Saltar para o conteúdo

Foi assim que ele estudou na Economia (!!??) Mas, enfim, isto é uma discussão muito técnica…

8 Dezembro, 2011
by

Ver aqui.

 

105 comentários leave one →
  1. Salvador permalink
    8 Dezembro, 2011 11:20

    Esqueceram-se de lhe dizer que o curso era de engenharia.

    Gostar

  2. afédoshomens permalink
    8 Dezembro, 2011 11:36

    Assim como o gordo CAA, eu também tenho vizinhos.
    tenho um, o Nicolau que teve a iluminação e decidiu pagar a dívida da casa ao banco. ver o banco todos os meses sacar-lhe da conta 500 euros.

    vendeu o carro, vendeu a mulher, o relógio e foi ao banco.
    Enquanto estava a falar com o sr. do banco, apercebeu-se duns olhares estranhos, até que apareceram dois senhores de bata branca com uma seringa e um colete de forças e o levaram

    Gostar

  3. tina permalink
    8 Dezembro, 2011 11:40

    Uma pessoa até sente arrepios ao perceber que estávamos na verdade a ser governados por um louco!… E o Seguro não fica atrás quando diz que os países com excedentes orçamentais devem ser sanccionados. Mas afinal já não restam pessoas normais no PS?

    Gostar

  4. trill permalink
    8 Dezembro, 2011 11:42

    Se a justiça portuguesa fosse Justiça ele estaria sim a responder pelas “negociatas de Estado” promovidas pelos (seus) governos que arruinaram o país. Mas como a portuguesa justiça é uma justiça com letra pequena, pequena tipo miudinha para os poderosos mas esmagadora e inapelável para os fracos, o “inginheiro” continua a gozar tranquila e impunemente com os portugueses. Mas a culpa não será certamente só da portuguesa justiça: será simultaneamente de toda a classe política (que está presente e por demais activa na portuguesa justiça) que não quer abrir precedentes desta natureza, não vá o diabo tecê-las para o futuro… http://psicanalises.blogspot.com/

    Gostar

  5. tina permalink
    8 Dezembro, 2011 11:45

    Os dirigentes socialistas:
    Sócrates – não é preciso pagar a dívida, só é preciso geri-la.
    Seguro – países com finanças saudáveis têm de ser castigados.
    Mário Soares – temos que bater o pé à troika, os únicos que ainda nos emprestam dinheiro.
    .
    Assim se percebe como o país chegou a este estado, governado por completos idiotas.

    Gostar

  6. afédoshomens permalink
    8 Dezembro, 2011 11:49

    a minha consolação é que esta gente inimputável,a não ser o gordo, não está em cargos de decisão…fogo!

    Gostar

  7. licas permalink
    8 Dezembro, 2011 11:57

    Além de engenheiro , deu em economista e anda a estudar Psicologia
    (ou Filosofia) em Paris. Só tem a prudência de andar longe de Portugal
    pois nunca se sabe até onde chegam * os brandos costumes*.
    Francisco Assis já *provou* desta característica Lusa há tempos . . .
    Como diz a tina: do que nós nos livrámos . . .

    Gostar

  8. J.J.Pereira permalink
    8 Dezembro, 2011 12:04

    A verdadeira questão : que tipo de pessoas elegeu, e REELEGEU , semelhante crápula?…
    E quew fibra tinham (têm) aqueles que aceitaram incluír os seus “governos?…

    Gostar

  9. Portela Menos 1 permalink
    8 Dezembro, 2011 12:07

    Mais milagres da fé – sobre estes os aprendizes de liberais fazem-se esquecidos:
    .
    http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=2172740

    Gostar

  10. 8 Dezembro, 2011 12:31

    Muito tecnicamente, Sócrates endividou Portugal em 80.000 milhões de euros desde 2005 até 2011 e ainda por cima, segundo o próprio, durante um período em que endireitou o défice público anual, o que ainda agrava mais o caso técnico. Já do ponto de vista político, tecnicamente falando, deixou o PS munido do mais miserável acervo humano que alguma vez representou o partido na AR, bem como uma escola comportamental única, de que faz parte o galambismo, como doença incurável.

    Gostar

  11. 8 Dezembro, 2011 12:36

    O homem diz uma evidência ( até um relógio parado está certo duas vezes por dia) e lá vem a brigada da ignorância competir a ver quem diz o maior disparate. Se amanhã disser que a terra é redonda lá teremos o CAA a dizer que é planíssima, não se está mesmo a ver!

    Gostar

  12. Tolstoi permalink
    8 Dezembro, 2011 12:41

    È a demonstração do que sempre considerei, a crise em José Sócrates é a da hierarquização de princípios.

    Gostar

  13. tina permalink
    8 Dezembro, 2011 12:47

    O pensamento de todos os três, Seguro, Soares e Sócrates, é viver com o dinheiro dos outros. Que nojo de políticos, não sabem fazer nada senão viver à custa do próximo e ainda acham que é o seu direito. Quando os outros não querem emprestar mais dinheiro, inventam as desculpas mais absurdas para explicar que estes têm o dever de continuar a emprestar ou que eles não têm de pagar o que devem. Grande aberração este socialismo.

    Gostar

  14. Marito permalink
    8 Dezembro, 2011 13:57

    Querem envergonhá-lo? Então enviem e-mails para a dita faculdade parisiense a perguntar como é que raio ele foi lá admitido. Eles não respondem, mas há-de haver o dia que alguém o tem que fazer, vá lá, vamos acabar-lhe com o bem bom, ou vamos esperar até ele ser Presidente desta República ?

    Gostar

  15. 8 Dezembro, 2011 14:06

    Logo pela manhãzinha, liguei a tv e estava o Freitas do Amaral a concordar com essas declarações de Sócrates.
    São tudo opiniões. Como não sou formado em Economia, nem tenho assessores dessa especialidade, não me pronuncio.
    Sobre o vídeo pronuncio-me.
    Trata-se de incompetência ou grosseira manipulação de quem o fez. Um personagem em contra-luz, tem de ser iluminado pela frente, ou ficará na sombra, como parece se pretender.

    Mas é bom que a caixa esteja aberta.
    Parabéns e Boas Festas.

    Gostar

  16. Joaquim Amado Lopes permalink
    8 Dezembro, 2011 14:49

    Perguntas que os jornalistas lhe deviam fazer e nunca farão:
    Onde e quando é que ele estudou Economia?
    Não deixar a dívida crescer muito quer dizer em 6 anos a dívida passar de menos de 50% do PIB para quase 100% do PIB?
    Contas públicas equilibradas são compatíveis com deficits crónicos (todos os anos sem excepção)? Como?

    Gostar

  17. certo permalink
    8 Dezembro, 2011 14:57

    Eh, gajo mais f d p, gajo mais desgraçado, que enquanto a dívida não lhe amandou aquele chuto no traseiro, o gajo não parou de nos roubar, nos espartilhar por gastos de prendas a migos da família, além das remessas levadas para as cayman, por serviços prestados. E é tão desosnesto, mentiroso e sem vergonha, autêntico mafioso, que diz ele, arrepender-se é errar duas vezes, de modo que é a enganar sempre o parceiro, como aquando dos cursos que tirou, que ele estudou, sabendo nós que o trapaceiro, mais esperto do que o macaco, jamais estudou nada. E bem nos quilhou, filha da mãe, a quem bem sai, outra manhosa, até que a dívida lhe rebentou ao cimo da festa, ou ainda nos fodia agora, podem estar certos .

    Gostar

  18. Fredo permalink
    8 Dezembro, 2011 15:06

    O CAA esqueceu-se de fechar os comentários!
    Por que será?

    Gostar

  19. certo permalink
    8 Dezembro, 2011 15:09

    E vocês não viram numa das cenas um tal de Costa, que foi da justiça, entre outros, inútil, numa de palmas ao nosso líder? Porém, temei, filhos, que ainda haveis de o levar a presidente, ao desonesto, mais que certo, disso o País não se livra !

    Gostar

  20. tina permalink
    8 Dezembro, 2011 15:20

    Sócrates geriu tão bem a dívida que não se atreverá a voltar a Portugal enquanto as medidas de austeridade estiverem em vigor. A vida dele seria um inferno aqui. Deve ter sido a pensar nisso que se pôs a milhas.

    Gostar

  21. afédoshomens permalink
    8 Dezembro, 2011 15:27

    «enquanto as medidas de austeridade estiverem em vigor.»
    acto falhado da senhora dos dois neurónios.

    Gostar

  22. Rui Moreira permalink
    8 Dezembro, 2011 15:30

    “Estudar” é como quem diz, o mais provável é que num belo dia – por exemplo, num belo domingo – a secretaria da Independente lhe tenha mandado, por lamentável equívoco, um fax com uns sumários de Introdução à Economia, ao invés da grelha de correcção do exame de Inglês Técnico ;)))

    Gostar

  23. J. Madeira permalink
    8 Dezembro, 2011 15:35

    Que o Moço de Recados P.Portas, ex-jornalista, ex-ministro, actual ministro de Estado tivesse
    necessidade de ler duas vezes o “artiguelho” do CM, para ficar escandalizado não admira, dada
    a sua esperiência com as galgas do prof. Marcelo!
    Agora o ilustre biotecnólogo C.A.Amorim, querer dizer ou apontar coisas sobre essa ciência
    social que é a ECONOMIA, já parece ser um abuso…por muito que ele tenha o ex-PM José Só-
    crates atravessado na sua funda garganta!!!

    Gostar

  24. Samuel B permalink
    8 Dezembro, 2011 15:37

    Tantos comentários e tanto lixo. Uns pq não gostam do quer quer ele fale e outros apenas porque sim (faltou só um bocadinho, um dente de alho, em 75).
    Alguém aqui já comentou a questão? Apenas vejo patinhos atrás de qualquer coisa que seja do contra. Parece como aqueles que nas manifestações nem sabem o que ali fazem, ou melhor sabem. Sabem que estão a protestar, não sabem é o porquê. Ou se sabem, muitas vezes nem é bem o que a manifestação dita.
    Agora a dívida. Não é défice amigos. São coisas bem diferentes.
    Alguém pensa em pagar a divida? Mas está tudo louco? Não é por acaso que os critérios do euro limitam a 60% do PIB!!!! Enquanto o défice é de 3% do PIB. Porque será? Porque será que o limite do défice é 20 vezes MAIOR que o limite do défice. Deve ser para pagar para o ano que vem!
    É óbvio que a dívida (que é pública) NUNCA mas NUNCA será paga!!! Conhecem algum país que a tenha paga?
    Vale apena ver o panorama europeu: http://appsso.eurostat.ec.europa.eu/nui/show.do
    E o mundial: http://www.indexmundi.com/map/?t=0&v=143&r=xx&l=en
    Tal como nós, que demoramos 30 a 40 anos a juntar dinheiro para comprar uma casa, os países têm que se endividar para ter as infraestruturas necessárias. Bom mas até podia continuar mas parece-me que devem estar mais preocupados em comprar sem olhar para o preço nem para o que estão a comprar, do que examinar bem o que compram/dizem.

    Gostar

  25. JP Ribeiro permalink
    8 Dezembro, 2011 16:08

    Mais um das Novas Oportunidades…

    Gostar

  26. 8 Dezembro, 2011 16:12

    A dívida está explicada às crianças aqui, com matemática e tudo:
    http://learning.blogs.nytimes.com/2011/11/30/crunching-the-numbers-exploring-the-math-of-the-debt-crisis/?scp=5&sq=mathematics&st=cse
    Difícil é explicar isto a adultos.

    Gostar

  27. 8 Dezembro, 2011 16:16

    Tentar ridicularizar o engenheiro da treta por afirmar que a dívida pública é eterna é de patetas. A dívida pública é realmente para gerir. Tal não significa que possa ser aumentada sem limite… o que também disse.
    .
    Se até os países com superavites continuados tem dívida e a Alemanha só recentemente conseguiu liquidar as dívidas da última Grande Guerra.
    .
    A dívida nas economias modernas é uma forma legitima e correta de antecipar receitas. O problema português não é a dívida mas o excesso da dívida.

    Gostar

  28. afédoshomens permalink
    8 Dezembro, 2011 16:26

    ó gordo CAA vai ler uns livros do careca vitor bento,deixo aqui um excerto de um:
    Os agentes económicos individuais do sector das famílias têm um “ciclo de vida” assumidamente finito e, por isso, a sua capacidade de gerar rendimento regular é normalmente temporária, correspondendo, grosso modo, à sua vida activa. Por isso, não podem funcionar permanentemente em dívida (…) Com as empresas, o Estado e o País como um todo (i.e., o agregado da Economia Interna), o processo é diferente. Não existe um horizonte temporal limitado para a sua existência, pelo que o planeamento financeiro da sua vida é diferente do caso dos particulares. Desta forma, é razoável assumir a sua existência como prospectivamente infinita, pelo que é também razoável que funcionem saudavelmente com endividamento permanente, que vai sendo periodicamente renovado, e sem que haja a expectativa – temporalmente definida – de que tal endividamento venha a ser totalmente pago. (Vítor Bento, Economia, Moral e Política, 2011, pp.79-80;

    Gostar

  29. tina permalink
    8 Dezembro, 2011 16:32

    “Alguém pensa em pagar a divida? Mas está tudo louco? Não é por acaso que os critérios do euro limitam a 60% do PIB!!!!”
    .
    pois, porque até aí se pode ir pagando a dívida. Acima disso é que começa a tornar-se difícil pagar conforme prometido e fala-se em restruturar a dívida. Tal como a situação a que Sócrates nos conduziu porque acha que pagar a dívida é para crianças. Percebeu seu histérico?

    Gostar

  30. licas permalink
    8 Dezembro, 2011 17:10

    MAS CA GANDA MALHA!~
    ó AFÉDOSHOMENS, TRASTE! sE NÃO PAGARMOS A DÍVIDA
    QUÉM NOS VAI EMPRESTAR DINHEIRO A JUROS RAZOÁVEIS?

    Isto não é uma PIRÂMIDE JUDAICA !!!!!!!!!
    ele está na prisão por 100 anos. . . como o Sócrates deveria estar, se isto
    fosse um País de gente decente. . .

    Gostar

  31. ze da lota permalink
    8 Dezembro, 2011 17:17

    O gajo ainda tem a lata de dizer que não se arrepende de nada……que grande filha da puta……..e já tem outro curso, agora é Economista e até tem um MBA…..

    Gostar

  32. 8 Dezembro, 2011 17:18

    CAA,

    Não é um assunto assim tão técnico, se quiser perder dois minutos. Embora eu reconheça que, para quem já tem todas as certezas, dois minutos a ler algo diferente pode ser mesmo perda tempo.

    http://adoutaignorancia.blogs.sapo.pt/265709.html

    Gostar

  33. esmeralda permalink
    8 Dezembro, 2011 17:41

    Naturalmente foi assim que ele estudou, não disse foi em que escola!! Mas sugiro que façam assim com as vossas dívidas!! Ou ainda melhor: se tiverem quem vos deva o que ficou de pagar… perdoem! Deixem que quem deve saiba gerir essa dívida!!!! Acho que é uma boa ideia! Vou à loja mais próxima comprar umas botinhas de 2000 euros, como a Manuela Moura Guedes!!!!

    Gostar

  34. afédoshomens permalink
    8 Dezembro, 2011 17:57

    houve um chefe de Estado que quis repagar toda a dívida externa – o genial Ceausescu!

    Gostar

  35. afédoshomens permalink
    8 Dezembro, 2011 18:07

    já se sabe: o BMW do relvas,com matrícula de 11/2011 foi paga com as sobras da tal sobretaxa de metade do subsidio de natal. foi você que pediu um porto ferreira?
    (na sic notícias passa o inglês esplêndido do nosso pm)

    Gostar

  36. certo permalink
    8 Dezembro, 2011 18:40

    o samuel b mais o fedes-homem, com os iguais da famelga, não cabem em si da bronca, o líder atirou à poça a bota, acham que a gente esquece o mafioso, sem lei nem honra, desonesto, a rematar sobre a barragem do tua, com o boy mexia, ehehe, inginheiro da treta, já só falta deitar-lhe em cima o cimento, riu ele, escarninho, bronco …
    entretanto, pior que a Itália do Sul, o País escorria, indefeso, o saque .

    Gostar

  37. Samuel B permalink
    8 Dezembro, 2011 19:56

    JP Ribeiro,
    Tem graça que até já ajudei um amigo a passar um dos exames do programa Novas Oportunidades, na obtenção de um diploma do 12º ano de escolariedade.

    Escolariedade. Conhecimento. Valor. Oportunidades.
    Para ele, que passou, foi a concretização de um objectivo. Para ter mais oportunidades.
    Para quem está desempregado é tudo. Acredite. Eu já passei por isso. E se está nessa situação, acredite que só depende de si e das oportunidades que tiver.
    Tenta ser um misto de engraçado, partidário, talvez ideológico ou até talvez de quem sabe do que fala. Mas a mim pareceu-me que foi apenas preguiça de escrever mais.

    Tina,
    Apesar de ter gritado, não estou nem sou histérico. Gritei apenas, baixinho porque faço-o a escrever. Eu quando grito faço-o com calma, sem histerismos. Para ser ouvido.
    Apesar de concordar consigo não deixo de pensar que isso é uma forma simplista de ver as coisas. Foi ele que nos fez isto e aquilo. Um culpado ou um bando de culpados, bem identificados e tudo mais como nos filmes.
    Não acho que se deva olhar para esta situação, da divida, com essa perspectiva e não ver mais à volta, ver o que está à nossa volta. E aí percebemos porque é que nunca crise de confiança e do lado da procura, como nós estamos a passar agora, e na nossa situação de endividamento privado, só com o endividamento público é que nós cresceríamos.
    Como aconteceu em 2010. Resultado até de alguma “orientação” europeia.
    Problema foi que o mercado monetário deixou de acreditar em nós e nos outros todos. Deixou simplesmente de acreditar em quase tudo. E daí a pressão que existe para que o BCE passe cegamente a acreditar em tudo e em todos e sempre, o que é o mais interessante.
    E a Tina lava as mãos como pilatos nesta situação e aponta para um só individuo ou para um só grupo de individuos e diz: Ali estão os pecadores.
    Penso que o problema é mais complexo do que isso e apesar de se resolver vai demorar sempre o seu tempo. Até lá, iremos ter uma destruição criadora que nos vais doer a todos.

    Gostar

  38. lucklucky permalink
    8 Dezembro, 2011 20:18

    ” só com o endividamento público é que nós cresceríamos.”
    Que brincadeira. Desde quando isso aconteceu crescer mais que o dinheiro pedido emprestado? O Estado pediu emprestado mais de 10% do PIB e o país cresceu a 1%. Diga-me que produtos os portugueses sabem fazer que provoquem um crescimento de 10% do PIB?
    .
    “Problema foi que o mercado monetário deixou de acreditar em nós e nos outros todos. Deixou simplesmente de acreditar em quase tudo.”
    Qual a surpresa? Não estão todos a aumentar a Dívida? Veja acima. Quem é que deve acreditar em Portugal quando Portugal pede emprestado mais de 10% e cresce a 1%?

    Gostar

  39. Samuel B permalink
    8 Dezembro, 2011 20:35

    lucklucky,
    Em 2005, com o crescimento anémico, uma das opções tomada foi o endividamento público para fomentar o crescimento. Nada de extraordinário. Como vem nos livros. O problema é que em 2008 um importante banco faliu e tudo a partir daí foge ao nosso controlo.
    A nossa economia foi tomada de assalto. Resta-nos duas opções: Travar a fundo ou ir travando. Escolha o lucklucky. Pensando não apenas em si mas em todos.

    Gostar

  40. licas permalink
    8 Dezembro, 2011 20:37

    JP
    Posted 8 Dezembro, 2011 at 12:31 | Permalink
    Muito tecnicamente, Sócrates endividou Portugal em 80.000 milhões de euros desde 2005 até 2011
    _______________
    Como ele ea família juntou 300 milhões, a comissão foi de 100X300/80000 = 0,375%
    NÃO SE PODE DIZER QUE FOI USURA . . .

    Gostar

  41. tina permalink
    8 Dezembro, 2011 20:40

    “Foi ele que nos fez isto e aquilo. Um culpado ou um bando de culpados, bem identificados e tudo mais como nos filmes.”
    .
    Sócrates aumentou a dívida de Portugal em 80 000 milhões de euros. Em 6 anos endividou tanto o país como todos os anos de democracia de Portugal. MFL e Medina Carreira, muitos comentadores e economistas avisaram e mais que avisaram para o problema. Ele não quis saber, continuava a falar no TGV e na terceira ponte sobre o Tejo. Se as agências de rating não tivessem intervido e os juros não tivessem aumentado ele teria pedido mais dinheiro emprestado para estes projectos. Percebe-se agora porquê, ele achava que nunca tinha de pagar de volta, só era preciso “gerir”. Mas o Samuel acha que a culpa não foi bem dele. É como dizer que a culpa do nazismo não foi bem de Hitler.

    Gostar

  42. A. C. da Silveira permalink
    8 Dezembro, 2011 20:43

    Conversa de criança, é a maneira como o Socrates abordou esta situação das dividas dos paises. Toda a gente sabe que nenhum país jamais pagou as suas dividas, mas quando se vencem têm que ser substituidas por outras, e se possivel fazer amortizações. É Lapaliciano. Ele devia era estar muito bem caladinho acerca deste assunto, porque foi o 1º ministro de Portugal que mais aumentou a divida publica, de 60% para 110% do PIB, com menor reflexo no crescimento da economia. Tambem fez uma pessima gestão da divida do estado, porque trocou dividas de longo prazo por dividas de curto prazo, e apesar disso com um enorme aumento das taxas de juros, (precisamos de 8% do orçamento de estado para pagar só os juros), até se ver obrigado a pedir ajuda externa;
    Os socretinos que andam aqui e noutros blogues a defende-lo deviam ter vergonha, porque os crimes que ele cometeu contra o país não são branqueados com “conversa de criança”.

    Gostar

  43. 8 Dezembro, 2011 20:44

    Como foi possível a este imbecil ser primeiro-ministro de Portugal durante 6 anos?
    Só pergunto porque não estava cá, evidentemente…

    Gostar

  44. tina permalink
    8 Dezembro, 2011 20:46

    “Em 2005, com o crescimento anémico, uma das opções tomada foi o endividamento público para fomentar o crescimento. Nada de extraordinário. Como vem nos livros. ”
    .
    Duvido. O que virá em alguns livros, será o investimento público que não tem de envolver endividamento. Basta pensar no juro que se paga para ver logo que o crescimento público teria de ser extraordinário para compensar os juros.

    Gostar

  45. certo permalink
    8 Dezembro, 2011 20:52

    Quê?, 80 mil milhões de euros?, o sókas cavou um buraco de dívida em seis anos comparável ao de todo o tempo da democracia? E rebentou-lhe a bomba no rabo e ele nem deu conta?, não lamenta nada?, não que o que transpareceu foi somente a ponta do que andava a roubar com a comandita do partido e famelga … tipo desonesto, sem-vergonha, há que dizê-lo, do carago !

    Gostar

  46. lucklucky permalink
    8 Dezembro, 2011 21:00

    “Em 2005, com o crescimento anémico, uma das opções tomada foi o endividamento público para fomentar o crescimento. Nada de extraordinário. Como vem nos livros.”
    -Só se for no seu livro Keynesiano. O Endividamento Publico vem desde o 25 de Abril. E nunca trouxe crescimento sustentável. Desde há mais de duas décadas que o controle sobre o Endividamento Publico em Portugal se faz sempre com mais impostos sobre as pessoas.
    Os resultados são também o que vem nos outros livros sobre o soci2lismo.
    .
    ” O problema é que em 2008 um importante banco faliu e tudo a partir daí foge ao nosso controlo.”
    O banco faliu porque os senhores do investimento publico regularam juros baixos no mercado para poderem endividar os seus países sem custos aparentes e além de endividarem os países fabricaram uma bolha imobiliária.
    E sabendo muito bem que o nível de receitas de impostos só acontecia devido à bolha continuaram a gastar como se nada se tivesse passado quando a bolha rebentou.

    Gostar

  47. Samuel B permalink
    8 Dezembro, 2011 21:10

    Desde 2005 a 2008 cerca de 26 mil milhões e de 2008 a 2010 38 mil milhões. De 62,8% do PIB para 71,6% do PIB de 2005 a 2008. Até 2010 93,3% do PIB.
    Se olhar À volta vai ver que as diferenças não são muitas.

    Gostar

  48. Arlindo da Costa permalink
    8 Dezembro, 2011 21:11

    O próprio Dr.Passos Coelho veio dar razão ao insigne Engº José Sócrates.
    Aliás, as declarações de Sócrates, não são facilmente alcançáveis, pelos menos para aqueles que vêm a pulhítica como um videojogo para crianças, como é o caso do ilustre Professor Doutor CAA, o arauto do famigerado livro verde, que deve ter o mesmo fim do que o livro verde do Kadafi: o lixo!

    Gostar

  49. António Joaquim permalink
    8 Dezembro, 2011 21:37

    Admirável é o querer ouvir o que o burro tem a dizer. Ou é só pela voz?

    Gostar

  50. certo permalink
    8 Dezembro, 2011 21:37

    Ó Arlindo, não faça da malta estúpida, só porque, sem ‘colhonada’, o Passos pretendeu responder à sucapa, não, de uma vez só, não … mas talvez que por partes, pelo tempo estipulado e as tranches que o mesmo senhor sókas ( tão sabido, agora ) estabeleceu num acordo do seu punho .
    Ou não está à mostra a desonestidade desse gatuno sem escrúpulos, que nos levou à bancarrota e faz ora de anjinho, filha da mãe, mentecapto ?

    Gostar

  51. certo permalink
    8 Dezembro, 2011 21:42

    “Aliás, as declarações de Sócrates, não são facilmente alcançáveis, pelos menos para aqueles que vêm a pulhítica como um videojogo para crianças”, depois que o grande mafioso superou esquemas da senda de um al capone .

    Gostar

  52. Aliazs permalink
    8 Dezembro, 2011 21:52

    O CAA abriu os comentários neste assunto bem manipulado, e que vai ser ser explorado até à exaustão pelos demagogos das “danças das cadeiras” . Típica postura de um marrano para um rebanho de GOYIM! Que fez o Prof. Cavaco, na prática, para contrariar que as dívidas soberanas, de países como Portugal, são eternas, só tem que ser geridas? (Mal gerida por JS). Barroso? MFL?

    Gostar

  53. Carlos Dias permalink
    8 Dezembro, 2011 22:40

    Pagar as dívidas?
    Para isso a famiglia tem o seu nos paraísos fiscais.
    Quem paga são os camelos (portugueses).
    Mas alguém ainda tinha dúvidas da honestidade do antigo primeiro?
    Só as criancinhas.
    (Segundo o Piscoiso o evento foi mal filmado).
    (O Arlindo nem sequer tem opinião).

    Gostar

  54. tina permalink
    8 Dezembro, 2011 22:54

    “Que fez o Prof. Cavaco, na prática, para contrariar que as dívidas soberanas, de países como Portugal, são eternas, só tem que ser geridas? (Mal gerida por JS). Barroso? MFL?”
    .
    Nessa altura nem se falava da dívida já que estava bem sob controlo. Sócrates foi quem criou o problema da dívida e vem agora tentar deitar água na fervura, que não é um problema assim tão grande, é só uma questão de geri-lo. Quando o défice aumentou, depois também veio com a desculpa que tinha feito de propósito. É o mesmo padrão de comportamento, faz o mal e tenta ainda arranjar desculpas.

    Gostar

  55. Samuel B permalink
    8 Dezembro, 2011 22:55

    lucklucky,
    “…Desde o 25 de Abril…” Pois, nós só podemos contar a partir daí.
    Ao contrário de outros, os que escrevem os livros e não os que o lêem, acreditam que o endividamento público pode e deve ser utilizado para fomentar o crescimento, em determinadas alturas e ponderadas na sua intensidade.
    Quem o houve parece que existem alternativas… Aponte umas quantas por favor.

    “…regularam juros baixos no mercado …” ~Definitivamente, na minha opinião, não percebe as causas da crise.
    O problema foi exacatamente o contrário, a falta de regulação.
    E se não acredita, como explica que grandes opinion makers assim o afirmem, que as entidades oficiais dos EUA e da Europa procurem reformar o seu sistema financeiro nesse sentido? Acredite que não é devido ao Sócrates.

    Gostar

  56. Samuel B permalink
    8 Dezembro, 2011 23:00

    Tina,
    O problema da dívida só se coloca em 2009/2010 com a desconfiança que a Grécia provoca com as suas revelações de que tinha defraudado os seus dados financeiros. Lembre-se que depois do rebentamento da bolha em 2007/2008, que trouxe grande desconfiança ao mercado mundial bancário, o céu cai-nos na cabeça, que nem uns gauleses, com a saida do armário da Grécia.

    Gostar

  57. certo permalink
    8 Dezembro, 2011 23:38

    E porém quem nos saiu do armário foi a besta do sókas, gastador compulsivo, com oitenta mil dele em seis anos que nos põe de gatas e de seu mesmo punho assina com a tróika a sentença ingerível. É preciso ter lata e então, celerado que é, sem vergonha, achou ele que a gente já se esquecia .

    Gostar

  58. Silva Ferreira permalink
    8 Dezembro, 2011 23:47

    Depois do rato ter abandonado o barco e ter atravessado meio deserto, surgiu catedrático em economia e ciência política debitando bacoradas tais como “as dívidas são eternas” como eterna será a sua imensa imbecilidade e a roubalheira que paira nas catacumbas das ilhas caimão, etc. Dasssssssssssssssssssssssssssssss!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Gostar

  59. Nuno permalink
    9 Dezembro, 2011 03:22

    .
    Os pilotos da TAP (Take Amother Plain) foram canhotoa – é o mal dos socialistas – e não foram consultar as cartas meteorológicas. Não voavam na mesma porque o aeroporto está fechado por causa do nevoeiro. ROFL

    Gostar

  60. Nuno permalink
    9 Dezembro, 2011 03:56

    Apontam aí 80,000 milhões de euros mas esquecem-se do foi artificialmente desviado (engenharia financeira) e do que ficou debaixo dos tapetes para ele depois ir buscar. E há com certeza muito mais a juntar a tudo quanto o Sócrates abichou. Senão como é que ele poderia fazer a tão boa vida que faz?
    Trata-se de um ladrão de muita classe e alto coturno.

    Gostar

  61. 9 Dezembro, 2011 09:27

    Ó Carlos Dias, só me pronuncio sobre aquilo que sei.
    A terapia de grupo ao ódio, passa-me ao lado.

    Gostar

  62. tina permalink
    9 Dezembro, 2011 09:36

    Samuel,
    O problema da dívida foi também causado pela Grécia e Portugal quando os investidores perceberam que as nossas dívidas estavam a crescer desmesuradamente enquanto o crescimento estagnava. Depois Sócrates vem dizer que o mundo mudou quando foi ele próprio que contribuiu para o clima de instabilidade que ainda se vive hoje na Europa.

    Gostar

  63. afédoshomens permalink
    9 Dezembro, 2011 09:53

    o jornal melhor do mundo & arredores continua com parangona do melhor que hà…(desde que o alcoólico que percebe de tudo ,maxime futebol e análise política,passou pela sua chefia,por lá ficaram os odores etílicos)
    «golpe de estado informático.governo pode ficar sem net»
    querem ver que se esqueceram de pagar a conta?
    ou que a gaveta estava vazia-o $ tinha ido para pagar o BMW novinho em folha do relvas?

    Gostar

  64. afédoshomens permalink
    9 Dezembro, 2011 10:00

    sérgio lavos tremendo:
    «É curioso como o regresso de José Sócrates aos jornais e à televisão se transformou na notícia do dia, relegando a “histórica” cimeira de Bruxelas para segundo plano. Em apenas dois dias fez mais pelo PS e pela oposição do que Seguro em 3 meses – arrisco dizer, mais do que este alguma vez fará. O homem pode até estar quase sempre errado*, mas não deixa de ter um apelo muito mais veemente do que o inenarrável Seguro ou o vil e apagado Coelho.»

    Gostar

  65. afédoshomens permalink
    9 Dezembro, 2011 10:03

    ninguém me tira da ideia que será o próximo PR.
    e aí sim,teremos um presidente, e haverá o elan para a revisão constitucional para termos um arquétipo constitucional à francesa:presidencialista

    Gostar

  66. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 10:06

    Devia ser era processado pela PGR .Esse incompetente , igual a todo e qq socialista .

    Gostar

  67. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 10:21

    A gente até percebe o incomodo que os socialistas têm a defender o Socrates , mas ainda mais por fazerem isso , por nos quererem estar a enganar , DEMONSTRANDO AQUELE TIQUE DE SEITA MAFIOSA , QUE “DEFENDE OS SEUS ATÉ Á MORTE ” , tudo isto mete mais raiva …

    o partido socialista e os socialistas são pessoas sem espirito critico para os seus , são na verdade uma seita que por tão incompetente tem prejudicado todos os portugueses , o que para eles não importa nada desde que possam estar a servir-se dos lugares no aparelho do Estado …

    o dano que o PS fez a este País desde 74 é um caso de policia .

    Gostar

  68. certo permalink
    9 Dezembro, 2011 11:23

    socialistas,
    todos, já, para a cadeia . honni

    Gostar

  69. Samuel B permalink
    9 Dezembro, 2011 11:50

    Tina,

    “…as nossas dívidas estavam a crescer desmesuradamente enquanto o crescimento estagnava…” Não corresponde aos factos. Entre 2005 e 2007, a nossa divida sobe bastante mas igualmente o crescimento que vem de uns míseros 0,8% em 2005 para 2,4% em 2007. Se esse processo não tivesse sofrido a pancada que foi a crise, com certeza que a partir daí a divida iria baixar devido aos efeitos positivos do crescimento. Pena é que a crise tivesse vindo numa altura do ciclo, que se traduzia no apoio ao crescimento pelo Governo.

    Gostar

  70. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 12:00

    ó Samuel
    dois anos a fingir cortar na Associação de Farmácias e 2 anos a “comprar votos ” isso é a agenda socialista…
    então para que que aumentou os funcionários em 2009 , qdo era notório para TODOS o aperto que estava aí ?

    80.000.000 milhões de aumento , de 60 % do pib para 110 % do pib

    crescimento aonde ???????????????????? você viu algum crescimento com o Socrates a alavancar a Banca ?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

    nas contas das ilhas Caimão ???????????????????????????????????????????????????????????????????????

    não brinque com os sacrificios que os portugueses estão a passar por causa de incompetentes que faziam scuts á borliú, hospitais á borliú , e putativos TGV s e Aeroportos SEM DINHEIRO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Os socialistas são uns incompetentes, uma seita mafiosa de criminosos que se ajudam a si próprios e aos amigalhaços

    Gostar

  71. Samuel B permalink
    9 Dezembro, 2011 12:06

    honni soit qui mal y pense,

    Com as suas incorrecções estatísticas vai fazendo o seu discurso inflamado mas não conte comigo para entrar nesse jogo.
    Se começar a falar correctamente podemos conversar. Caso contrário, temo que faça o mesmo que tem feito até agora, que é ficar a falar sozinho.
    Vá consultar a sua base de dados, confira as percentagens e faça bem as contas. Sem demagogias ou má fé. Depois diga qualquer coisa que eu cá estarei para lhe responder.

    Gostar

  72. tina permalink
    9 Dezembro, 2011 12:09

    O crescimento subiu nesse curto prazo à custa do endividamento. Ora isso é uma situação insustentável. Quem pode confiar num país que para crescer tem que se endividar até ultrapassar o proprio PIB? Em geral, na última década o crescimento tem sido mínimo, mas a dívida tem subido drasticamente em relação ao PIB. É isso que conta.

    Gostar

  73. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 12:16

    quem deveria emigrar e nunca mais voltar , não eram os portugueses encravados sem trabalho , mas sim os socialistas que arruinam e arruinaram este País …

    quando estavam no exilio pá , camarada é que era … sabes de algum socialista português com sucesso lá fora ????????????????????????????????????????????????

    pois estão todos aqui a mamar na teta do Estado …

    a excepção é o tonto católico do Gugu que fugiu para mamar na teta na ONU

    gostam é de montar o aparelho de estado e servirem-se da máquina fiscal , e do endividamento constante PARA COMPRAR VOTOS AOS POBREZINHOS , COM RSI , E OBRAS SEM DINHEIRO PARA BOTAR DISCURSO …

    uns abrolhos !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Gostar

  74. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 12:23

    samuel

    é de 60% do pib para 120 % do pib …

    obrigado pelo reparo

    Gostar

  75. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 12:26

    o cravinho que encravou as obras ( o paladino da anti-corrupção ) tb o puseram lá fora qdo começou a chatear os camaradas … entretanto com o seu modelito de scut foi arruinando as gerações futuras …

    o cristiano ronaldo será socialista ? se for retrato-me

    o mourinho não é …

    Gostar

  76. Samuel B permalink
    9 Dezembro, 2011 12:59

    honni soit qui mal y pense,
    Não, não é. verifique as entidades oficiais e não as de propaganda se faz favor.

    Tina,
    Um processo de recuperação a ser ajudado com o endividamento público não é para ser “fechado” ao fim de 3 ou 4 anos. No inicio teremos um aumento do endividamento, para fomentar o crescimento. De seguida, já será possivel baixar o endividamento por via do crescimento causado e que se tem por sustentável. O que não é sustentável é haver um endividamento para apoiar politicas que não produzem crescimento sustentável, caso contrário o crescimento induzido vai por si só contribuir para a melhoria das contas públicas, quer através da melhoria das receitas fiscais quer também pela diminuição do endividamento. Tudo de forma equilibrada, para que a transição seja o mais suave possível.

    Gostar

  77. tina permalink
    9 Dezembro, 2011 13:31

    “O que não é sustentável é haver um endividamento para apoiar politicas que não produzem crescimento sustentável”
    .
    Mas foi isso que Sócrates fez precisamente. Investiu em escolas e auto-estradas que só geram emprego e crescimento momentâneo e depois morre tudo. Todos o avisaram mas ele não quis saber porque fica muito bem cortar fitas na televisão e o trabalho sério não é tão visível. Aquele homem soube enganar bem, assim se explica que tenha sido eleito outra vez apesar de o país já se encontrar em maus lençóis.

    Gostar

  78. Samuel B permalink
    9 Dezembro, 2011 14:41

    Tina,
    Investimento em escolas não é investimento insustentável, antes pelo contrário.
    Quanto às auto-estradas, se há más escolhas também houve boas como a A23, por exemplo.
    Mas fez mais: Investimento em barragens, para subir o nosso aproveitamento hídrico que é muito baixo. Para além de que estamos a falar de um sector da economia que só consome produtos portugueses quase na sua plenitude e que baixa a nossa necessidade de importar (endividamento externo) energia; Investimento em energias ecológicas, que a médio prazo serão competitivas e sustentáveis; Investimento na acção social, que permite o nivelamento, por cima, das condições financeiras dos portugueses.

    Gostar

  79. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 14:45

    os marmores ficavam muito bem nas escolas da Bota e Enchil … em Ajuste Directo …
    os pacóvios tb achavam que a obras do TGV iam alimentar a restauração do Poceirão

    os neo-keynesianos que querem fazem mexer a economia com investimentos públicos com DINHEIRO QUE NÃO HÁ

    é que para o Keynes tinha de haver pilim , ou no Deal … certo ó argumentativo , enrolado ?

    e buscar receita fiscal , onde ?
    aqui já temos uma canga fiscal pior que no Norte dos Calvinistas …

    eu tb me lembro daquela justificação do Enginheiro : ahhhhhhhhhhhhhh a gente aumentou a divida , para aquecer a economia , e induzir o crescimento … pois o crescimento do eleitorado em Setembro de 2009 …
    aqueceu tanto que nós é nos estamos a queimar …

    andaste na mesma escolinha do Socrates e ao domingo …

    PS : não me assustas com esse spleen de entendido … a minha escolinha foi outra , pública , e sem exames ao domingo

    Gostar

  80. Samuel B permalink
    9 Dezembro, 2011 15:07

    honni soit qui mal y pense,

    E essas fontes do endividamento público, onde estão? Pois é… propaganda.

    E mais uma vez volta a errar. Não, a nossa carga fiscal não é pior de que os países do norte. É mais baixa.
    Engraçado que pense que eu estou querer a assustá-lo. Deve ser porque não tem como comprovar o que diz e por isso sente-se intimidado.

    Para o keynes não era o dinheiro que importa. Mais uma vez, erra. Percebe muito pouco disto. A sua noção de curo, médio e longo prazo deve ser quando um jogo vai para prolongamento ou não. É mais um bocadinho.
    Mas descanse que não vou voltar a corrigi-lo. A partir de agora vou deixá-lo dizer todas as falsidades que quiser. Talvez outros achem piada dar uma de professor. Eu já tenho a minha dose.

    Gostar

  81. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 15:21

    Tchau pá , camarada .

    Gostar

  82. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 15:22

    Da próxima arranja um capacete branco igual ao piscácoli .

    Gostar

  83. Samuel B permalink
    9 Dezembro, 2011 15:37

    rsrsrsrsrsrsrsrsrs

    Gostar

  84. tina permalink
    9 Dezembro, 2011 15:45

    “Investimento em escolas não é investimento insustentável, antes pelo contrário.”
    .
    Como é que renovar uma escola pode apoiar o desenvolvimento sustentável se já havia lá uma escola antes dessa? Vai haver mais alunos a estudar? Não, foi um gasto de dinheiro tremendo que em muitos casos não serviu mesmo para nada já que a escola anterior servia muito bem. Como é que as eólicas promovem o desenvolvimento se se tem de sacar mais dinheiro aos contribuinte para pagar os subsídios e deixamos de competir em preços de energia? E, bem como diz, as auto-estradas completamente disparatadas para quê?
    .
    E como se não fosse bastante ainda queria ir gastar mihões no TGV, quando já se via que Portugal estava de rastos e mal se conseguia financiar. Essa atitude teimosa dele comprova que para ele o que contava mais de tudo era o seu orgulho e que o bem estar dos portugueses estava em último lugar.

    Gostar

  85. Samuel B permalink
    9 Dezembro, 2011 16:05

    Melhorando as condições de estudo e de aprendizagem dos alunos. Esta é de caras! O objectivo não é aumentar o numero de alunos é melhorar a sua performance. Quanto à sua apreciação de que a anterior escola era suficiente, ela é meramente subjectiva e pessoal.
    As eólicas, são um caso a estudar. Quis o governo na altura apostar no desenvolvimento de energias renováveis para com isso ter vários resultados: o desenvolvimento de uma tecnologia de ponta e de valor acrescentado; a substituição de importação de energia para a produção própria; e finalmente, colocar Portugal na vanguarda do desenvolvimento energético sustentável. Não consigo concebera concretização destes objectivos sem investimento (quer privado quer publico).
    O que eu disse é que houve algumas auto-estradas que não foram a melhor opção. Mas daí a dizer o que a Tina disse, ainda vai uma distancia. Portanto, nem 8 nem 80!!

    Gostar

  86. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 16:34

    Genial .Ter marmores e umas telhas novas dá para melhorar a performance dos alunos . Já agora ponham fontes de SuperBock e chuveiros de Sagres.
    Viram-se os resultados em Matemática e Português .
    Desde que os paizinhos estejam contentes e votem PS .
    Se calhar em ano de eleições dá é para aumentar as contribuições para o partido e sus campanhas .Bota e Enchil .

    As éolicas foram uma fraude .Tecnologia de ponta ?? . Tão a gozar .Um moinho éolico ? .O investimento pago por todos os contribuintes da factura EDP em Encargos gerais … mais 40% do valor de consumo tirando a taxa de audio-visual … para dar de bandeja aos satrapas e proceres das empresas dos amigos … os MatoaFerro e outros artistas de socialismo de vento .
    Um embuste criado por Mexia … mafioso mor da parvónia .
    Criação de uma fraude EDPRenobabeis … com sede na Espanha .

    A distância das auto-estradas desnecessárias são iguais ás distâncias entre os porticos que não afectam os utilizadores dos municipios PS ( estrategicamente colocados … ele há coincidências )

    Gostar

  87. Samuel B permalink
    9 Dezembro, 2011 16:54

    honni soit qui mal y pense,
    Por favor, não se meta onde não é chamado! E pare de uma vez por todas com as suas demagogias. É que cansa ler tanta!

    Gostar

  88. afédoshomens permalink
    9 Dezembro, 2011 16:57

    «Investiu em escolas e auto-estradas que só geram emprego e crescimento momentâneo e depois morre tudo.»
    ….
    está tudo dito Tina.

    sem escolas estaríamos muito melhor,provavelmente as nossas senhoras seriam todas umas Tinas e nós pastores de gado

    Gostar

  89. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 16:58

    Você não se ia embora ? então ?

    arreda !!!!!!!

    não leia pá , camarada … compre o ação socialista e veja os bonecos

    Gostar

  90. afédoshomens permalink
    9 Dezembro, 2011 16:59

    Tina, a sério que tem você contra o progresso?

    Gostar

  91. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 17:00

    ó fédossocialistas
    pastores de gado votam … não monospreze a classe, não desperdice um votinho

    isso não parece coisa vossa …

    Gostar

  92. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 17:03

    vocês não passam de um tôtôs inseguros
    andaram aí a destruir todo um País com progresso de m…. e ficámos com 700.000 desempregados

    vão pró caralh.
    como demagogia vê lá se gosta pá , camarada

    Gostar

  93. Samuel B permalink
    9 Dezembro, 2011 17:05

    honni soit qui mal y pense,
    Não percebeu que é a si que não ligo. Os outros têm conversa. Você não. Não diz nada de jeito, PÁ! lol

    Gostar

  94. Samuel B permalink
    9 Dezembro, 2011 17:06

    honni soit qui mal y pense,
    E não fique intimidado que eu não mordo. Só quando fecho a boca. lol

    Gostar

  95. honni soit qui mal y pense permalink
    9 Dezembro, 2011 17:32

    agua benta e presunção cada uma toma a que quer … lolinha

    Gostar

  96. tina permalink
    9 Dezembro, 2011 17:34

    “Melhorando as condições de estudo e de aprendizagem dos alunos. Esta é de caras! O objectivo não é aumentar o numero de alunos é melhorar a sua performance.”
    .
    Haveria tantas outras maneiras séria de melhorar o desempenho dos alunos!! Com aquele dinheiro todo que ele gastou poderia ter ajudado os alunos com dificuldades através do aumento de turmas e diminuição do número de alunos por aulas, contratação de serviços de explicação esses alunos, vigilância mais de perto dos alunos das crianças de famílias problemáticas através de maior assistência social, etc, etc. Mas tanto, tanto que ele podia ter feito com esses dinheiro, trabalho sério de ajuda aso carenciados, que também daria emprego permanente, mas preferiu queimar esse dinheiro em escolas novas só para atrair os votos da classe média.
    .
    As eólicas estão agora a custar-nos os olhos da cara e todos estamos a pagar elevadíssimas de electricidade, em tempo de crise!… E quando o preço da energia eólica for acessível, nessa altura todas estas turbinas terão de ser substituídas por novas. Até os países mais ricos fogem das eólicas porque os governos pensam na sua gente antes de os cometer a facturas elevadas.
    .
    Todas as medidas que ele fez foi cosmética para atrair votos. Agora estamos todos, incluindo os pobres, a pagar por isso. Como é que pode alguém ainda o defender quando não há resultados nenhuns à vista, excepto resultados maus?
    .
    Sócrates escondeu isso tudo aos portugueses. A factura elevada da energia eólica, os empréstimos desmedidos para financiar as escolas e todas aquelas obras de corta fita, etc. Foi desonesto para ganhar votos, levou o país à bancarrota e por isso deveria ser levado a tribunal.

    Gostar

  97. certo permalink
    9 Dezembro, 2011 17:39

    por uma questão de comprovar, somemte, fui lá atrás, àquele tal domingo à tarde, a ver o que o dito senhor estudou e foi nada, ‘nada’, o cara não estudou peva, mas foi só coisa de cunha, um jeito de uma camarada a outro companheiro amigo do parido, que dissae que podia, ele, sozinho, atribuir ao nosso líder o curso (s) que ele em sua mente necessitaria, do que ficou o nosso líder inginheiro economista, um corrupto gastador inveterado, mais falso e mentiroso que o mais falso dos macacos, tudo do que tanto se orgulha, porque lhe está no sangue, estudou assim .

    Gostar

  98. afédoshomens permalink
    9 Dezembro, 2011 17:45

    Sócrates obteve mandato legítimo. e o mandato foi-lhe outorgado de novo,então sem maioria relativa.
    no seu partido existe aquele a quem foi conferido mandato, e em que o mandatário,primeiro roubou em milhões e milhões a mandante; não satisfeiro, presumivelmente matou-a.
    Passos tem mandato mas não tem legitimação, uma vez que está a desonrar a sua palavra dita e escrita.
    Mas, o que o povo deu, o povo acabará por tirar!

    Gostar

  99. tina permalink
    9 Dezembro, 2011 18:21

    ahaha, olha o CafédosHomens a fingir que é uma pessoa correcta e honesta. Maior mentiroso que o Sócrates não houve nunca, disse que o défice seria 5,9% antes das eleições e um mês depois veio a descobrir-se que era 9,3%. Disse que não tinha interferido com a TVI mas Pacheco Preira ouviu as escutas e disse que ele mentiu. Etc, etc.
    .
    Um grande alívio de Sócrates não estar mais no poder é que Portugal deixou de ser governado por alguém podre até à medula como ele. E também era tão tonto e pateta, Portugal estava sempre nas notícias com as confusões que ele fazia e felizmente agora isso deixou de acontecer.

    Gostar

  100. licas permalink
    9 Dezembro, 2011 18:34

    Pois as Ilhas Caimão têm da família Sócrates . . . o principal quinhão.
    Lembram-se que o Al-Capone foi parar à prisão por fraude fiscal?
    E SE O PODER JUDICIAL ABRISSE UM PROCESSO NESTA DIREÇÃO?

    Gostar

  101. 9 Dezembro, 2011 19:03

    A esquerdalhada sempre foi arcaica, mentirosa, corrupta, retrógrada…e crminosa.
    O PS normalmente acorda tarde e más horas para o progresso, para a resolução dos problemas, para a inovação…apenas faz embustes e mentiras.
    de vez em qdo, lá dizem a verdade, sobre o arcaísmo em que vegetam…
    http://economia.publico.pt/Noticia/ps-classifica-cimeira-europeia-como-desilusao_1524392
    o Zorrinho zorrou que a cimeira europeia foi ima desilusão.
    o Tozé, garoto como sempre, além de querer sanções (ouviste, zorrinho, SANÇÕES???) para os excedentes orçamentais–ideia perfeitamente estúpida, tipica de quem só sabe gastar mal…–não admite que a Constituição tenha limites á despesa e défice.
    GASTAR MAL, GERIR MAL, VIVER COMO CALOTEIROS Á CUSTA DE CREDORES…isso sim, é típico de xuxas…….

    Gostar

  102. certo permalink
    9 Dezembro, 2011 19:41

    Lá isso é verdade, que burlões já tivemos muitos, se ainda agora lá estão certos no poder, e porém mais mafioso, mais rato e trapaceiro, sem honestidade alguma, como esse amigo do vara, oh, senhores, ainda estará para vir… e não descansem lá muito, que não falta quem o queira a presidente de nós todos e, beato como é o pobinho, não tarda, está aí o malandro de novo, nós paspalhões a ber …

    Gostar

  103. Nuno permalink
    11 Dezembro, 2011 02:09

    No meio disto tudos o que me põe a rir às gargalhadas sem conseguir parar é o SAMUEL B. O tonto nem percebe que o seu nome “S – A – M ~U -E – L” é um balido que ninguém consegue entender. Se calhar, o pobre julga que leva os rebanhos a votar…

    Gostar

  104. Samuel B permalink
    12 Dezembro, 2011 10:45

    Caro nuno,
    LOL
    De facto, é mesmo parecido! LOL
    Embora não compreenda a sua ignorância pelos temas abordados, permita-me que lhe faça uma sugestão: Antes de imaginar um qualquer papão na politica e de conjurar uma qualquer conspiração ao mais alto nível, pense por uns segundos que o que me motiva não são os votos mas sim a necessidade de ver as coisas em perspectiva. Ou seja, o facto de estarmos a culpar uma pessoa pelo estado a que chegámos não é mais do que um sinal da nossa desresponsabilização. Poderá pensar: Mas eu não fiz nada de errado! É precisamente por isso que ninguém se responsabiliza neste país. Olhamos todos para o nosso umbigo e encolhemos os ombros. Se por outro lado, constatarmos que a situação em que chegámos não é mais que o resultado conjunto das acções e omissões de todos nós, já podemos começar a pensar numa solução que nos envolva a todos e não como sabiamente costumamos fazer, que é pensarmos em nós e virarmos a cara a qualquer irregularidade que detectamos. De nada vale continuarmos a queixar-nos do que se passa se continuamos a não fazer parte da solução.
    Obrigado.

    PS: O como seria bom todos do rebanho votassem. Outro sinal de desresponsabilização, não acha?

    Gostar

Trackbacks

  1. A voz de Sócrates: a morbidez que a direita adora | Aventar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: