Saltar para o conteúdo

Uma nova forma de jornalismo: a entrevista urrada

4 Agosto, 2020
27 comentários leave one →
  1. 4 Agosto, 2020 09:51

    Queria dizer zurrada!

    Liked by 3 people

  2. 4 Agosto, 2020 10:00

    Este esterco desespera-se se não lhe aceitam os mantras do momento.

    Tudo isto visa tão só um efeito: colar o racismo a toda a direita.
    Inquietos, os pastores planeiam e o rebanho segue, urrando, guinchando ou dando-se ares de reflectidos pensadores, todos servem o mantra esquerdalho do momento.

    Liked by 5 people

  3. LTR permalink
    4 Agosto, 2020 10:22

    Esperem até esta jornalista-agente-pouco-secreta descobrir no YouTube o vídeo “António Costa exalta-se e quase agride idoso em arruada em Lisboa”. Aposto que vai fazer dele carne picate. Até o vai comer vivo! E se este homem fosse PM e tivesse morrido gente em Pedrógão, provavelmente levava dois tiros na hora.

    Liked by 3 people

  4. Manuel Assis Teixeira permalink
    4 Agosto, 2020 10:23

    Este é o claro espelho de como está o “jornalismo” ! Como é possível tanto sectarismo, tanta demagogia, tudo conjugado com o politicamente correcto esquerdista a que já estamos habituados! Esta ” jornalista ” tem que ser aconselhada pelos seus chefes a escolher outra carreira ! Claro que o nível geral destes repórteres de rua é muitíssimo baixo salvo uma ou outra excepção, mas obviamente este nível baixo tem a ver obviamente com o também nível baixo das chefias e claro tem a ver com o cada vez mais insuportável domínio das esquerdas sucio/bloquista das redacções dos órgãos de comunicação social! Mas parece que isto começa a mudar! As pessoas estão fartas e vão-se começando a manifestar. Os anos de manipulação estarão a chegar ao fim?

    Liked by 3 people

    • lucklucky permalink
      5 Agosto, 2020 06:21

      Os seus chefes que não são mais que Comissários Políticos querem gente desta. Porque é que julga que o jornalismo está como está?

      Gostar

  5. Maria José Melo permalink
    4 Agosto, 2020 10:24

    Essa senhora não tem qualidade para ser jornalista/repórter. O ataque ao carácter é uma estratégia da esquerda.

    Liked by 4 people

  6. Andre Miguel permalink
    4 Agosto, 2020 10:59

    Fonix!!!! Que é esta merda???

    Quando pensamos que não é possível descer mais baixo, temos sempre os nossos jornalistas para provar o contrário.

    Liked by 3 people

  7. chipamanine permalink
    4 Agosto, 2020 10:59

    Quantos braquelas há em lugares de responsabilidade nos países africanos de expressão portuguesa? E porque teria de haver? por questão de cor da pele? por minoria?
    Esta gente não se toca na estupidez?

    Liked by 3 people

  8. 4 Agosto, 2020 11:01

    O AVentura só tem a ganhar com estes ‘trabalhos jornalísticos’.
    Outros ‘artistas’ que estão a ganhar com tudo isto são o ‘Kosta y sus Kometas’.
    Por este andar não me parece que os partidos não marxistas cheguem ao poder antes de uma nova bancarrota…

    Liked by 1 person

    • jppch permalink
      4 Agosto, 2020 13:41

      mas desculpe (salvo raras excepções temporais) a bancarrota é um “continuum” da nossa existência como povo, independentemente do regime… políticos a mamar na teta da porca e povo anémico… com marxistas ou não marxistas (o problema já é muito anterior, já anda no campo da sociologia e da antropologia cultural) a bancarrota é um estigma que nos acompanha historicamente (até os ingleses pagavam o pré dos nossos soldados na(s) guerra (s) contra Napoleão…nem sequer gerávamos riqueza para defender o que era nosso… os marxistas dogmáticos e loucos só se comportam como um acelerador desta sina que, como povo nos votamos… caso contrário já tínhamos corrido com esta corja toda.

      Gostar

      • 4 Agosto, 2020 13:48

        Caro Jppch, aceito o reparo que me faz em parte.
        Temo que ao aceitar completamente o seu reparo tenhamos que concluir que a esquerda que temos nos atira sistematicamente para a bancarrota porque é muito portuguesa e não porque é muito corrupta, nepotista, sectária, hipócrita e incompetente…

        Cumprimentos

        Liked by 2 people

      • jppch permalink
        4 Agosto, 2020 13:50

        e só para terminar, após o saque dos franceses (como anteriormente de espanhóis) e, como não há nem haverá almoços grátis foi ver os nossos mais antigos aliados a saquearem igrejas, solares… obras de arte e outras para levarem para a velha albin… o seguimento da história, nomeadamente quanto a essa valha aliança amiga, conhecemos com o “ultimatum”… dá ideia que temos um problema no DNA… não pensamos e não reagimos e a prova disso é a cultura marxista galopante que nos invade e à qual nos mantemos indiferentes

        Liked by 2 people

      • jppch permalink
        4 Agosto, 2020 13:54

        deixei erros na minha ultima intervenção “albion”

        Liked by 1 person

      • 4 Agosto, 2020 14:11

        Os nossos aliados vieram à Península mais por eles do que por nós…
        Era preciso que Napoleão fosse travado algures na costa atlântica do continente europeu…
        Repare que foram eles quem, depois de terem levado a família real e corte para o Brasil, levaram, depois da 1ª Invasão, nos seus barcos os franceses de volta para casa e não se opuseram a que levassem consigo os seus saques.
        Quanto aos saques de soldados ingleses o Wellington tentou ser justo conosco e foi severo, quando pode, com os seus.
        Pior, foi o saque do comércio do Brasil pelos comerciantes ingleses e o governo de William Carr Beresford até 1820.
        Concordo que a forma como o português (e a maioria dos povos latinos) encara o Estado e o Bem Público é uma questão constrangedora e que nos causa atraso. Uma curiosa área de estudo para antrópologos e para sociólogos…

        Liked by 1 person

      • Zé Manel Tonto permalink
        4 Agosto, 2020 17:20

        “Concordo que a forma como o português (e a maioria dos povos latinos) encara o Estado e o Bem Público é uma questão constrangedora e que nos causa atraso.”

        Mas como é que o Português há de encarar o Estado?

        Basta ver que em Inglaterra ou Holanda qualquer comerciante com dinheiro para investir podia armar navios e ir comprar e vender produtos nas Américas e no Oriente. Grande parte das colónias nas Caraíbas e América do Norte eram empreendimentos privados.

        Em Portugal? Monopólio Régio. Só o Rei podia enviar navios à India para ir buscar especiarias.
        Quem não baixasse a bolinha ao Rei não recebia comando de navios, cargos na Administração, etc.

        São centenas de anos em que o Povo Português está habituado a receber as migalhas que o Poder distribui.

        Os que as recebem e os que as distribuem, querem manter o sistema, os que não recebem, ou vão embora ou querem que o sistema arda.

        Por isso é que a malta foge aos impostos em tudo o que pode. É dinheiro que vai e não volta, e pouco benefício se tem dele.

        Liked by 1 person

  9. 4 Agosto, 2020 13:53

    Realmente, é bastante confrangedor!

    Liked by 2 people

  10. Olympus Mons permalink
    4 Agosto, 2020 13:54

    … e, no entanto, a resposta deverá ser sempre a mesma — Votem no CHEGA!

    Gostar

    • jppch permalink
      4 Agosto, 2020 14:11

      raposotavaresbolsaemercados… concordo consigo, mas o quero expressar é que a esquerda só medra onde a cultura de um povo o permite. Doutro modo as soluções políticas alternativas não permitiriam medrar cabotinos do BE (e suas metastases tipo SOS Racismo) PCP e a sua falta de observância das regras do bem comum (estão acima do sistema com a Festa do Avante) e principalmente o nepotismo,oligárquico, a ignorância e a corrupção dum PS que comporta como um tirano, dono disto tudo-… que quer que lhe diga mais? de quem é a culpa? No meu entender duma cultura instituída há séculos, respeitadora do poder e que só pede ao estado pão sobre a mesa… como este se faz (com ajudas) é de somenos importância…. desde que os políticos mendiguem e as ajudas entrem no bolso, estamos todos na paz do Senhor— Meritrocracia? pqp não conhecemos isso

      Liked by 2 people

  11. 4 Agosto, 2020 14:00

    O molde deste jornalismo só prova que a esquerdalhada já anda em pânico.

    Liked by 2 people

  12. LTR permalink
    4 Agosto, 2020 14:43

    Esta jornalista é que era boa para sacar os Panamá Papers ao Expresso e deixar tudo em pratos limpos, o que provavelmente só vai acontecer quando o Trump já for Papa!

    Liked by 1 person

    • jppch permalink
      4 Agosto, 2020 15:47

      sim os jornalistas avençados… e que levamos todos com os seus doutos comentários nos canais generalistas ou no cabo… deixar tudo em pratos limpos era um serviço à cidadania

      Gostar

  13. Zé Manel Tonto permalink
    4 Agosto, 2020 17:23

    Eles estão a ficar nervosinhos. O verniz já estala.

    Liked by 2 people

  14. André Silva permalink
    4 Agosto, 2020 17:41

    Aquilo é vacaria no seu pior e a mugir adequadamente com a respectiva categoria.

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: