Skip to content

Chiça, é que são mesmo

28 Fevereiro, 2017

O fadista João Braga disse uma coisa irritante. É irritante porque é quase verdade: Agora basta ser-se preto ou gay para ganhar Oscares. Na realidade, o uso de ou estraga a declaração. Para ser verdadeiramente correcta, seria necessário escrever que basta ser preto e gay para ganhar Oscars.

“Toda a gente” — leia-se brancos e heterossexuais xoninhas apoiantes da Geringonça — já reagiu com a indignação da praxe. O fadista também já reagiu, agora com uma verdade que dispensa correcção: CHIÇA, QUE OS HERDEIROS DE ESTALINE SÃO MESMO AVESSOS À LIBERDADE DE EXPRESSÃO!

Pois são. E também são mariquinhas, diga-se, em abono da verdade.

Advertisements
35 comentários leave one →
  1. 28 Fevereiro, 2017 14:14

    eehhehe

    Boa. Se isto não é efeito Trump, então não sei. Há uns meses atrás duvido que houvesse tanta gente com coragem para dizer publicamente estas verdades

    Gostar

  2. piscoiso permalink
    28 Fevereiro, 2017 14:15

    Julgo que os Óscares são ganhos pela qualidade artística, sem discriminação de raça, sexo ou religião. Até houve um muçulmano, vejam lá. O Mahershala Ali como melhor actor secundário. Discretamente como secundário.

    Gostar

  3. adelinoferreira45 permalink
    28 Fevereiro, 2017 15:37

    Esqueceram – se da zazi. Para o ano há +

    exp

    Gostar

  4. 28 Fevereiro, 2017 15:41

    Esqueceram-se da zazi.

    exp

    Gostar

  5. 28 Fevereiro, 2017 15:56

    João Braga dos velhos tempos. Um senhor. Muito bem.

    Liked by 1 person

  6. 28 Fevereiro, 2017 16:14

    Cunha, és um desperdício de espaço. Um dia resolveremos os teus problemas no Campo Pequeno.

    Gostar

  7. SerdoContra permalink
    28 Fevereiro, 2017 16:29

    Não é por nada mas a liberdade de expressão para publicar “Agora basta ser-se preto ou gay para ganhar Oscares…” é a mesma dos outros para o criticarem… é uma das coisas chatas sobre a liberdade de expressão…

    Gostar

    • 28 Fevereiro, 2017 16:31

      Andam há 43 anos a confundir estas tretas todas.

      Liked by 2 people

    • 28 Fevereiro, 2017 18:41

      É verdade. E o Braga também tem o direito de criticar quem o criticou.
      E criticou com brilhantismo porque identificou correctamente os seus criticos: herdeiros de Estaline.
      Nos “bons tempos” a resposta dos herdeiros seria mandá-lo para o Gulag.

      Liked by 1 person

    • 1 Março, 2017 00:14

      SerdoContra: o problema é que aqueles que têm liberdade de expressão para criticar o João Braga não querem que ele tenha liberdade de expressão.

      Liked by 1 person

  8. Rafael Ortega permalink
    28 Fevereiro, 2017 17:05

    Há um ano ou dois, quando não houve actores negros nomeados para melhor coiso e tal, a choradeira que foi… Era o racismo e não sei o quê.

    Agora que houve actores negros nomeados e a ganhar, os amaricanos deixaram de ser racistas. Ele há coisas do camandro.

    Gostar

    • 28 Fevereiro, 2017 23:46

      Rafael, a choradeira foi em 2016, ou seja, há 1 ano apenas.
      Agora houve actores negros a ganhar porque trocaram o envelope depois do último minuto, já os brancos do La La La discursavam…

      Gostar

      • Rafael Ortega permalink
        1 Março, 2017 07:26

        A melhor actriz secundária e o melhor actor secundário deste ano são negros. Se foram os melhores ou não, não sei, não vi os filmes.

        Quando há actores negros nomeados e a vencer é pelo mérito, quando não há é por racismo? Isto põe quem vota numa situação complicada…

        Gostar

  9. 28 Fevereiro, 2017 17:38

    Bem… Não creio que o Fadista João Braga seja contra os Gays pois como é sabido, a mãe do neto dele é no mínimo bissexual. Eu própria já lhe conheci duas namoradas, e até já a vi aos beijos na boca a outra mulher. Como tal, e isto não tem mal nenhum, não creio que seja Xenófobo, até porque dizem que a homossexualidade é hereditária e o neto deste grande fadista ainda pode vir a ser homossexual…

    Gostar

    • sam permalink
      28 Fevereiro, 2017 18:17

      Soraia, querida, conta-nos também um pouco da tua vida privada e da tua predilecção por pau preto…

      Liked by 1 person

  10. Elmano permalink
    28 Fevereiro, 2017 17:55

    Que não haja dúvidas. O mundo pós-verdade está assim. é de fugir.

    Gostar

  11. 28 Fevereiro, 2017 18:53

    Um arroto pseudo-marialva, aparvalhado, para “dar nas vistas” do JBraga. Por isto vai vender 3 CD’s durante o mês de Março.

    Gostar

  12. Guilherme Morgado permalink
    28 Fevereiro, 2017 19:06

    Alto e pára o baile;
    Eu para além de concordar e gostar do que João Braga disse (aplausos), sou um simpatizante Stalinista (para grandes males grandes remédios), sou heterossexual violento (logo nada xoninhas) e até simpatizo com a Geringonça (como a maioria da população portuguesa, segundo as sondagens)!
    Agradeço que não hajam misturas, caro VC.

    Gostar

  13. Rão Arques permalink
    28 Fevereiro, 2017 19:54

    Não são os mesmo também amigos dos animais? Nem se atrevem a explicar o que é que festejaram quando alegremente escarneceram com carneiro assado a propósito do acidente que fez vitimas entre as quais o visado. Cães raivosos em pessoa.

    Gostar

  14. ABC permalink
    28 Fevereiro, 2017 20:06

    E o que é ao certo uma “comunidade” LGBT? Lésbicas, gays, bissexuais e transexuais são todos iguais, saídos do mesmo molde, com as mesmas aspirações? Compreendo que em conjunto tenham problemas comuns, tal como os metalúrgicos ou os trabalhadores circenses, mas nem os metalúrgicos nem os artistas de circo pretendem obrigar os outros a andar de ferro de soldar ou deslocar-se em monociclo.
    A “comunidade” LGBT conseguiu em dez anos deixar de ser olhada oficialmente como um bando de anormais, para ser olhada informalmente como um bando de anormais, e acho que perdem mais com isso do que ganham. No meu caso, passei da indiferença à compreensão, estou na fase da fartura e falta pouco para chegar à hostilidade.
    Aceito perfeitamente que a orientação sexual não seja discriminada, mas quando alguém da “comunidade” LGBT perde um emprego por ser incompetente, é inaceitável que se venha chorar em público que foi despedido porque é LGBT. A orientação sexual define o indivíduo, mas há mais coisas que definem o indivíduo – honestidade, cultura, honra, lealdade, religião, etc. Querer reduzir a definição de indivíduo ao modo como prefere practicar o coito é redutor, e francamente discriminatório.
    O que começou por ser uma luta justa por ver direitos básicos reconhecidos – no que diz respeito a casamento, adopção, heranças – está transformado num circo. Muito se avançou desde que os homossexuais eram mortos, presos, ou químicamente castrados. Chegamos ao ponto em que a “comunidade” LGBT quer mais diteitos que a comunidade geral, e isso está errado.
    Hoje, para preencher qualquer formulário, na parte do sexo há três opções, masculino, feminino, ou “outro”.
    E o que é “outro”? A biologia humana só admite dois sexos. Não há “outro”. Quem muda de sexo, muda para uma das duas hipóteses possíveis.
    É este tipo de coisas que faz com que um heterossexual olhe para a opção “outro” e comece a pensar que são todos mas é é doidos.

    Gostar

    • 28 Fevereiro, 2017 21:04

      Uma comunidade LGBT (agora diz-se LGBTIQ) é um grupo de pressão de gente que vive na pós-biologia.

      Nada tem a ver com quem cada um dorme.

      Liked by 1 person

  15. Arlindo da Costa permalink
    1 Março, 2017 00:46

    O João Bragas é um maricas. Ponto.

    Gostar

  16. 1 Março, 2017 00:46

    The new parliamentary rules of procedure for the EU Parliament, which MEPs approved in December, are just now coming to light.

    And, the European public is not impressed.

    In particular, one new parliamentary rule, no. 165, is a clear threat to the freedoms of expression and conscience, allowing the President of the Parliament to “interrupt the live broadcasting of the sitting [e.g., debate in parliament] in the case of defamatory, racist or xenophobic language or behaviour by a Member [i.e., an MEP].”

    Which, may not sound so bad, until you reflect on the fact that “defamatory”, “racist”, and “xenophonic” are nowhere defined in the document!

    http://www.citizengo.org/en/pc/41643-illiberal-eu-parliament-censorship-rule-must-be-rescinded

    Liked by 1 person

  17. Ricciardi permalink
    1 Março, 2017 10:43

    A conclusão óbvia é que os brancos e mui heterossexuais que não ganharam Óscares têm que se esforçar mais para chegar aos calcanhares dos premiados negros e homosexuais.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: