Saltar para o conteúdo

Assassinos

12 Novembro, 2019

Este país prepara-se para legalizar, sancionar e enaltecer que pessoas que perderam o instinto, a determinação e a esperança para mais dias de vida sejam legalmente assassinadas por funcionário do estado. Para efeitos legais, é o reconhecimento oficial da ocupação de carrasco. Para os outros efeitos, é o reconhecimento do fim da linha para a ética como pilar do estado de direito. Para os doentes é uma declaração de falta de interesse, empatia e o reconhecimento que são dispensáveis. Dizem que é liberal. Assim sendo, ainda bem que não sofro desse distúrbio.

46 comentários leave one →
  1. Expatriado permalink
    12 Novembro, 2019 13:15

    Nem eu!! E que dizer da desculpabilizacão da homicida que atirou o filho recém nascido para o lixo? Infelizmente vive-se cada vez mais num local perdido na miséria moral.

    Liked by 1 person

    • Carlos Rosa permalink
      12 Novembro, 2019 20:49

      O gaiatão Pedro Sanches unido à Pablo Iglésias também já acordaram pôr a Eutanásia em ação em Espanha.
      E não têm medo de ninguém; quantos são, quantos são?
      A Espanha está a levantar-se contra as poucas vergonhas e eu acredito que a xungaria de Esquerda vai ser corrida à varada.
      Por cá o nosso Costa anda à rasca; mas quer fazer figura de valente.
      O André Ventura tira-lhe o sono. (Põe-te a pau André Ventura que os fanáticos são perigosos. Avança, não hesites, mas põe-te a pau. Protege-te.)
      A primeira reação do Costa foi cortar a palavra ao rapaz, mas o boca de sapo do Ferro Rodrigues lembrou-se de quando era do “MES” e que não lhe davam a palavra por ele ser esquerdista……; vai daí, mijou fora do penico e arranjou uma encrenca para o querido líder. Só chatices para o Costa. Agora que até teve mais votos que em 2015, logo havia de aparecer um André Ventura qualquer, sem partido que se veja, para lhe pisar os calos. E não queiram lá ver que o rapaz sozinho dá conta dele!
      Porra para isto, diz ele. “Então não é que esse Ventura até já foi a Borba e foi melhor recebido que o meu camarada Galamba lá na terra dos labregos? Olha q’esta!”

      Pois é, Costa 1º Ministro:
      Podes enganar todos algum tempo,
      podes enganar alguns todo o tempo,
      mas não podes enganar todos todo o tempo.

      Subiste ao poder com a ajuda de roldanas.
      Chegaste alto mas esqueceste-te que não tens asas; não és vaca voadora.
      Quando desceres não vais ter para-quedas.

      Liked by 1 person

  2. Jornaleca permalink
    12 Novembro, 2019 13:26

    Os tais assassinos (PSOE e UP) estão a preparar a formação do próximo governo, para tornar Espanha numa nova Bolívia, Argentina, Cuba, Coreia do Norte.

    Matar e roubar.

    Vai ser muito feio. Muito!

    E profundamente malvado. Muito!!

    Liked by 1 person

  3. Weltenbummler permalink
    12 Novembro, 2019 14:41

    a morte á bala na nuca é menos dolorosa e
    principalmente mais barata

    Gostar

  4. lucklucky permalink
    12 Novembro, 2019 14:43

    O Estado de Direito que nunca foi grande coisa já tinha acabado quando o Aborto a pedido foi aprovado quer pela esquerda quer pela direita quer pela igreja católica.

    Gostar

    • Jornaleca permalink
      12 Novembro, 2019 15:17

      A igreja católica nunca aprovou a matança a sangue frio e planeada de bebés na véspera do nascimento por assassinos. Impossível.

      Isso é um erro de pensamento.

      Esses que aprovam são ateus, dentro da igreja católica. Lógico. Eles existem, mas são os inimigos da igreja. E pagarão muito caro por isso.

      Cobardia, traição são valores dos ateus, dos ímpios.

      A igreja católica é a favor da vida. Lógico.

      Devemos falar com rigor, quando necessário. Aqui é.

      Eu conheço muitos católicos que são perseguidos por defenderem os seus valores, contra a maré das putas e dos assassinos. Esses é que só representam a igreja católica. Só esses.

      P.S.:
      Na Alemanha, estes dias, os protestantes, aliás um padre protestante, um tonto, convidou uma muçulmana, para pregar numa igreja protestante. Isto é o pior do pior.

      Mas para o plano de fundo, e para compreender o que sucede, é preciso saber, que a igreja protestante ésta “morta”, faz muitos anos, nas mãos dos inimigos, que pervertem todos os valores cristãos. Fazem o contrário.

      Na igreja católica não é assim. Ninguém vai conseguir conquistar a mesma. Mas andam por lá os idiotas e traidores ateus, que a querem destruir por dentro. Claro. Perfeitos asnos.

      Um desses traidores é o actual papa falso, um maçónico, que não vai ter éxito, não aquele que deseja.

      Devemos é falar dos abusos diários e em milhares que os perversos (homosexuais e lésbicas) cometem a crianças inocentes. Não existe nenhuma subcultura mais criminosa que estes perversos. Logo a seguir aos abusos sistemáticos pela seita ímpia muçulmana. O esterco do esterco.

      Mas sobre isto a puta da esquerda criminosa e fascista não quer falar. Lógico. São os cabrões e as putas delas, da esquerda burra e criminosa. Não existe um único ser inteligente na esquerda. Não um!! Tudo malvados, pior que as serpentes.

      Gostar

      • jppch permalink
        12 Novembro, 2019 17:30

        Ela foi de burka? e depois de discursar, não aproveitaram numa dinâmica de aculturação, lhe enfiar umas febras e umas cervejinhas… se não… ela nem sabe o que perdeu…

        Gostar

      • lucklucky permalink
        12 Novembro, 2019 17:32

        Você sabe que a Igreja Católica não mexeu um …. no ultimo referendo para o Aborto. Teve padres que o fizeram mas a Igreja como organização não.

        Vê hoje que a Igreja não fala contra o aborto, está calada.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        12 Novembro, 2019 17:33

        Veja ainda o estado as rádios da Igreja. Renascença …

        Gostar

      • 12 Novembro, 2019 19:30

        “A igreja católica nunca aprovou a matança a sangue frio…”
        mas com uma fogueirinha por baixo dos pés … assim bem assadinha, foram umas quantas com o pretexto de serem bruxas !
        Ou será que esse “nunca” tem prazo de validade ?

        Gostar

  5. P T permalink
    12 Novembro, 2019 15:28

    Se a pena de morte para pessoas inocentes vai ser legalizada, porque não voltar aos bons velhos tempos e voltar a instituir a pena de morte para os criminosos que realmente a merecem? É que se vale para uns, vale para todos.

    Liked by 2 people

  6. Manuela Taveira permalink
    12 Novembro, 2019 15:43

    Deviam ter em conta os 51% que nao sabem em quem votar, e que sao a maioria. Deviam deixar 51% de cadeiras vagas no Parlamento para se pouparem salários. Os católicos portugueses sao uma vergonha porque deviam saber que nao podem votar num partido ateu nem em maçons. Isto é um país de doidos. O melhor é deixarmo-nos morrer em casa e só participar o óbito 2 dias depois. Assim nem sequer hâ motivo para nos retirarem orgaos. Tem algum jeito todos serem dadores e só se tiverem o nome na polícia a dizerem que nao querem ser dadores é que nao o sao!!! Quantos já nao o foram só com a desculpa de que estao em morte cerebral……

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      12 Novembro, 2019 19:39

      Essa gente nem o registo dos animais de estimação conseguem gerir com competência, quanto mais uma BD de dadores !
      Sabendo do interesse em lhe sacar os orgãos, com o principal interessado fora de jogo, depois da asneira feita não como emendá-la, portanto dá para ver o resultado !
      Quanto às cadeiras vazias para a abstenção, totalmente de acordo, até já me tinha passado pela mona 🙂

      Liked by 1 person

  7. 12 Novembro, 2019 16:08

    Sobre este tema tenho não consigo ter uma opinião. É daqueles temas sobre os quais não seria capaz nunca de dar uma opinião categórica. Vai daí que me apraz o facto de haver concidadãos que têm opiniões firmes sobre o tema: sinal de que são gente de muitas vivências, grandes reflexões e fortes convicções… É reconfortante.

    Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      12 Novembro, 2019 17:30

      O problema não é esse, quem se quer matar pode fazê-lo.

      O problema é a cultura que vai criar e a pressão social para alguém se matar quando está dependente de outra pessoa. Seja esta dependência temporária, seja para sempre.

      Gostar

      • 12 Novembro, 2019 20:14

        Parece-me então que o problema será a sua família…

        Gostar

      • Perigoso Neoliberal permalink
        12 Novembro, 2019 21:09

        Ramon Sampedro não se conseguia suicidar.
        Eutanásia no sentido de ajudar uma pessoa que se quer suicidar e fisicamente não consegue fazê-lo, não me parece que deva ser crime. Tudo o que não seja casos como o de Sampedro estão fora da discussão, pelo problema descrito pelo lucklucky.

        Isto é a posição de um liberal.

        O que a esquerda quer não é isto e aquilo que quer, não o quer porque respeita a liberdade e o sofrimento das pessoas que querem morrer e não conseguem. A esquerda quer “desconstruir” (palavra bonita para “destruir devagarinho”) a civilização ocidental.

        Gostar

      • 12 Novembro, 2019 21:33

        Explique isso ao deputado Cotrim. Ele também diz que é liberal.

        Liked by 2 people

      • Perigoso Neoliberal permalink
        13 Novembro, 2019 07:12

        “Explique isso ao deputado Cotrim. Ele também diz que é liberal.”

        Perdi uns minutos a tentar descobrir o que o Cotrim disse sobre eutanásia. O mais elaborado que encontrei foi isto e se alguém achar algo com mais detalhe, partilhem:

        Pergunta: “Suponho também que sejam favoráveis à despenalização da eutanásia.”
        Resposta do JCF: “Sim. Com todos os cuidados necessários que as implementações que outros países tiveram de ter para evitar o fenómeno do slippery slope [rampa deslizante]. Mas sim.”

        Não me parece uma posição completamente idiota, mas já me parece indiciar um grau elevado de displicência em relação ao assunto.

        Não li projetos de lei ou propostas partidárias sobre eutanásia, mas na diagonal ouço falar de regulamentação, intervenção do Estado, meter o SNS ao barulho, médicos ao barulho, enfim, a costumeira porcaria vinda da esquerda quando quer “liberalizar” seja o que for. A reação natural de um liberal quando ouve estas coisas é a ânsia de vómito. É a minha reação e devia ser a do Cotrim.

        O “slippery slope” começa logo a seguir a Ramon Sampedro. O tipo:
        1. estava de posse das suas faculdades mentais,
        2. estava fisicamente impedido de se mover
        3. e demonstrou à saciedade que queria morrer.
        Alguma destas condições não se verifica, não é eutanásia, é homicídio.

        Ser totalmente contra a eutanásia por causa do “slippery slope” é aceitar que pessoas em condições semelhantes a Ramon Sampedro sejam condenadas a um sofrimento perpétuo.
        Defender a despenalização da eutanásia nestes casos (para mim são os únicos em que cabe a definição de eutanásia) deixa a esquerda sem o argumento moral do direito a morrer.

        Gostar

    • The Mole permalink
      12 Novembro, 2019 17:31

      É a diferença entre legislar com base em princípios ou com base em “sentimentos”, ou “feelings”, ou modas, ou “agendas políticas”, que é o que se tem feito nas últimas décadas, estando os resultados à vista…

      Gostar

  8. Albano Silva permalink
    12 Novembro, 2019 17:34

    Aprecio muito os textos que o Vítorcunha verte neste blog, Porém, creio que neste último exprime uma opinião a pender, bastante, para o fundamentalista. Porquê?
    Porque, obviamente, não considera absolutamente o outro lado. Ou seja, a vontade firme e convicta de quem deseja terminar a sua própria existência (e não pode ou deseja fazê-lo contra uma locomotiva), na generalidade dos casos já conhecidos envolvendo o método de livre escolha, uma existência de sofrimento atroz — físico e/ou mental — sem esperança alguma de cura.
    Acredito que do ponto de vista de muitos?, poucos?, idosos sofredores sem esperança a opinião seja contrária à do Vítor. Mas admito que posso estar equivocado.

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      12 Novembro, 2019 19:55

      Subscrevo, e quanto à locomotiva, mesmo que o candidato ainda se consiga mover (o que nestes casos é pouco provável), teria de ser muito rápido, pois à velocidade que os comboios agora circulam, o mais certo era “chegar atrasado” e partir uma perna.

      Ou então, deslocar-se até à linha de Sintra …

      No meu entender, aqui a malta diz-se de “direita”, liberais ou não mas no fundo são apenas “cristãos” fanáticos católicos ou não !
      Quem deixa que uma religião lhe determine o pensamento não é livre (muito menos liberal) logo nem deveria ter direito de voto!

      Pronto, já deitei fogo ao circo, vou é cavar daqui para fora 🙂 🙂

      Gostar

    • 13 Novembro, 2019 17:41

      òv conas, quem se quer matar que se mate. Não obrigue a lei fazer disso um acto médico!

      Percebeu? a única coisa em questão é meterem médicos e enfermeiros numa porcaria que nada tem a ver com alguém desejar suicidar-se.

      Se quer matar-se é básico- os amigos que o façam. Se não tem amigos devia ter arranjado inimigos a tempo ou pagar a um criado, como faziam os romanos.

      E acabou a merda que a lei é que nunca por nunca devia entrar aqui- E muito menos quem tem por dever salvar vidas.

      E o problema é que isto é mais um pretexto para aqueles que mesmo sendo proibida já a vão praticando nos hospitais.

      Ainda no dia 3 e 4 passados vivi essa situação com a minha familiar de 100 anos.

      Dizia o enfermeiro que nem ia colocar sonda para aspirar as secreções porque era muito “invasivo”.
      E eu perguntei o que ia então fazer para ela não morrer. Respondeu que tinha 100 anos e o melhor era dar-lhe o conforto final.
      E eu não saí dali até que o conas pusesse a oxigénio e soro.
      Mas não entubou.

      No dia seguinte de manhã, contra as expectativas médicas e enfermeiras, ela estava viva.

      A médica veio-me dizer que ela ia falecer porque tinham tentado entubar e espirrou sangue por todo o lado por ser impossível.

      Eu disse-lhe que ela morria quando Deus a chamasse. Que somos católicas e que não havia ali Testamento Vital algum para deixar morrer à fome e à sede.

      A tipa insistia que eu não estava a perceber e disse- “neste caso é diferente das outras vezes”. E eu perguntei-lhe se ele tinha assistido a “outras vezes”.

      A coisa começou a ficar bera, quando a médica insistiu que ela ia falecer e que o resto eu devia tratar com a morgue.

      Mandei-a chamar um padre.

      Deram-leh a extrema-unção. Ela dava-me a mão, agarrava com força e eu começo a ver os níveis na máquina a estabilizarem.

      Mandaram-me embora por ser de lei.

      às 16.30 tinha sido transferida para Santa Marta.
      Em Santa Marta uma enfermeira que não era monga como a de S. José entubou-a nas calmas, estiveram uma semana a tirar as secreções. Está sem febre, a ser alimentada por sonda e viva!

      Há-de morrer quando chegar a sua hora e não a hora que esta canalha acha para aliviar o SNS.

      Liked by 1 person

      • 13 Novembro, 2019 17:47

        A lógica e argumento que tenho apanhado em todos os médicos e enfermeiros que já estão de cabeça feita e até dispostos a dar o empurraozinho final é mesmo esta- a idade.

        100 anos é muito tempo. Não há ninguém que consiga provar que houve negligência médica.

        E pode haver, tal como pode não haver- Depende exclusivamente da moral profissional das mãos a que se vá parar.

        Eu disse-lhes que os 100 anos da minha familiar são os 70 de outra velha qualquer.

        E são. Porque cada caso é um caso e há genética e genética e também existe quem seja muito saudável e com um gigantesco instinto de vida.

        Porque ao contrário do que omija-nos-finados do Velho do Restelo escreveu para aí, um crente, um católico, não procura a morte, pelo simples facto de acreditar na salvação.
        Um católico glorifica a vida porque a Vida é uma Dádiva.

        Liked by 1 person

      • Velho do Restelo permalink
        13 Novembro, 2019 20:48

        Zazie, o teu problema é personalizares demasiado estas questões!
        No fundo estás focada no teu caso, a borrifares-te para o resto do mundo que te rodeia. Já reparaste que à tua volta toda a gente é imbecil e tu és uma ilha, melhor um oásis de inteligência !
        Gostava de ouvir era a opinião da tua familiar com essa veneranda idade!
        Um hospital tem recursos limitados ; um médico é um gestor de recursos, que tem de tomar decisões complexas das quais tu não pescas nada !
        Estás focada no teu umbigo, queres prolongar a vida dum familiar, claro ficam-te bem esses sentimentos, mas aos outros compete equilibrar o uso dos recursos … ou mesmo minimizar o sofrimento ! Que sentido faz fazer um moribundo sofrer para o manter vivo (?) mais uns dias (2..5… 7…???) ?
        Ainda bem que não és médica !!!

        Gostar

      • 13 Novembro, 2019 21:12

        Personalizar questões? Mas a eutanásia não é nacionalizar? Tornar público o que é a essência do privado?

        Para que conste: o ateísmo é a única religião me enoja.

        Liked by 1 person

      • 13 Novembro, 2019 20:53

        ò conas- a minha familiar tem 95% de incapacidade. Mas dá-me a mão, sente-me. Quer viver. Está viva. Não sofre, sequer.

        Vai tu morrer longe, meu merdas. E, de caminho, mata a tua mãezinha que pode estar a pedir e nem deste por isso, aqui tão preocupado em matares os familiares dos outros.

        Puta que te pariu!

        Gostar

      • 13 Novembro, 2019 20:54

        E volto a repetir- puta que te pariu.

        Se fosse ao vivo, cuspia-te nas fuças

        Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        13 Novembro, 2019 20:54

        Uma pergunta maldosa : Imagina que o médico te dizia que podia prolongar a vida dessa pessoa que te é tão querida, digamos por 30 dias se fizesse um transplante dum rim ! Presumindo que tu ainda tens 2 em bom estado, e que havia compatibilidade, quantos minutos demoravas a responder ao médico sobre a tua disponibilidade como dadora ?

        Gostar

      • 13 Novembro, 2019 20:59

        Não sabes, nunca deves ter visto o que é ser-se médico a sério, enfermeiro a sério, com o dever e o gigantesco regozijo sempre que salva uma vida.

        A vida é uma dádiva. Os médicos e enfermeiros existem para tratar, cuidar, minimizar o sofrimento, e salvar vidas.

        E a puta dos cientóinos que acham que a Ciência tudo pode, só não pode inventar maneira de psicanalizar o que um doente bem lá no íntimo deseja- viver ou morrer, deviam, como no conto do VC levar o empurrão primeiro.

        Não deves nunca ter estado em hospitais e assistir, como assisti em Setembro a uma senhora à espera da morte, com cancro incurável e sem o menor desespero.

        Rodeada de carinho por toda a gente- de enfermeiros, a médicos, a familiares. E a contar como já tinha deixado tudo arranjado e em caixinhas e a recordar tudo de bom que teve. E a ter pequenos prazeres ainda e a rir-se com o marido.

        Viver é isto. Só mesmo gente com pacto com o demo, gente pior que todos os nazis ,que todos os comunas da injecção atrás da orelha, podem ter o culto da morte sob o pretexto de ser humanismo

        Gostar

      • 13 Novembro, 2019 21:04

        ò conas- a vida desta senhora nada tem a ver com doenças. Tem a ver com avc e fragilidade enorme daí derivada.

        E eu não preciso de lhe doar um rim. Eu dou-lhe todo o meu tempo de há 10 anos a esta parte.

        Já estive um ano sem sequer ter férias para não a deixar num lar onde matam com sedação.

        Cala-te, velho merdoso_ vai-te matar que nem sabes o que é a leveza de espírito do dever cumprido.

        Como nem deves saber o que são problemas de consciência- vai matar os teus parentes e não te atrevas a dirigir-me a palavra.

        Não desejo mal a ninguém mas sei que existem infra-humanos e reconhecem-se assim.

        Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        13 Novembro, 2019 21:10

        Como fica demonstrado, consegui manter a calma não obstante essa enxurrada de insultos que diriges a todos os que te fazem frente, ou simplesmente te fazem reflectir! Não passas duma vigarista barata, que perante uma pergunta hipotética, te esquivas com tretas sem responder!
        Para insultar bastaram-te 4 ~5 min, mas para dar uma resposta séria, ainda que em cenário hipotético, meteste essa cauda felpuda entre as nádegas sujas e deste de frosques ! Fiquei esclarecido!

        Gostar

      • 13 Novembro, 2019 21:13

        Responder o quê? grande merdas.

        Tu já doaste o bestunto ao laboratório, queres agora traficar um rim meu?

        Vai mas é à feira da Golegã comprar um cérebro que vais ver a diferença que sentes.

        Gostar

      • 13 Novembro, 2019 21:21

        Resposta errada.
        As melhoras para a tua familiar, e de preferência sem sofrimento.
        Fui …

        Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        15 Novembro, 2019 11:46

        Voltei …
        Zazie, agradeço a sugestão da Golgã, mas dispenso !
        Não vou correr o risco de ficar igual a ti 🙂

        Caro Victor Cunha, vai-me desculpar mas que eu saiba ninguém “nacionalizou” coisa nenhuma ! Tanto quanto sei, o que está previsto é cada qual optar por ter ou não apoio profissional na saída de cena !
        A própria zazie que é tão avessa ao tema (e ela pp já expôs o motivo), a certa altura diz : (17:41) “…Se quer matar-se é básico- os amigos que o façam. Se não tem amigos devia ter arranjado inimigos a tempo ou pagar a um criado, como faziam os romanos.”
        Pois, ela esquece que a lei como está, ia condenar os “amigos, inimigos ou criados” que fizessem o servicinho ! Dá para ver a profundidade da análise dela !
        Se ela tem razões de queixa do SNS, tem bom remédio :
        Livro de reclamações, ou melhor ainda, faça como eu : CUF, HL, …
        Ou será que ela é da direita pindérica, que afinal precisa do estado social ?
        Aliás, quem tem a lata de dizer e repetir por aqui : 22-06-2019 11:23
        “… O meu lema desde a pré-adolescência já estava gravado
        na mochila de escola- “Je fais ma loi”.
        Foi uma continuação dele. E nunca deixei de a fazer nem alguém conseguiu que eu não mandasse e fizesse sempre o queria. …”
        Fica bem patente que a criatura é anti-social e devia estar hospitalizada no Júlio de Matos na mesma cela do “jornaleco/a” !

        Quanto ao seu enjoo :
        “Para que conste: o ateísmo é a única religião me enoja.”
        Pois lamento, e gostava de o ver demonstrar que o ateísmo é mesmo uma religião !
        Se o ateísmo o incomoda mais que o fundamentalismo islâmico, estamos conversados!

        Gostar

  9. hajapachorra permalink
    12 Novembro, 2019 18:17

    Muito bem! É por isso e por outras coisas que sou antiliberal e anticomunista. Têm a mesmíssima raíz, o comunismo e o liberalismo.

    Liked by 1 person

    • Paulo Valente permalink
      12 Novembro, 2019 20:16

      A sério? Talvez lhe convenha instruir-se um pouco mais.

      Gostar

      • hajapachorra permalink
        13 Novembro, 2019 03:51

        Começo por onde? Por Platão ou por Hegel? Mas sim, talvez me convenha instruir-me bastante mais. Não sou tão modesto. Bem aventurados os valentes de espírito.

        Liked by 1 person

  10. Carlos Rosa permalink
    12 Novembro, 2019 20:57

    Entretanto, o beato Marcelo foi lamber o cú ao Papa na cidade das mil igrejas.

    Tudo isto existe,
    tudo isto é triste,
    tudo isto é fado.

    Liked by 1 person

  11. 12 Novembro, 2019 21:47

    Muito bem! O homo economicus- a merda vem tudo dos que mataram Deus. E são irmãos gémeos. Duas faces da mesma moeda.

    Liked by 1 person

  12. Ana Vasconcelos permalink
    13 Novembro, 2019 09:47

    É uma forma de resolver os problemas do SNS. Matam-se os doentes e fica mais barato. A conversa dos direitos é só para enrolar os papalvos. Fora tetraplégicos quem quer matar-se pode fazê-lo sozinho. Não precisa de alguém que o mate.

    Liked by 2 people

    • 13 Novembro, 2019 21:11

      Completamente. Quando vêm com o humanismo e o exemplo pessoal, só mesmo idiotas a podem comprar.

      O velho que não se quiser matar, passa a empata! tão simples quanto isto.

      E o Doutor responsável pela eutanásia, como é? é médico de família às 2 as , 4as e 6as e carrasco nos outros dias?

      Como será perguntar-lhe – doutor- hoje vem para tratar ou para decretar o abate daqueles outros que estão à espera?

      Liked by 1 person

    • Velho do Restelo permalink
      15 Novembro, 2019 12:02

      Ana Vasconcelos, as “teorias da conspiração” podem ser resolvidas com “travões” na lei, claro que há sempre riscos porque a humanidade está longe da perfeição, e há por aí muita maldade! Contudo, a classe médica parece ser a mais bem servida! Já reparou que durante décadas é a profissão que exige maior nota no acesso ?
      Podemos duvidar da competência dos engenheiros civis da Covilhã, dos juízes que os avaliam, dos economistas que auditam as suas contas bancárias, mas dos médicos não !
      Se teve um 18 é porque tem valor !
      Claro, há sempre a possibilidade de ser um médico “importado”, e aí há de facto risco!
      Devíamos estar a discutir isso, pois com ou sem eutanásia, a nossa saúde corre risco !
      A certa altura a pp Ana exclui os “tetraplégicos” da equação, sem lhes dar qualquer solução ! Porquê, não são gente ?

      Liked by 1 person

      • 15 Novembro, 2019 12:21

        Velho animal mija-nos-finados- queres pessoalizar as coisas, por seres porteira rasca, então aqui vai a resposta-
        Sou oriunda de uma das mais antigas famílias de Lisboa. O facto de, por ironia do destino, eu e a minha familiar, estarmos a viver provações em nada se compara ao teu problema sem solução- és um pobre de espírito.

        De tal modo que nem distingues a questão que eu coloquei que nada tem a ver com queixas em relação ao SNS- a SCML quer abandonar uma centenária em hospital, em prol da defesa dos direitos dos trabalhadores que agora, devido ao recente contracto, podem continuar a alimentar por colher e os velhos a engasgarem-se e a morrerem sufocados, mas deixaram de poder alimentar por sonda, como o faziam a recibos verdes.

        Vai morrer, longe, de preferência em aterro fundo, por causa do fedor. E despacha-te a matar os teus paizinhos que devem estar desejosos e não passas de um ingrato.

        O que defendo é básico- por moral, por honra, por sacrifício- quem achar que está na altura de golpe de misericórdia, que o dê. Não delegue. Não delegue em médicos por cobardia. Não faça do que é pessoal uma lei de incentivo para todos, por todos os pretextos e de forma amoral, sem culpa a carregar.
        Porque todo o acto tem moral. E as culpas são individuais, e são para se carregar ou redimir, nunca para atirar para cima dos outros e fazer disso lei imoral a valer mais que a verdadeira Moral.

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: