Saltar para o conteúdo

cada um come do que gosta

29 Agosto, 2019
by

Pode não se apreciar a democracia inglesa e o sistema de governo parlamentar que a dirige desde 1688. Pode preferir-se um Ancien Régime à inglesa, com reis que punham e dispunham do poder sem controlo político ou metendo-o no bolso quando lhes convinha fazê-lo. Pode fazer-se de conta que se ignora que o rei de Inglaterra é um mero símbolo constitucional sem poderes políticos efectivos, o que, de resto, é condição imprescindível para que a monarquia inglesa seja uma monarquia de um país democrático. O que não se pode é desconhecer que só existe estado de direito constitucional onde houver separação de poderes entre o legislativo e o executivo, e que nunca, em circunstância alguma, pode este último impedir que aquele exerça as suas funções constitucionais de controlar os actos políticos de quem governa. E, já agora, convém ter presente que o cerne do sistema político e de governo do Reino Unido é, pelo menos desde 1688, o Parlamento. Tudo o resto é conversa e emotividade juvenil de que, a seu tempo, veremos os resultados.

parliament-1400x788

31 comentários leave one →
  1. JMS permalink
    29 Agosto, 2019 22:26

    Com o meu habitual pedido de desculpas pelo off topic, as considerações que tenho para fazer da prestação da Catarina Martins são… nenhumas! Não as posso fazer porque não aguentei tempo suficiente para isso. Ontem (António Costa) ainda tomei um comprimido para o enjoo e lá foi andando. Hoje nem com três comprimidos consegui. Prefiro sempre que o meu jantar (pago pelo meu trabalho), siga as vias normais e habituais. Não pela boca.

    Portanto nao posso sequer falar sobre a estúpida da Constança Cunha e Sá. Quanto ao Pedro Santos Guerreiro, desde que ingressou no semanário de reverência, pouco há a esperar.

    Isto continua a correr mal ao politicamente correcto. 59 / 41. Então Catarina?? Pena que não serve para nada. Tendo em conta as sondagens do regime.

    Liked by 1 person

  2. 29 Agosto, 2019 22:39

    Pois, 1688…

    Com tanta democracia no mundo, bem que gostava que me indicassem os famosos países onde a Justiça é mais independente à conta disso.

    Liked by 2 people

  3. 29 Agosto, 2019 22:46

    Mas já aconteceu. Não é a primeira vez que o parlamento britânico é suspenso.

    Gostar

    • 29 Agosto, 2019 22:47

      Está tudo histérico por jacobinice.

      Liked by 1 person

      • rui a. permalink*
        30 Agosto, 2019 00:40

        Ó Zazie, desculpe a familiaridade, mas já nos conhecemos há muitos anos: “jacobinice” é exactamente o que fez o BJ passando por cima de instituições seculares e impondo a sua vontade como visão decisionista e iluminada das coisas. Goste-se ou não, o RU é uma democracia parlamentar, na qual é o parlamento quem controla o governo e não o contrário. É assim há séculos, pelo menos desde a RG. Onde vê, a Zazie, “jacobinice” em defender a tradição político-constitucional do RU? Eu vejo-a, precisamente, no desrespeito do Boris pelo sistema político inglês, ou seja, por essa tradição. E repare que isto nada tem que ver com a saída do RU da UE, que “consumada est” há muito tempo e que se formalizará mais dia menos dia. Tem a ver com as regras muito antigas de um sistema político que tem funcionado bem e que este tipo pôs em causa com esta decisão. E não vale a pena dizer-se que o parlamento inglês já tinha anteriormente sido “suspenso”, porque nunca o foi para impedir que exercesse as suas funções constitucionais de controlo do executivo. Não é de expedientes burocráticos e administrativos que aqui se trata. Abraço,

        Gostar

      • 30 Agosto, 2019 10:08

        De certo modo tem razão. Mas ele usou um truque “democrático” e não um uso de manipulação partidária para deitar abaixo algo maior que o Parlamento.

        Eu penso que Portugal também precisaria de suspender a democracia (como dizia a outra palerma) mas para ter evitado que se tornasse a coutada comunista e socialista que leva um país a desaparecer.

        Os ingleses ainda são genuínos. Talvez por sempre terem sido ilha e por carácter natural do povo. E isso não está à venda em truques partidários para alterarem até o resultado do referendo.

        Liked by 2 people

      • 30 Agosto, 2019 10:11

        Quando foi o referendo, o Rui deve lembrar-se como todos os media também fizeram propaganda em sentido contrário e o resultado depois apareceu como uma absoluta novidade que nenhuma sondagem previa.

        Pois bem. Eu não sou inglesa mas gostei desse resultado. Foi um resultado de grande coragem de um povo.

        E isso não se mede em interesses da City ou outras tretas de quem para lá ocupou o Estado Social inglês e como ocupa todos os Estados Sociais Europeus por importação de quem destrói os países, os povos, as sociedades- os internacionalistas de sempre. Sejam comunas, sejam socialistas, seja Soros que financia- a “brand” (como diz o bacano do mujah que comenta no portadaloja) é a mesma.

        Liked by 3 people

      • 30 Agosto, 2019 11:03

        Se isto Rui, se isto se limitasse a preocupação casuística com regras, nem o Rui estava preocupado 😉

        E o Boris, como é óbvio, também não estaria interessado em chatear letra de forma só para a casuística ficar mal-vista

        Liked by 1 person

      • 30 Agosto, 2019 11:04

        Estes comentários ficam todos marados porque aparece o avatar a tapar a caixa de texto. Mas pronto, tem duas palavras a mais antes de Rui, por onde devia começar a resposta que nem via ao escrever.

        Liked by 1 person

      • 30 Agosto, 2019 11:06

        Para concluir a resposta, cito-o e o abraço é também meu:

        “Não é de expedientes burocráticos e administrativos que aqui se trata”. Abraço

        Gostar

      • 30 Agosto, 2019 11:10

        Porque: os expedientes burocráticos e administrativos é que tendem a ser usados casuísticamente, pela partidarita para subverter e arranjar todos os truques possíveis para subverterem o sentido de voto (ou mais que isso) de desejo de um Povo de uma Nação.

        A quem os queria aproveitar, ele usou a mesma arma e meteu chucha na boca. Provisória, claro.

        Podem berrar todos à vontade, mas ele quer tapar-lhes a boca e faz o que tem a fazer, para cumprir o desejo de um Povo e de uma Nação (que, por mera coincidência, também o demonstrou ser esse, em resultado de voto de referendo).

        Liked by 2 people

      • rui a. permalink*
        30 Agosto, 2019 13:42

        Olá Zazie, obrigado pelas suas respostas.
        Vc. tem razão quanto à necessidade de executar a deliberação do referendo, embora esta coisa do parlamento não querer uma saída sem acordo levante uma questão engraçada em termos de teoria política: o que vale mais, uma deliberação referendária ou uma deliberação das câmaras representativas? É um problema novo no RU, mas do que não tenho dúvidas é de que se se seguir o caminho que o Boris pretende seguir vão-se à vida séculos de tradição parlamentar. Em minha opinião, daí a começar-se a encarar a república será um pequeno passo, até porque a inutilidade da monarquia ficará definitivamente comprovada. O Boris podia ter feito tudo, menos meter a monarquia inglesa neste sarilho. Não duvide, cara Zazie, de que o homem não é um conservador, mas um revolucionário, e, por isso, aqui, o jacobino é ele. E é por ser um revolucionário agitador que tem alguma graça, concedo.
        Abraço!

        Liked by 1 person

      • 30 Agosto, 2019 17:48

        Eu do homem, em termos políticos, também não coloco as mãos no fogo.

        Agora a questão é a inversão dos papeis. Ele está sozinho. A Inglaterra está encurralada e quem não permitiu acordo foi a UE (os tais que agora se faz passar por bonzinhos e até guardiães da boa da democracia inglesa.

        A desgraçada da May não conseguiu nada nem a bem nem de modo nenhum. E eu pagava para ver um de cá, um costinha qualquer ou outro que pasta a fazer algo parecido. Já nem digo igual ou melhor.

        Este sabe que o pior de tudo é os comunas ganharem lá eleições. E isso sim. Tenho a certeza absoluta que é o pior de tudo e regressão para eles a tempos anteriores ao que a Tatcher resgatou.

        Isto no caso deles. Eu não estou a medir interesses nossos ou de outros quaisquer. Se nos armamos a falar do que é bom para os outros, então, no mínimo, temos de ser honestos e colocar no lugar deles.

        Liked by 1 person

      • 30 Agosto, 2019 17:50

        Quem não aceitou até agora qualquer acordo e continua a dizer que não vai haver acordo não é o Parlamento Inglês mas a EU inteirinha!

        Phónix, sorry, abraço, Rui 🙂

        Liked by 2 people

      • Luis permalink
        30 Agosto, 2019 20:18

        Aguardemos. Suspeito que a Alemanha com a recessão à porta ainda vai tirar o backstop e o Macron e a Espanha terão de engolir o sapo.

        Liked by 1 person

      • Zé Manel Tonto permalink
        31 Agosto, 2019 13:42

        «isto nada tem que ver com a saída do RU da UE, que “consumada est”»

        Está? Eu não vi nada.

        A UE está doidinha para que o UK volte com a palavra atrás, e peça para não sair. Foi o objectivo do bêbedo luxermburguês e do negociador francês desde o início do processo.

        Uma boa parte dos partidos no parlamento britânico querem novo referendo (porque sabem que com a merda que fizeram, desta o Remain ganha).

        Há grupos de pressão, de que aquela Gina qualquer coisa é só a cara para o público ver, que querem impedir o Brexit a todo o custo. Os funcionários públicos do civil service andam a arrastar os pés há três anos.

        Não percebo como é que as pessoas estão tão confiantes que haverá Brexit. Basta uma eleição que não corra bem aos Conservadores e não há Brexit nenhum, até porque boa parte deles querem impedir o Brexit.

        Liked by 1 person

    • 29 Agosto, 2019 22:48

      O medo que provoca a mera ideia de um país poder ser autónomo daquela beleza de democracia burocrática da União Europeia em que se vota e nem se sabe quem chega a chefe depois dos votos.

      Liked by 3 people

  4. 29 Agosto, 2019 22:46

    Já agora, o bom do Cromwell também era altamente democrático e republicano.

    Gostar

  5. Luis permalink
    30 Agosto, 2019 00:59

    Ninguém consegue perceber o que se passa sem perceber o que é o ERG e quem é o Dominic Cummings. Já repararam que o Partido Conservador «antigo» praticamente desapareceu dos postos de decisão? Ainda hoje saiu a líder do PC da Escócia. Caíram o Cameron, George Osborne, May, Hammond, Hunt, etc., ninguém ouve o John Major nem o Liam Fox, etc.

    Gostar

  6. Artista português permalink
    30 Agosto, 2019 08:30

    Adoro ver tugas a dar lições de democracia à pérfida Albion….

    Liked by 3 people

  7. Buiça permalink
    30 Agosto, 2019 10:47

    De novo: a suspensão (prorogação) do Parlamento é perfeitamente constitucional, acontece rodos os anos por alguns dias e aconteceu por períodos mais longos várias vezes nos ultimos 200 anos.
    A cerimónia de reabertura da legislatura, com o parlamento a relembrar ao monarca quem manda enquanto o monarca apresenta o programa do “seu” governo, é também dos folclores monarquico-parlamentares mais deliciosos que existem. Uma das tradições que, a meu ver, contribuem para a longevidade da democracia britânica, entre outras que chamam a atenção para a necessidade de bom senso e de nenhum dos poderes se julgar absoluto.

    Liked by 2 people

  8. Artista português permalink
    30 Agosto, 2019 22:27

    Pode ser que tenha percebido mal, mas fiquei com a ideia de que o pedido de BJ admite a reabertura do Parlamento ainda antes de 31 de Outubro, portanto antes da data limite. Se for assim, duvida-se que ele pretenda tomar decisão extra-parlamentar. O que ele quererá é que o Parlamento não chateie na fase mais crucial.

    Liked by 1 person

  9. LDM permalink
    30 Agosto, 2019 22:51

    Tudo isso acontece porque o Reino Unido, com as suas excentricidades, é uma verdadeira democracia, noutro sítio qualquer repetiam o referendo até dar o resultado certo.

    O único golpe que vejo aqui é a tentativa de não dar execução ao resultado do referendo.

    Liked by 2 people

    • 31 Agosto, 2019 11:47

      Completamente!

      E não falam do que a desgraçada da may tentou por acordo e do que a UE não aceitou. E não explicam o que é que a UE queria e quer impor-lhes.

      Se explicassem, tudo o que agora berram que vai ser mau por culpa de quererem cumprir o resultado do referendo, entendiam que se assim vai ser mau, quem obrigou a isso, por interesse, foi a UE. Por interessa da UE a UE prefere que os independentistas escoceses e parte da Irlanda abandonem o Reino Unido.

      Ponto final. É esta a questão. E é a resposta a esta questão, antes que o comuna do Corbyn se torne PM e leve o Reino Unido à noite da miséria e greves socialistas que a Tatcher conseguiu acabar, que a UE quer e todos os que não querem que o referendo seja cumprido. A bem ou a mal.

      Eles tentam tudo a bem. O Boris está a pressionar tudo para haver acordo, Com outro estilo já que o estilo da May não só não resultou como estava na calha os comunas juntarem-se e tomarem o Poder, em nome de mais referendos e tal e coisa.

      Liked by 1 person

  10. Zé Manel Tonto permalink
    31 Agosto, 2019 13:50

    Acho que não devia haver parlamentos a tempo inteiro.

    Os deputados devem fazer e aprovar leis. São precisos 650 macacos (no caso do UK), pagos a tempo inteiro, 12 meses por anos, para fazer leis? São precisas assim tantas leis novas? A resposta é, claramente não… Por isso multiplicam-se relatórios que ninguém lê, comissões parlamentares que não são mais que peixierada ridícula, etc.

    Faça-se como antigamente, o Rei convocava eleições, o povo (o povo com dinheiro, diga-se) elegia representantes, aprovavam meia dúzia de leis novas que o povo queria, aprovavam um ou outro imposto que o Rei queria para financiar uma guerra qualquer, e ia cada um á sua vida.

    Os governos que governem com as leis que já existem, e deixem-se de merdas. Na grande improbabilidade de serem necessárias algumas leis novas, então que se eleja um parlamento por tempo limitado, e já está.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: