Skip to content

Eles Andam a Gozar Connosco

15 Janeiro, 2018

Se há coisa que me revolta imenso como cidadã é assistir a esta descarada falta de vergonha destes assaltantes de poder. Então como se explica que a lei SECRETA de financiamento aos partidos, vetada e bem pelo Presidente da República, depois do escândalo ter vindo a público, o PS diga descontraidamente que não vê nenhum problema na lei e por isso mantém as posições em relação à substância do diploma afirmando que volta a defender as mesmas posições? É simples: PS está falido e precisa urgentemente de cobrir a sua gestão partidária danosa e quer fazê-lo à conta dos otários de sempre: os contribuintes.

É preciso relembrar que o dito diploma vem introduzir o fim do tecto de receita de angariação de fundos  privados e ISENÇÃO TOTAL de IVA. Pior: tem efeitos retroactivos e aplica-se aos processos novos ou pendentes em julgamento. Assim, posiciona-se o PS que neste momento tem 7 acções em curso no Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa onde reclama PRECISAMENTE (olha-me só a coincidência) para si a devolução do Fisco de IVA cobrado durante campanhas eleitorais! São cerca de 2 milhões de euros! Esta malta só pode estar a gozar connosco! E desde quando os partidos são entidades superiores aos cidadãos para terem este benefício?

O mais grave disto tudo é que os partidos todos recebem uma BOA subvenção pública por parte do Estado ou seja por parte de todos nós, pobres contribuintes. São cerca de 3€ por cada voto. Dirão que é a factura a pagar pela democracia. Que sem partidos não há democracia. Certo. Mas pergunto: E desde quando é que para ter democracia é preciso sustentar TANTA gente? Orgânicas tão complexas como se fossem autênticas fábricas de políticos? Quem foi que disse que com menos “pessoal”, menos encargos, menos despesas supérfluas em jantares, almoços, propagandas e passeios, a democracia sairia beliscada?

Na verdade TODOS os partidos querem que acreditemos que a gigantesca estrutura que eles criaram em volta deles faz falta ao país. Tretas! Só faz mesmo falta a eles próprios que se alimentam dela e a construíram de forma impenetrável para o comum cidadão. Onde as escolhas para o Parlamento são decididas pelo partido e não por sufrágio universal. Porque a nós cidadãos, não serve de todo. Se servisse, claramente, com tanto político intelectual nesses partidos, teríamos um país EXTRAORDINÁRIO com tudo do bom e do melhor a funcionar exemplarmente. Mas pelo contrário, vivemos numa espécie de Venezuela a caminho de uma Coreia do Norte? Podem explicar isto?

Não fosse a nossa integração na UE, e estarmos desde os anos 80 a viver à conta dos ricos da Europa e já nem uma Coreia do Norte seríamos! Seriámos uma miséria monumental europeia. Somos uns pobres mendigos  e rotos a fingir-nos ricos à conta de dívida. Muita muita dívida. Não brinquem com a nossa inteligência se faz favor.

Ao invés de leis de financiamento que aumentam regalias a partidos políticos, deviam ter a sensatez de REDUZIR e CORTAR como o fizeram aos cidadãos com o colapso recente do país. E nunca ao contrário. Mais: exigir maior controlo na gestão das contas dos partidos com mais penalizações a quem prevarica. Gerir dinheiros públicos exige responsabilidade e penas pesadas para quem não cumpre. Tal e qual como acontece com o cidadão.

Porque austeridade quando vem não pode ser sempre sobre os contribuintes para que os políticos continuem nas suas vidinhas fartas e sem sacrifícios. A isso chama-se gozar com a nossa cara e é de uma gravidade estonteante.

Já suportamos todos os anos a fio aumentos descarados de impostos a título de tudo e mais alguma coisa. Agora aumentam subvenções vitalícias a políticos e financiamento a partidos!

Mas estão a gozar ou quê?

 

 

Anúncios
16 comentários leave one →
  1. PA, permalink
    15 Janeiro, 2018 12:01

    pulhas. Completamente de acordo.

    Liked by 1 person

    • Carlos Guerreiro permalink
      15 Janeiro, 2018 20:45

      Querem fazer uma offshore para os partidos. Mas esta gente não é contra as offshores?

      Liked by 2 people

  2. Eduardo permalink
    15 Janeiro, 2018 12:19

    O grande PS, há muito conhecido como o partido da sucata conseguiu a convergência de outros sucateiros.
    Kostinov é mestre e especialista
    No campo dos calotes consegue o apoio de sociais-democratas. comunistas. verdes e bloquistas
    Grande falta de vergonha
    Honra seja feita a Centrista e PAN que não se deixaram embarrilar pelos sucateiros-mores

    Gostar

  3. Prova Indirecta permalink
    15 Janeiro, 2018 12:23

    “Dirão que é a factura a pagar pela democracia. Que sem partidos não há democracia. Certo.”

    Errado , na teoria a asserção até pode vingar . Mas aqui , neste quintal , são já quase 44 os anos , que reclamam o contrário . E digo mais , se a Isencão total do IVA , vai ser um fartar vilanagem .

    Liked by 1 person

  4. Procópio permalink
    15 Janeiro, 2018 12:58

    Claro que estão a gozar connosco, sabem que deixamos.
    As costas deles estão quentes, os votos filhos da estupidez dos tugas é o menos.
    Há uma máfia bem organizada, elementos infiltrados no aparelho de estado, muito para além do poder limitado dos xuxas. Por fora têm o beneplácito da oligarquia como tinham do ddt. Entretanto, o advogado disto tudo prossegue a sua ação subretícea, os aventais cobrem negócios mil e colocam as suas pedras clandestinas.
    Por agora a oposição está anulada, não contem com o rio para mudar a água contaminada.
    Um dia se desvendarão os segredos e se entenderá como elas se fazem.

    Liked by 1 person

  5. Luis permalink
    15 Janeiro, 2018 13:48

    Portugal e uma grande porca onde tem havido teta para todos mamarem.

    As Fundacoes e IPSSs em vez de viverem com o seu patrimonio e os seus fundos, tendo beneficios fiscais em troca de servicos prestado a sociedade, vivem maioritariamente a conta do dinheiro dos contribuintes.
    A nivel local, as associacoes de tudo e mais alguma coisa vivem com o dinheiro oferecido pela autarquia, e tem nao raras vezes instalacoes oferecidas, em vez de viverem com o trabalho e o dinheiro dos socios e voluntarios.
    Os cantores e artistas pimba vivem com as festas pagas pelo poder local, entre idas a RTP a programas da manha e da tarde.
    Escritorios de advogados, saude privada, empresas de jardinagem ou que exploram cantinas e refeitorios, grandes construtoras, tudo encostado a prestacao de servicos ao Estado… ou seja, ao contribuinte.
    Perto de 700 mil funcionarios publicos, sem contar com o sector empresarial do Estado e com o Estado paralelo, mais 2 milhoes de pensionistas, e ainda os que vivem com RSI, fundo de desemprego e outros apoios sociais, mais filhos e netos a receber mesada… o partido dos 5 ou 6 milhoes de dependentes directo ou indirectos.

    Emagrecer a porca ate nao dar leite demorara DECADAS e quem arrisca? Nem a troika conseguiu.

    Liked by 2 people

  6. 15 Janeiro, 2018 13:59

    “Não fosse a nossa integração na UE, e estarmos desde os anos 80 a viver à conta dos ricos da Europa”
    “Somos uns pobres mendigos e rotos a fingir-nos ricos à conta de dívida. Muita muita dívida.”

    Não só se contradiz, como não podia estar mais equivocada. Pelo contrario a UE é que tem sido o grande cartel traficante que tem alimentado do vicio do opio português, mantendo as nossas elites colaboracionistas no poder. Não é por acaso que a Polonia está a ser tratada como um apostata a ser punida com possiveis sanções. É que aqueles não pretendem vender a sua soberania, nem ver a sua cultura milenar destruida para agradar ao novo politburo europeu.

    Gostar

  7. 15 Janeiro, 2018 14:10

    Então os ‘subsídios’ dos patos-bravos já não chegam no Rato?
    Isto é que se chama crise -os donos do regime, falidos 🙂

    Liked by 1 person

  8. jorgemmc permalink
    15 Janeiro, 2018 14:15

    “Quem foi que disse que com menos “pessoal”, menos encargos, menos despesas supérfluas em jantares, almoços, propagandas e passeios, a democracia sairia beliscada?”
    Isto para mim é o essencial. Que haja um mínimo de financiamento até entendo. Mas depois vemos onde andam a gastar o nosso dinheiro e é isso mesmo que diz. Aliás, como acontece em muitos setores onde há dinheiro dos contribuintes para gastar.

    Liked by 1 person

  9. 15 Janeiro, 2018 15:12

    Cristina Miranda: O Zé povinho que forme um partido e assim ficamos todos sem pagar o IVA…se é boa medida para eles “partidos politicos” também será para o partido do “zè povinho”!

    Liked by 1 person

  10. Weltenbummler permalink
    15 Janeiro, 2018 15:19

    PILHAS E PULHAS
    ”FEIOS, PORCOS E MAUS”

    Gostar

  11. 15 Janeiro, 2018 16:20

    “O financiamento dos partidos é a factura a pagar pela democracia” é um argumento que vejo com frequência defendido pelos escroques que cozinharam esta iniquidade de lei. A questão é que, com esta lei, não é uma factura que nos estão a apresentar – é um cheque em branco para assinarmos.

    Liked by 1 person

  12. cachecol permalink
    15 Janeiro, 2018 16:41

    Mas quantos são os “otários” há já 40 anos que não vêem que eles não prestam …. Até conseguem ser piores do que os outros !… Estoiraram com a economia real . Logo tinha que estoirar a economia financeira . Aqui até a esquerda estúpida e ignorante aplaudiu !…Agora , Não há um banco que escape . Não fazem a minima ideia do que é um banco … O DDT tinha resolvido o problema se o Banco de Portugal tivesse deixado . Agora o contribuinte vai pagar caro aquilo que lhe fizeram e ele fica-se a rir . A verdade real de que a culpa de haver lesados cabe ao Banco de Portugal que continua vivo com ricos salários .
    E para resumo , venderam Portugal a patacos , existe uma louca divida privada para falar da publica que todos conhecem . Não tenho filhos , pelo que não estou preocupado .
    Posso rir disto tudo . Castigat ridendo mores …
    Se detestava a ditadura , mais detesto esta farsa de democracia paga pelos “otários”
    Tenho pena dos que aqui vão nascer . Amem . .
    .

    Gostar

  13. Artista Português permalink
    15 Janeiro, 2018 18:16

    Nos EUA os partidos políticos só abrem portas quando há eleições. Fora do período eleitoral estão a hibernar, de portas fechadas, para não gastarem dinheiro. E há muitos limites ao financiamento. É claro que nos EUA não há democracia; só cá. A diferença é que lá, os partidos não são agências de emprego. Lá, não percebem nada de democracia. Têm que vir cá aprender connosco, os reis da corrup, perdão da democracia.

    Liked by 3 people

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: