Skip to content

Partam isso tudo, pela democracia

11 Novembro, 2016

Há violência nos Estados Unidos. Desta vez não são nazis, ultra-liberais, a extrema-direita, o Tea Party, os misóginos, os homofóbicos, os anti-aborto, os conservadores, os fanáticos por armas, os fascistas, os homens brancos sem instrução, os católicos, os apostólicos, os baptistas, os austeritários, os racistas, os Amish, os judeus, os capitalistas, os porcos. Desta vez são os democratas que não aceitam os resultados eleitorais, os seres superiores. Portanto, é violência boa, da que nos salva e expugna os nossos pecados.

Partam tudo. Tudo. Rebentem com essas montras, caixotes do lixo, candeeiros, carros, tudo para o nosso bem. Batam em brancos não instruídos. É que pessoas de Bem é outra classe.

Anúncios
59 comentários leave one →
  1. João Lopes permalink
    11 Novembro, 2016 10:51

    Muito bem, mais uma vez muito bem. Soma e segue. As verdades doem a esta corja que insiste em fazer nos crer que o mundo é como eles querem e determinam!

    Liked by 3 people

  2. 11 Novembro, 2016 11:06

    O futuro vai ser radiante com esta gente(muitos deles estão nas ruas das cidades americanas a vandalizar e a contestar uma eleição livre)diz o Francisco Viegas http://www.cmjornal.pt/opiniao/colunistas/francisco-jose-viegas/detalhe/20161110_2349_blog

    Gostar

  3. Baptista da Silva permalink
    11 Novembro, 2016 11:07

    Eles têm razão, a Hilária teve mais 200 mil votos, até já falam em alterar a lei eleitoral, são supra-sumos da inteligência, os bons da fita, se o resultado não agrada parte-se para a guerra civil.

    Gostar

  4. 11 Novembro, 2016 11:27

    Gostar

  5. 11 Novembro, 2016 11:29

    Até já andam a marcar as casas dos eleitores do Trump, escrevendo que mereciam ser assassinados.

    Gostar

  6. José Barata permalink
    11 Novembro, 2016 11:29

    Convém relatar, também, as situações de racismo e intolerância de apoiantes de Trump, que estão a acontecer um pouco por todos os EUA e documentados em vídeos e fotos, em campus universitários, bombas de gasolina, transportes públicos, etc. Falar só num lado das situações erradas é o primeiro passo das ditaduras.

    Gostar

  7. José Barata permalink
    11 Novembro, 2016 11:31

    Gostar

  8. antónio permalink
    11 Novembro, 2016 11:31

    O tempo e a história seguem o seu curso e um pouco por todo o mundo têm mostrado a todos nós quem são e ao que vêm os esquerdistas. Basta estar quieto e simplesmente observar. Por cá usurparam um governo através de um ardil de tipo ditadura das minorias enquadrado numa legalidade constitucional mas de andrajoso enquadramento moral. Chamaram a isso de azia. Foram contudo tolerados sem nenhum episódio de violência . Nos EUA os esquerdistas levaram na tarraqueta em eleições livres e o seu comportamento facínora está bem à vista quer em palavras quer em actos de violência. A comunicação social apesar da chapada de luva branca que levou continua putrefacta pois já se encontra metastizada.

    Liked by 3 people

    • 11 Novembro, 2016 12:04

      Por acaso o que aconteceu lá e o que aconteceu cá foi bastante parecido: um candidato que ganhou no voto popular mas foi “derrotado” na secretaria da respectiva lei eleitoral.

      Agora os manifestantes andarem a perseguir os apoiantes do Trump é que já é parvo! Se querem culpar alguém, culpem os mais de 9 milhões de eleitores que votaram no Obama em 2012 mas que preferiram ficar em casa do que votar numa mulher branca nestas eleições.

      Gostar

      • antónio permalink
        11 Novembro, 2016 12:30

        Não é comparável o que aconteceu lá com o que aconteceu cá. Só por brincadeira poderá estar a fazer uma afirmação desse tipo.

        Liked by 1 person

      • 11 Novembro, 2016 14:31

        Vai-se a ver e preferiram não votar naquela pessoa, que por acaso é mulher e não homem e branca e não preta.

        Também posso concluir que os eleitores preferiam um perneta à Clinton, já que esta tem pernas e foi rejeitará.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        11 Novembro, 2016 15:06

        “Por acaso o que aconteceu lá e o que aconteceu cá foi bastante parecido: um candidato que ganhou no voto popular mas foi “derrotado” na secretaria da respectiva lei eleitoral.”

        Asneira. Ninguém sabe qual o resultado do voto total se a campanha nos EUA fosse para ter o máximo total de votos.

        Os candidatos competiram para o sistema eleitoral de uma federação de estados.

        Liked by 1 person

      • 11 Novembro, 2016 15:24

        Concordo plenamente vitorcunha, o fato da esmagadora maioria dos 9 milhões de abstencionistas em relação à eleição de 2012 serem eleitores hispânicos e negros não passa de uma mera coincidência.

        Gostar

      • 11 Novembro, 2016 16:08

        Hispânicos e negros deviam ser obrigados a votar sob pena de o deixar aborrecido.

        Liked by 1 person

      • 11 Novembro, 2016 18:18

        Interpretou-me mal, eu não estou minimamente aborrecido com nada disto até porque tanto o Trump como a Hillary estão posicionados mais à direita no espectro político do que qualquer político cá do burgo logo eu daria graças aos céus por qualquer um deles ser nosso PM.

        Eu estou somente a comentar estas curiosas coincidências demográficas que aconteceram nas eleições de 2008 e 2012 e estas que agora tivemos.

        Gostar

      • 11 Novembro, 2016 18:43

        Eu percebi. Acho é que é um erro a análise demográfica de resultados quando o que é relevante é escolher a demografia que se quer usar. Se há alguma coisa a tirar disso é que a Hillary não apelou a esse eleitorado e/ou perceberam a fraude que foi Obama.

        Gostar

      • 11 Novembro, 2016 18:40

        Este papaxuxas anda a papar merda (man you have it all wrong)

        Gostar

    • Cfe permalink
      11 Novembro, 2016 14:29

      Incomparável. O sistema lá instituído em lei é esse e todos sabiam as regras. Em Portugal foi a primeira vez que o partido que ficou em primeiro lugar não foi chamado a governar. É legal? Sim. Mas não era expectável pela tradição e pela ausência de aviso por parte do PS, principal partido de poder.

      Liked by 2 people

      • 11 Novembro, 2016 15:30

        Como assim incomparável? Tanto quanto sei, nos EUA, esta foi apenas a segunda vez que o candidato mais votado não ganhou as eleições, cá foi a primeira vez que isso aconteceu, mas é a lei em ambos os países.

        Quanto à falta de aviso: culpe os merdia que deixam os esquerdalhos safarem-se com tudo.

        Gostar

      • Toni Manager permalink
        11 Novembro, 2016 16:11

        Errado, esta é a 4ª vez que o candidato mais votado nao ganha.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        11 Novembro, 2016 16:21

        5 vezes, que tal fazer uma pesquisa?

        Liked by 1 person

      • 11 Novembro, 2016 18:27

        Estou corrigido, esta é a 5ª vez que acontece. Aconteceu em 2000 e antes disso em 1888, 1876 e 1824. 5 vezes em 227 anos não torna a coisa particularmente comum.

        Gostar

      • 11 Novembro, 2016 18:42

        cripto este papaxupas ?

        Gostar

      • carlos alberto ilharco permalink
        11 Novembro, 2016 21:52

        É impressionante como ainda hoje se dá este erro.
        As eleições (cá) foram para a AR.
        Com é de norma o PR convidou o líder do partido mais votado a formar governo.
        Formou-o e foi chumbado na AR.
        Em seguida formou-se um conjunto baseado na AR que passou na votação da mesma e que portanto é o actual Governo.
        Se soubesse desenhar fazia um boneco, mesmo assim acho que dá para perceber.

        Gostar

      • 12 Novembro, 2016 13:28

        Demonstrando que o regime semi-parlamentar é uma espécie de favela, mas em perigoso.

        Gostar

  9. Anónimo permalink
    11 Novembro, 2016 11:57

    Estes manifestantes são grupos da geração “flocos-de-neve” “generation snowflakes” (wiki). Pessoal com a cabeça bem lavadinha, tal como os professores que os tutelam.

    E consta que manipulados pelo excelente filantropo o Sr. Soros de boa memória quando conveceu a D. Merckel a aceitar kilos de “refugiados” islâmicos para trabalharem(!) a preços módicos. A Dona, essa, até já se arrempendeu, publicamente, e vai arrempender-se ainda mais. Perguntem ao Erdogan.

    Liked by 1 person

  10. LTR permalink
    11 Novembro, 2016 12:11

    Tal como a presunção de inocência, que volta daqui a dias quando sócrates reaparecer. Até lá, batem no Pedro Dias sem presunção alguma, todos besuntados de merda.

    Gostar

    • oscar maximo permalink
      12 Novembro, 2016 08:19

      Então o juiz que põe em preventiva presume culpado e os outros são obrigados a presumir inocente ? A cabeça de cada um presume o que quiser, ainda que o corpo ou a boca sejam obrigados a certa contenção.

      Gostar

  11. 11 Novembro, 2016 12:39

    E os radicais, perigosos, eram os apoiantes do Trump? Ainda bem que ele ganhou.

    Gostar

  12. Abre-latas permalink
    11 Novembro, 2016 12:48

    O erro foi fazer eleições até porque já se sabia quem ia ganhar.

    Liked by 1 person

  13. 11 Novembro, 2016 12:59

    A superioridade moral da esquerda.

    Gostar

  14. Manuel permalink
    11 Novembro, 2016 13:29

    E que tal repetir as eleições? No Reino Unido parece que as vão repetir.

    Gostar

    • 11 Novembro, 2016 14:05

      Vão repeti-las em 2020. Fazem isso a cada 4 anos: repetem-nas.

      Gostar

    • Cfe permalink
      11 Novembro, 2016 14:31

      Repetir até quando ? Até chegar ao resultado “certo” ?

      Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      11 Novembro, 2016 21:54

      Ninguém vai repetir eleições nenhumas.
      O que está em causa é que o Parlamento acha que deve ter uma palavra sobre o referendo.
      Sabe que eles já tem democracia um bocadinho antes da nossa e por lá essa palavra é muito respeitada.

      Gostar

  15. 11 Novembro, 2016 14:00

    Estes manifestantes “democratas” são os mesmo que se indignaram por o Trump admitir não aceitar os resultados das eleições?

    Liked by 3 people

  16. Emparedado permalink
    11 Novembro, 2016 14:05

    Partam e ladrem à vontade…
    O tio Donald está achegar para vos dar o arroz!

    Gostar

  17. Thief permalink
    11 Novembro, 2016 14:29

    Dêem uma chance ao entertainer, se o show se vier a demonstrar uma miséria podem sempre fazer como no Brasil, “impicham” o tio Donald. Até lá o espectáculo deve continuar.

    Gostar

  18. lucklucky permalink
    11 Novembro, 2016 14:46

    Jornalista do The Guardian e do The Telegraph quer Trump assassinado:

    http://order-order.com/2016/11/11/guardian-journalist-tweet-presidential-assassination-call-deletes-account/

    Gostar

  19. 11 Novembro, 2016 15:41

    Gostar

  20. 11 Novembro, 2016 16:49

    PQP

    Gostar

  21. 11 Novembro, 2016 18:47

    Gostar

  22. 11 Novembro, 2016 18:50

    papa esta Oh papaxupas 😛

    Gostar

  23. A.R permalink
    11 Novembro, 2016 20:04

    Mas Vítor não sabia que todas estas manifestações decorriam pacificamente e só depois degeneraram em violência?

    Gostar

    • 11 Novembro, 2016 20:36

      Provavelmente porque foram provocados. Pelo sistema, ou algo assim.

      Gostar

      • A.R permalink
        11 Novembro, 2016 21:39

        Foram os infiltrados …. os manifestantes eram pessoas educadas e limpinhas.

        Gostar

  24. carlos alberto ilharco permalink
    11 Novembro, 2016 21:55

    O mail estava incorrecto e talvez por isso não tenham saído comentários.

    Gostar

    • 12 Novembro, 2016 13:29

      Quando isso acontece tem que esperar, eu aprovo (quase) tudo na mesma, com excepção de comentários sobre a minha mãe, que ela não lê isto.

      Gostar

  25. 11 Novembro, 2016 23:42

    Têm mesmo a certeza que a Hilária ganhou no voto popular?

    Gostar

  26. Deutschland uber Alles permalink
    12 Novembro, 2016 01:42

    Estou a ver-te, ó facho cunha, na década de 30, depois do Adolfo ter ganhado democraticamente (ui!) as eleições na Alemanha, a marchar em “passo de ganso”, e a cantarorar “até agora, vai tudo bem!”

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: