Skip to content

Tiago Brandão Rodrigues e a confiança no mundo de António Costa

30 Outubro, 2016

António Costa apressou-se a afirmar que mantém a confiança no ministro da educação. Directamente da Colômbia, que é para todo o mundo ouvir no caso de o querer – e que felizmente não quer -, sem qualquer pudor por demonstrar que gere um país de faz-de-conta com petizes que sonham com estetoscópios e três turnos de vinte e quatro horas semanais providenciados pelo Estado, lá balbuciou sobre a miséria do governo como de uma virtude se tratasse. É relevante que o primeiro-ministro mantenha a confiança no ministro da educação: alguém haveria de existir, além do sinistro Nogueira e da sua clientela, que manifestasse confiança no homem. E quem é o homem?

Tiago Brandão Rodrigues descreve-se como um executor de ordens superiores. “[…]Houve sempre uma comunicação muito oleada, muito fértil, com eles todos [Governo, PS e seu grupo parlamentar], para que as medidas não sejam única e exclusivamente do ministro da Educação, mas para que sejam medidas que o ministro põe em prática, com base nas decisões tomadas e que foram inscritas no Programa de Governo” (Visão, 4 de Setembro de 2016). “Rigoroso, exigente, convicto do que diz e do que pensa, focado”, é considerado por quem o conhece como possuidor de “um ego gigantesco” e uma “arrogância” criticável. (Observador, 19 de Maio de 2016). Com afirmações de pleno vácuo – “os sindicatos, naturalmente, fazem parte da solução e não do problema” (Visão, 4 de Setembro de 2016) – e outras de pleno terror – “[…] logo na primeira semana, fui a um comício do Guterres nas escadas monumentais, com a música do Vangelis. Cavaco estava a sair e senti que houve uma lufada de ar fresco” (i, 14 de Setembro de 2015), o alvo da confiança de Costa no estrangeiro é um indivíduo que acha bem que se emigre (no caso dele) – “Acabei por ir basicamente por opção. As coisas correram bem em Madrid. Gostava de estar lá. Estive também nos EUA, em Dallas. Sempre tive muitas inquietações relativamente a ir, a vivenciar outras culturas e sorver o que tinham para me dar, pelo que me fui deixando estar”. (i, 14 de Setembro de 2015) – mas que acha muito mal quando são os outros a emigrar – “É desesperante ver como muitos dos pilares da nossa sociedade, principalmente nos últimos dois, três anos, foram decepados e muitos deles estão moribundos. Alguns dos nichos de actividade da sociedade portuguesa estão moribundos, o que fez com que houvesse outra vez uma emigração massiva de quadros qualificados. E aqui entramos na questão da confiança. São pessoas com uma massa crítica enorme. Isto é muito fácil de entender. Se temos 100 pessoas de alturas diferentes e eliminarmos os mais altos, a média baixa. Na massa crítica e no conhecimento técnico e académico, acontece exactamente a mesma coisa. Se os mais qualificados zarparem, os que ficam são pessoas com qualidade, mas a nossa média de capacidade técnica claramente vai baixar. E isso está a acontecer. E quem zarpa vai com algum grau de desespero, falta de confiança total no país, com um grau de desilusão muito alicerçado e com uma auto-estima muito baixa que, curiosamente, na maior dos casos volta a receber um aumento quando chegam aos sítios de acolhimento”. (i, 14 de Setembro de 2015).

Se António Costa mantém a confiança num indivíduo que, de acordo com as próprias palavras, mantém no ministério os mais baixos, deixando cair os mais altos, isso diz mais sobre Costa do que sobre Brandão Rodrigues. O ministro “rigoroso” (Observador, 19 de Maio de 2016) que eliminou os exames em prol de “valorizar as competências transversais, o papel das artes, o papel do desporto” (comissão da educação, ciência e cultura, 13 de Janeiro de 2016) é uma sinédoque para isto tudo: mais um palerma sem noção da sua função de carrasco.

Anúncios
11 comentários leave one →
  1. 30 Outubro, 2016 09:19

    O gajo da “educação” é mesmo mais um palerma. O pior é que o palerma principal é o porcalhão preto e obeso.

    Gostar

  2. licas permalink
    30 Outubro, 2016 10:00

    Da Esquerda

    A má sendo a Polícia
    Mais os Juízes tarados
    Ficará uma delícia
    Para todos implicados:
    Combater a corrupção
    Fica fora de opção.

    No Brasil o Lava-Jato,
    Como cá o Marquês,
    Tudo dinheiro putrefacto
    Desse Mundo Português:
    Andam a culpar a Lei
    Isto é tudo o que sei.

    É a Direita raivosa!
    Ardil sempre manifesto
    Dessa gentinha manhosa
    Em clamoroso protesto
    Vão virando o bico ao prego
    Felizmente não sou cego. . .

    licas fecit

    Gostar

  3. Rão Arques permalink
    30 Outubro, 2016 10:14

    Dramático será se Costa mantiver a confiança nele próprio até que alguém lha tire.

    Gostar

  4. Juromenha permalink
    30 Outubro, 2016 10:57

    Uma tropa fandanga abaixo de cão.
    Com o beneplácito do “compère” de Belém…

    Gostar

  5. licas permalink
    30 Outubro, 2016 11:16

    A lei

    Rangel, dou-te razão, pá
    A Lei é um empecilho
    Boa chatice, olá:
    Não é boa para o “milho”
    Só serve para atrasar,
    Uma coisa a arrasar.

    Cerceia-me a liberdade,
    Atrapalha os negócios,
    Até chega à maldade
    De escutar os nossos sócios:
    A tal que isto chegou
    Eu adversário sou.

    Saís-te um Juiz e tal
    Mas só no Carnaval

    licas fecit

    Gostar

  6. 30 Outubro, 2016 15:37

    Excelente retrato do palerma.

    Gostar

  7. Juromenha permalink
    30 Outubro, 2016 16:02

    Este tipo é uma espécie de raquel varela com barba…

    Liked by 1 person

  8. Arlindo da Costa permalink
    30 Outubro, 2016 22:24

    É risível estas telenovelas sobre os putativos não-licenciados.
    Não tendes outro assunto para começar energicamente uma nova semana de trabalho?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: