Skip to content

Eu quero que a Torre de Pisa caia

8 Agosto, 2017

Um dos monumentos que mais gosto é o que é vulgarmente chamado de Torre de Pisa. Ao contrário da maioria dos monumentos, não é uma obra que enaltece o espírito humano: é um monumento à incompetência e à falta de noção. Famosa pelo severo erro de engenharia que permitiu que entortasse da hirta posição projectada, a coisa ainda está de pé porque, enfim, alimenta toda uma indústria de turismo que torna Pisa em algo mais que um local barato para aterrar rumo a Florença. Além disso, graças à inclinação, é mais parecida com uma pila do que a maioria dos monumentos construídos por quem sabia o que estava a fazer, demasiado verticais para semelhanças com a heterorrealidade. Pequeno parêntesis: caso o leitor duvide da semelhança entre a Torre de Pisa e um pénis, recorde que o pénis é, tal como a torre, uma construção social. Isso deverá ajudar.

Ao que consta, o Marquês de Pombal também tinha pila. Vai daí, tratou de a usar para oprimir heteopatriarcalmente a cidade de Lisboa através da construção de grandes avenidas, canais que facilitam a chegada dos másculos veículos de testosterona ao centro ou vagina metafórica da urbe. Hoje em dia, tal como a Torre de Pisa, também Lisboa é procurada por turistas, alguns dos quais que até se prestam à indignidade de copularem com as nossas mulheres. É por causa disto que sou contra o turismo (excepto turismo cujo eventual engate é não-normativo, do tipo homo- ou até pan-sexual). Mesmo que hordas de estrangeiros procurem a nossa capital apenas para observar a porcaria que o Marquês deixou – nomeadamente, mais portugueses –, o turismo mata a tradição. Ai que saudades de levarmos com um penico de mijo numa rua de Alfama! Agora, com saneamento, as rendas estão pela rua da amargura.

Devíamos regular as rendas e não permitir alojamento turístico em condomínios privados. Devíamos proibir a Uber e favorecer o esquecimento da cidade através de restaurantes de faisão com espuma do Tejo a 400€. A sério, fazer com que turistas nem quisessem recordar aos amigos, num momento de franqueza ébria, a desgraça que foram as férias em Lisboa.

E devíamos deixar cair a Torre de Pisa. Chega de Viagra para a coisa. A coisa ficaria em escombros, mas ao menos seria os escombros dos pisian… pisiense… italianos.

Anúncios
17 comentários leave one →
  1. André Miguel permalink
    8 Agosto, 2017 20:10

    “recorde que o pénis é, tal como a torre, uma construção social. Isso deverá ajudar.”

    AHAHAHAHA!!!

    Inspiradíssimo! Belo naco de prosa. Chorei a rir!!!!

    Gostar

  2. 8 Agosto, 2017 20:32

    Um engenheiro da (((google))) foi despedido por ter feito passar um memorando diversificado da politica da corporação capitalista, “engenheiramente” e cientificamente bem fundamentado contra a politica da “diversidade” imposta pela corporação.
    O observador, o rotulado pasquim da “direita neoliberal”, fora um ou outro colunista , parece um ninho de “democratas” saídos do seminarios de Saul Alinsky
    Depois digam que são apenas os pé rapados dos “marxistas” que andam a criar esta merda toda…

    Gostar

  3. JMS permalink
    8 Agosto, 2017 20:34

    “… restaurantes de faisão com espuma do Tejo a 400€.”

    Eheheheheh!

    Grande posta, Vitor. É sempre reconfortante verificar que a estação mais estúpida do ano não o afectou.

    Gostar

  4. 8 Agosto, 2017 21:05

    É ter paciência que aquilo acabará por caír.

    Gostar

  5. A. R permalink
    8 Agosto, 2017 23:12

    Caro Victor

    Os italianos são assim: a Torre de Pisa não é a única! Em Bolonha tem duas com os mesmos problemas de ereção; em Pavia também, etc

    Gostar

  6. Filipe Costa permalink
    8 Agosto, 2017 23:19

    Os turistas pagam muito, isso é um belo postal. os Tugas carteiristas agora são snobs, atacam a cateira “legalmente”.

    Vanos é destruir o Turismo porque a CGTP não mete a unha.

    Gostar

  7. Sérgio Gonçalves permalink
    9 Agosto, 2017 00:07

    Os textos do Vítor são sempre um bálsamo. Muito obrigado

    Gostar

  8. sam permalink
    9 Agosto, 2017 00:35

    E se a perseguição aos turistas for afinal uma xenofobia caviar?…
    Sugestão de leitura:
    https://oinsurgente.org/2017/08/08/como-ser-xenofobo-licao-numero-1/

    Gostar

  9. Luis permalink
    9 Agosto, 2017 07:03

    Conhecia um individuo da faculdade com quem falava ocasionalmente. Sei que com o tempo foi ficando socialista ferrenho, mas um socialismo estranho, pois tinha tracos de outras coisas, a saber, mais proximas de uma Le Pen. Sei que passou noites em caixas de comentarios online a fazer campanha pelo Brexit e pela eleicao da senhora Le Pen. Ha um ano fui a Lisboa, e foi a ultima vez que o vi, pois nesse dia disse a mim mesmo: basta! Toda a tarde reclamou dos turistas. Parecia incomodadissimo sempre que via um estrangeiro. Achei toda esta intolerancia uma enorme incoerencia pois o sujeito, tanto quanto sei, assumiu-se como homo perante amigos que temos em comum (a mim nada me disse, mas nao foi por isso que cortei relacoes: foi apenas porque nao quero totalitarios no meu grupo de amigos). A aversao ao turismo e feita por gente assim: licenciados, muitos “intelectuais”, e que se estao nas tintas para quem tem um emprego gracas ao turismo. O que mais me chocou na tal pessoa foi isto: temos conhecidos em comum que estao com emprego gracas ao turismo, e se assim nao fosse teriam de emigrar para nao depender dos pais. Mas isso nada conta. So o odiozinho a liberdade.

    Liked by 1 person

  10. Luis permalink
    9 Agosto, 2017 07:06

    Segundo um estudo de opiniao recente 90% dos lisboetas estao satisfeitos com o turismo. O problema existe apenas porque meia duzia de Esquerdista, alguma Direita mais os jornalistas assim quiseram. Quando Lisboa e Porto ruiam por causa do congelamento das rendas ninguem se importava.

    Ja agora: os algarvios nao deveriam tambem ter o direito a ficar indignados quando no mes de Agosto milhares de lisboetas pelintras, arrogantes e mal educados estragam o sossego da regiao e afugentam os turistas endinheirados e educados do Norte da Europa?

    Gostar

  11. Colono permalink
    9 Agosto, 2017 11:41

    Temos as Caldas com bastante pisas ( com dois esses) ….

    Gostar

  12. piscoiso permalink
    9 Agosto, 2017 13:42

    Há turistas e turistas.
    Gosto dos primeiros.

    Gostar

  13. Arlindo da Costa permalink
    9 Agosto, 2017 20:13

    Que obsessão com a pila do Marquês de Pombal!

    Não aprecia a do Cristiano Ronaldo (a da estátua que está no Funchal) ?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: