Saltar para o conteúdo

A Espanha irritou Marrocos. Resultado: 5 mil imigrantes entraram em Ceuta num dia

18 Maio, 2021

La entrada de inmigrantes en Ceuta bate los récords de inmigración en España

34 comentários leave one →
  1. Mario Figueiredo permalink
    18 Maio, 2021 10:04

    É preciso ajudar todas aquelas mulheres e crianças. A tragédia humanitária é óbvia.

    Entretanto passou despercebida a noticia que as entradas ilegais na União Europeia estão a voltar ao normal da pré-pandemia. Quadruplicaram no mês de Abril face aos mínimos registados no mesmo mês do ano anterior. E nos primeiros 4 meses do ano saltaram ilegalmente as fronteiras europeias 36.100 imigrantes. Aproximadamente 300 por dia. Quem o diz é a FRONTEX, Agência Europeia da Guarda Costeira e de Fronteiras. E pode ser lido no site da Agência.

    Na noticia que passou distraída e fugaz na secção Últimas do Observador, também se vê uma fotografia como esta, cheia de mulheres e crianças.

    Finalmente, como não podia deixar de ser, no tweet desta agência europeia onde se noticiam estes números, o primeiro comentário é “It would be great to add the “number of deaths” statistics for the same period. You know, just to get the numbers you just published in perspective”

    Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      18 Maio, 2021 21:53

      “Exército espanhol invade ruas de Ceuta para controlar entrada de milhares de migrantes.”

      Vejam como é noticiado pelo Correio da Manha. Para o Correio da Manha foi o Exército Espanhol que invadiu as ruas de Ceuta.

      Liked by 2 people

      • lucklucky permalink
        19 Maio, 2021 19:48

        O Correio da Manha continua hoje com a propaganda pró invasão. Hoje a narrativa são os “refugiados”. Quem vive Ceuta não existe.

        Gostar

      • 21 Maio, 2021 10:28

        Newspeak!

        Gostar

  2. Andre Miguel permalink
    18 Maio, 2021 10:12

    “”Nuestra ciudad ha sufrido una invasión. Sería una equivocación tratar este tema como un problema migratorio”

    No El Mundo:
    https://www.elmundo.es/espana/2021/05/18/60a3784521efa0883b8b463f.html

    Finalmente alguem sem papas na lingua e entretanto o exercito ja chegou a Ceuta. A coisa começa a ficar interessante.

    Liked by 3 people

  3. Weltenbummler permalink
    18 Maio, 2021 11:04

    el Sepultero

    Gostar

  4. JgMenos permalink
    18 Maio, 2021 11:18

    At´quando estes idiotas vão manter a ficção de que não está em curso uma invasão planeada?

    Liked by 3 people

  5. Zé Manel Tonto permalink
    18 Maio, 2021 11:39

    Enquanto a esmagadora maioria dos ilegais que são apanhados receberem cama, comida, roupa lavada, tratamento médico, e mesada, à custa do contribuinte, os incentivos para vir são grandes.

    A invasão só vai abrandar quando houver campos minados nas fronteiras terrestres da Europa com o terceiro mundo (Ceut, Melilla, e as fronteiras da Grécia e da Bulgária com a Turquia), e metralhadoras ou torpedos a impedir os que não pisarem as minas, ou vierem de barco.

    Neste assunto, como em qualquer outro, ninguém respeita aquilo que não teme, e ninguém tem medo das fronteiras Europeias.

    Liked by 2 people

    • Albano Silva permalink
      18 Maio, 2021 11:50

      Um pouco forte, todavia inteiramente verdadeiro pelo que subscrevo por baixo.

      Gostar

    • José Monteiro permalink
      18 Maio, 2021 21:27

      Para que sirven las fuerzas armadas de los guerreros andaluzo germânicus?
      Con sueldos de lujo a patruhar el Mare Nostrum, por supuesto.
      Del estrecho de Hércules à Lesbos isla, haciendo de polícia asilo.
      En la onda del MAI português, del SAF al SEA de ‘asilo’. Vale’

      Gostar

  6. Leunam permalink
    18 Maio, 2021 13:08

    Curiosamente não há notícia de situações semelhantes nas fronteiras da Rússia, da Arábia Saudita, etc.

    Liked by 2 people

    • lucklucky permalink
      18 Maio, 2021 19:06

      Também não há judeus que vivam em Gaza, isso nada diz aos repelente jornalismo.

      Gostar

  7. 18 Maio, 2021 13:38

    Guerra biológica…

    Gostar

  8. castanheira permalink
    18 Maio, 2021 14:32

    A queda e estoiro do imperio romano iniciou-se com a imigração em massa dos bárbaros .
    A História repete-se continuamente e com os mesmos efeitos .Porquê?
    Por 2 motivos essenciais :
    1º A natureza Humana ( não muda por mais que tentem moldá-la)
    2º Governantes não aprendem com a História ( e estão demasiado preocupados e ocupados
    c/ interesse pessoal)

    Gostar

    • 18 Maio, 2021 15:09

      E bem verdade o que diz. Mas esqueceu-se de lembrar uma coisa muito importante. O Império Romano estava em decadência. As legiões de guerreiros que deviam proteger o território de invasões, não estavam para aí virados… só queriam era curtir as benesses da Sede do Império.
      Nessa altura como hoje as forças armadas do território nem as forças políticas estão motivadas para resolver o problema…

      Gostar

    • chipamanine permalink
      18 Maio, 2021 16:38

      Perguntado a europeus dos 18 aos 40 anos se em caso de invasão (fosse de quem fosse) do seu país estariam dispostos a defende-lo com armas só 16% responderam sim.
      Provavelmente no Império Romano também, na sua fase final.
      O sonho de um súbdito do Império era ser funcionário do Império e dele beneficiar.
      Parafraseando uma criança de oito anos que passeava com o avô a quem perguntaram o que queria ser quando fosse grande, respondeu: reformado da função pública. Pior do que a criança foi o avô que achou muita graça.

      Liked by 2 people

      • Zé Manel Tonto permalink
        18 Maio, 2021 17:09

        É natural que os Europeus nessa faixa etária não se predisponham a lutar contra uma invasão.

        Começando pelo pacifismo militante martelado nas cabeças das crianças desde o pré escolar, passando pelos maiores pecados sociais serem o racismo e xenofobia (e quem serão o invasores, senão estrangeiros?), a maioria não tem capacidade mental para pegar em armas, e matar alguém.

        Os poucos que têm são chamados de tóxicos pela sociedade, e tratados abaixo de cão. São os racistas, supremacistas brancos, machistas, etc.

        Sinceramente, eu mais depressa matava um milhão de inimigos, à lá Hiroshima, que deixava alguém do meu lado partir uma unha, mas se o meu lado é o primeiro a detestar-me, e vai tornar-me um escravo fiscal no final do conflito para pagar o estado social de quem não arriscou o coiro, quero é que se f*dam.

        As feminazis que façam cartazes de “refugees welcome”, e tenham bom proveito quando forem escravas sexuais do califado. Eu vou estar a pescar salmão no Alaska.

        Liked by 2 people

  9. Maria Sousa permalink
    18 Maio, 2021 14:57

    Estas pessoas não são migrantes, são invasores. E Marrocos é conivente…
    Coitados dos habitantes de Ceuta! O mesmo se passa em Lampedusa, e noutros lugares de Itália, Grécia e Espanha.
    É lamentável que os países não se defendam dos invasores! O que vai ser da sociedade ocidental?

    Liked by 2 people

  10. Expatriado permalink
    18 Maio, 2021 15:11

    Entretanto, e para moderar a “dieta televisiva”, aqui vai um serviço público de informação

    https://www.foxnews.com/world/live-updates-biden-expresses-support-for-a-cease-fire-in-call-with-israeli-prime-minister-benjamin-netanyahu

    Gostar

  11. balio permalink
    18 Maio, 2021 15:24

    Conclusão: Espanha faria bem em não irritar Marrocos.

    Gostar

    • chipamanine permalink
      18 Maio, 2021 16:58

      Exactamente …devia era baixar a calças e convidar a que a penetrasse. No final talvez agradecer .

      Gostar

      • balio permalink
        18 Maio, 2021 17:20

        Penetrada está agora a Espanha a ser. Literalmente.
        Se não tivesse irritado Marrocos, não seria penetrada.

        Gostar

      • chipamanine permalink
        18 Maio, 2021 17:48

        Conclusão: se irritares alguém vais ser penetrado. Vá lá balio confesse quantas vezes irritou outrem. Ou não irritou por cobardia hahhahaha com medo de ser penetrado

        Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      18 Maio, 2021 17:11

      Ou fazer Rabat brilhar no escuro…

      Por cada ilegal que entrar em Ceuta, é um míssil no palácio do Rei de Marrocos.
      A brincadeira acabava logo.

      Liked by 1 person

      • voza0db permalink
        18 Maio, 2021 18:44

        Já tentamos essa estratégia na Líbia e não correu lá muito bem… Tonto!

        Gostar

      • lucklucky permalink
        18 Maio, 2021 19:13

        Tens uma ideia errada sobre o potencial militar dos dois lados. Portugal seria logo derrotado, praticamente nem marinha tem, e vendeu os f-16. Mostra bem o tipo de jornalismo marxista destrói países que temos .Espanha-Marrocos seria disputado

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        18 Maio, 2021 21:00

        Não tentámos a estratégia na Líbia.
        Vê alguém a tentar impedir os ilegais de deixar a Líbia? Até os vão lá buscar.

        Na Líbia mandou-se abaixo alguém que mantinha os ilegais do lado de lá. O que aqui se sugere é punir exemplarmente quem não controla e mantém os ilegais do lado de lá.

        Gostar

  12. voza0db permalink
    18 Maio, 2021 18:43

    Precisamos que mais uma (pelo menos) criança dê à costa (morta!) para que durante mais umas semanas (duas no máximo) a malta se entretenha com infinitos artigos e gostos nas gloriosas redes sociais!

    Depois da bebedeira… virá a ressaca e no final já ninguém se lembrará novamente das migrações do gado umano.

    Gostar

  13. lucklucky permalink
    18 Maio, 2021 18:51

    Entretanto a marinha portuguesa está de rastos e seria afundada num dia pela marinha marroquina. Excepto os submarinos tao vilipendiados pelos ignorantes aqui e acolá.

    Gostar

  14. lucklucky permalink
    18 Maio, 2021 18:53

    Morocco-US naval exercises raise concerns in Spain
    Spanish far-left Podemos party representative in Tenerife, David Carballo criticised the military exercises carried out by the two countries near the Canary Islands, without Spain’s prior knowledge.
    Sunday 21/03/2021

    Gostar

  15. lucklucky permalink
    18 Maio, 2021 18:54

    Marroco percebeu como e faz guerra no contexto do jornalismo marxista. Invadir com forças nao militares.

    Liked by 1 person

  16. LTR permalink
    18 Maio, 2021 19:42

    Então e o muro de ferro não vem abaixo para eles podem mexicanizar a Europa? Onde está a nossa esquerda, porra?!

    Gostar

  17. chipamanine permalink
    19 Maio, 2021 08:58

    Criem pontes não muros. O fascista do Trump espanhol não quer migrantes?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: