Skip to content

Mas qual liberdade?

9 Maio, 2016

Às vezes fico impressionado como há tanta gente que parece desconhecer o país onde vive. Num zapping vejo uns pais na tv a reclamar que lhes querem «tirar a liberdade de escolha de escola», ou limitar «liberdade de educação» ou «liberdade de escolha de projecto educativo»

Mas qual liberdade pensam que existe na educação? Nenhuma. Acaso acham que temos uma Constituição liberal que permita tal coisa? Tenham juízo. Temos, como deviam saber de cor e salteado, uma Constituição socializante que impõe como tarefa do Estado criar as escolas necessárias para a população, toda.  «Ah, tá mal». Está sim senhor. «Devia ser assim ou assado». Devia sim senhor. Mas para isso mudem a Constituição.

Já era tempo. Agora, não vivam é iludidos de que temos um sistema de liberdade, quando vivemos ainda os resquicios da herança salazarista e de todos os demais estatismos socializantes que viam (e vêem) na educação compulsiva e estatal a melhor forma de controle e conformação dos cidadãos. Não vale a pena é andar a reclamar para meia dúzia aquilo que os demais não tem. E que ainda para mais viola a Constituição. Então mudem-na faz favor.

Anúncios
16 comentários leave one →
  1. JgMenos permalink
    9 Maio, 2016 22:12

    Certo e errado.
    Certo que temos a comunada a ler a Constituição e a ignorar que já não vai ‘a caminho do socialismo’; certo ainda porque ainda lá tem todo o lixo ideológico do MFA/Partidos.
    Errado porque assim como muitos lutaram contra o salazarismo também se luta contra a comunada que lhe quer tomar o lugar.

    Gostar

    • Carlos Alberto Ilharco permalink
      10 Maio, 2016 00:26

      está um bocadinho enganado.
      No preambulo está lá, preto no branco, foice no martelo que

      A Assembleia Constituinte afirma a decisão do povo português de defender a independência nacional, de garantir os direitos fundamentais dos cidadãos, de estabelecer os princípios basilares da democracia, de assegurar o primado do Estado de Direito democrático e de abrir caminho para uma sociedade socialista

      Gostar

      • JgMenos permalink
        10 Maio, 2016 14:16

        Certo é que não é artigo constitucional como creio já ter sido

        Gostar

  2. 9 Maio, 2016 22:30

    Mudem-na ou tenham juizinho e deixem-se disso ?

    Gostar

  3. 9 Maio, 2016 23:14

    nada de novo debaixo do sol. tanta volta para ir parar ao mesmo : só os ricos podem mandar os filhos prós jesuítas et al. e só eles continuam a ter alguma liberdade para exigir aos filhos que aprendam 🙂

    Gostar

  4. Arlindo da Costa permalink
    9 Maio, 2016 23:20

    Eu sei qual é a liberdade de muita gente!!!
    É viver à custa dos outros!!!
    Trabalhar? Tá quieto, preto!

    Gostar

    • Fernando S permalink
      9 Maio, 2016 23:57

      Mas quem é a “muita gente” que “vive à custa dos outros” em vez de “trabalhar” como um “preto” ?!…
      Só se forem muitos daqueles que vivem à conta e à sombra do Estado sem que os cidadãos e contribuintes tirem o devido beneficio por isso !…
      Como muitos funcionários colocados no gigantesco e burocrático Ministério da Educação e nas abandalhadas e ineficientes escolas estatais !!
      Pelo menos as escolas privadas contratualizadas pelo Estado são pagas (e não “subsidiadas”) para prestarem um serviço publico de ensino que custa menos aos contribuintes e tem mais qualidade do que o estatal !!
      Por isso é que quem pode escolher prefere pôr as suas crianças no privado e não no estatal !
      Por isso é que os que vivem à mama da educação estatal não querem que que as pessoas possam escolher as escolas dos seus filhos.
      Porque sabem que quando as escolas estatais estivessem às moscas seria muito mais dificil de justificar que se mantivessem abertas com o enorme numero de funcionários que para elas e nelas trabalham e com as muitas negociatas publico-privadas que com elas se fazem !!

      Liked by 2 people

      • José Coimbra permalink
        10 Maio, 2016 09:35

        O primeiro a viver à custa dos outros, neste caso, chama-se Mário Nogueira. E se fosse também trabalhar um dia que fosse?

        Gostar

  5. Pedro S permalink
    10 Maio, 2016 07:50

    Por acaso, aconstituiçao obriga o estado a ptovidenciar ensino obrigatorio gratuito ao aluno, mesmo que esta decida por uma escola privada ou cooperativa. Está lá. Mas a constituicao so interessa quando lhes convem…

    Gostar

  6. 10 Maio, 2016 09:07

    E o cheque ensino? Ficou perdido?

    Gostar

  7. 10 Maio, 2016 10:00

    “educação compulsiva e estatal”. Esta é a questão basilar sobre a liberdade de escolha. Mas que eu saiba só alguns ciganos escapam ao compulsivo e felizmente muitos mais, com posses, escapam à educação estatal.

    De qualquer modo a liberdade de escolha em matéria educativa já não se coloca nos termos em que se colocava no século XIX, ainda sob influência de filosofias como a do bom selvagem de Rousseau.

    A educação passou a ter uma função utilitarista e a ser o principal factor de mobilidade social, por isso, falar em abstracto sobre liberdade de escolha como se estivessemos no século XIX é uma espécie de mito urbano, como subentende este meu post: http://marques-mendes.blogspot.pt/2016/05/mitos-urbanos-sobre-escolha-e.html

    Gostar

  8. Almeida permalink
    10 Maio, 2016 11:19

    “Mas para isso mudem a Constituição”.

    É isso mesmo e nada mais há a dizer. Só que, como há muito se viu, temos uma direita cobarde.

    Gostar

    • Luís permalink
      10 Maio, 2016 11:34

      Tá-se mesmo a ver que você é um daqueles desiludidos da direita tipo Bagão Félix ou Ferreira Leite! Como quer mudar a Constituição coma exigência dos 2/3???

      Liked by 1 person

    • 10 Maio, 2016 13:42

      onde é que a constituição proíbe o ensino privado, cooperativo ou em regime de associação ?

      Liked by 1 person

  9. PiErre permalink
    10 Maio, 2016 12:41

    A Constituição só mudará quando aparecer aqui um Francisco Franco Bahamonde capaz de pôr esta MERDA na ordem.
    Já tarda!

    Gostar

  10. manuel branco permalink
    10 Maio, 2016 19:24

    Ah liberal!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: