2019 14:11

    Esta cartilha já foi seguida em Portugal: no 28 de Maio.

    Gostar

    • 17 Julho, 2019 16:20

      Bem a tentaram no 25 de Abril, mas a Matança da Páscoa não se fez porque apenas não se conseguiu fazer.

      Liked by 2 people

    • 17 Julho, 2019 16:51

      Santo dia o 28 de maio de 1926. E há-de haver outro. Os seus comentários neste e outros artigos cheiram-me a Maçon … descobriremos …

      Liked by 1 person

    • The Mole permalink
      17 Julho, 2019 17:02

      Por acaso enganou-se na data: Foi 5/10/1910…e com bastante sucesso.

      E depois tentaram outra vez dia 25/4, mas com menos mortes (pelo menos no continente, pois pelos vistos os “pretos” não interessam a ninguém e podem matar-se à vontade e morrer por falta das estruturas mais básicas – que até tinham anteriormente).

      Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: