Saltar para o conteúdo

Sábado, dia de feira livre

19 Janeiro, 2020

Qualquer pessoa normal, das que bebe água sem ser com a testa, percebeu que a candidata Joacine tinha tanto a ver com o projecto de carreira do Rui Tavares como este tem a ver com astronomia. Rui Tavares é o arquétipo do brutalismo soviético, o indivíduo que para representar Trotsky num filme teria que se limitar a aparecer e repetir o guião. Guarda-roupa? O armário de Rui Tavares.

Joacine é da nova vaga de comunistas. Sem nada político a dizer, limita-se a repetir que o projecto da sociedade idealizada por estes trogloditas é uma mistela de igualdade marcada pela diferença em melanina, presença de vagina e enormes problemas de articulação. Uns mais iguais que outros.

Seria de supor que se chateassem. Não tão cedo, mas depois da lua-de-mel. Rui Tavares defende em exclusivo uma ideia: a de que alguém quer saber o que Rui Tavares, o burguês dos clichés que passam por erudição, tem a dizer ao mundo. Já Joacine, que tem tanto interesse no que Rui Tavares tem a dizer ao mundo como o mundo tem interesse em o ouvir, Joacine tem algo a dizer: que é mulher, que é negra, que é gaga, que se dá com indivíduos cuja filosofia política se resume à bainha da saia e que veio para ficar com o voto da juventude “mais bem preparada de sempre”.

Nós queremos ouvir Joacine. É refrescante ouvir alguém sem discurso próprio e cuja mensagem é a existência da própria. É um símbolo: representa que o vazio intelectual pode ser preenchido visualmente e que, numa era em que ninguém tem nada a dizer, a imagem é a única coisa que conta. Não há diferença entre o parlamento e o Lisboa Fashion.

Quanto à presença de crianças no congresso da peixeirada, tenho a dizer que não vi nada fora do normal: era capaz de estar um adulto presente, só não apareceu nas fotografias.

12 comentários leave one →
  1. 19 Janeiro, 2020 11:42

    Parabens pelo ultimo parágrafo.

    Liked by 4 people

  2. Velho do Restelo permalink
    19 Janeiro, 2020 11:58

    Cada vez mais se torna difícil distinguir a notícia dum facto, dum artigo satírico sobre o mesmo facto !
    Por este andar, o Vitor Cunha torna-se num espécime em vias de extinção, pelo que deve ser protegido.
    Bom texto Vitor 🙂

    Liked by 5 people

  3. 19 Janeiro, 2020 12:27

    «: era capaz de estar um adulto presente, só não apareceu nas fotografias»

    ahahahaha

    O projecto do Rui Tavares é ele próprio. E, para isso, precisa de recriar a formiga branca, na versão pós-moderna gramsciana. Vale tudo. Falta o principal móbil que é mais que revolução.
    É ser o novo mata-frades. E, por aí, sim, tem programa desde novinho.

    Liked by 2 people

  4. 19 Janeiro, 2020 12:28

    O texto é delicioso e o final uma maravilha. Falta acrescentar que para a eleição também foram precisos uns bons milhares de diminuídos mentais, na qualidade de inimputáveis.

    Liked by 6 people

  5. JgMenos permalink
    19 Janeiro, 2020 12:35

    E não é que a criatura se zangada não gagueja
    Lá se vai o seu principal contriuto para a renovação do sistema!

    Liked by 2 people

    • Velho do Restelo permalink
      19 Janeiro, 2020 12:45

      Com a emoção do momento, “esqueceu-se” de gaguejar. Ou então não viu as câmaras de TV, que não era suposto estarem lá !
      Mas quando entrevistada à saída, entrou em modo “gágá”!
      Isto dava um bom tema para uma tese de mestrado de PSI (cologia | quiatria).

      Liked by 4 people

  6. JgMenos permalink
    19 Janeiro, 2020 12:35

    E não é que a criatura se zangada não gagueja
    Lá se vai o seu principal contriuto para a renovação do sistema!

    Liked by 2 people

  7. André Silva permalink
    19 Janeiro, 2020 14:01

    Honestamente, penso que não estava um único adulto presente, nem sequer fora das fotografias.

    Liked by 3 people

  8. sam permalink
    19 Janeiro, 2020 21:10

    Quanto à presença de crianças no congresso da peixeirada:
    Confesso realmente não entender essa maluqueira de querer evitar que as crianças assistam a velórios e funerais. Deixem as crianças conviver com os cadáveres! Ao menos vão-se familiarizando com o odor desta república…

    Liked by 3 people

  9. Chopin permalink
    19 Janeiro, 2020 22:32

    O Livre é um partido? Pensava que era o alcunha do Rui Tavares.
    A Joaquina foi eleita com o voto dos “jovens” e não dos jovens, creio. O futuro, com as suas taxas de natalidade, é precisamente dos “jovens”.
    E não será surpresa que alguns destes chalados, tipo Rui Tavares, algum dia cheguem à governança. Veja-se o caso espanhol.
    http://www.alertadigital.com/2020/01/19/irene-montero-presentara-un-anteproyecto-de-ley-de-reforma-de-la-biblia-catolica-para-acomodarla-a-la-nueva-realidad-social/

    Liked by 1 person

  10. Caampus permalink
    20 Janeiro, 2020 08:41

    Concordo com tudo, mas não posso deixar passar uma inverdade, na reunião estava um adulto o inarravel Sá Fernandes.

    Gostar

  11. Amora de Bruegas permalink
    20 Janeiro, 2020 12:28

    Bom artigo. Grata.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: