Saltar para o conteúdo

Respostas à crise que aí vem

30 Março, 2020

Apesar de no quadro em que vivemos não haver alternativa à acção do Estado e esta ser absolutamente necessária na actual situação de emergência epidémica, a sociedade civil não se pode deixar cair nos seus braços e ficar rendida ao estatismo para os tempos próximos.

Foi neste enquadramento que a Oficina da Liberdade procurou contribuir para a discussão pública acerca das respostas político-económicas à crise que aí vem.

Redigiu-se um manifesto para o qual cada um dos seus autores contribuiu pensando pela sua própria cabeça, mas todos pugnando por uma sociedade livre e aberta.

Aí se defendem coisas “escandalosas” quando comparadas com a lengalenga dominante. Para abrir o apetite à leitura do documento, previno que da lista de medidas propostas consta, por exemplo, o lay off na Função Pública, a abolição dos benefícios de isenção de horário e subsídios de refeição e também a suspensão de pagamento de 13º e 14º mês a funcionários públicos.

Com o devido enquadramento e para leitura crítica, o documento pode ser acedido aqui.

covid19-small

 

 

 

6 comentários leave one →
  1. Filipe Bastos permalink
    30 Março, 2020 19:42

    Redigiu-se um manifesto para o qual cada um dos seus autores contribuiu pensando pela sua própria cabeça, mas todos pugnando por uma sociedade livre e aberta.

    “Livre e aberta”, em dialecto direitalha, quer dizer mama em roda livre. Vindo do caro Telmo Fernandes já sabemos ao que vamos. E não desilude.

    –- Privatizações da TAP, CGD, RTP, Companhia das Lezírias e outras… a CGD ali metida no meio, assim de mansinho…
    –- O seguro de saúde dedutível na colecta de IRS, sendo que o seu titular passa a auferir preços de custo no SNS… mais mama privada.
    –- Abrir as USF à gestão privada… idem.
    –- Acabar com manuais escolares gratuitos… já nem tentam disfarçar.
    –- Renovação e alargamento de PPP’s Saúde… mais mama.
    –- Isenção de imposto sobre rendimento de capitais e sobre mais-valias… idem.
    –- Suspensão do salário mínimo… especialmente nas grandes empresas, né?

    Mas nem tudo é para cortar:
    –- Moratória de empréstimos bancários, mantendo-se no entanto pagamento de juros… claro… a mama da Banca é sagrada!

    Gostar

    • FreakOnALeash permalink
      31 Março, 2020 12:00

      Não conhecia a dita oficina. Há ali nomes e percursos de vida que não interessam a ninguém. Para mim um libertário / liberal não pode promover crony capitalism, dito isso, e mesmo concordando com vários dos pontos que o Filipe sublinhou, destaco alguns que acho fundamental já terem sido levados avante desde o inicio do século.

      Privatização da RTP, ontem já era tarde…foi pena o Passos não o ter conseguido levar avante…muito embora, com muita pena minha, iria ficar sem a Antena 2. TAP e CGD discutível e sinceramente não sei se seria manifestamente positico a sua pricatização ou outra.
      Lay off dos funcionários públicos…epá essa é de caras! Se os do privado que lhe pagam os ordenados vão para lay off, porque é que a casta das 35h não deve ir também? Alguém que fundamente a necessidade desta diferenciação “repugnante”.

      “– Suspensão de grandes projectos de investimento (aeroporto, etc…) (EM/NE)
      – Venda de património imobiliário devoluto do Estado (EM/NE)” Tudo isto faz sentido, não?

      “– Encerramento ou redução drástica das mais de 1500 entidades e institutos públicos por fusões e/ou privatização (EM/NE)”…Yes please…porque não? O que não falta aí é FP que não faz nada.

      “– Corte de todas as despesas relacionadas com o combate às alterações climáticas (EM/NE)”…outra tipo duh…obviamente, nem os cientistas se entendem, e embora possa acreditar nas alterações climáticas, não acredito que a ação do homem tenha sido o suficiente para desencadear tamanhas mudanças, acredito sim na mutação constante de um planeta que atravessou eras de com mais frio e outras com mais calor.

      “– Corte de todas as despesas com campanhas de promoção de estilos e modos de vida (igualdade de género etc) (EM/NE)”…promovam isso no ensino privado, no público não se devem ensinar aberrações contra ciência, gays e lésbicas OK, tudo resto são doenças mentais.

      Gostar

  2. Procópio permalink
    30 Março, 2020 19:59

    O bicho navega em águas poluídas, só se vai embora depois da limpeza.
    Para além de uma congénita incapacidade de fazer face aos problemas, os geringonços vão defrontar-se com um paradoxo. Se por um lado, donos do Estado, querem assumir o controlo e não vão consegui-lo, são em grande medida os privados, pequenas e médias empresas que sustentam as alarvidades.
    E se as pessoas vierem para a rua sem medo do vírus.? A fome pode matar ainda mais.

    A partir de agora vamos ver

    De um lado,
    As katarinas a pedir mais e mais, o kosta a fingir umas vezes sim,outras vezes talvez, o geróimo cada vez mais desorientado e os animais a ganir

    Do outro,
    A capacidade de produção a diminuir em flecha
    O holandês, o austríaco, o finlandês a torcerem o nariz e a merkel pela porta de saída.

    Gostar

  3. lucklucky permalink
    31 Março, 2020 02:50

    Colocado pelo Olympus Moon no Insurgente, quantidade de mortes na Europa nos últimos anos

    https://www.euromomo.eu/index.html

    No momento mostra um valor muito mais baixo de mortes que nos Invernos de 2016-17 e 2017-18

    Olhe-se para o gráfico de Portugal.

    Gostar

  4. sam permalink
    31 Março, 2020 08:58

    Uma pessoa lê e não acredita. Bendita propaganda!

    https://www.franceinter.fr/emissions/les-histoires-du-monde/les-histoires-du-monde-30-mars-2020

    Gostar

  5. Velho do Restelo permalink
    31 Março, 2020 23:08

    Eu também tenho umas medidas a propor :

    Acabar com a utopia de “um voto por indivíduo”, e adoptar o método das sociedades comerciais : nº de votos indexados aos impostos pagos ou contributo para o PIB.
    Na atribuição de votos, para além do factor “impostos pagos”, Valorizar as actividades que produzem bens/serviços relevantes, em contrapartida a outras que se dedicam ao mero entretenimento, e que por isso deverão ter menos peso nas decisões !

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: