Skip to content

Estes são os tempos: respeita-se mais o director de uma gala que um rei

9 Fevereiro, 2016

O líder do Podemos vai às audiências com o rei de Espanha em mangas de camisa. E os radicais rejubilam.
rey-recibe-pablo-iglesias-palacio-zarzuela-1453455869775.jpg

O líder do Podemos vai à gala do cinema de smoking. Os radicais disseram o quê?

20160206-635903918970494018_20160206214723-k9zH--992x558@LaVanguardia-Web.jpg

Os impostos a sambar. Para o ano prometem recinto tapado.

9 Fevereiro, 2016

Carnaval de Ovar cancelado. Para o ano querem desfilar num recinto tapado. Até ao dia em que o BE declarar que o esqui cross-country é um direito humano ainda se deve conseguir sustentar tanta folia.

Aquisição de serviços para a disponibilização de infraestruturas metálicas -… 6.750,00 € 03-02-2016 Município de Ovar Montaluga – Andaimes, Unipessoal, Lda. +
Aquisição de serviços para espetáculo musical com “CARLÃO”, para o… 8.000,00 € 03-02-2016 Município de Ovar Radar dos Sons – Produções Culturais, Lda. +
Aquisição de serviços para “Programação – Animação para o Carnaval… 13.524,00 € 02-02-2016 Município de Ovar Tentzone Produção de Eventos, Lda +
Aquisição de serviços de animação para espetáculo com “Quim Barreiros”,… 6.580,00 € 02-02-2016 Município de Ovar Joaquim Barreiros, Lda. +
Aquisição de serviços de animação para espetáculo musical com a… 6.500,00 € 02-02-2016 Município de Ovar Idade das Ideias – Produtores Associados de Espetáculos e Eventos, Lda. +
Aquisição de serviços para locação de bancadas – Carnaval de… 18.090,00 € 02-02-2016 Município de Ovar XBANCADAS, LDA. +
AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE DE CRIANÇAS, PARA O CARNAVAL… 9.933,00 € 01-02-2016 Município de Ovar Inácio – Viagens e Turismo, Lda +
Aquisição de serviços para a disponibilização de banheiros químicos -… 6.945,00 € 26-01-2016 Município de Ovar Hidurbe – Gestão de Resíduos, Lda. +
Aquisição de serviços para disponibilização de bilheteiras e quiosques -… 6.945,00 € 26-01-2016 Município de Ovar Logdomus Construções, Lda. +
Aquisição de serviços de animação com DJ’s, para o Carnaval… 6.750,00 € 26-01-2016 Município de Ovar LVT – Audio & Lightning Equipament, Lda. +
Aquisição de serviços para “Concerto de Abertura do Carnaval de… 10.000,00 € 14-01-2016 Município de Ovar Ondamarela, Lda +
Aquisição de material elétrico diverso, para os trabalhos de preparação… 7.069,50 € 23-12-2015 Município de Ovar ELPOR – COMÉRCIO E INDÚSTRIAS ELÉTRICAS, S.A

cumpriu-se a vontade de otelo

9 Fevereiro, 2016
by

Nos idos do pós-25 de Abril, durante a loucura do PREC que amainou em Novembro de 75, Otelo Saraiva de Carvalho, na altura, uma das autoridades do país, comentou com Olof Palme que o objectivo da revolução portuguesa era «acabar com os ricos». Estupefacto, Palm respondeu-lhe que o objectivo do governo do seu país era «acabar com os pobres».

Anos volvidos, o actual ministro das finanças, o preclaro e muitíssimo «liberal» Mário Centeno, anuncia-nos que, segundo o seu governo e o orçamento que lhe dará suporte, «quem tem um rendimento de 2000 euros tem uma posição privilegiada». Logo, há que o esventrar fiscalmente.

O desígnio de Otelo Saraiva de Carvalho está plenamente cumprido. Só que hoje já nem ele pensa assim.

A ler

8 Fevereiro, 2016

A verdade é que o tempo dos astrólogos nas revistas femininas já lá vai. Hoje uma nova forma de astrólogo passou a enxamear as universidades do mundo ocidental, o pseudocientista encartado com doutoramentos e posições de investigadores. Académicos de pleno direito que atingiram um estatuto equivalente aos cientistas sérios.(…) O  Centro de Estudos Sociais (CES) recebeu na última ronda de financiamentos da FCT, a tal que trouxe a tragédia a inúmeros centros de investigação, 1.330.000 euros. Sim, caro leitor, em tempo de cortes nos centros de investigação sobre o cancro, sobre física da matéria condensada ou sobre biologia molecular, fique feliz. Porque pelo menos investiu mais de um milhão de euros “noutras cosmovisões e universos simbólicos” e em formas de conhecimento “não sujeitas às ditaduras do colonialismo, capitalismo e patriarcado”. Na próxima vez que andar de avião, proteste com a companhia. Não quer um avião construído com as regras da ciência capitalista e colonialista, mas um que voe com uma cosmovisão não eurocêntrica!

Um país, dois sistemas

8 Fevereiro, 2016

Observador: Enquanto andamos entretidos com a oposição direita-esquerda aumenta sim a fractura entre os dois países: o primeiro país, o do Estado, que vive no Estado e ganha do Estado. E o outro país, o das empresas, dos trabalhadores por conta própria e por conta doutrem. Na prática temos dois países. E o que no país Estado muitas vezes se chama arrojo e ambição no mundo do não Estado designa-se como trafulhice ou, numa versão mais bondosa, erro grosseiro.

o patrono dos cobradores de impostos

8 Fevereiro, 2016
by

ng4779185.png

São Fernando Ulrich, o visionário que vaticinou que aguentaríamos o «enorme aumento de impostos» de Vítor Gaspar e muito mais do que isso, se fosse preciso. Ao de Gaspar já nos habituámos. Ao de Costa e Centeno, que até nos parecia desnecessário, havemos de nos habituar e, em breve, já nem dele nos lembraremos. Ao que o futuro nos reserva, com a bancarrota que vem aí a caminho, também nos conformaremos. Enquanto houver um cêntimo nas algibeiras dos portugueses, os aumentos de impostos continuarão. Dói um pouco no princípio, mas depois o bom povo português acaba por se conformar, e quem nos governa conta sempre com essa inestimável colaboração. Há mesmo até quem concorde com o método, o melhor para «redistribuir rendimentos», de modo a que cada rico fique um poucochinho menos rico (mas rico à mesma) e os pobrezinhos ascendam a patamares razoáveis de dignidade existencial. Todos temos sido testemunhas da infalibilidade do método. E, no fim de contas, Portugal é um país onde nunca houve uma verdadeira revolta tributária, pelo que não há motivos para iniciarmos agora esse feio hábito.

Entregues à bicharada

8 Fevereiro, 2016

Parece-me contraproducente que alguém tente explicar o que diz António Costa, em particular para o António Costa. Não há declaração que, por mais inócua que pareça, sendo esmiuçada, permita a António Costa a reivindicação de uma réstia de bom senso. A palermice de sugerir que pessoas optem por transportes públicos e para que deixem de fumar seria cómica se não acarretasse a consciência, a qualquer ser ainda dotado do defeito do raciocínio, de termos a gestão do país entregue a um perfeito imbecil.

Se os loucos permanentemente indignados – os que nunca aguentavam nada mas agora já aguentam tudo – se permitissem, por breves momentos, a uma passageira pausa no processo de necrose cerebral que alegremente cultivam, poderiam constatar que, da mesma forma que interpretaram terem sido convidados a emigrar por Passos Coelho, António Costa os está a ordenar que andem a pé. A não ser, porém, que António Costa se refira aos transportes públicos que atafulham o trânsito caótico de Vila Chã da Beira.

Há pouco, João Galamba, um desastrado substituto para o Muhammad Saeed al-Sahhaf, o ministro da propaganda iraquiano durante a operação militar de 2003, falava, numa daquelas televisões que dão guarida a declarações de insignificantes, de “uma campanha de intoxicação da opinião pública”. Precisamente. Porém, enquanto existirem televisões dispostas a entrevistarem João Galamba, a campanha de intoxicação da opinião pública lá continuará, para desamparo de quem não tem outra opção que não a de ser governado por uma súcia de desatinados.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 44.834 outros seguidores