Saltar para o conteúdo

Jornalismo: a lavandaria dos atentados islâmicos

19 Agosto, 2020

SIC: Acidente em cadeia na Alemanha com alegadas motivações religiosas faz 3 feridos graves e 3 ligeiros SERÁ BUDISTA?

TVI24 Pelo menos seis feridos, três graves, após acidentes em autoestrada na Alemanha. Suspeito já foi detido Suspeito ameaçou fazer-se explodir. Polícia já abriu uma investigação ao caso SERÁ PIROTECNICO?

RTP Homem provoca vários acidentes em autoestrada de Berlim SERÁ ALCOÓLICO?

17 comentários leave one →
  1. jppch permalink
    19 Agosto, 2020 15:06

    Tinha mais pertinência discutir isto:

    https://observador.pt/programas/ideias-feitas/catarina-ou-a-beleza-de-matar-fascistas/

    Será só uma questão de opinião, Helena?

    Penso que não

    Gostar

  2. 19 Agosto, 2020 16:09

    Todos amestrados pela mesma madrassa do encobrimento.

    Liked by 1 person

    • carlos rosa permalink
      20 Agosto, 2020 13:51

      Como dizia o outro, isto anda tudo ligado.

      Ao longo do tempo, da História real, já houve situações em que a humanidade se dividiu em dois grandes grupos. Uns de um lado, os outros do outro.

      Nos tempos que correm, estamos numa dessas situações.
      Acontece porque tinha que acontecer, pronto.

      De um lado está aquilo a que chamam Esquerda, os bons, os democratas americanos, o Nicolas Maduro, o António Costa, o PCP, o Islamismo, a Catarina Martins, os palestinianos, a ONU, a OMS, etc., etc..
      Do outro lado estão os maus; aquilo a que chamam Direita, o Trump, o Chega, os israelitas, etc., etc..
      A ONU é tão boa que até lá tem o nosso esquerdista Guterres que no pouco tempo que governou Portugal nos deixou ricos e cultos. Altamente.
      E a OMS é tão boa que está na linha da frente na luta contra o Covid, já colabora com a Rússia por causa da vacina que este país anunciou e até já avisou a humanidade que a vacina é boa mas tem que se ter cautela.
      Cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém.
      Mas eu, cá para mim, fico a pensar o que quer o Tedros da OMS dizer com a cautela com a vacina. Se o meu médico me prescrevesse essa vacina e eu lhe perguntasse o que era ter cautela com ela, como diz o Tedros, talvez ele me explicasse……………com palavras simples porque eu sou custoso de perceber certas coisas.

      Pois é, o Mundo está dividido. O que pode dar bronca, mas eu não acredito que vá dar.
      É que do lado dos “bons” parece que está 99% do Mundo e do outro uma minoria de incorretos.
      Mas quando vamos a “esmiuçar os sufrágios”, os antifas do Bloco de Esquerda fazem manifestações de vinte e tal pessoas e os do Chega juntam milhares.
      Portanto eu não acredito que isto vá dar bronca.

      Gostar

  3. 19 Agosto, 2020 16:45

    Não se pode negar que o jornalismo moderno é bem versado em Newspeak!

    Liked by 1 person

  4. Manuel Assis Teixeira permalink
    19 Agosto, 2020 17:08

    Seguramente não é um extremista de direita e racista porque aí a notícia era outra
    P.S. este excelente exemplo de 3 notícias sobre o mesmo facto diz bem como está a nossa informação em todos os canais! Sectária branqueadora e totalmente dominada pelo politicamente correcto esquerdista! Ver ou ler notícias nos dias que correm é sufocante

    Liked by 1 person

  5. JPT permalink
    19 Agosto, 2020 17:10

    Se os crimes de um muçulmano são, por natureza, “atentados islâmicos” – como postula, acima, a HM – então, um preto ser morto por um branco é, por natureza, um “crime racista”, raciocínio de ma postulado, em todo o lado, por um tal Mamadu Ba. O problema, portanto, é o facto de o raciocínio de ma da HM não ter eco mediático, enquanto o raciocínio de ma, exactamente igual, do tal Mamadu Ba é papagueado por Públicos, Expressos, DNs e demais cáfila. Sendo uma vítima da lógica (e mesmo reconhecendo a injustiça que daí resulta), prefiro que seja divulgado só um raciocínio de ma, a que sejam divulgados dois raciocínios de m*a, pelo que, ao contrário, da HM, me contento com o “encobrimento” dos motivos dos autores de crimes acabados de cometer.

    Gostar

    • 19 Agosto, 2020 17:33

      Erro de lógica- Atentado islâmico- devido à religião. Atentado de branco não tem tradução em racismo mas a qualquer coisa que nem existe de parecido como “atentado cristão”.

      O terrorismo islâmico não é coisa individual nem de raça.

      Liked by 1 person

      • JPT permalink
        4 Setembro, 2020 15:35

        Totalmente de acordo: “o terrorismo islâmico não é coisa individual”. Como se provou no WTC, em Madrid, Londres, Bombaim ou Paris – e, já agora, numa dúzia de países muçulmanos – é altamente organizado. Por isso é que não se deve qualificar de “terrorismo islâmico” qualquer atrocidade perpetrada por um desequilibrado, só porque é muçulmano e gritou “Allah-u-akbar” (e desequilibrados não faltam entre gente que veio da Iraque, Síria e Afeganistão e é deixada “à solta” na Alemanha), sob pena de não se poder criticar os “anti-racistas” por fazerem exactamente o mesmo.

        Gostar

    • 19 Agosto, 2020 18:00

      Além de que não imagino a que título, sem ser ideológico, um tipo atira com um carro para cima de toda aquela gente e ao sair ainda grita Allah Akbar.

      Foi para pedir desculpa pelo mau jeito? deu-lhe para ali e o terrorismo islâmico até costuma dizer “salamaleque” nas mesmas situações.

      Gostar

      • JPT permalink
        4 Setembro, 2020 15:22

        “Autobahn-Anschlag in Berlin: Fahrer kommt in Psychiatrie” (lernen sie bitte Deutsch, denn Ich habe keine Lust zu übersetzen).

        Gostar

      • 4 Setembro, 2020 15:40

        Mas acaso algum desses terroristas bate bem da bola?

        Essa agora tem piada. Descobriram que os fanáticos islâmicos são malucos

        Gostar

    • chipamanine permalink
      19 Agosto, 2020 18:08

      E islâmico porque o próprio e as autoridades alemãs ( e não a dona Helena como quer fazer crer) confirmaram é invocada a religião para o fazer como foi o caso.
      Depois, bem depois sempre aparecem aqui uns palhaços a querer passar o ónus da classificação do atentado a quem posta.
      São os mesmos que não tem dúvidas nenhumas de que os e-mails foram enviados pela extrema-direita, apesar de os próprios se terem demarcado deles.

      Liked by 1 person

      • lucklucky permalink
        19 Agosto, 2020 21:47

        “Se os crimes de um muçulmano são, por natureza, “atentados islâmicos” – como postula, acima, a HM – então, um preto ser morto por um branco é, por natureza, um “crime racista”

        O Sofismo é um sinal de desonestidade.

        Quem disse que qualquer crimes de um muçulmano são “atentados islâmicos”. Julga que na Europa só 3 crimes foram cometidos por Islâmistas na ultima semana?

        “…pelo que, ao contrário, da HM, me contento com o “encobrimento” dos motivos dos autores de crimes acabados de cometer.”

        Não admira que não queira a verdade.

        Liked by 1 person

  6. A. R permalink
    19 Agosto, 2020 20:02

    Aqui a verdade: barenakedislam.com/2020/08/19/berlin-another-muslim-terrorist-attack-just-happened/

    Gostar

  7. Maria José Melo permalink
    19 Agosto, 2020 20:33

    Excelentes interrogações!
    A gravidade dos atentados islâmicos não se assume porquê?

    Gostar

    • lucklucky permalink
      19 Agosto, 2020 21:48

      Porque o Jornalismo Marxista apoia o Islamismo como mais um meio para destruir a civilização.ocidental.

      Liked by 2 people

  8. 19 Agosto, 2020 22:16

    O crescimento enorme da economia alemã e o sucesso em termos de lucro que tem tido, não foi acompanhado, durante décadas, pelo crescimento demográfico que seria necessário a um crescimento económico sustentado.
    Para fazer face a este desequilibro os alemães tiveram que importar centenas de milhares de jovens, e tiveram que deslocalizar muitas unidades fabris para o estrangeiro, pela mesma razão: falta de mão-de-obra no interior do território alemão.
    Foram, portanto, os empresários alemães os responsáveis pela importação da ideologia extremista que dá pelo nome de islamismo. Ela entrou na Alemanha dentro das cabeças dos emigrantes.
    O governo alemão não pode tomar medidas que vão contra o desenvolvimento da economia, como por exemplo, não deixar que emigrantes islâmicos entrem no país. O imperativo económico tem muito mais força que o imperativo político e social.
    Por isso se costuma dizer que “É o Homem que faz a História, mas não sabe a História que faz”.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: