Saltar para o conteúdo

PISA congelada em gráficos (PT-SUE)

5 Dezembro, 2013

Podem continuar a escavar. Podem questionar escalas. Podem progressivar rodopiando. A discussão resume-se a 4 gráficos (têm todos a mesma escala). Vamos devagarinho: xenofobia em sueco diz-se främlingsfientlig.

PISA2012-Portugal-Origem

PISA2012-Suécia-Origem

PISA2012-Portugal vs Suécia-Estrangeiros

PISA2012-Portugal vs Suécia-Nativos

Anúncios
39 comentários leave one →
  1. zeca marreca de braga permalink
    5 Dezembro, 2013 10:15

    Falta o gráfico comparativo para pais mistos. Só aí podemos tirar ilações.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      5 Dezembro, 2013 10:20

      Portugal não contempla esses dados. Mas tem o primeiro parágrafo para se entreter, é ir escavando.
      Dados

      Gostar

    • zeca marreca de braga permalink
      5 Dezembro, 2013 10:21

      Se não ainda te arriscas a concluir que a escola pública integra melhor os filhos dos emigrantes, que as escolas privadas com cheque ensino. Era esse o ponto?

      Gostar

      • vitorcunha permalink*
        5 Dezembro, 2013 10:23

        Sim, vê-se: https://blasfemias.net/2013/11/09/rankings/

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        5 Dezembro, 2013 11:02

        Bem me parecia. Então é ponto assente!

        É que eu nem quero imaginar que você esteja a insinuar alguma coisa… seria o “último prego no caixão” da sua credibilidade, como afirmou um tal de Jan Björklund, a propósito da tese subjacente à sua putativa insinuação…

        Gostar

  2. piscoiso permalink
    5 Dezembro, 2013 10:22

    E as mães?

    Gostar

  3. brmf permalink
    5 Dezembro, 2013 10:26

    Falta aí um gráfico, a evolução da Suécia e Portugal só para nativos.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      5 Dezembro, 2013 10:30

      Tenho dúvidas sobre 2009. Parece existir diferença de metodologia ou algo que parece criar outliers. As séries 2003, 2006 e 2012 parecem mais consistentes.

      Gostar

  4. 5 Dezembro, 2013 11:04

    Mas… e o vitor vai concluir alguma coisa ou apenas deixar meias palavras para depois poder dizer que as conclusões desagradáveis são apenas de quem lê o que o vitor não escreveu?

    Gostar

    • zeca marreca de braga permalink
      5 Dezembro, 2013 11:09

      Acho que a conclusão é óbvia: “Comparando o modelo de escola pública em Portugal, com o modelo Voucher na Suécia, a escola pública integra melhor os filhos dos emigrantes, que as escolas privadas com cheque ensino. “

      Gostar

  5. 5 Dezembro, 2013 11:41

    Só uma pequena correcção: diz-se”främlingsfientlighet” (sem o sufixo quer dizer apenas “xenófobo”). Se quisermos um equivalente mais literal (“medo do estrangeiro”), também temos o menos usual – mas bem mais expressivo – “främlingsskräck”.

    Gostar

  6. Fincapé permalink
    5 Dezembro, 2013 12:38

    Deve ser bom fazer filhos a suecas, nem que seja só para dificultar a abordagem do Vítor. 😉

    Gostar

  7. David Calão permalink
    5 Dezembro, 2013 12:58

    Qual é a conclusão? Que os estrangeiros em Portugal têm melhores resultados que os estrangeiros na Suécia? Que Portugal, que há 10 anos tinha resultados estrondosamente mau comparados com os Suecos agora tem resultados iguais ou melhores? Que isto foi feito num modelo de escola pública?

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      5 Dezembro, 2013 13:02

      A conclusão é que imigração interfere mais com os resultados do PISA sueco que com os portugueses, QED.

      Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        5 Dezembro, 2013 13:07

        E como é que isso demonstra que não será:
        “A conclusão é que imigração interfere mais com os resultados do PISA no MODELO DE EDUCAÇÃO SUECO, DO QUE NO PORTUGUÊS”, QED.

        É um vesperio, caro VC. Mais valia ter ficado calado…

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        5 Dezembro, 2013 13:09

        Porque – obviamente – o que o PISA avalia são alunos e não modelos de educação.

        É um vesperio, setôr. Mais valia ter ficado calado…

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        5 Dezembro, 2013 13:10

        (Estimado VC, hoje o politkomissar mandou-me para aqui. Peço desculpa por qualquer coisinha).
        Amanha continuará a construir o seu futuro!
        Cumprimentos, o politkomissar do bom senso,
        zequinha marrequinha!

        Gostar

      • RCAS permalink
        5 Dezembro, 2013 14:39

        O modelo de ensino Portuga tem tido mais êxito por uma simples razão…
        A Suécia há muito que utiliza o “cheque ensino”!!! he he he !

        Gostar

      • RCAS permalink
        5 Dezembro, 2013 14:41

        ‘É oficial, Portugal ultrapassou a Suécia e, desta vez, não foi no futebol. Os estudantes portugueses tiveram melhores resultados, que os suecos, a matemática, a leitura e a ciências – as três áreas abrangidas pelo estudo PISA da OCDE. Ao longo do relatório, a OCDE não poupa em referências e elogios a Portugal, também não é caso para menos, é um dos países que mais tem progredido desde que este estudo comparativo tem sido realizado. Desde o primeiro estudo, em 2000, que Portugal tem reduzido a percentagem de alunos com níveis de desempenho abaixo do nível 2 (maus desempenhos) e aumentado a percentagem de alunos com níveis de desempenho acima do nível 5 (desempenhos muito bons e excelentes).

        PS – Pedro Nuno Santos, Portugal vs. Suécia:

        Gostar

      • David Calão permalink
        5 Dezembro, 2013 17:27

        Recapitulando: na Suécia os estrangeiros têm piores resultados do que em Portugal. Os suecos têm resultados piores ou iguais aos portugueses. Estes alunos, suponho eu, são fruto do modelo educativo de cada país. Então isso quer dizer que Portugal forma melhor os portugueses e os estrangeiros do que a Suécia. O cheque-ensino falhou em relação ao modelo “soviético” que dizem que existe em Portugal. O segundo compara melhor em toda a linha.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        5 Dezembro, 2013 17:29

        É como digo: nada de cheque-escola. Nós não queremos equidade entre alunos ricos e pobres.

        Gostar

      • David Calão permalink
        5 Dezembro, 2013 17:35

        Afinal os gráficos eram para ler ou era só para recitar as balelas que decorou do Friedman?

        Gostar

  8. zeca marreca de braga permalink
    5 Dezembro, 2013 13:17

    “Porque – obviamente – o que o PISA avalia são alunos e não modelos de educação.”
    Desculpa?

    ” um vesperio, setôr. Mais valia ter ficado calado…”
    Vai chamar setor a outro, pá… Se fosse setor e ativista até tinha lido o relat. do PISA… Eu sou um agente do pan-eslavismo (e da realidade, nos tempos livres). E olha que ano a ficar com muittos diálogos sem resposta…

    Cump.
    O assalariado do Presidente Putin e do pan-eslavismo no estrageiro (na Rússia são outros 500)!

    Gostar

  9. zeca marreca de braga permalink
    5 Dezembro, 2013 13:18

    ando a ficar com muitos diáogos sem resposta… qed, aqui no blasfemias…

    Gostar

  10. zeca marreca de braga permalink
    5 Dezembro, 2013 13:30

    “Porque – obviamente – o que o PISA avalia são alunos e não modelos de educação.”

    Vai já para o top! (os profs que lhe respondam a essa se tiverem pachorra!)

    Gostar

  11. 5 Dezembro, 2013 14:11

    Resumindo… em Portugal a escola inclusiva funciona melhor.
    Obrigado!
    Ainda bem que queremos seguir o modelo sueco.

    Gostar

  12. V. M. permalink
    5 Dezembro, 2013 15:08

    Qual “pais” nativos ou estrangeiros, qual carapuça! Então Vossa Mercê não sabe que agora, por via da “correctice”, se deve usar “parentes” (de “parentalidade”, pois)? Veja lá no que se mete!…

    Gostar

  13. Esquerdalha da Erva permalink
    5 Dezembro, 2013 15:19

    Porque é que pára aqui tanta comunagem ? Será apenas o desejo de se informarem ?

    Gostar

  14. Trinta e três permalink
    5 Dezembro, 2013 15:27

    Ok! Somos mais inclusivos e o cheque-ensino não vale um caracol. Não se fala mais no assunto.

    Gostar

  15. Nuno permalink
    5 Dezembro, 2013 15:50

    Realmente, a querer provar o contrário, provou que a escola pública portuguesa funciona melhor que a escola sueca. O caçador caiu na sua própria armadilha. É deveras Misterbeaniano.
    E já que admira tanto os suecos, emigre e fique por lá. E se tiver filhos, inscreva-os na escola sueca.

    Gostar

  16. maria doce permalink
    5 Dezembro, 2013 17:23

    Querem lá ver que ando a pagar imposto para idiotas chapados fazerem gráficos giraços?

    Gostar

  17. ax solo permalink
    6 Dezembro, 2013 22:48

    Não é nada contra, mas eu gosto muito mais de gráficos que começam no zero, pois permitem uma visão imediata muito mais real. Eu sei que o artigo pretende salientar as diferenças, mas ainda assim prefiro a minha opção.

    Gostar

Trackbacks

  1. Quando um bom gráfico estraga uma má história – Aventar
  2. Como Se Descobre Um Idiota Chapado? | A Educação do meu Umbigo
  3. Só faltava este | BLASFÉMIAS
  4. History DIY – Aventar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: