Saltar para o conteúdo

Socialismo em três takes

12 Dezembro, 2017

SocialismoRarissimo-OK

*

Anúncios
25 comentários leave one →
  1. Prova Indirecta permalink
    12 Dezembro, 2017 23:16

    Ficção…ou realidade ?

    Gostar

  2. Expatriado permalink
    12 Dezembro, 2017 23:21

    E o que a “rainha” disse do Marcelo aquando da visita dele lá a casa?

    Gostar

  3. 12 Dezembro, 2017 23:41

    Se o que TelmoAFernandes aqui colocou corresponde à verdade, mais ninguém do governo se demite ?

    Gostar

  4. Procópio permalink
    13 Dezembro, 2017 00:31

    Cada cavadela, sua minhoca. Correia de campos e o avental. Delgado é a nódoa.
    Por detrás de todas as tramóias avulta a roubalheira, a miséria moral e a vaidade estúpida. Estamos a viver uma época.
    O nº 1 marcou-a bem. Uma época em que a tirania iniciou o seu caminho.
    A geringonça prosssegue-o com tremeliques. Três tiranos com táticas diferentes.
    O condutor encartado em malfeitorias, deita mão à propaganda e ao pacto de silêncio – a omertá. Surpresa! Está a quebrar-se em pedaços.
    Os penduras, se pudessem, recorriam de imediato à tortura à intimidação.
    Em vez do “lá vamos cantando e rindo” vegetamos entre a ameaça e a sedução.
    A ideia dos três é demolir as pessoas, iludir a própria consciência da tirania. O tuga já está pronto para aceitar a ordem dos tiranos como se viesse de dentro dele mesmo.
    Eles os dois e ela pensam que todos, excepto os que sairem, acabarão por obedecer inconscientemente como se duma inclinação natural se tratasse. A história narra tantos casos, a venezuela é o mais caricato até chegar a trágico.
    Os midia lá vão injetando a índole de escravo. Uns passos mais faz-se noite, no dia seguinte a ótica do temor chega sem mais avisos. Tarde demais.

    Liked by 1 person

  5. LTR permalink
    13 Dezembro, 2017 00:36

    Enquanto eles pensam na mó de cima e no “dinheiro do PS” da Elisa:

    -Autoeuropa
    -Défice da balança commercial
    -Endividamento astronómico
    -Fantasias de adiantamento de pagamentos depois de adiamentos
    -Fim próximo de juros de fantasia
    -Gant, Triumph, Sousacamp (torneira bancária a fechar)
    -Lojas textil de grandes marcas à venda
    -Alojamento local
    -Dinheiro da banca no consumo
    -A bomba-relógio da saúde
    -Comunicação social
    -Truques aos bombeiros a denotar falta de dinheiro (espetacular a jogada da passagem dos custos das avarias dos veículos)
    -Mentiras umas atrás das outras (parece um concurso)

    Gostar

  6. Procópio permalink
    13 Dezembro, 2017 00:41

    Mais um take. Ele sabia mas não se lembrava, mas como administrador hospitalar se se lembrava, também sabia, e se soubesse bem demais talvez procurasse esquecer, já que esquecendo acabava por não se lembrar, e senão se lembrando poderia argumentar que nunca tinha verdadeiramente sabido. Por aqui se vê em que estado estão alguns dos nossos hospitais públicos. Afinal não é tanto por falta de verba, é mais por causa dos esquecimentos do que que já se soube, mas não que não convém lembrar.

    https://static.globalnoticias.pt/dn/image.aspx?brand=DN&type=generate&name=original&id=8981169&source=ng8972813.jpg&w=728&h=466&t=20171212224500

    Gostar

  7. Procópio permalink
    13 Dezembro, 2017 00:55

    Ainda não percebi que mal tem andar na praia.
    Os dias passam velozes. O Delgado dizia ter colocado o lugar à disposição, mas o ministro da Saúde achou “que não existiam razões objetivas nenhumas para isso”. Isto é:
    Há mais gente que gosta de praia, melhor ainda com boa companhia.
    Isto das razões objetivas encerra uma subjetividade tamanha que arrasta aquilo que é objetivo para o campo do ministro, para os seus pensamentos mais avançados do secretário e assim para a sua interpretação demasiado afinada. A objetividade vem daquilo que é objetivo, aquilo que é real para o primeiro ministro. Aí para o baile, subjetivar a objetividade é trazer para o campo pessoal do kosta aquilo que é real, que é válido para todos, e não apenas para um indivíduo.
    Conclusão: é preciso pôr todos na rua quanto antes ou então é uma risada medonha.

    Gostar

  8. Expatriado permalink
    13 Dezembro, 2017 01:06

    A cara que o tipo fez quando a jornalista o confrontou com as evidências (fotos) da viagem ao Brasil… Em trabalho, claro!!!

    “O secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, terá deixado o cargo depois de ser confrontado com perguntas “comprometedoras” sobre viagens que terá feito com a presidente da Raríssimas.”

    http://observador.pt/2017/12/12/secretario-de-estado-da-saude-sai-do-governo-depois-do-escandalo-na-rarissimas/

    As frases nas fotos do post estão neste artigo do Observador.

    Gostar

  9. Arlindo da Costa permalink
    13 Dezembro, 2017 04:00

    Relacionar essas declarações ou soluços com «socialismo» é mesmo de quem não percebe nada disto.

    Um tirocínio na tropa abria os olhos a quem diz estas parvoíces.

    E depois alguns comentadores dizem que vivem no hemisfério ocidental…enfim…

    Gostar

    • Tiro ao Alvo permalink
      13 Dezembro, 2017 09:01

      Arlindo, tem toda a legitimidade quem relaciona tudo isto com os socialistas portugueses. E relacionar os socialistas portugueses com socialismo não é asneira, asneira é pensar que aqueles que, por se dizerem socialistas, são seres superiores.

      Liked by 1 person

  10. Prova Indirecta permalink
    13 Dezembro, 2017 09:35

    Anh….como é que se chamava aquele candidato à P.R. mais velhote que concorreu à primeira volta com o Marcelo ?

    Gostar

  11. Tiradentes permalink
    13 Dezembro, 2017 09:38

    “Relações pessoais” também eram “apenas” o que a Fernanda Cancio tinha com o adorado amigo do Arlindo. Depois de uma noite “bem passada” algures num hotel de 5 estrelas encontrava motivação e inspiração para as maravilhas do governo dele. “Relações pessoais” não são a mulher do ministro viajar (a que propósito? era “especialista?) por conta da “instituição de solidariedade” (solidariedade = caridade do estado). “Relações pessoais” não são os ministros serem casados entre eles e com os deputados. Tenho a certeza que a nova secretária de estado não tem nenhuma relação pessoal com o deputado europeu. Assim como não são relações pessoais aquelas contratações da família do César.
    Vocês vivem no hemisfério ocidental mas eu só raciocino com o hemisfério cerebral oriental

    Liked by 2 people

  12. Tiradentes permalink
    13 Dezembro, 2017 09:48

    Das relações pessoais
    Manuel Delgado “abanava” o poder político pois é homem do Correia de Campos.
    Pergunta: quem era o poder político que precisava de ser abanado? para que as patacas (subsídios) aparecessem? Seria o sacana do “fássista” e dos reaccionários “direitistas”?
    Ele porá o mundo a fazer dinheiro, ele há-de chegar.
    As relações pessoais a interferirem no dinheiro.
    Na falta do mundo, o dinheiro há-de chegar quando forem governo que não tarda nada.

    E não tardou para que os Arlindos ficassem na mó de cima e o dinheiro chegar e as cartas desaparecerem na portaria do ministério.
    Ó Arlindo não serás tu que tens as cartas? estão no hemisfério oriental?

    Gostar

  13. António C. Mendes permalink
    13 Dezembro, 2017 13:09

    Tudo isto é deprimente; Arlindico; boçal; Socrático; asqueroso; Babushico e infiltrado em todo o lado (todo o lado!!!). Finalmente aconteceu abril!!!

    Gostar

  14. António C. Mendes permalink
    13 Dezembro, 2017 13:12

    A catarina e o jerónimo desaprenderam a letra do Grândula, não foi? Vivemos talvez o maior momento de oportunidade de existir direita equilibrada em Portugal e ninguém a quer aproveitar!

    Gostar

  15. Colono permalink
    13 Dezembro, 2017 13:30

    Praga:
    Que os ladrões das crianças ardam no fogo do inferno!

    Gostar

  16. carlos alberto ilharco permalink
    13 Dezembro, 2017 14:02

    Se Vieira da Silva não se demitir no máximo até amanhã, duas coisas acontecem.
    Marcelo não manda nada (aliás até está implicado nisto) porque Costa meteu-o no bolso, e não vejo como é que podemos descer um bocadinho mais na degradação do Estado.

    Gostar

  17. Weltenbummler permalink
    13 Dezembro, 2017 14:29

    comidas e dormidas

    Gostar

  18. Prova Indirecta permalink
    13 Dezembro, 2017 15:21

    Ahhhhh… ( mas são verdes ) , afinal o filme existe mesmo :

    https://zap.aeiou.pt/contradicoes-e-suspeitas-de-relacao-pessoal-fizeram-cair-secretario-de-estado-183761

    Gostar

  19. Cegueta permalink
    13 Dezembro, 2017 15:24

    A ver se eu percebi o filme : o gajo a comer o lavagante é corno ?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: