Skip to content

Mais um dia como os outros

15 Janeiro, 2018

Ao que consigo perceber, portas que abrem para o lado errado em Tondela não são um problema; problema seria se se consumissem croquetes no estabelecimento, sobretudo se forem caseiros. Caseiros só os vasos dos medicamentos de fumar.

Por outro lado, acabamos o período das eleições internas do PSD onde discutirmos as trapalhadas de Santana Lopes sem mencionarmos qualquer das trapalhadas de Santana Lopes. Adiante, que hoje é dia do “perfil do aluno”, algo que, suspeito, quem inventou a coisa sabe tanto dizer o que é como eu.

Poderia elaborar mais sobre qualquer dos assuntos, mas não quero tirar lugar ao Presidente da República.

Anúncios
6 comentários leave one →
  1. rão arques permalink
    15 Janeiro, 2018 15:22

    Que Deus nos livre do Marcelo, redentor, repórter ou pecador?
    Aparece sempre só depois do mal feito. Não passa de um mensageiro sinistro que em vez de mandar prevenir faz o papel de carpideira das desgraças.

    Gostar

  2. Expatriado permalink
    15 Janeiro, 2018 16:25

    Certeiro!!

    Gostar

  3. carlos alberto ilharco permalink
    15 Janeiro, 2018 16:39

    O campeonato “Tirar a chuva do capote” está no auge.

    Autarca disse que obras de conservação ou de alterações de interiores após o licenciamento “são isentas de controlo prévio por parte do município”
    O edifício onde no sábado à noite se registou um incêndio teve “uma obra de adaptação para servir de sede da associação, em 1992”, existindo nessa data licenciamento de obras, disse hoje o presidente da Câmara de Tondela.

    Claro que se for esperto o autarca de 1992 vai apontar o dedinho mais para trás.
    Com um bocadinho de sorte e alguma lata à mistura, a culpa é do Salazar.

    Gostar

  4. Weltenbummler permalink
    15 Janeiro, 2018 17:49

    Alentejo

    A luz que te ilumina,

    Terra da cor dos olhos de quem olha!

    A paz que se adivinha

    Na tua solidão

    Que nenhuma mesquinha

    Condição

    Pode compreender e povoar!

    O mistério da tua imensidão

    Onde o tempo caminha

    Sem chegar!…

    MIGUEL tORGA

    Gostar

  5. Procópio permalink
    15 Janeiro, 2018 18:15

    Sim, sim, fica-lhe muito bem vitor … “não quero tirar lugar ao Presidente da República”.
    Beijar como ele, não há mesmo ninguém!
    Elogiar o socorro depois de estarem todos mortos, quem é que consegue?
    E o apressado dichote: “Fez-se tudo o que era possível!”
    E aquela expressão que cala fundo no cu ração do tuga:
    “Vai ter que ser tudo investigado ao pormenor”.
    Tudo é Pedrogão porque não houve mais incêndios em lugar nenhum.
    Com um PR assim o sítio arrisca-se a competir com o paraíso.
    Note-se, para alguns já é!

    Gostar

  6. José Domingos permalink
    15 Janeiro, 2018 21:43

    De facto a elite está em Lisboa, mais as leis ultra modernas.
    No interior a malta quer lá saber das portas corta fogo, de extintores, de portas de emergência, de barras de abertura, de centrais de incêndio.
    As obras são feitas por voluntários que dão os materiais e trabalham ao fim de semana, quando estas associações, são a único local onde a malta tem algum convívio, falar nestas modernices é absurdo.
    Muitas das vezes o dinheiro mal chega para pagar a luz.
    Vários países…..

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: