Skip to content

Institucionalizar flocos de neve

3 Fevereiro, 2017

While we have made clear our belief that the inflaming rhetoric and provocations of Mr. Yiannopoulos were in marked opposition to the basic values of the university, we respected his right to come to campus and speak once he was invited to do so by a legitimate student group. Public Affairs, UC Berkeley

Lindo! A universidade tem valores básicos que são postos em causa pela opinião de pessoas. A opinião de pessoas ofende os valores básicos da universidade. Na universidade há opiniões que constituem o valor básico da instituição. Sim, estou a repetir-me. Sim, é ridículo. Sim, florzinhas de cheiro, seus flocos de neve, nem o vosso Voltaire percebeis: julga o homem pelo que pergunta, não pelo que responde.

Anúncios
40 comentários leave one →
  1. 3 Fevereiro, 2017 10:55

    A Universidade de Berkeley na Califórnia é aquele sítio onde os novos fascistas (que se dizem anti-fascistas tal como Winston Churchill previu) atacam e cerceiam a liberdade dos que pensam diferente deles.
    Estes novos fascistas (auto-denominados de anti-fascistas) causaram distúrbios bem violentos na UC Berkeley mas nada foi noticiado no mainstream tuga.

    Podem ver alguma informação sobre isso nestes links: http://totalitarismouniversalista.blogspot.pt/2017/02/antifas-expulsam-violentamente.html

    http://totalitarismouniversalista.blogspot.pt/2017/02/paul-joseph-watson-verdade-sobre-os.html

    http://totalitarismouniversalista.blogspot.pt/2017/02/lauren-southern-e-stefan-molyneux-sobre.html

    Liked by 1 person

  2. Pedro permalink
    3 Fevereiro, 2017 11:28

    “julga o homem pelo que pergunta, não pelo que responde.”
    Isso é parvo, seja dito pelo Voltaire, seja pelo Vitor Cunha. Todos julgamos as pessoas pelo que dizem e fazem.
    O tal yannopoluos fez esta pérola https://privilegegrant.com/. A florzinha agora queixa-se que protestam contra ele e que não é bem recebido onde quer falar? Tadinho… mas o amigo Trump já veio ameaçar que corta os fundos à universidade, pronto. Tá bem assim, Vitor?
    O gajo tem todo o direito constitucional a ser imbecil, mas a universidade não é exatamente um blog ou um palanque no parque. A universidade, qualquer uma e em qualquer lado, tem dirigentes e autoriza quem quer.

    Gostar

    • 3 Fevereiro, 2017 11:32

      Discurso de snow flake. Pedro, acredito que essa pose de miúdo especial que vai longe tenha funcionado com o fraco professor de filosofia do 10º ano. Tente tirar as palas no 11º.

      Liked by 2 people

      • Pedro permalink
        3 Fevereiro, 2017 11:56

        Discurso de snow flake.? ui ui, que ousado que é o Vitor, um autêntico Steven Seagal da bloga.

        Gostar

    • 3 Fevereiro, 2017 11:50

      Já agora, resolva lá o problema de identidade e decida se quer ser conhecido por “Pedro”, “R. Sousa”, “rififi”, “Renato”, “Pimpampum”, “caramelo”, “Scriabin”, “Rocky”, “Ricardo”, “Pois É”, “Tiroliro”, “Afonso de Albuquerque”, “dentinhos de leite”, “Diz lá outra vez?”, “Adérito” e outros.

      Eles lá no partido não pagam a cirurgia de reatribuição de carácter?

      Liked by 2 people

      • Pedro permalink
        3 Fevereiro, 2017 11:55

        Vitor, tem aí erros na minha ficha.

        Gostar

      • ABC permalink
        3 Fevereiro, 2017 13:17

        Já tinha topado o rififi. Assim temos mais uma multidão de 1.
        Há meses postei isto aqui.

        “No blogue Blasfémias existe por estes dias um Rififi (nickname) que comenta os posts aos artigos. Não os artigos, os posts. É importante perceber a diferença – quem comenta os artigos tem uma opinião sobre o tema, quem comenta os posts expressa opinião sobre as opiniões. O rififi geralmente é do contra, e o tipo de argumentação dá a entender que sim, que até acredita mais ou menos no que escreve, mas está ali por obrigação.

        Faz parte dum problema mais vasto, os moderadores de blogues que optam por gravar os IPs sabem que por vezes há dezenas de nicknames que vêm do mesmo computador – e já aconteceu ser um computador dum ministério a horas estranhas.
        Actualmente há muito disso nas redes sociais. Foi um método pioneiro, na política nacional, do Primeiro-Ministro socialista José Sócrates, que pagava mesmo blogues inteiros para dizerem bem dele e mal dos outros. Noutras esferas, o BES pagava a ministros e jornalistas para esconderem o que se passava no Banco – infelizmente, e porque a lista dos corruptos (que existe) só pode ser publicada por jornalistas e com alto aval dos políticos (presumivelmente os que estão na lista), nunca deve ser publicada.
        Os rififis fazem parte duma nova censura.

        Os rififis têm um método simples e eficaz de censurar; entram numa discussão até aí civilizada e produtiva, e postam um insulto genérico sobre um comentário ou sobre o autor do comentário. Se não resultar despejam mais uma pázada deles, mais específicos e agressivos. Às tantas os insultados estão a contra-atacar acusações obscenas e a discussão proveitosa descamba e termina. Mais ou menos como nos talk-shows com políticos, onde o representante da esquerda interrompe toda a gente com inanidades e exige que o deixem falar quando é a vez dele. O espectáculo termina com todos os outros a discutirem a falta de boas maneiras, e não se fala mais da CGD até ao final do programa, que é o objectivo.

        Vale a pena argumentar isto com os rififis? Não. Os rififis fazem parte do sistema que nos explora. Os rififis não são pagos para discutir factos, são pagos para discutir, ponto.”

        Liked by 1 person

      • 3 Fevereiro, 2017 13:32

        Os IPs de todos os comentários são sempre registados. É um dos motivos pelo qual pessoas passaram a preferir ceder essa informação a grandes corporações como o Facebook do que a pequenos donos de blogs.

        Liked by 1 person

    • lucklucky permalink
      3 Fevereiro, 2017 12:03

      “A universidade, qualquer uma e em qualquer lado, tem dirigentes e autoriza quem quer.”

      Não tem esse direito quando a Universidade vive de fundos do Estado.
      Só se fosse privada sem fundos do Estado.
      Se tem fundos publicos tem de ser neutral.

      Mas isso claro para si não interessa o, o dinheiro do Estado é seu.

      Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        3 Fevereiro, 2017 12:06

        Se calhar, até o luckyluky lá pode ir discursar. Boa tarde, eu pago impostos, venho falar ali no auditório. Pensando bem, essa ideia até é gira.

        Gostar

      • 3 Fevereiro, 2017 12:10

        O Pedro ofende-me. Quero um safe space sem Pedros que também são Renatos. Vou passar a moderar o rapaz. Ele não se importa – o blog até é privado.

        Liked by 2 people

      • lucklucky permalink
        3 Fevereiro, 2017 14:15

        Nas Universidades controladas e dominadas pela violencia de Esquerda mas pagas por todos pelos vistos não é possível.

        Liked by 2 people

    • Pequeno Pónei permalink
      3 Fevereiro, 2017 12:04

      Pedro,

      Há bolsas para homens negros, hispânicos, asiáticos e afins, para mulheres brancas, amarelas e às pintas, para mutantes dos X men, estudantes do país X, Y, Z e W que são, em grande parte, financiadas por privados que decidem investir o seu dinheiro no acesso à educação desses grupos, o Yannopolous pode fazer o mesmo com um grupo que ele considera que está a ser deixado para trás ou por um grupo que ele quer proteger. O dinheiro é dele, faz o que quiser com ele, desde que não ande a usá-lo para fins criminosos. Ou não pode só porque os destinatários são homens brancos e isso incomoda as “felorzinhas” e parece mal?

      Qual é a diferença entre um miúdo branco hetero e bom aluno que não tem dinheiro para ir para a Universidade e um miúdo de uma qualquer minoria étnica e já agora LGBTIQHDF SKFIWUCR e bom aluno que não tem dinheiro para a ir para a Universidade? Nenhuma.

      Não concordo com muitas das inconsequências que o Yannopoulos diz (acho que ele nem se leva muito a sério), mas a urticária que provoca nas florzinhas é do melhor. Pena que não as acorde do coma mental em que vivem… Mas ao menos já se começa a perceber a veia violenta e totalitária da bolhinha pseudoliberal: o que fizeram em Berkeley foi puro vandalismo cobardola. São iguaizinhos aos Trumps desta vida…

      Liked by 2 people

      • Pedro permalink
        3 Fevereiro, 2017 12:15

        Mas eu já disse que o tipo tem o direito constitucional e até o direito natural conferido por Nosso Senhor para ser imbecil. Claro que faz o que quiser com o dinheiro dele. Há gajos que fumam ganzas com uma nota enrolada. Eu acho muito divertida esta moda do politicamente incorreto, a sério, ganda maluco, man e tal. Eu, não sou tão divertido. Se fosse um gajo do KKK à minha universidade discursar, por exemplo, ia lá boicotar tanto que o tipo acabava por se ir embora. Pá, paciência.

        Gostar

      • 3 Fevereiro, 2017 12:18

        Não ia nada, mariquinhas. Iria ficar com uma constipação aflitiva nesse dia para justificar ficar em casa a bater uma.

        Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        3 Fevereiro, 2017 12:23

        Vitor, deixe lá de comentar tudo o que eu digo, que obsessão.

        Gostar

      • 3 Fevereiro, 2017 12:41

        Hummm… Isto é mais grave do que parece. Chama-se zona de comentários e você chegou cá… bem… comentar o que eu escrevi. Que obsessão? Doido.

        Liked by 1 person

      • Pequeno Pónei permalink
        3 Fevereiro, 2017 12:40

        O meu ponto é que – neste momento – acho o senhor do KKK socialmente menos perigoso que as florzinhas vândalas de Berkeley e afins: tudo para elas é um drama, tudo é agressão, tudo é ofensa, tudo parece ter o intuito de os agredir, todos se devem calar e submeter ao sacrossanto direito das florzinhas a não serem incomodadas e desinstalada da sua bolhinha. São vítimas de tudo e mais alguma coisa…

        São as criancinhas tiranas que não levaram os tabefes necessários na altura certa a chegar à idade adulta (à biológica, pq emocional e mental parecem continuar a ter 4 anos e a fazer birrinha).

        É bom que o “politicamente incorrecto” seja mais do que uma moda inconsequente representada por personagens com o Yannopolous (se bem que tenha adorado o conceito do dangerous faggot tour…)… e que se encontre uma forma moderada mas muito firme de fazer frente a estas bestinhas totalitárias in the making.

        Liked by 2 people

      • 3 Fevereiro, 2017 12:56

        A forma moderada só pode aparecer depois da destruição emocional destes calhaus. Quando os extremos chegam ao mainstream só são combatidos com extremos opostos que também chegam ao mainstream. Em Portugal vejo pouquíssimas pessoas a compreender Trump, incluindo pessoas que até o apoiam.

        Pessoalmente, acredito que só causando náusea ao homem indiferente é que se chega a algum lugar mais moderado.

        Liked by 4 people

      • 3 Fevereiro, 2017 13:30

        É mesmo isso, Vitor.
        Estou de acordo.

        Gostar

      • Pequeno Pónei permalink
        3 Fevereiro, 2017 14:29

        A única forma que me ocorre de os destruir emocionalmente é obrigá-los a trabalhar no duro e com gente que não se deslumbre com eles e os despeça ao primeiro gemido. Ou mandá-los para a tropa.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        3 Fevereiro, 2017 14:59

        “Se fosse um gajo do KKK à minha universidade discursar, por exemplo, ia lá boicotar tanto que o tipo acabava por se ir embora. Pá, paciência.”

        Ou seja escolhes a violencia, logo não admires se a tiveres de volta com juros.

        Liked by 2 people

    • Rafael Ortega permalink
      3 Fevereiro, 2017 14:38

      “A universidade, qualquer uma e em qualquer lado, tem dirigentes e autoriza quem quer.”

      E autorizou-o-o. E estava marcada a palestra. E os snowflakes fizeram um motim.

      Liked by 1 person

    • Rui permalink
      3 Fevereiro, 2017 21:55

      Eu por acaso até tenho curiosidade de ouvir o que os senhores do KKK têm para dizer. Posso não concordar mas só se os ouvir é que posso formar a minha opinião corretamente.
      Não é a chamar racista, machista, misógino ou xenófobo às pessoas com quem não concordamos que a sociedade vai evoluir. até porque não há muitos anos atrás a forma de descredibilizar alguém era insinuar que não eram heterossexuais.
      Nos EUA existe uma emenda que protege o discurso independentemente do seu teor. Quanto ao protesto aos “oradores” penso que também existem disposições legais que o permitem. Mas uma coisa é protestar pacificamente e outra muito diferente é fazer uso da violência para silenciar alguém.
      Acho que é perigoso defender este tipo de soluções e confundir as palavras com os atos.
      Foi a liberdade de expressão que permitiu que muitas das minorias conseguissem os seus direitos e acho que negar este direito aos oradores com que não concordamos é um retrocesso civilizacional enorme.
      Espero que próximos episódios de violência política sejam efetivamente sancionados com detenções, prisões e penas.

      Liked by 1 person

  3. 3 Fevereiro, 2017 12:05

    O execrável vicio do politicamente correcto

    Gostar

  4. lucklucky permalink
    3 Fevereiro, 2017 12:08

    E não são snow flakes como o título escreve, é a construção de poder censório e violento pela estratégia da vitimização.

    Os meninos Marxistas dizem-se vítimas para assim construirem legitimidade para poderem usar censura e violência.

    Liked by 3 people

    • 3 Fevereiro, 2017 14:10

      Exacto|

      Gostar

      • 3 Fevereiro, 2017 18:39

        Zazie, não consigo escrever no Insurgente. Será que fui bloqueado pela Teletubbie Roxo?

        Liked by 1 person

      • 3 Fevereiro, 2017 18:50

        ahahahahah

        Eu já fui várias vezes. Não faço ideia. Tente login com o mesmo mail que usou quando podia.

        Gostar

      • 3 Fevereiro, 2017 18:51

        Eu chorei a rir com a teletubbie. Igualzinha, até a carteira

        “:O))))))))))

        Gostar

      • 3 Fevereiro, 2017 19:15

        LOL, é mesmo. Só que o Teletubbie tem um QI mais alto que a patetinha-de direitinha-copo-de-leite. Gente sem noção… RIDÍCULAS.

        Gostar

      • 3 Fevereiro, 2017 19:39

        Rasputine cuidado, olhe que para além de já ter sido lá bloqueado por esses betinhos “insurgentes”. Já fui censurado também aqui neste, por um beto “blasfemo”, porque num post em que se pôs a defender a honra ferida de tal tola, ousei a compara-la à outra tola Raquel Varela.

        Gostar

      • 3 Fevereiro, 2017 20:03

        mg, não me preocupo, não preciso disto para viver, ao contrário dessas tolinhas. O Sócrates vai processar o Estado! LOL, será que ainda tem amigos para lhe emprestar o cacau para a acção judicial? ó pra mim a desligar o som da televisão: não tenho pachorra para ouvir a voz aflautada deste pinóquio.

        Gostar

  5. Arlindo da Costa permalink
    3 Fevereiro, 2017 16:53

    Esse Sr, Yannoupollos não é um grande paneleiro?

    Liked by 1 person

  6. 3 Fevereiro, 2017 17:42

    São apenas os últimos guinchos dos porquitos, alimentados e a mando dos Porcos em desespero, porque se aperceberam que perderam o controle de todos os outros animais da quinta. E brevemente irão fazer parte da vitrina de salsicharia e fumados.

    Liked by 1 person

  7. Arlindo da Costa permalink
    3 Fevereiro, 2017 19:31

    O pessoal da Universidade Berkeley – rapazes e raparigas saudáveis (e heterossexuais) – não podiam gramar as teorias ridículas desse greco-americano pederasta!

    Berkeley fica no Estado da Carnafication…não sei se sabiam.

    Gostar

  8. Jorge Libertário permalink
    3 Fevereiro, 2017 22:29

    O Milho agradece, pois o livro dele Dangerous, aumentou as vendas em 3 mil %. Estes floquinhos de neve fascistas não percebem que a cada protesto violento dão um tiro no próprio pé.

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: