Saltar para o conteúdo

Contratar quem contrate o contratante

21 Fevereiro, 2014

O que é a Associação Cultura, Conhecimento e Igualdade do Género (ACCIG)? De acordo com o website, é uma associação que “nasceu a partir do ideal de duas amigas, Eugénia Passada e Rosabela Afonso, de contribuir, de forma activa, para que a democracia portuguesa se fortaleça com a participação de todos os cidadãos, em particular das Mulheres mais carenciadas”.

Os sócios fundadores são Eugénia Passada, Rosabela Afonso, Fernando Afonso e Fernando Tordo. Eugénia Passada é, de acordo com a resposta ao jornal i, esposa de Fernando Tordo. Rosabela Afonso foi chefe de departamento na RTP entre 1974 e 2003.

A ACCIG desenvolveu diversos projectos, entre eles “ARTE – fonte de bem-estar social” e “Centro de Empoderamento 2.0”. A ACCIG recebeu 90.000€ de apoio técnico e financeiro às ONG, de acordo com o DR – 2ª Série – Nº189 – 30 de Setembro de 2011, mais 112.000€ para o mesmo efeito de acordo com o DR – 2ª Série – Nº140 – 21 de Julho de 2010.

A ACCIG também contratou, por ajuste directo, a Stardust para um dois concertos de Fernando Tordo, por 47.500€ 10.000€ (em Seia, 31/12/2013 e Mangualde, 12/2/2014). Em suma, a associação fundada por Fernando Tordo e esposa contrata a empresa de Fernando Tordo para que esta realize um concerto de Fernando Tordo.

Anúncios
40 comentários leave one →
  1. 21 Fevereiro, 2014 14:02

    Ora bem, assim é que é. Quando quiser outra dica, basta assobiar

    “:OP

    Gostar

  2. 21 Fevereiro, 2014 14:03

    Tinha de ser. São tugas, fica sempre tudo em famelga.

    Cheirou-me a esturro, pode crer. É tudo assim. Não há cena associativa, ONG ou Fundação que não tenha marosca.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      21 Fevereiro, 2014 14:05

      Venham elas, zazie.

      Gostar

      • JMS permalink
        22 Fevereiro, 2014 22:41

        Manuel da Parreira,

        Eugénia Passada??!… Passado tou eu todas as noites com as notícias deste País… 🙂 🙂 🙂

        Gostar

  3. Castrol permalink
    21 Fevereiro, 2014 14:07

    A quadratura do Circulo!!!

    Gostar

  4. murphy permalink
    21 Fevereiro, 2014 14:17

    Vítor! Está a criticar quem pratica empreendedorismo social!?
    Se a Sra fosse, por exemplo, mulher do Relvas (ou de outro qualquer “direitolas”), isso sim, era caso para estarmos vigilantes e exercermos o dever cívido de denunciar estas negociatas!

    Não é o caso, só gente de bem se envolve em causas relacinadas com Igualdade e a Arte…

    Gostar

  5. 21 Fevereiro, 2014 14:21

    E de novo meteu a pata na poça…
    A ACCIG, que é uma entidade privada apenas tem dois contratos, um no valor de €4.500, outro de €5.500. Parece-me pouco para dois concertos tendo em conta o que é necessário pagar num espectáculo…
    A CIG (Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género), que é uma entidade pública tutelada pela Presidência do Conselho de Ministros é que tem uma adjudicação no valor de €37.500.
    Você hoje está em grande…

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      21 Fevereiro, 2014 14:28

      A base de dados estava em baixo, era o valor que tinha. Naturalmente está corrigido e o jfssmendes está a pisar a linha com o comentário final de “você hoje está em grande”.

      Gostar

  6. manuel permalink
    21 Fevereiro, 2014 14:34

    Pois, são as gorduras do estado(empresas municipais, fundações ,associações , excesso de câmaras , excesso de deputados , excesso de viaturas do estado , rendas excessivas , ppp , etc. ) que o Sr Passos disse que ia cortar.Esta associação é mais uma das milhares que os governantes fingem que não existem mas, como vê pelo post, às vezes servem para contra-atacar. Continuem a cortar nos salários e nas pensões que o voto vai confirmar o “milagre económico”.

    Gostar

    • 21 Fevereiro, 2014 17:03

      Concordo a 3,000% , enquanto não secarem estas mamas, continuo a acreditar que votei num partido de direita e acabei dando o voto num partido socialista.
      E estou um bocado aborrecido, com isto.

      Gostar

  7. Filipe permalink
    21 Fevereiro, 2014 14:52

    Obrigado VC pelo serviço público.

    Acho que uma associação com o nome Associação Cultura, Conhecimento e Igualdade do Género devia, de vez em quando, contratar outro “género” para cantar…

    “jfssmendes está a pisar a linha com o comentário final de “você hoje está em grande”.”
    A linha do VC anda mto curtinha…

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      21 Fevereiro, 2014 14:56

      “A linha do VC anda mto curtinha”

      Os jornais perderam por deixar estar lado a lado a tasca com uma notícia. Os blogues podem dar o exemplo, mais uma vez.

      Gostar

      • Filipe permalink
        21 Fevereiro, 2014 15:01

        Concordo, mas eu não vi no comentário “você hoje está em grande” nada de tasca.
        Pelo contrário: é bom ler, de vez em quando “você” e não voçê.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        21 Fevereiro, 2014 15:05

        Pois eu interpretei-o como slippery slope para, através da questão dos valores, intuir o “inconseguimento” do artigo.

        Gostar

      • manuel permalink
        21 Fevereiro, 2014 15:04

        Explique lá porque não cortou o Sr. Passos nessa chulice das associações , fundações e quejandos e agora queixam-se? Que está á espera o governo para cortar na frota de viaturas de representação? Eu sei que o prazo é 31 de Dezembro de 2014 mas, para cortar salário e pensões foi de imediato.Ainda agora o ex de Itália (Letta) e novo presidente do conselho(Renzi) foram ao quirinal(presidência da república) em viaturas normais e com eles a conduzir . Será populismo?

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        21 Fevereiro, 2014 15:10

        Explique lá porque não cortou o Sr. Passos nessa chulice das associações , fundações e quejandos e agora queixam-se?

        Não sei quem são esses que “queixam-se”. Eu escrevi o artigo, não “nós”, quer isso seja o colectivo, quer seja apenas dirigindo-se a mim com tratamento majestoso.

        Essa mania de me perguntarem porque é que o PM fez ou não fez isto ou aquilo já cansa: dirija essa questão ao deputado que elegeu ou ao gabinete do próprio PM.

        Gostar

  8. 21 Fevereiro, 2014 15:39

    Num Partido sem qualquer mulher na mesa do congresso, presidência e vice-presidências, só pode ser contra associações de igualdade no género.

    Gostar

    • anónimo permalink
      21 Fevereiro, 2014 15:44

      as mulheres dirigentes, por lá, já passaram essa fase, a de serem mulheres. Estão muito mais à frentex.

      Gostar

    • vitorcunha permalink*
      21 Fevereiro, 2014 15:58

      Não estou filiado em partidos.
      Também há associações de igualdade no penteado? Por exemplo, um indivíduo com risca ao meio pode ou deve estar na mesa de um congresso se não tiver feito uma permanente?

      Gostar

      • 21 Fevereiro, 2014 16:34

        Provavelmente na sua terra muda-se de sexo com quem muda de penteado.

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        21 Fevereiro, 2014 16:35

        Sim, Piscoiso. Na minha terra não se muda de sexo com pessoas que mantêm o penteado inalterado.

        Gostar

  9. Trinta e três permalink
    21 Fevereiro, 2014 17:09

    Não conhecia esta associação, mas agradeço o link porque me permitiu concluir:
    1º) Teve atividade regular até 2013, através de diversas iniciativas SEM a participação do senhor Fernando Tordo.
    .
    2º) Desenvolve 7 (sete) projetos muito virados para a condição da mulher e com especial preocupação pelo interior do país, onde participaram várias personalidades, entre elas o conhecido fadista Cãmara Pereira que, no vocablário “vitorcunhês” deve ser sinónimo de “socialista”.
    .
    3º) É curiosa a coincidência deste interesse (obsessão?) de vitorcunha pela decisão de Fernando Tordo, acontecer quando um tal relatório do FMI diz que o famoso “milagre económico” passosportista é conversa para entreter meninos. Mas deve ser mera coincidência…

    Gostar

    • Trinta e três permalink
      21 Fevereiro, 2014 17:10

      Já agora: deixo link para as fundações existentes em Portugal, onde vitorcunha vai, certamente, encontrar abundante informação sobre usos de dinheiros públicos, contratações abusivas, etc, etc., etc.: http://www.dn.pt/DNMultimedia/DOCS+PDFS/Funda%E7%F5es%20TOTAL.pdf

      Gostar

      • JMS permalink
        22 Fevereiro, 2014 22:49

        33,

        Quando falar de fundações que não servem para nada, é melhor dirigir-se mesmo ao Largo do Rato…

        Gostar

    • vitorcunha permalink*
      21 Fevereiro, 2014 17:13

      Trinta e três, caso ainda não tenha reparado, os comentários passam a ser subordinados aos posts e não ao que os comentadores achariam piada que fosse. Mas há sempre possibilidade de poder dizer o que bem entender (dizem-me que os blogues do Sapo são uma boa plataforma).

      Gostar

      • Trinta e três permalink
        21 Fevereiro, 2014 17:31

        Muito obrigado pelo esclarecimento, até porque o seu post NÃO quer insinuar que a tal associação apenas serve para contratar Fernando Tordo (músico) e financiar Fernando Tordo (associado), logo, porque raio fui eu falar do FMI?

        Gostar

      • vitorcunha permalink*
        21 Fevereiro, 2014 17:35

        Vou explicar-lhe mais uma vez, Trinta e três:

        Eu agora posso entrar nesse jogo e dizer que o Trinta e três está a insinuar que eu insinuei isso. Como tenho a ficha e a tomada, o Trinta e três e os outros passam a comentar o que está escrito e não o que gostariam que tivesse sido escrito. Está claro?

        (é uma pergunta retórica, dispensa resposta por motivos óbvios)

        Gostar

  10. Eleutério Viegas permalink
    21 Fevereiro, 2014 17:41

    Autênticos penduras!!! Se não querem que esta tropa vos saque o património, têm que começar a dar-lhes caneladas. Não vamos lá com “politeness”…

    Gostar

  11. 21 Fevereiro, 2014 17:45

    E é tudo da RTP. A outra Rosabela Afonso e mais o filho, também.

    C’um caraças. Estes palermas tomam toda a gente por parva e ainda vêm para os jornais fazer choradinho.

    Mas, de facto, se eu nãoe me lembrasse e o João Miranda mais o Vitor Cunha tivessem feito pesquisa rápida, os palhaços dos jornaleiros nem davam por nada.

    Gostar

    • 21 Fevereiro, 2014 18:03

      Uns amadores

      A RTP contratou a realizadora Rita Fernandes, filha de Jaime Fernandes, director dos canais internacionais da empresa pública, o que deixou muitos trabalhadores do grupo indignados com o que dizem ser favorecimento à filha de um director.

      Serenella Andrade (Nápoles, Itália, 18 de Setembro de 1962) é uma jornalista e apresentadora de televisão portuguesa. Filha do realizador e ex-cantor de ópera Luís Andrade1 que também era pai do atual Diretor de Programas da RTP Hugo Andrade.

      Gostar

      • anónimo permalink
        21 Fevereiro, 2014 19:49

        Mas se a rêtêpê sempre foi uma família…
        E não existem ainda mais laços filiais devido àquele escandado do entupimento das canalizações da 5 de Outubro com preservativos.

        Gostar

  12. 21 Fevereiro, 2014 17:47

    Ah, e são xuxas, para variar

    eehehheheh

    Gostar

  13. 21 Fevereiro, 2014 17:48

    Isto é mesmo uma rábula à Alberto Pimenta. O pequeno imita o grande e vice versa- sãos os bons dos nossos filhos-da-puta.

    Gostar

  14. LTR permalink
    21 Fevereiro, 2014 18:33

    Isto é o que os países cuja justiça anda entretida com Mirós tem para dar.

    Gostar

  15. licas permalink
    21 Fevereiro, 2014 22:17

    lidia drummond HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    21 Fevereiro, 2014 20:14
    Para variar são todos do PSD partido de presumíveis ladrões e assassinos como Duarte Lima, Oliveira e CVosta e tantos tantos que era impossivel aqui descrevê-los
    ___________________

    É que parece (ainda bem) que para PGR´s Monteirais
    o tempo esgotou . . .
    NUNCA MAIS!

    Gostar

  16. 22 Fevereiro, 2014 17:22

    “Empoderamento”? Pensei que fosse necessário ter a quarta classe para receber subsídios em Portugal.

    Gostar

    • vitorcunha permalink*
      22 Fevereiro, 2014 17:24

      Empowerment. Deve ser uma tradução amadora de um livro obscuro de auto-ajuda.

      Gostar

  17. 22 Fevereiro, 2014 21:04

    Quando vi o título do post pensei se se estaria a referir a Ferreira do Amaral na Lusoponte, ou aos advogados da Martifer que ficou com os estaleiros ou às assessorias financeiras dos swaps, ou a Catroga na EDP, ou…

    Contenta-se com muito muito pouco, se se fica só pelos concertos do Tordo.

    Gostar

Trackbacks

  1. Fernando Tordo e a Associação Cultura, Conhecimento e Igualdade do Género | O Insurgente
  2. Concertos como função social do estado | BLASFÉMIAS

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: