Saltar para o conteúdo

A tragédia a que o patrulhamento ideológico nos impede de acudir

2 Outubro, 2020

Jovem de 16 anos morre esfaqueado em rixa entre grupos rivais na Amadora. O jovem foi atingido com três facadas no tórax e morreu no local quando estava a ser socorrido pelo INEM. A ocorrência surge na sequência de um confronto de grupos rivais, um de Queluz, alguns armados com facas, e outro de Chelas, marcado pela internet, segudo apurou o Jornal de Notícias. A rixa terá ocorrido pelas 20h de quinta-feira no mesmo local onde se deu o óbito.

Quem são estes grupos? Quais as suas rivalidades? O que os leva muitos jovens de algumas zonas das periferias de Lisboa a andar habitualmente com faca?…

18 comentários leave one →
  1. 2 Outubro, 2020 12:22

    Cenas de jovens.

    Gostar

  2. André Silva permalink
    2 Outubro, 2020 12:23

    A selecção natural tão bem explicada pelo darwnismo não é uma coisa boa nem má. É o que é. E, nestes casos concretos, é deixar que continue.

    Gostar

    • Arnold Schwarzenegger permalink
      3 Outubro, 2020 21:36

      Idiota!! Burro!!

      Não existe até hoje nem uma única prova científica a favor do seu “darwinismo”.

      E o mal existe, seu palerma!! Fale com pessoas, que trabalham na PJ e que sejam honestos.

      Pior de tudo, é você, que não percebe um corno de ciência, a ir nessa crença totalmente estúpida a atrasada.

      A esquerda malvada quer desestabilizar o país para criar outra coisa pior ainda, seu ignorante. Literatura, provas não faltam. Basta ouvir, escutar o cabrão e altivo António Guterres, esse filho do diabo.

      Gostar

      • André Silva permalink
        4 Outubro, 2020 11:26

        Tu estás bem? Precisas de ajuda?

        Gostar

  3. lucklucky permalink
    2 Outubro, 2020 13:03

    “Quem são estes grupos? Quais as suas rivalidades? O que os leva muitos jovens de algumas zonas das periferias de Lisboa a andar habitualmente com faca?… ”

    Tudo questões que não interessam ao jornalismo de referência. Pois não convêm à narrativa neo-marxista.

    Liked by 1 person

    • chipamanine permalink
      2 Outubro, 2020 13:29

      Até porque fazê-lo levaria muitas vezes ao “rac-cismo” e outras xenofobias…e isso está proibido nessa narrativa. Agora experimenta que um destes grupos seja constituído pelos mesmos vadios mas de cor de pele mais clara e verás como a “extrema-direita racista xenófoba fássista” estará em alta nos Batistas da Silva (jornalistas) cá do burgo

      Liked by 2 people

      • lucklucky permalink
        2 Outubro, 2020 14:26

        “Até porque fazê-lo levaria muitas vezes ao “rac-cismo” e outras xenofobias…e isso está proibido nessa narrativa.”

        Como assim? essa narrativa precisa do racismo senão deixa de existir.

        O que acontece é que neo-marxistas precisam que o “pretos” continuem a ser violentos mas a um nível em que não aparente intensidade suficiente para que apareça critica social dessa violência.

        Os neo-marxistas querem que os gangues continuem mas que só que sejam notícia quando podem apresentar os “brancos=capitalistas=Ocidente” como culpados.

        Liked by 1 person

      • lucklucky permalink
        2 Outubro, 2020 14:30

        O que a esquerda quer é que a violência nunca se transforme um “caso jornalistico” que dure dias nas “notícias” e atinja um nível que obrigue as “associações” “comissões” “entidades” “observatórios” controlados pela esquerda a pronunciar-se se não conseguirem apresentar o “caso jornalistico” como parte das culpas do capitalismo=homem branco.

        Liked by 1 person

      • chipamanine permalink
        2 Outubro, 2020 15:52

        luck,
        como é lógico o primeiro parágrafo saiu-me totalmente truncado (nem sei como consegui kkkkkk) Mas pelo segundo pode perceber o sentido.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        2 Outubro, 2020 18:55

        🙂

        Gostar

  4. 2 Outubro, 2020 13:47

    Eu talvez possa responder à autora.
    Tratar-se-á de jovens altamente instruídos, profissionalmente muitíssimo bem habilitados e muitíssimo criativos que competem, duramente, como se vê(!), para a obtenção de posições de trabalho altamente remuneradas, que a economia do país oferece.

    Saliente-se que estas habilitações e este elevado espírito cívico, não foram proporcionados pelo regime anterior, o tal fassista(!), mas sim por este regime político de altíssimas virtualidades que nos tirou daquele obscurantismo e nos catapultou para a vanguarda, económica e social, veja-se só esta manifestação de multiculturalismo(!), dos países do mundo.

    Que orgulho!

    Liked by 2 people

    • lucklucky permalink
      2 Outubro, 2020 14:17

      E pertencentes à “geração mais bem instruída de sempre.”

      Gostar

    • chipamanine permalink
      2 Outubro, 2020 15:55

      Não se esqueça que eles foram todos educados na tolerância. Os filhos da “cidadania” ainda vão ser piores.

      Liked by 1 person

  5. Expatriado permalink
    2 Outubro, 2020 14:20

    Lisboa a replicar os bons exemplos que vêm de Chicago.

    Gostar

  6. Maria José Melo permalink
    2 Outubro, 2020 17:26

    MARGINAIS, DELINQUENTES!
    Mas ninguém quer saber…

    Liked by 1 person

  7. Luís Lavoura permalink
    2 Outubro, 2020 18:19

    Note-se que o confronto foi marcado pela internet.
    Ou seja, tratou-se, basicamente, de um duelo combinado.
    Nos duelos havia sempre um morto. E ninguém era acusado de assassínio por ter matado outrém num duelo.
    Quem vai a um confronto marcado pela internet, deve saber ao que vai.

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: