Saltar para o conteúdo

Ao menos não se reproduzem

1 Maio, 2020

Fui a uma loja de equipamento electrónico noutro concelho. Sem problemas, como se o país estivesse normal (que não está, particularmente nas cabeças de inúmeros idiotas). Para entrar na loja, com máscara, foi-me requisitado que passasse gel nas mãos e me dirigisse estritamente ao funcionário X após ter que explicar o que desejava comprar. O funcionário X lá me levou ao corredor onde estavam os dispositivos e, impedindo-me de lhes tocar, mostrou-me uma caixa a distância suficiente para garantir o entretenimento de uma eventual troca por incompreensão das características do aparelho. Diligentemente, dirigiu-se à caixa e, após o meu pagamento contactless, finalmente permitiu que tocasse no objecto. Toda a gente no interior da loja usava máscara. Toda a gente, não: o indivíduo de uma etnia automaticamente identificada pela expressão “indivíduo de outra etnia” circulava livremente, sem máscara, tocando (e talvez lambendo, não sei) tudo o que desejasse.

Parabéns a todos nós. Bem merecemos.

14 comentários leave one →
  1. Liberal de Bancada permalink
    1 Maio, 2020 13:00

    Oh, dias difíceis!

    Gostar

  2. 1 Maio, 2020 13:19

    Talvez as verdades simples regressem e em força!

    Gostar

  3. ricardo permalink
    1 Maio, 2020 13:37

    E não fiscalizaram se o cliente tinha ovo?

    Liked by 1 person

  4. Castrol permalink
    1 Maio, 2020 14:07

    As Leis quando nascem são para todos! Ou talvez não…

    Liked by 1 person

  5. grangeio permalink
    1 Maio, 2020 14:22

    Cuidado! Se for branco, pode-se chatear e advertir, mas se não for, não se pode fazer ou dizer nada, é racismo.

    Liked by 3 people

  6. Rão Arques permalink
    1 Maio, 2020 16:37

    Não estando lá a televisão não se podia ver o exemplar porta-vós multiusos, que depois da clausura acagaçada reapareceu e em força. em todas as cenas decoradas pelos dedos.
    Um inútil utensilio de cozinha mal lavado, que não serve mesmo para nada.

    Gostar

  7. Oscar Maximo permalink
    1 Maio, 2020 17:25

    Sobre o multiculturalismo sempre disse que ou se fecham as portas, o mais avisado, ou então importam-se todos os acessórios necessários a essa cultura. Neste caso, o que sempre disse que falta é uma importação do exercicio de justiça que é o espetáculo das chibatadas em público. Justiça barata e eficaz.

    Liked by 1 person

  8. Jorge Capela permalink
    1 Maio, 2020 18:07

    SIM…Temos cumprido a muito custo! e como sabe quem cumpre não é fácil!
    Infelizmente, há sempre um pequeno número de “bandidos / energumenos” para quem o Estado de Direito só existe para serem chupistas!!!
    Vamos em frente.
    Jorge Capela

    Liked by 1 person

  9. sam permalink
    1 Maio, 2020 22:13

    E se ainda ninguém soubesse o que o PCP realmente pensa dos trabalhadores…

    https://www.jn.pt/nacional/pcp-considera-inaceitavel-que-tribunal-queira-impor-funcionario-ao-partido-12143950.html

    Liked by 3 people

    • Jornaleca permalink
      2 Maio, 2020 04:17

      Segundo o autor, Telmo Azevedo Fernandes, o jornal jn.pt tem investimeneto chinês comunista, do pior que se pode imaginar.

      Eu já sei o que aquele esterco do PCP é, mas obrigado por me lembrar outra vez.

      Mas nesse ponto, o PCP tem razão!! Um comunista tem a obrigação de ser comunista. E não se tornar num oportunista barato, numa puta qualquer, que vira como o vento quer.

      Agora esperamos a resposta do PCP em relação ao tal tribunal. Bomba? Atentados contra um, dois ou mais juizes? Vamos ver.

      A constituição mais estúpida do mundo, a nossa, vai a caminho do PCP. Por isso, os juizes vão levar nos cornos. Mais tarde ou mais cedo.

      Mas mais engraçado será o ponto, que o PCP agora está a sofrer da própria legislação estúpida, que ajudou tanto tempo a instaurar, a impor, por maldade, para destruir este país.

      Gostar

  10. Jornaleca permalink
    2 Maio, 2020 04:07

    Se até o autor tem medo de ser mais claro. Cigano sem faca? Cigano com faca? Bárbaro muçulmano com faca?

    O tal indivíduo de outra etnia é mais inteligente e superior.

    Possíveis soluções:
    a. Vestir-se tal igual ao indivíduo da outra etnia e assim ter os mesmos privilégios.
    b. Chamar a polícia, dizendo, que o gajo é um português não-étnico. Quando a polícia chegar, corrigir a denúncia e filmar tudo e pôr o material na Internet, por exemplo.

    c. Dizer à policía que o gajo de outra etnia traz uma metralhadora e está a preparar-se para matar a eito.

    d. Ameaçar a polícia, que nós sabemos tudo, onde eles vivem e assim. No caso que eles não actuem contra o gajo de outra etnia, segundo a lei vigente.

    Gostar

  11. beirão permalink
    2 Maio, 2020 11:20

    Filha da puta de sítio este que tem espécimes que do sítio se apoderaram e fazem a vida num inferno a quem ordeiramente trabalha e produz riqueza.

    Mas o grunho da tal etnia (cujo nome é proibido dizer) entrou no estabelecimento sem máscara, se calhar inefectado com covid 19, mexendo, e lambuzando os objectos expostos, e ninguém lhe meteu um par de algemas nas patas? Ninguém lhe foi aos cornos?

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: