Saltar para o conteúdo

E nestes casos vamos confinar?

19 Novembro, 2021

Infeções por bactérias resistentes originam anualmente 1.160 mortes em Portugal

Cancro do pulmão matou 4797 pessoas em Portugal em 2020

Enfarte mata em média 12 portugueses por dia

27 comentários leave one →
  1. balio permalink
    19 Novembro, 2021 12:42

    O cancro do pulmão e o enfarte não são doenças contagiosas.
    As bactérias resistentes são contagiosas, mas em geral não o são muito.

    Gostar

    • 19 Novembro, 2021 13:40

      O cancro e o enfarte não são contagiosos!!! Isso quer dizer que não vale a pena tratá-los? Que a sua profilaxia (lá por não ser uma vacina) é dispensável? Ou quer apenas dizer que, não tendo carácter epidémico, não assustam o povinho e portanto não interessam no plano político?

      Gostar

      • balio permalink
        19 Novembro, 2021 14:03

        Não. Quer dizer que confinamentos (é disso que o post trata) não têm qualquer efeito sobre eles.

        Liked by 1 person

  2. chipamanine permalink
    19 Novembro, 2021 12:58

    E já vão ver nos próximos anos como esses números vão aumentar exponencialmente devido à dedicação exclusiva ao covid. Milhares ficaram e estão sem diagnóstico e sem tratamento o mais precoce possível que faz toda a diferença nestes casos e em muitos outros.
    O contágio na não assistência covidiana vai matar bem mais que o próprio covid.
    Até porque agora os pacientes agora morrem de outras doenças desde que tenham pelo menos as duas doses, ao contrario de todo e qualquer biscareto que morria de covid faz uns meses.
    Ontem vi uma certidão de óbito de morte por insuficiência respiratória apesar de testado ser positivo não lhe foi atribuida a morte como sendo covid.
    É a “ciência” desta gente. Dos 12 mortos sei lá eu quantos mais fizeram o mesmo por outras causas e esse número seria pouco tempo atrás bem maior para justificar as “medidas sanitárias” de controlo social.

    Liked by 2 people

    • balio permalink
      19 Novembro, 2021 14:05

      devido à dedicação exclusiva ao covid

      Não há tal coisa.

      A não ser durante os 3 primeiros meses, os hospitais estiveram sempre abertos e disponíveis para tratar todas as doenças.

      Gostar

      • Expatriado permalink
        19 Novembro, 2021 14:50

        Sim, os hospitais privados… a minha consulta, depois da remoção de um grande pólipo no cólon, de gastroenterologia no hospital de Cascais foi cancelada e ainda estou à espera que me chamem. Quase dois anos depois.

        Há quem viva noutro mundo que não o mundo português…

        Liked by 2 people

      • chipamanine permalink
        19 Novembro, 2021 15:16

        Não existe tal coisa.
        Pois não
        As mais de 2,5 milhoes de consultas que não se fizeram não existiram
        As centenas de milhares de exames complementares de diagnóstio (nomeadamente dos oncologicos) que não se fizeram também não existem
        As dezenas de milhares de cirugias que não se fizeram também não existem.
        O balio vive aonde?
        No hospital da Luz Lusíadas ou da CUF?
        Eu tenho entre conhecidos e familiares gente que foi abandonada pura e simplesmente. Uma amiga com um tumor no peito levou 1 ano a ser atendida e infelizmente com o pior diagnóstico avançado.
        Uma esterqueira fazer esse tipo de afirmação de que não existe. Se algo lhe tivesse tocado a si e aos seus de certeza que não diria tal barbaridade.
        Esta gente é de uma insensibilidade atroz, maldosa mesmo, para com quem sofre, desde que não lhe seja próximo

        Liked by 3 people

      • Adelaide permalink
        19 Novembro, 2021 20:47

        Balio,
        O que diz é mentira. Os doentes foram corridos dos hospitais e centros de saúde. Pelos vistos para salvar o SNS. O estado falhou nos seus deveres de protecção, mais uma vez. Desde a justiça, polícia, serviços públicos até à saúde.
        Os serviços de saúde, supostamente onde havia meios de protecção e pessoas com conhecimento para reagir melhor, revelaram uma total incompetência e desorganização. À excepção dos cuidados intensivos e dos internamentos Covid, os restantes serviços não estiveram à altura.

        Adelaide

        Liked by 1 person

  3. 19 Novembro, 2021 13:52

    Também acho que seria muito mais acertado mandar construir Cemitérios Covid. Arrumavam-se lá os covídicos e já sobejavam recursos para tratar pulmões e corações!

    Gostar

  4. FreakOnALeash permalink
    19 Novembro, 2021 14:17

    Não concordam com os confinamentos em cenário de pandemia mas concordam em proibir o tabaco e comidas gordurosas!?
    Equivaler uma pandemia de saúde pública que atafulha as UCI com maleitas que derivam, muitas vezes, das liberdades individuais não me parece sério!

    Também tenho uma medida draconiana a propor:
    És doente grave de Covid 19 e precisas de um cama em UCI para ver se sobrevives:
    Apanhaste a vacina?
    Sim.
    Vamos a ver se te safamos, tiveste azar pois as vacinas tem por objetivo evitar tantos casos que necessitem de UCI.
    Não.
    Então estás na tua liberdade de ir para o olho da rua junto com todos os outros anti-picas que andam aqui a encher o hospital e a privar camas aos cidadãos que realmente precisam e têm sido responsáveis durante a pandemia.

    Shields up!

    Gostar

    • The Mole permalink
      19 Novembro, 2021 14:58

      Então pela mesma lógica:
      Queres um Aborto:
      És virgem?
      Sim.
      Vamos ver se te safamos, tiveste azar pois foi milagre…
      Não.
      Então estás na tua liberdade de ir para o olho da rua junto com todos os outros que andam aqui a encher o hospital e a privar camas aos cidadãos que realmente precisam e têm sido responsáveis durante a vida.

      Gostar

      • FreakOnALeash permalink
        19 Novembro, 2021 17:08

        Comparar alhos com bugalhos só te faz parecer inepto….Tenta outra vez!

        Gostar

      • The Mole permalink
        19 Novembro, 2021 17:25

        Não é uma comparação; limitei-me a utilizar a lógica acima…

        Gostar

      • 20 Novembro, 2021 15:18

        Até porque o mundo está cheio de grávidas virgens. Não foi só à Virgem Maria que isso aconteceu…

        Gostar

      • The Mole permalink
        22 Novembro, 2021 11:40

        Boa Oavlag! chegou lá…

        Gostar

    • 19 Novembro, 2021 19:08

      Depois de o ler, ao contrário das camas de UCI as de internamento psiquátrico parecem estar todas vazias.

      Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      19 Novembro, 2021 20:20

      “mas concordam em proibir o tabaco e comidas gordurosas!?”

      Onde é que leu isso?

      Eu estou-me cagando para o que os outros fumam, bebem, comem, ou que vacinas tomam. desde que não me chateiem, e não me obriguem a pagar os vossos tratamentos, façam o que quiserem.

      Liked by 1 person

  5. Mauritano permalink
    19 Novembro, 2021 14:40

    Pneumonia mata 5000 por ano em Portugal (ouvido há duas semanas num canal português). Isto dá 14 mortes por dia.
    Sorrir e acenar, sorrir e acenar.

    Liked by 2 people

    • FreakOnALeash permalink
      19 Novembro, 2021 17:12

      Portanto não há problema nenhum em encher as camas de UCI com pacientes de Covid e dificultar ainda mais as chances de sobrevivência por falta de tratamento à pneumonia!
      Se ao menos houvesse algo que evitasse tanta gente vir parar à cama de hospital por causa do Covid!

      Gostar

      • 19 Novembro, 2021 19:34

        O único problema que eu vejo é as camas dos hospitais psiquiátricos estarem vazias e você não estar lá internado.

        Liked by 1 person

      • Zé Manel Tonto permalink
        19 Novembro, 2021 20:27

        “Se ao menos houvesse algo que evitasse tanta gente vir parar à cama de hospital por causa do Covid!”

        Há. Chama-se Invermctin, cura a covid em dias, está testada, e conhecem-se os seus efeitos secundários há muitos anos, e a patente expirou há muito tempo.

        Acha que a India controlou a situação com a sua quase inexistente taxa de vacinação?

        E, obviamente, se disserem a qualquer pessoa que consegue curar a covid se tomar uns comprimidos testados, e seguros, durante uma semana, ninguém toma vacinas experimentais que protegem por seis meses.

        Isso seria uma chatice para as farmaceuticas, “cientistas”, e políticos que se andam a encher com esta historieta.

        Liked by 1 person

      • chipamanine permalink
        20 Novembro, 2021 14:45

        Zé Manuel Tonto. No início da infecção (primeiros sintomas) dose máxima (0.2g/kg da pessoa) durante três dias no maximo cinco (nos dois dias subsequentes pode aligeirar a dose) e a grande maioria das pessoas safa-se das formas mais graves.
        Se ela já estiver adiantada não resulta.
        Falou bem. A Índia conseguiu minimizar os danos exactamente com isso.
        Podia-lhe mencionar as diferenças que houve e há entre países africanos que usaram a mesma metodologia e outros que não e as diferenças são abismais.

        Gostar

  6. Weltenbummler permalink
    19 Novembro, 2021 15:53

    10% de diabéticos
    10% de alcoólicos
    10% de drogados, abortos e outras doenças políticas de esquerda
    confinem os políticos

    Gostar

  7. Expatriado permalink
    19 Novembro, 2021 18:55

    Os que puderem sigam o que se vai passar a seguir a isto

    https://www.foxnews.com/us/verdict-kyle-rittenhouse-not-guilty

    Vai ser interessante, vai.

    Gostar

  8. André Miguel permalink
    20 Novembro, 2021 09:08

    Confinemos os africanos, afinal há por la um mosquito que mata milhoes todos os anos.
    E a Tuberculose pá? Esta cena mata mais de um milhao todos os anos.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: