Skip to content

Desabafo

18 Agosto, 2016

Tenho andado ausente do blogue por dois motivos. O primeiro, férias, nunca me impediu de escrever, muito menos sobre quão trágica é a vida dos portugueses em relação a outros povos com apetências para cornudos, excepto este ano, que parece mais turvo que os anteriores. O segundo, mais pessoal, foi e tem sido o mais determinante.

Despedir alguém é doloroso. Particularmente, é mais doloroso quando sentimos que providenciamos várias oportunidades de redenção que saíram goradas, acentuando o problema, marcando em definitivo que a linha óptima para o divórcio pacífico fora ultrapassada enquanto rolávamos os olhos em descontentamento.

Andar em frente, não olhar para trás. Qualquer palavra agora é demais, arriscando que os vários arranhões se unam numa infecção geral. Não me surpreende que tantos prefiram ser assalariados perante a perspectiva de assalariarem. Surpreende-me, sim, que os primeiros a defender “os direitos dos trabalhadores” sejam os primeiros a desprezar os nunca mencionados deveres de zelo. Mas, se assim não fosse, não haveria lugar para os António Costa desta vida. Por isso, siga a marinha.

Anúncios
42 comentários leave one →
  1. Bal permalink
    18 Agosto, 2016 19:23

    ?

    Gostar

  2. 18 Agosto, 2016 20:12

    Bom texto.

    Os dois últimos parágrafos podiam ser colocados pelo MPLA nas pastas do representante do C”DS”-PP e do PPortas.

    Gostar

  3. Emparedado permalink
    18 Agosto, 2016 20:57

    Bem vindo ao mundo dos súbditos!

    Gostar

  4. sam permalink
    18 Agosto, 2016 21:10

    Estou solidário.
    Hoje em dia, lidar com uma empregada doméstica é muito complicado.
    Mas a minha mulher não quer vergar a espinha…

    Gostar

  5. PiErre permalink
    18 Agosto, 2016 21:18

    Não percebi patavina.

    Liked by 1 person

  6. bintoito permalink
    18 Agosto, 2016 21:18

    Continua o suicídio coletivo assistido coletivamente. Aparentando ser maioritária essa vontade, se a norma não confere com esse desígnio muda-se a lei á vontade de coveiros e moribundos. Siga o enterro.

    Liked by 1 person

  7. Manuel permalink
    18 Agosto, 2016 21:21

    Chega de férias com enigmas, qual pitonisa da mitologia Grega. A situação está mais para tragédias, refiro-me aos dados económicos recentemente saídos.

    Gostar

  8. sam permalink
    18 Agosto, 2016 21:26

    Caro Vítor, lembre-se de que há coisas mais graves.
    A Raquel Varela perdeu um lenço.

    Gostar

  9. sam permalink
    18 Agosto, 2016 21:57

    A situação relatada é passível de gerar anormalidades no saldo das contas bancárias dos implicados.
    O Governo não vai ficar contente.

    Gostar

  10. Thejoao permalink
    18 Agosto, 2016 22:13

    Grande post! Todos, trabalhador e empregado são livres de criar as suas expectativas numa relação tão intensa como o trabalho. Nao há leis que nos valham — pelo contrário –para contrariar a natureza humana nas relações entre pessoas (sejam elas “colectivas” ou não– isso não é o mais relevante nesta angústia do Vitor…)

    Gostar

  11. Filipe Costa permalink
    18 Agosto, 2016 23:50

    Oh Victor, tiveste que despedir alguém? É uma merda, mas por vezes, tem que ser.

    Deve doer, mas é a vida. Boa sorte para o depedido e para sí.

    Gostar

  12. Arlindo da Costa permalink
    19 Agosto, 2016 03:24

    O que é o nosso primeiro ministro António Costa tem a ver com a sua ausência, aliás muito notada, deste blogue?

    Gostar

    • Franscisco Miguel Colaço permalink
      19 Agosto, 2016 07:47

      Seria tão bom poder crer que tinha sido o António Costa o despedido. A descrição confere. O patrão do Costa é tanto o Vítor como eu.

      Gostaria de ter alguém com três dígitos de QI no governo. E que tivesse ganho as eleições. Isso é sonhar muito.

      Liked by 1 person

  13. JCA permalink
    19 Agosto, 2016 12:06

    .
    SE O ALVO É DESPEDIR A DEMOCRACIA,
    .
    .
    -WE SHALL TAX AND TAX, SPEND AND SPEND, AND ELECT AND ELECT
    .
    .
    Concerning the demographic decline and displacement of Western man by peoples of other creeds, cultures, countries, continents and civilizations, there is an ideological clash within the West.
    .
    “We shall tax and tax, spend and spend, and elect and elect.”
    .
    .

    But,
    one would be the party of those who pay the taxes to government, the other the party of those who consume the benefits of government.
    .
    The taxpayers’ party would engage in constant clashes with the party of the tax-consumers.

    .
    .
    Some among our elites are rhapsodic at the change. Worshiping at the altars of diversity and equality, they see acquiescing in the invasion of their own countries as a mark of moral superiority.
    .
    To those who believe diversity — racial, ethnic, religious, cultural — is to be cherished and embraced, resistance to demographic change in the West is seen as a mark of moral retardation.
    .
    Opponents of immigration are hence subjects of abuse — labeled “racists,” “xenophobes,” “fascists,” “Nazis” and other terms of odium in the rich vocabulary of Progressive hatred.
    .
    .
    Ernest Hemingway reminded us of how nations escape quagmires of debt: “The first panacea for a mismanaged nation is inflation of the currency; the second is war. Both bring a temporary prosperity; both bring a permanent ruin. But both are the refuge of political and economic opportunists.”
    .
    .
    “Debauching the currency,” Lenin’s depiction, is the way we will probably destroy the debt monster.
    .
    .
    .
    “We shall tax and tax, spend and spend, and elect and elect.”
    “There never was a democracy yet that did not commit suicide.”
    .

    Liked by 1 person

  14. chipamanine permalink
    19 Agosto, 2016 13:22

    ….que o exército esta cansado!

    Gostar

  15. 19 Agosto, 2016 15:04

    L’assaillant présumé, qui a des antécédents psychiatriques, a été interpellé et placé en garde-à-vue. 😛

    https://www.rt.com/news/356472-france-rabbi-stab-strasbourg/

    Gostar

  16. JCA permalink
    19 Agosto, 2016 15:20

    .
    Recordou-me o Chipamanine. Também foi ‘irmão’ do Xiveve ? Do Primavera ? Do Moulin Rouge ? Etc
    .
    Note, não sou retornado, apenas um torna-viagem do serviço militar obrigatório com passaporte opcional para fugir para Genebra, ou Paris ou ou ou ….
    .
    mas a solidariedade com os da minha geração foi superior ao salazaro-caetanismo que odiava, e por acaso até me perseguiu. Nunca me passou pela cabeça usar o ‘perseguido’ como um livre transito para beneficiar do Esstado como ‘retornado’ ou ‘perseguido pela PIDE/DGS’,
    .
    feitios, quiçá seriedade …. Septuagenário afinal estou igual, ou talvez melhor, do que com ‘passaporte’ de retornado ou perseguido pela PIDE/DGS.
    .
    Note-se que há retornados por exº Salgados&NãoDigo e há retornados de coluna vertebralque re-venceram na vida sem chulices à mesa do orçamento,
    .
    a História e o Inevitavel falarão dentro de muito pouco tempo não movidas por rancores, justiceirismos anteriores, extrermismos, vinganças, egoismos ou odios e num noo transversal do malha partidária. Estamos lá,
    .
    salvo os sonhadores, os fantasistas e os mangas de alpaca-escribas de sebentas que social e politicamente se exorbitaram deixando como prenda a Criação de Riqueza falsa em curso e a Miséria que andan a tentar remendar mas sem abrirem o porta moedas deles que esse é para dar na eia, engordar o vicio;
    .
    sem justiceirismos mesmo sem interessar em ajustes de contas, longe já nem se vai lá; quanto mais pertpo porque essa coisa dos apoios na UE e não sei quantos,
    .
    duram até 1017/2018, nem esses o fazem para Portugal ser um País sustentavel ou sustentado a criar riqueza,
    .
    mas no “check and balances ‘situação/oposição” os da oposição 2016/17 não valem também um fosforo,
    .
    têm corrido a água de doçuras para o mesmo Oceano, não o Atlantico, mas usando politicamente correto, o Oceano Miséria que conflui mar com o Mar Chico Esperto no Estreito Elito-Governar se do Estado ‘Propriedade’ Dos Impostos dos Outros.
    .
    Bora, siga a rusga, siga o baile, ordena o manadador do vira.
    .

    Gostar

  17. JCA permalink
    19 Agosto, 2016 23:22

    .
    Allegatio sine probatione veluti campana sine pistillo est.
    .
    Melius est abundare quam deficere
    .
    Boa disposição. Estamos de férias, ninguém se zanga. Boas férias.
    .

    .

    Gostar

  18. Ricciardi permalink
    20 Agosto, 2016 08:11

    Os governos não tem capacidade de criar empregos no sector privado, mas têm a capacidade de os destruir.
    .
    Veja bem oh Vítor Sousa, vc despede um(a) gajo(a) ou é despedido por alguém, e fica assim nesse estado depressivo. Ppc provocou o despedimento de centenas de milhares de gajos e gajas e anda feliz como um cuco. É ve-lo na primeira fila com cara sorridente. No limite bate com as mãozinhas na mesa porque não gosta que o acusem de falta de patriotismo. Acredito que quando foi despedido pelo povo representado no hemiciclo tenha ficado um bocado deprimido.
    .
    Rb

    Gostar

  19. Vicente permalink
    20 Agosto, 2016 11:05

    Gostei essa dos cornudos!
    Queres festa?
    Então paga aos gaiteiros já que os antónios costas deste país são caloteiros

    Gostar

  20. 20 Agosto, 2016 12:52

    Sim senhor, senhor Vitorcunha.
    Não vale a pena muita conversa. Agora é só esperar que a fruta caia. De podre claro está.

    Isto é assim. Cá é assim.

    O povo português é um povo órfão que foi abandonado por culpa dos “cães”.

    E a gente tarda em livrar-se dos “cães”.

    Veja o caso do Alentejo e arredores(Setúbal). Os “cães”, além de roubarem o património dos alentejanos, quase destruíram a alma alentejana. Destruíram muito do saber dos alentejanos, destruíram a força de trabalho dos alentejanos e continuam a mandar no Alentejo. É obra!
    Portanto, o que fazer?
    Deixar cair de podre o poder dos “cães”. Mantendo, é claro, a reserva de saber e de vontade de trabalhar que ainda subsiste nalguns alentejanos e que alguma vez há-de renascer, crescer e dominar.

    Os mouros invadiram a península ibérica há 1300 anos e dominaram o povo ibérico quase 500 anos. Mas, há sempre um mas, ficou lá ao norte uma pequenina faixa do território, as Astúrias, que os mouros subvalorizaram mas que acabou por ser o fermento que desenvolveu a revolta que havia de acabar com o “reinado” mouro numa terra que não era deles. O nosso Afonso Henriques não expulsou os mouros. Acabou com o seu mando. Foi um Grande Rei!
    Aos portugueses de hoje compete fazer o mesmo.

    Gostar

    • Manuel permalink
      20 Agosto, 2016 13:52

      Voltou a censura? Agora o autor do blogue fala por enigmas e tu escreves sem dar nome ” aos cães”. Que se passa?

      Gostar

    • sam permalink
      20 Agosto, 2016 19:36

      Ó Rosa, isso é maneira de falar dos comunistas? Apodá-los de cães?!…
      Gosto.

      Gostar

  21. JCA permalink
    20 Agosto, 2016 13:26

    .
    Cenários da envolvente macro sobre Portugal:
    .
    .
    =On The Impossibility Of Helicopter Money And Why The Casino Will Crash
    .
    .
    “Namely, that the central banks of the world were about to embark on outright ‘helicopter money’, thereby jolting back to life domestic economies that are sliding into deflation and recession virtually everywhere – from Japan to South Korea, China, Italy, France, England, Brazil, Canada and most places in-between.”
    .
    “After all, the real GDP growth rate during the year ending in June was a miniscule 1.2%. It reflected the weakest 4-quarter rate since the Great Recession.”
    .
    “But these revelers are going to need something stronger than the hope for “helicopter money” to avoid annihilation when the long-running central bank con job finally collapses. Indeed, that denouement lies directly ahead because helicopter money is a bridge too far and valuations are literally perched in the nosebleed section of history.”
    .
    “As a technical matter, helicopter money is exactly the same thing as QE. Nor does the journalistic confusion that it involves “direct” central bank funding of public debt make a bit of difference.”
    .
    http://www.zerohedge.com/news/2016-08-18/impossibility-helicopter-money-and-why-casino-will-crash
    .
    .
    .
    =PURGING RUSSIA FROM MONEY CHANGERS
    .
    CBR can only print money corresponding to its cash in foreign currency, that being the dollar, which is not sufficient for Russia’s purposes. The CBR even has to buy the worthless US treasury bonds for the dollars paid for Russian oil – whereby the dollars are returned to the Federal Reserve Bank.
    .
    CBR is a member of BIS (Bank of International Settlements) which is the central bank of central banks located in Basel, Switzerland
    .
    Russia’s monetary policy has until now been jointly determined by the Fed and the People’s Bank of China (PBC). This means that CBR has never really been in control of neither the ruble nor am independent Russian monetary policy. CBR can only defend against these entities by limiting its foreign exchange reserves, which are finite.
    .
    http://katehon.com/article/purging-russia-evil-rothschild-money-changers
    .

    Gostar

  22. 20 Agosto, 2016 14:23

    Eu não queria desvendar o “mistério” deste post, mas cá vai: VCunha despediu-se do Blasfémias com um “desabafo” subtil enigmático qb e inteligente.

    Gostar

    • 20 Agosto, 2016 14:24

      errata:
      subtil, enigmárico

      Gostar

    • 20 Agosto, 2016 21:40

      Eheheheh! Não, não! É mesmo verdade, ando amargurado com não ter despedido uma pessoa mais cedo.

      Gostar

      • 20 Agosto, 2016 23:58

        Óbvio, estive acima a ironizar.

        Desamargure-se deste modo: despeça-a já e ofereça-lhe uma garrafa de amêndoa amarga, vulgo amarguinha.

        Gostar

      • Maria permalink
        22 Agosto, 2016 23:27

        Eu que sou leitora habitual deste espaço e admiradora do que escreve – mas também dos que o acompanham nos escritos – permita-me que lhe pergunte exactamente a qual deles se refere (dela sinceramente não acredito)? Isto no caso de querer revelar o nome da pessoa em questão. Caso o não queira é compreensível. Basta confirmar se lhe aprouver. Que aliás
        e dedutível.
        Maria

        Gostar

  23. 21 Agosto, 2016 00:02

    Corrigindo a errata (14:24): enigmático.
    (Errata por causa da vírgula)

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: