Saltar para o conteúdo

O fundamentalismo vegetariano e vegan

23 Setembro, 2019

Não gosto de radicalismos. Sejam eles sobre o tema que forem. Para mim, tudo na vida tem de ter equilíbrio e bom senso. E definitivamente, esta onda do vegetarianismo/vegan obsessivo enerva-me. O fundamentalismo à volta desta crença chegou ao cúmulo de nos impor o sentimento de culpa por respeitarmos a nossa natureza biológica de omnívoros!

Recuemos no tempo. Nos primórdios da evolução humana, os nossos antepassados  primitivos comiam plantas e caçavam para a sua sobrevivência. À medida que foram evoluindo organizaram-se em sociedade e da caça, passaram a fazer a sua própria criação poupando assim a vida selvagem. A minha avó criava galinhas, patos, porcos e vacas. Vivia do que criava. Não o fazia por ignorância, por falta de cultura. Fazia-o por instinto. A nossa constituição biológica é testemunha que a nossa natureza é também comer carne. Só a título de exemplo, se o ser humano fosse vegetariano teria nascido com dentição e estômago de ruminantes e não caninos. A verdade é que fazemos parte de uma cadeia alimentar onde todos são imprescindíveis e a “morte” para alimentação não é chacina mas sim sobrevivência.

É certo que o corpo humano em adulto consegue viver só de plantas. Mas é errado dizer que vive melhor. Há nutrientes insubstituíveis que só  se encontram na carne, no peixe e  seus derivados  como é o caso da vitamina B12 e que nem os suplementos conseguem suprir eficazmente essa lacuna. A carência desta vitaminaimportante para a formação de células vermelhas, essencial para o sistema nervoso central, que previne o risco de quebras nos cromossomos, evita anemia megaloblástica  – encolhe o cérebro que como já foi provado, cresceu na nossa evolução até ao que é hoje graças ao consumo de carne. É sabido também que os nossos antepassados vegetarianos extinguiram-se enquanto nós evoluímos no que somos hoje graças à alimentação diversificada. Mais: provado está também que esta dieta não pode ser aplicada às crianças que viram reaparecer o RAQUITISMO, por via desta teoria alimentar  dita “saudável”. Por isso, afirmar-se que se vive muito bem só comendo vegetais não deixa de ser uma verdade com duas realidades: sim, o corpo adulto aguenta;ã não esta não é a dieta adequada ao ser humano!

Mas o pior é que os fundamentalistas da causa não se ficam por aqui. Para justificarem a sua teoria  auto-afirmam-se amigos dos animais e logo, deixam passar o sentimento de que só é amigo destes quem come plantas! É o contra-senso total! Então devo depreender que há espécies de seres vivos privilegiados que não devem ser comidos e outros que até o podem ser? Não serão as plantas elas também seres vivos, tão dignos de serem mantidos  como as galinhas os patos ou os porcos? Não terão elas até maior nobreza no papel ecológico e ambiental que desenvolvem no nosso planeta limpando todos os dias o ar que respiramos, muito mais importante que a galinha que se limita a comer e defecar?  E os insectos, quem os defende? Só os mamíferos ou peixes é que parecem ter direito à vida? Em que ficamos?

Acontece que todo os ser vivo é imprescindível  precisamente porque uns pertencem à cadeia alimentar de outros  e a sobrevivência de ecossistema depende da morte de uns em prol de outros para restabelecer o equilíbrio ambiental. Nada a fazer. São leis da natureza de que o Homem faz parte mas não as  altera porque se o fizer condena espécies. Não vejo nenhum radicalista a contestar a natureza carnívora do leão que caça a coitadita da gazela indefesa  e a come com violência ainda viva. Não deixa de ser um cenário bárbaro. Então porque não os põem a comer ervas ou ração? Porque deixam que ele continue a matar “inocentes” seguindo a sua natureza? Não será esta prática condenável e merecedora de intervenção? E nesta perspectiva, serão os animais herbívoros melhores seres do que os carnívoros só porque comem plantas? Haja coerência mas acima de tudo honestidade intelectual.

Sim é verdade que hoje se assiste a uma massificação da produção e matança animal. Que se lida com eles de forma cruel sem comparação alguma com o que se fazia no tempo da minha avó que cuidava deles todos os dias com carinho em condições mais dignas. Mas é aí que se deve intervir. Criar regras, limites a toda a selvajaria que por aí inunda e que deve ser criminalizada, fazer educação alimentar ensinando a comer de forma equilibrada sem excessos, seja de carne, seja do que for, isto é, reduzir os consumos. 

Não sou assassina de animais indefesos e não tenho pudor em fazer criação em casa. Gosto de comer carne, sim, e não vejo qualquer problema nisso. Manter-mo-nos fieis à nossa natureza é um direito que devemos viver sem culpas onde o fundamentalismo vegetariano/vegan  não tem lugar, seja na sociedade, seja na política, seja nas escolas, seja lá onde for.

 

34 comentários leave one →
  1. Tiradentes permalink
    23 Setembro, 2019 11:27

    A intenção é essa mesmo, tornar todos gado, numa manada de herbívoros perfeitamente controlável, pelos pastores, quais missionários da verdade que nos trará a salvação

    Liked by 5 people

  2. pitosga permalink
    23 Setembro, 2019 11:37

    O seu post lembrou-me de uma Médica, (Medicina geral e familiar) que dizia às mulheres gordas que se queixavam que só comiam vegetais e continuavam gordas: você está a comer como as vacas e não vê como elas são gordas?

    Depois há a estupidez que Einstein dizia que de certeza era infinita (sobre a infinidade do Universo tinha dúvidas).
    Para estúpidos só vale um pano encharcado na tromba, diz o povo sábio.

    A ver vamos se acabamos com esta cambada.

    Cumprimenta

    Liked by 2 people

    • 23 Setembro, 2019 12:09

      Quanto há médica há uma frase de Einstein que diz tudo: Loucura é repetir as mesmas acções e esperar um resultado diferente.

      Gostar

  3. Oscar Maximo permalink
    23 Setembro, 2019 12:20

    Com os médicos e um data de nutricionistas que há agora, o regime alimentar deve ficar esclarecido, se eles se entenderem Agora, a relação que fazem entre isto e as emissões é que dá pano para mangas. Estão o que dizer destas mangas mas sobretudo as bananas ? A sua viagem foi isenta de emissões ? A julgar pelas indignações que se ouvem, parece que sim.

    Gostar

    • pitosga permalink
      23 Setembro, 2019 13:24

      As nutricionistas de agora são o que eu chamava de Dietistas. E que sabiam, muito e bem, da sua poda.
      Agora ‘tiram’ (roubam?) um mestrado e já são sôras doutoras.

      Até há uma senhora Conceição Gigante que se intitula Mestre em Matrimónio e Família. Coisa supimpa!
      Deve ser instrutivo saber dos matrimónios e família respectivos, desde há três gerações.

      Os médicos com menos de 40 anos não sabem e não querem saber (aprender).

      «Tá tudo lixado»

      Liked by 1 person

  4. André Silva permalink
    23 Setembro, 2019 12:39

    Excelente, Cristina Miranda, como sempre.
    Uma senhora bonita, inteligente, culta, com valores, e sem medo de os defender.
    Seguramente é mútuo, mas só posso dizer que o seu marido (e os seus filhos) são pessoas de muita sorte.

    Liked by 3 people

  5. Expatriado permalink
    23 Setembro, 2019 12:47

    “Cada dia milhões de plantas morrem às mãos dos vegetarianos. Há que parar com este genocídio e comer mais presunto e chouriças!”

    Liked by 4 people

    • 23 Setembro, 2019 21:25

      …e o grito das alfaces quando se abre o frigorifico!!!!

      Gostar

    • lucklucky permalink
      23 Setembro, 2019 23:39

      Quando os Marxistas derem a volta e precisarem de nova táctica para extorquir poder.

      Ou então quando um qualquer Estaline precisar de colocar um qualquer Trotsky em dificuldades…

      Gostar

  6. MJRB permalink
    23 Setembro, 2019 13:01

    Óptimo post, Cristina MIranda.

    Sobre essas seitas (caucionadas pelo déspota reitor de Coimbra e pelo AC-DC que já proibiu refeições de carne em almoços e jantares oficiais…), andam histéricas, ditatoriais. Ninguém pergunta por exemplo à serigaita ministra da Saúde sobre prós e contras de alimentações drásticas e repentinamente influenciáveis nos organismos humanos ?
    Quando sou confrontado por esses fundamentalistas rascas, respondo-lhes com violenta chapada verbal e se perante uma inesperada refeição vegan em casa de alguém, recuso-me tragá-la. Como aperitivos, bebo álcool (quando há) ou água, fico com ar trocista a vê-los e ouvi-los.
    Essa gente é de facto insuportável, criam inimizades até. Comam e bebam o que quiserem mas não chateiem e muito menos imponham.
    Tenho constatado em diversas cidades não só europeias, desde há década e meia, e cada vez mais, comportamentos vivenciais individuais ou de grupos, de seitas, sem dúvida com retrocessos a uma espécie de nova Era Medieval. Não contribuem para evolução alguma. Desmazelados, desleixados, desinteressados por quase tudo, levianamente festivos, “na boa”, etc. Exemplo ? Vão esta tarde ao Chiado e encontram-no.

    Liked by 4 people

    • 24 Setembro, 2019 01:39

      Pode haver um efeito positivo nisto: 1º – Produzir uma dissonância cognitiva nas mentes dormentes; 2º – Os “aderentes” de última hora terão graves distúrbios de capacidade física e mobilidade dentro de 3 meses e cognitivos em menos de um ano. Com sorte morrem em poucos anos como uma aluna que eu tive há uns 10 anos (adultos Formação Profissional) que achava que estava grávida e estava com uma série de complicações gastrointestinais por causa da falta de carne ou ao menos peixe e acabou por morrer 2 anos depois …

      Liked by 2 people

  7. MJRB permalink
    23 Setembro, 2019 13:45

    “Ai o carago !…” Ontem à noite coloquei um bitaite no post anterior da HMatos, sobre a desfaçatez da maioria dos comentadores ao quase darem a virória ao seu Cafofo e menosprezarem quam venceu na Madeira.
    Há cerca de 30 minutos, coloquei neste post novo bitaite sobre essa prostituição da influenciadora seita de jornalistas e de comentadores. Não foi editado — andará pelo Blas uma mão estranha ?

    Liked by 1 person

  8. Weltenbummler permalink
    23 Setembro, 2019 14:28

    quando lavo os dentes vejo dentes caninos
    faltam ãcidos aminados nos vegetarianos
    os coprolitos dos seres préhistóricos mostram grande quantidade de carnes
    nas gravuras de Lascaux andam a apanhar ervas

    Liked by 1 person

  9. mariojgcfernandes permalink
    23 Setembro, 2019 16:05

    Estou a cozinhar um caril de cogumelos para agradar aos veg’s.

    Para acompanhar, e em substituição do arroz, vou cozinhar uma pasta de lombo de porco que absorve muito bem o caril.

    Esta cambada de imbecis das folhinhas só tem paralelo nos camelos que diabolizam qualquer vislumbre de sal enquanto »mamam« fatias de presunto à fartazana.

    Mais um óptimo post Cristina. Obrigado.

    Liked by 5 people

  10. FGCosta permalink
    23 Setembro, 2019 16:43

    Embora a Cristina aborde o problema da morte de animais para comer versus a morte das gazelas por leões, acho que importa insistir: se em vez de morrerem nos matadouros (cada vez mais rapidamente e sem sofrimento, salvo, ironicamente, nas ilha culturais que essa gente defende), esse animais morrerem “naturalmente, como acontece?
    Obviamente, e até não se generalizarem centros de cuidados paliativos e morte assistida para animais ;-), morrem por doença normalmente arrastada por dias ou semanas, ou comidos por predadores. De qualquer modo, em maior sofrimento que num matadouro decente. Ou será que esse eco-líricos acham que vão todos para o bosque da abelha Maia?

    Liked by 3 people

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      23 Setembro, 2019 19:58

      O problema é que eles querem deixar extinguir os predadores. Para que no sistema idealizado deles não haja animais que comem outros. É a quadratura do círculo da coerência impossível. Por isso, dão ração vegana aos gatos e cães pois pensam que não faz sentido criar animais para alimentar os seus de estimação. Vocês não se apercebem mas a panca é forte e altamente ditatorial. Eles escondem as garras, mas são do piorio. Defendem o aborto por isso: menos bocas a comer animais. Defender que não se ajude os grandes carnívoros. E, como não conseguiram fazer associar a carne a doenças nas pessoas (não há uma verdadeira causalidade, mas apenas correlação e ligada a excessos), inventaram a questão do clima. Pegou de estaca. Também é por causa deles que a narrativa do clima e das vacas está de vento em popa. Aconselham as pessoas a comer substitutos à base de soja (há frango, queijo, etc. fumados inclusive) mas não dizem que a soja é altamente tóxica para a tiróide. Eles querem lá saber… a malta tem é de abandonar a carne. Lutar por melhorar o bem-estar dos animais na pecuária? Nem pensar! Eles são abolicionistas, por isso já fizeram o papel deles: não comem e trabalham para que ninguém mais coma. Os animais que morrem diariamente aos milhões que se lixem. Eles não estão nem aí. Se lerem alguma coisa dos teóricos deles vão perceber este resumo.

      Liked by 1 person

      • 24 Setembro, 2019 01:43

        Outra doença típica dos “vegetanos”: híper tiroidismo … quantos vão chegar ao cancro de tiroide … mais uns auto-abatidos!

        Liked by 2 people

  11. 23 Setembro, 2019 18:00

    A Cristina colocou algumas perguntas que eu também já havia pensado!
    Nomeadamente quais os animais ( ou mais genericamente seres vivos) que têm direitos ?
    O critério dos “animais domésticos” ou de “estimação” é muito vago! Cães e gatos é coisa do século XX ! Agora desde porcos, coelhos, cobras piton, tarântulas ou crocodilos pode encontrar-se de tudo um pouco num belo apartamento do Parque das Nações ou na Reboleira.
    Será que ainda posso electrocutar uns mosquitos com aquelas raquetes que se compram na loja do chinês (é mesmo o único objecto que vale a pena comprar lá), sem correr o risco de ir de cana ?
    Quanto à questão dos vegetais, é melhor a Cristina não lhes dar palpites ! Quando o tema “animal” se esgotar e deixar de ser fraturante, eles vão agarrar-se ao vegetal … 🙂

    Liked by 2 people

  12. Tânia permalink
    23 Setembro, 2019 19:14

    Apontaram-lhe uma arma a cabeça de forma a obrigá-la a tornar-se vegetariana ou vegan?🤔

    Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      24 Setembro, 2019 15:14

      Uma arma, ainda não. Mas através de legislação já começaram a condicionar a liberdade de escolha. É disso que fala o texto: imposição.

      Liked by 3 people

  13. Filipe Medeiros permalink
    23 Setembro, 2019 22:51

    Tanto o artigo como os comentários estão cheios de pessoas que parece que só vêm para aqui para se exibir e dar palmadinhas nas costas um dos outros.
    Sem me querer alongar muito, porque não vejo esta discussão a levar a lado nenhum, só deixo isto: é verdade que a Natureza humana pode ser comer carne, mas isso não significa nada, nem nunca significou, que seja o correto. Alguma vez considerou correto dar um soco noutra pessoa só porque lhe passou à frente na fila do super mercado? Ou alguma vez considerou correto matar outra pessoa para comer? Espero que não. E também espero que a lógica do meu argumento não se perca nos meus exemplos: uma coisa fazer parte da Natureza humana não a torna correta, nunca tornou, nem nunca vai tornar; é o que nos distingue dos animais irracionais.

    Gostar

    • 25 Setembro, 2019 17:18

      Errado!!! A Natureza Humana é o que é e quando tentamos adulterá-la só conseguiremos ser derrotados por ela!!!

      Liked by 1 person

    • 25 Setembro, 2019 17:20

      A única coisa que nos separa dos animais irracionais é … quase nada … é a capacidade de interpretar em abstracto e prever cenários em consequência disso.

      Gostar

      • Filipe Medeiros permalink
        27 Setembro, 2019 20:31

        Se é dessa opinião, gostava que me mostrasse um cão a usar o computador e responder a estranhos online. Há MUITA coisa que nos separa dos animais irracionais. Resta saber qual delas queremos aceitar ou não.

        Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      26 Setembro, 2019 11:19

      Pergunta pra um milhão: se comer só ervas e frutas é a alimentação adequada ao ser humano porque razão quando é aplicada às crianças elas adoecem seriamente? Explique.

      Liked by 1 person

      • Filipe Medeiros permalink
        27 Setembro, 2019 20:30

        Nunca disse que era a alimentação adequada. Interpretou muito mal o que eu disse, penso eu.

        Gostar

  14. JCA permalink
    24 Setembro, 2019 01:05

    .
    Sao coisas dos eco-nazis e dos demo-fascista.
    .
    A rapaziada do Comunicação Social devia por os olhos era no afinal quem instaurou o Salazarismo (e nao vale a pena sacudir àgua do capote, não foram só os ‘beatos’, sozinhos nem uma pulga eliminavam e o povo, quem foram os aliados etc etc e tal ….. fuck it).
    .
    Va la ja é tempo de abrirem o saco ….
    .
    até porque a fase muto transitoria da Idade da Automação a destruir naturalmente a Economia da Idade Industrial (com a autodemolição do Capitalismo/Comunismo da Idade Industrail, aoo panico dos bancos centrais apenas a defenderem a cara, a banca a baloes de oxigenio, o padrão ouro e o bitcoin ‘modernaço’ como o novo padrão de ouro substituindo os calhaus por bits que dá no mesmo etc tudo a berrar para sacudir agua do capote, tao estupido porque o que passou foi como era, finito),.
    é apenas mais um acidente de percurso para o que a informática quantica já está aí, nao que seja ela a resolver mas porque abre mais fundo o tudo errado anterior conjugado com o emocional de cada ser humano)
    .
    Tudo isto é outra conversa … que tem de deixar auto-inflamar-se o obscurantismo (o chico espertismo em curso) para o que naturalmente vai entrar triunfalmente e sem mexer uma palha. E não vai ser à antiga velocidade dos anos e anos … como alguns bem sabem de alta precisãon bem sabem, sem emoções ou picardia observam no que vai por si só cair de maduro. E vai ser rapido.
    .
    O colapso está em curso e ninguém o pára: Nem a aposta do ‘passado’ no padrao ouro da China, da Russia , da India e duns outros mais no Ocidente resistirá. Entretanto observamos o normal, as oratorias e as ‘missas’ dos inimigos dos tsunamis da conquistas civilizacionais
    .
    (e a Europa tem disto mas não pode renuniciar a que é o farol cobiçado e desejado por todo o resto do Planeta, nem deve ter quaisquer complexos de culpa ou inferioridade seja dos EUA, da China, da Russia para não falar do resto a anos luz da Europa, até se matam para viverem na Europa, e a Europa tem de ter siso nestes movimentos para não se deixar destruir por dentro)
    .
    O Gates já çhes leu a cartilha ‘os economistas e os financistas são os ignorantes do que é macro-economia, não sabem nada”, os ‘bolas de cristal’ a preverem o futuro. Mas prontos são o que há, deixá-los no seuus momentos de palco, são espasmos de gloria.
    .
    Penso eu de que em cima de quase 80 anos :))) absolutamente realista do exato atual sem fantasias ou tretas. Sempre adorei o ‘low profile’ :)))
    .

    Liked by 1 person

  15. JCA permalink
    24 Setembro, 2019 01:13

    .
    Sao coisas dos eco-nazis e dos demo-fascista.
    .
    A rapaziada do Comunicação Social devia por os olhos era no afinal quem instaurou o Salazarismo (e nao vale a pena sacudir àgua do capote, não foram só os ‘beatos’, sozinhos nem uma pulga eliminavam e o povo, quem foram os aliados etc etc e tal ….. fuck it).
    .
    Va la ja é tempo de abrirem o saco ….
    .
    até porque a fase muto transitoria da Idade da Automação a destruir naturalmente a Economia da Idade Industrial (com a autodemolição do Capitalismo/Comunismo da Idade Industrail, aoo panico dos bancos centrais apenas a defenderem a cara, a banca a baloes de oxigenio, o padrão ouro e o bitcoin ‘modernaço’ como o novo padrão de ouro substituindo os calhaus por bits que dá no mesmo etc tudo a berrar para sacudir agua do capote, tao estupido porque o que passou foi como era, finito),.
    é apenas mais um acidente de percurso para o que a informática quantica já está aí, nao que seja ela a resolver mas porque abre mais fundo o tudo errado anterior conjugado com o emocional de cada ser humano)
    .
    Tudo isto é outra conversa … que tem de deixar auto-inflamar-se o obscurantismo (o chico espertismo em curso) para o que naturalmente vai entrar triunfalmente e sem mexer uma palha. E não vai ser à antiga velocidade dos anos e anos … como alguns bem sabem de alta precisãon bem sabem, sem emoções ou picardia observam no que vai por si só cair de maduro. E vai ser rapido.
    .
    O colapso está em curso e ninguém o pára: Nem a aposta do ‘passado’ no padrao ouro da China, da Russia , da India e duns outros mais no Ocidente resistirá. Entretanto observamos o normal, as oratorias e as ‘missas’ dos inimigos dos tsunamis da conquistas civilizacionais
    .
    (e a Europa tem disto mas não pode renuniciar a que é o farol cobiçado e desejado por todo o resto do Planeta, nem deve ter quaisquer complexos de culpa ou inferioridade seja dos EUA, da China, da Russia para não falar do resto a anos luz da Europa, até se matam para viverem na Europa, e a Europa tem de ter siso nestes movimentos para não se deixar destruir por dentro)
    .
    O Gates já çhes leu a cartilha ‘os economistas e os financistas são os ignorantes do que é macro-economia, não sabem nada”, os ‘bolas de cristal’ a preverem o futuro. Mas prontos são o que há, deixá-los no seuus momentos de palco, são espasmos de gloria.
    .
    Penso eu de que em cima de quase 80 anos :))) absolutamente realista do exato atual sem fantasias ou tretas. Sempre adorei o ‘low profile’ :))) e aceito todos os ansiosos por palco. É humano. Nem nada contra ou a favor do abstencionismo, cena que tanto horrororza os em palco nas atuais eleições que são o que há, ou melhor os que correm por acharem que é o se momento pessoal de exibirem ou ‘salvarem’.
    .
    Nada contra, neste Tempo curto é assim. Vote ou não votem como quizerem, como lhes interessar ou como sentirem emocionalmente,
    .

    Gostar

  16. Ana Vasconcelos permalink
    24 Setembro, 2019 09:27

    Neste momento, afigura-se-me que há uma contradição entre o velho veganismo e a necessidade de salvar o planeta. O veganismo proibia o uso de animais na alimentação por serem seres sensíveis a quem a morte causava sofrimento. Acontece que os animais produzem CO2 cada vez que respiram, enquanto que as plantas fazem fotosíntese e produzem oxigénio. Logo, para salvar o planeta seriam os animais que deveriam morrer e não as plantas. Vivam os bifes, abaixo as saladas.

    Liked by 2 people

  17. Catarina Araújo permalink
    24 Setembro, 2019 16:46

    Ora o tema é bem mais complexo do que isso, nos tempos de hoje.
    Deixo aqui algumas questões, básicas, cuja resposta irá problematizar o tema é perceber o porquê desta opção se expandir cada vez mais.
    Seria capaz de fazer uma bom assado com o seu cão, ou até, qualquer outro cão que encontrasse na rua. O seu cão (ou gati) seria um dia privilegiados, situação que acima criticou.
    As galinhas de quintal são criadas nas mesmas condições do que as de aviário?
    As questões culturais, que nos levam a poupar certos animais, nuns casos por afeto, noutros por religiosidade, conduzem-nos a irmos maus além na questão da cadeia alimentar.
    Quantas hortas e quintais com galinhas conhece na sua cidade?
    Como são alimentados os animais para consumo?
    Questionar e problematizar conduz a uma maior tolerância perante este assunto.
    Quanto às carências de vitamina b12, está pode ser colmatada.
    Mais preocupante são as carências e doenças derivadas do fast-food, da comida processada, pre-fabricada ou pronta a comer, nomeadamente, hambúrgueres (carne ou peixe) e charcutaria.

    Liked by 1 person

  18. Ingrid permalink
    25 Setembro, 2019 10:03

    Concordo com o texto, a questão virou uma religião, um partido, um grupo, e como todos esses geram o tal sentimento de grupo, sentimento de pertencimento. O que, em algum momento acaba por fazer as pessoas falarem as maiores atrocidades, totalmente sem nenhum embasamento, e principalmente, faz com que as pessoas parem de ouvir tudo o que vai contra o que elas pensam.
    Mas uma coisa é certa: não estamos tratando os animais de corte em cativeiro de maneira digna, e o veganismo, sob esse aspecto, não deixa de ser uma opção válida. Sem argumentos fuleiros, sem bater panela, sem desonestidade.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: