Saltar para o conteúdo

Amanhã há mais

30 Maio, 2018

A eutanásia passou. Quer dizer, chumbou, mas é temporário, há-de passar.

Estou noutra agora. Não sei se vai ser a redução da idade do consentimento sexual, o regresso da pena de morte, a abolição compulsiva do pénis, a campanha “adopte um refugiado”, a adopção de crianças por casais de pedófilos ou a ilegalidade de bebés com sexo, mas, com a eutanásia ganha, vem aí outra, ah pois vem. E outra. E outra. E outra. E o Papa Francisco apoiará, as crianças das escolas cantarão novos hinos e o Rui Rio voltará para Santa Helena a pensar no que correu mal (não pergunta, se perguntasse qualquer um lhe diria) enquanto a Assunção Cristas lá conseguirá mais um ponto percentual, sabe-se lá porquê, enquanto o resto da Direita continua à espera do D. Sebastião. Às tantas, a figura messiânica já andou por aí, mas não me parece que, sendo o caso, o conseguissem identificar. Já é assim há 2000 anos, mesmo que aqui seja só há 900, e é assim que tem que ser, porque é o que é, e o que é tem muita força.

 

Anúncios
59 comentários leave one →
  1. Arlindo da Costa permalink
    30 Maio, 2018 01:51

    Amanhã é Dia Santo! Dia de Corpo de Deus! Graças a Deus!

    Obsv: um feriado religioso que tinha sido eliminado de forma infame e blasfema pelo «governo» neo-comunista de Passos Coelho.

    Ou já não se lembram?

    Gostar

  2. PiErre permalink
    30 Maio, 2018 06:59

    Yie no soy de derechas porque las derechas me paresen de izquierdas. Soy de ultraderecha. (Nati Mistral)

    Liked by 1 person

  3. carlos alberto ilharco permalink
    30 Maio, 2018 08:01

    Nem mais, está ali (quase) tudo, curto e incisivo.
    O que faltou está aqui:
    Peço desculpa pelo incómodo que as comparações possam causar. Portugal não é um país escandinavo, com um sistema de saúde exemplar, uma Segurança Social sustentável para várias gerações, orçamentos excedentários e indicadores de felicidade invejáveis. Ora, não vivendo nós na Suécia, na Dinamarca ou na Finlândia, os senhores deputados, antes de tratar da eutanásia, poderiam eventualmente dedicar-se a pensar na melhoria do sistema educativo, a promover o crescimento económico e a fomentar a justiça social. Só para dar alguns exemplos de algo com certeza tido como desejável, premente e útil.
    Nuno Botelho in JN

    Liked by 1 person

  4. Mario Figueiredo permalink
    30 Maio, 2018 08:46

    Nem mais uma virgula a acrescentar a esta polaroid do país.

    Liked by 1 person

  5. 30 Maio, 2018 09:17

    Pois andou mas foi borda fora

    Gostar

  6. 30 Maio, 2018 09:51

    Ah, o Papa Francisco não vai dizer isso. Mas, se ainda por lá estiver, via continuar a dizer disparates e a ajudar à criação de mais grupinhos de “cristõezinhos” anormais a defenderem-na.

    É para isso que tem contribuído por andar a toque de caixa mediática, com a única preocupação de ficar bem no retrato.

    Gostar

    • 30 Maio, 2018 09:59

      Dizer, não diz. Mas é como se dissesse.

      Gostar

      • 30 Maio, 2018 10:45

        Pois é. E isso é que se torna perverso.

        Não acha estranho, em entrevistas, o Pedro Mexia ainda o defender?

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 10:52

        Na realidade, já não acho nada estranho. Bizarro, sim, mas já não há declarações públicas que me surpreendam.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 11:41

        ehehe

        Pois é. Fica sempre tudo em família para o que for preciso

        Gostar

      • kapagrillos permalink
        30 Maio, 2018 13:20

        Eis um curioso fenómeno, esse.
        É mesmo assim: “não diz, mas é como se dissesse.”

        Em tudo, até lá nas discussões intra muros sobre comunhão e não sei quê.
        endo um papa tão acessível, tão comunicador – algo que eu discordo – onde estão as entrevistas a sério, com contraditório?

        Onde a abertura do senhor para falar com todas as letras e não através “diz que disse”?

        Eu só encontro citações e “entrevistas” melosas com gente de joelho, crente ou não.

        Um ateu? Um agnóstico sério e com pensamento crítico? Nada?

        É facílimo levá-lo a fazer um vídeo, uma foto, sobre a mais irrelevante das causas, mas as suas “bombas” nunca as esclarece.

        Se não é uma estratégia, parece, mas mesmo como estratégia é canhestra.

        Zazie, o Sr. Mexia não haveria de o defender porquê?
        Basicamente agora o Papa Francisco é o melhor argumento para “a sério que és católico?”.
        Tudo o que o nosso tempo adora o papa adora.

        E quando ele lhes atira à cara as obsessões cosmopolitas e consumistas essa gente pensa que ele está a referir-se ao Trump ou coisa do género.

        Gostar

      • Euro2cent permalink
        30 Maio, 2018 22:34

        Zazie, o Sr. Mexia não haveria de o defender porquê?

        Pois, eu que sou um bocado arredado e vejo isto tudo a muito distância, que é mais higiénico, só me lembro que os Jesuítas são uma tropa de choque da Igreja.

        Assim uma espécie de fuzas (marines, para quem vê filmes), mas mais para o lado do ‘psych-warfare’ do que tiros. Quase que sacavam o Japão no século XVII …

        O resto, “Na casa de meu Pai há muitas moradas.”

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 22:46

        Pensei nisso mas não vou por aí no jesuitismo. Ele nem é científico, como o foram os do passado, nem teórico. É um cura da américa latina que gosta de falar para os media.

        E sim- também considero que é estratega mas totalmente canhestro. Si sempre tudo às avessas e só deixa confusão. Psycho-warfere sim, porque é genuinamente simpático. Não é por estratégia.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 22:52

        É um papa homeopata. Era preciso mudar, depois do doutor Ratzinger.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 23:17

        ehehe

        Desta vez não estou de acordo com o Eur2cent. Não creio que se explique pela História dos jesuítas e também não se trata de uma questão que altere assim muito a Igreja Católica

        O problema é social. É dar forcinha a muita treta que não precisava dessa protecção. O caso da treta do debate do casório gay foi das maiores anormalidades estratégicas que se podia imaginar.

        Só serviu para lançar confusão e no fim teve de dar o dito por não dito.

        Teoricamente é uma nulidade. Acho que o principal problema é mesmo esse.

        Os jesuitas nunca foram essa nulidade. É problema de onde vem e do que por lá fazia.

        Gostar

  7. procópio permalink
    30 Maio, 2018 10:34

    Quanto à abolição compulsiva do pénis, isso já está em curso na central de negócios. Não temos que nos preocupar. São os mesmos que desejam a implementação da eutanásia.
    As questões apontadas pelo Nuno Botelho não têm relevância para a classe política.
    Vou ali e já venho, vou mandar capar o meu cão.

    O que é tem muita força, diz o vitor e tem. Passemos uma breve revista.

    “a multiplicação das declarações reveladoras dos guardiães de uma ordem europeia pós-democrática associadas à hegemonia alemã, e questões de classe, associadas à hegemonia de certas fracções do capital”. J. Rodrigues.

    “A Itália conhece as regras. Podem querer lê-las novamente ”, Vitor Constâncio à revista Spiegel numa entrevista quando perguntado se o banco central interviria se necessário e salvaria a Itália da insolvência. Antes de sair da vice presidência do ECB, a personagem tenebrosa jamais escrutinada arrotou sem jeito.

    https://i.guim.co.uk/img/media/a4bc29872d5a5d41690441bab97ba9cafa3d4689/0_181_4016_2409/master/4016.jpg?w=780&q=20&auto=format&usm=12&fit=max&dpr=2&s=5787e1921e19633886f0ac9ebb1e9adc

    “Everything that could go wrong has gone wrong”!
    Soros preparado para fazer estragos.

    Vocês sentem a força?

    Gostar

  8. basto_eu permalink
    30 Maio, 2018 11:48

    120/110.
    O resto é letra.
    Há sempre uma primeira vez para tudo e esta, é a primeira de muitas em que os frentistas de esquerda vão levar na tromba.

    Gostar

    • 30 Maio, 2018 11:53

      Agora dívida o voto do não por patamares etários. Aí perceberá que o não perdeu, só não foi ontem, mas o tempo avança só num sentido.

      Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:05

        Houve referendo?

        Não houve. Isto não quer dizer nada. É um tipo de coisa que só devia ser aplicada a quem a pode votar.

        Que raio de caricatura é esta em que um povo de milhões está dependente de uma questão moral decidida por 5 votos de diferença?

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:09

        Zazie, é a evolução natural do regime democrático. Em última instância evolui sempre para o estado natural de alfas e betas. Já estamos nesse ponto.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:12

        Não sei. Sei que a História não tem uma linha ascendente como se costuma dizer e que as Civilizações também acabam.

        Imagino que isto tudo vá dar uma gigantesca volta daqui a umas décadas.

        E isto porque acredito mais naquela ideia aristotélica de que a Natureza tende para repor o equilíbrio.

        Aliás, considero-me conservadora segundo esses parãmetros, aristotélicos e tomistas.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:17

        Aí estou de acordo, não creio é que o equilíbrio seja tão rápido como se pretende. Para isto já não irá a tempo.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:15

        Mas sim, tenho pensado em formas de ditatura encapotada que são fruto dos regimes democráticos.

        Tenho ideia que tudo isto tem sempre uma tara moralista de quem tem a panca de endireitar o mundo.

        É sempre por bem. Faz-se tanta merda por bem contra-natura.

        Isso tirando o PAN.

        Estou mesmo convencida que a coisa mais perversa e satãnica é o PAN.

        Não tem nada a ver com gostar de animaizinhso. É tara malthusiana e misantropia de materialismo e ateísmo militante.

        E vendido em passerelle para “donas-de-casa e urbanos apalermados.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:17

        Sabe quem é que podia ter assinado todas estas causas fracturantes, não sabe?

        Eu acho que sei- um fariseu chamado Rothbard

        Porque o denominador comum é mesmo o fariseísmo do que se acha superiormente moral por denunciar a moral dos outros.

        E um internacvionalista. Isto é global. Não tem pátria nem povo dentro.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:21

        Pois podia. Aliás, basta falar com os rothbardianos portugueses e verá que todos defendem o “direito” das pessoas a serem assassinadas “em total liberdade”. É difícil conter o insulto.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:19

        Ah pois não. Eu disse décadas por dizer. Devia ter dito séculos

        Já cá não vamos estar para ver.
        Nem eles para responderem pela destruição e mal que causaram.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:41

        Pois é. Já falei online e apercebi-me disso.

        A sua posição até é mais corajosa que a minha, uma vez que eu estou out de qualquer forma escrita de ideologia

        ehehehe

        Não sou nada. Acho que nem quero ser.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 12:43

        Pois é difícil conter o insulto e eu nem oiço amigos para os manter.

        É tão estranho ter-se chegado a esta incompatibilidade tão profunda.

        E o maior paradoxo é que ela até nasce da superficialidade com que tudo é dito e tratado.

        ehehehe

        Parecemos dois velhos a falar

        “:O))))))))))))))

        E eles não se dão conta que são zombies

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 13:04

        Com os neotontos só há uma saída- pô-los a ler o Max Stirner

        Gostar

  9. 30 Maio, 2018 12:10

    Eu ia num táxi e tive de ouvir uma série de imbecilidades do debate.

    Um panasca ilustre embrulhado em ciência dizia merdas como o sofrimento indescritível de quem está assim. E a Ciência do progresso e do grande avanço que tudo resolve só tem a matança para problemas álgicos.

    Outro idiota psico que li por aí fala no sofrimento dos moribundos. Os moribundos que nem estão consicentes de nada mas acordam milagrosamente para assinarem o papelinho

    Uma outra idiota berrava que era um insulto imaginar-se que isto serve para aliviar o SNS. E não há ninguém que lhe pergunte se não serve, a que título anda o Ministério da Saúde a enviar emails às pessoas a publicitar o Testamento Vital

    Não ouvi um único a perguntar que merda é essa do Testamento Vital onde se permite deixar morrer à fome e á sede qualquer pessoa que nem precisa de estar muito doente.

    Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      30 Maio, 2018 13:04

      “Um panasca ilustre embrulhado em ciência dizia merdas como o sofrimento indescritível de quem está assim.”

      Embrulhado em pseudo-ciência. Só podia ser. Porque não existe método algum para medir o sofrimento, ou sequer se percebe o seu mecanismo cerebral. Até mesmo a dor não tem um sistema geral de medição. A ciência é aliás, de uma forma geral, contra a eutanásia. E muitos médicos insistem que não é apenas por imposição da sua ética profissional. A ciência repete isto até à exaustão: não existe qualquer entendimento cientifico que permita um diagnóstico correcto da dor e do sofrimento. Qualquer lei de eutanásia activa será sempre arbitrária e sem qualquer fundamento técnico-cientifico, pelo que impossível de regular ou fiscalizar. Até mesmo os quadros clínicos dos pacientes são passíveis de erro humano. E mesmo quando correctos, a ciência médica está pejada de casos milagrosos de recuperação que rapidamente se tornam objecto de estudo particularmente ávido pela comunidade cientifica e que levam a novas e importantes descobertas. https://www.nature.com/news/2006/060703/full/news060703-5.html

      Liked by 1 person

    • 30 Maio, 2018 13:08

      Eles nem se embrulham em ciência. Eles fazem teatro e expiram as palavras com grande esforço para convencer idiotas

      O problema é que os idiotas convencem-se e traduzem aquele cacarejar teatral por sábias palavras de entendidos

      A sujeitinha que ouvi na rádio do taxista a fazer a reportagem até dizia- que eram palavras de um lugar superior- de uma sabedoria superior por virem da “Ciência”.

      isto está menos que primitivo a charrar à volta da fogueira e saracotear-se para afugentar os maus espíritos.

      Gostar

    • 30 Maio, 2018 13:10

      Se um médico já disse, diante de mim, que a minha tia estava em coma e nem sonda lhe punham e a enfermeira teve de lhe dizer que então até era um coma com muito apetite porque o pequeno-almoço já tinha ido todo, o que está à espera.

      Eu num ano aprendi mais do mundo dos médicos e hospitais que aprendi em toda a minha vida.

      Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      30 Maio, 2018 13:25

      A culpa, em grande parte, da própria comunidade cientifica. Que refila, mas não faz nada para mudar o modelo de bolsas para investigação nas faculdades um pouco por todo o mundo ocidental, e o sistema de investigação completamente corrosivo que obriga investigadores a publicar ou arriscarem perder bolsas e até mesmo as suas carreiras. O resultado é todo o tipo de ciência de merda que se vê um porco por todo o lado, do estilo “estudo revela que coelhos com focinho branco têm mais tendência a ter pés chatos”.

      E isto até é o menos. Não me obrigue a falar sobre à má ciência praticada por muitas universidades a lançar “estudos” que nem sequer obedeceram aos mais básicos princípios estatísticos.

      Resultado: Temos chimpanzés, como a sujeitinha da rádio, a aproveitarem-se da auto-imposta má representação da ciência para avançarem com as suas agendas.

      Liked by 1 person

      • 30 Maio, 2018 13:31

        Pode crer.

        Mas há outro tipo de falácias que passam sem que ninguém as desmonte.

        Com a mania de bipolarizar tudo, depois dizem coisas como: “pronto, ao menos com a eutanásia aprovada, não se mata ao calhas. Agora compete arranjar vigilantes”.

        Que merda é esta? então proibida nem vigilantes existem para serviços mínimos em tempo de greve, quanto mais passarem a existir por se poder fazer de forma legal dentro dos parâmetros e ilegal como eles próprios admitem que até se faz.

        E outra imbecilidade que até deixei passar ao CGP- a de que se ia despenalizar uma coisa que nem existe.

        Então é preciso ter existido crimes contra a humanidade para tais crimes serem puniveis por lei, ou algo no género?

        Será que esta malta nem percebe que o que ia ser despenalizado era o homicídio desde que enquadrado no tal conceito de “eutanásia”?

        E esta gente que acha que tem voz e percebe o que a populaça nem entede e daí legisla por ela e para ela.

        Gostar

      • 30 Maio, 2018 13:34

        São todas agendas ditas humanistas, materialistas e de fariseus internacionalistas.

        E isto sim, dá que pensar.

        São cruzadas em nome do Bem.

        É mais tramado que nem se meter a alterar nada que o colectivo não manifestou como obrigatoriamente necessário mudar.

        Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      30 Maio, 2018 13:32

      Está aqui um exemplo do que falo: https://observador.pt/2018/04/17/secadores-de-maos-fazem-mais-mal-do-que-bem/

      Na altura, até respondi nos comentários, a tentar por algum juízo na cabeça do jornalista para que investigue melhor antes de publicar no jornal a primeira porcaria que lhe aparece. Não sei porque é que me dou ao trabalho. Entre este e agora, mais 9 noticias parecidas saíram pelas mãos do mesmo jornal.

      Gostar

    • 30 Maio, 2018 15:16

      Zazie, uma vez que a senhora está ciente dos “phariseus” e de quem força os ideais nas sociedades europeias, muito me aprazeria trocar umas ideias consigo. É possível? 🙂

      Gostar

      • 30 Maio, 2018 19:02

        E. Ando por aí. Não tenho feito nada no Cocanha mas dá sempre para ir até lá.

        Mas pode tirar da ideia coisas como “teorias da conspiração”. Eu imagino onde quer chegar e também já lá cheguei, até com meras pesquisas na net dentro da legislação da ONU e UE.

        Mas não basta. Esse é um dos maiores lobbies mas nem tudo depende directamente daí.

        Estupidamente pode até existir e funcionar à borla e sem os próprios terem a menor ideia da besteira que estão a fazer.

        É marketing. Do bom. E militância com raiva como só a Esquerda é capaz de ter.

        Gostar

      • Mario Figueiredo permalink
        30 Maio, 2018 21:28

        É o caso da Escola de Frankfurt e outros grupos neo-marxistas que inclui pensadores políticos disfarçados de sociólogos e filósofos como Jurgen Habermas que depois ganham prémios europeus pela sua obra — e no jantar de apresentação do prémio, palmadas de agradecimento da elite política europeísta.

        Gostar

      • Mario Figueiredo permalink
        30 Maio, 2018 21:30

        Perdão, queria dizer “agradecimento da elite europeísta” e não “elite política europeísta”

        Gostar

  10. José Domingos permalink
    30 Maio, 2018 12:12

    Se existe, a direita não tem força, é censurada pelos comissários políticos e pelos jornalixos avençados, que mais parece um esgoto a céu aberto.
    A edp foi autorizada na hora, o tó da churrasqueira, precisa de dinheiro, para os assalariados.
    O caso da tvi, não pode, ainda aparece alguém que não se consegue controlar, e terá que ser nacionalizada.
    Este povo burro, só tem a verdade que temos direito.

    Gostar

  11. Raghnar permalink
    30 Maio, 2018 12:37

    Ainda há malta a pensar que lhes chamam “progressistas” porque defendem o “progresso”, quando não tem nada a ver com isso. São “progressistas” porque os seus projectos são para ser impostos de forma progressiva, sem pressas mas sem pausas.

    Como bem diz o Vitor, o “não” já perdeu, só não foi ontem…

    Gostar

  12. procópio permalink
    30 Maio, 2018 17:12

    “…. o resto da Direita continua à espera do D. Sebastião”.
    Já tentei demonstrar que não existe direita e muito menos esquerda.
    Os tipos desavergonhados que se aboletam à custa do zé pagante são de esquerda?
    O meu avô lidou com Salgado Zenha, no tempo dele a esquerda ainda tinha razão de ser, mas já na campanha eleitoral de 86 com o márinho se viu o que se preparava.
    Haverá quem acredite que o lula e o seu amigo 44 são de esquerda?
    Os que já só em segredo se consideram de direita têm parecem-se cada vez mais com os outros. Os que saem da merda para governarem a vida lá fora não estão preocupados com esse tipo de metafísica. Deixemos isso para as delongas do pacheco que anda agora mais calmo, ou para as brilhantes intervenções do kosta e do pedrito, ou para os clamores do dinossauro sobre o “nosso povo”, finalmente dispensado da austeridade.
    Se estivéssemos sós no mundo movediço, amanhã seria igual a hoje, ou ainda menos.
    Não estamos, por isso talvez amanhã haja mais.
    Não me perguntem o quê. Se eu soubesse não dizia.
    Não há como saber notícias em primeira mão.

    Gostar

    • 30 Maio, 2018 17:20

      Eu acho que há esquerda e direita. OK, a direita está anémica, mas há. O referencial do centro é que está um bocado deslocado.

      Gostar

      • 30 Maio, 2018 18:59

        Portugal só progredirá com:
        Vitalino Canas, PR
        Jorge Lacão, PM
        Ângelo Correia, MAInterna
        Galamba (João ou António tanto faz), MFinanças e da Economia
        Ronaldo, MNEstrangeiros
        Ferro Rodrigues, MJustiça
        João Baião, MCultura
        Rui Rio, MMar, dos Rios e dos Lagos
        Cristina Ferreira, Secretária do Amor
        Marcelo, Provedor dos cidadãos
        etc.

        Gostar

    • The Mole permalink
      30 Maio, 2018 17:29

      “Os tipos desavergonhados que se aboletam à custa do zé pagante são de esquerda?” Sim, a esquerda é – e sempre foi isso.
      E não concordo consigo: a esquerda NUNCA teve razão de ser pois NUNCA trouxe nada que se aproveitasse, e NUNCA na história trouxe progresso.Sempre serviu para alguns fazerem pela vida, destruindo a paz social e a civilização (uns conscientemente, outros, admito, apenas por que estavam a marimbar). Todo o progresso que houve no últimos 2 séculos foi APESAR da esquerda.

      Gostar

      • 30 Maio, 2018 18:39

        Todos os partidos de esquerda (mais os de direita que se deixaram corromper) bebem todos da mesma fonte: Os Marxistas pró-genocídio Cristão. Sob o mote “Dividir para Conquistar”, criam partidos como cogumelos para confundir a plebe e sacar o maior número de votos. Sempre tão bem falantes que nem parece que mentem com quantos dedos têm na boca… Depois de estarem no poder, todos obedecem ao mesmo dono. Uns partidos centram-se mais nuns pontos do Manifesto Comunista, outros partidos noutros pontos… Mas todos estão a serem implementados.

        Os 8 passos do Mega-Psicopata Alinsky (1 dos seus maiores ídolos) “Como destruir uma nação” são só uma das maneiras mais eficazes de o conseguirem:

        1) Healthcare — Control healthcare and you control the people

        2) Poverty — Increase the Poverty level as high as possible, poor people are easier to control and will not fight back if you are providing everything for them to live.

        3) Debt — Increase the debt to an unsustainable level. That way youare able to increase taxes, and this will produce more poverty.

        4) Gun Control — Remove the ability to defend themselves from the Government. That way you are able to create a police state.

        5) Welfare — Take control of every aspect of their lives (Food, Housing, and Income).

        6) Education — Take control of what people read and listen to — take control of what children learn in school.

        7) Religion — Remove the belief in the God from the Government and schools.

        8) Class Warfare — Divide the people into the wealthy and the poor. This will cause more discontent and it will be easier to take (Tax) the wealthy with the support of the poor.

        A União Europeia esteve a patrocinar os “Socialistas” nacionais dos últimos 30 anos para estabelecerem estes pontos. Agora que os países pouco ou nada têm para fugir às suas amarras, vem a fase seguinte do “Master Plan”:

        Coudenhove-Kalergi Plan (https://bit.ly/2ss4546)

        Gostar

  13. Procópio permalink
    30 Maio, 2018 19:01

    The mole, se não der espaço às esquerdas como vai legitimar a direita?
    Continuo a não reconhecer nem uma nem outra nos dias de hoje, confundem-se muito e são mais aparentes que reais, mas a discussão aberta é a única forma de podermos conviver. Sei que essa discussão está a ser obstaculizada de várias formas, sendo a censura encapotada a mais actual.
    Então é preciso agir. Ou separar as pessoas que não se entendem de forma alguma. Repare, essa separação já se vai fazendo por via da emigração. Falo de separação dentro de território nacional, se possível, por vias legais. Deixe deteriorar a situação.
    Os Açores e a Madeira já estão na primeira linha.

    Gostar

  14. Procópio permalink
    30 Maio, 2018 19:05

    MJRB, concordo com a sua listagem para ministros. Sugiro uma pequena alteração.
    O ferro para a educação, nem se lembrou da educação! Na justiça está bem o vara.

    Gostar

    • 30 Maio, 2018 22:54

      Lembrei-me do “estou-me cagando para o segredo de justiça” para, esse ministério. Sim, pode acumular com o ministério da Educação. Adequado.
      O Vara pode ir para MPescas (robalos).

      Gostar

  15. Adriana Lima permalink
    30 Maio, 2018 20:07

    Hum… e que tal a próxima ser a legalização do casamento pligâmico, ou do poliamor, ou lá como lhe chamam? Seria muito imteressante ver a discussão e quem seria a favor ou contra!

    Gostar

  16. procópio permalink
    30 Maio, 2018 20:28

    DF, agradeço o documento Coudenhove-Kalergi Plan (https://bit.ly/2ss4546)
    É um ABC para principiantes como eu, mas por algum lado há que começar a entender o mundo onde vivemos. Entre os tugas só referem o barroso, o tio balsas foi esquecido.

    Gostar

    • 31 Maio, 2018 14:02

      Procópio, sendo o senhor um dos comentadores mais assertivos e lúcidos deste painel, é para mim um prazer que tenha fica ciente disto através da minha pessoa.

      Gostar

  17. procópio permalink
    30 Maio, 2018 23:16

    A eutanásia vai no mesmo sentido de outras práticas que se aliam às políticas de redução de população, anti-família, anti-vida, homosexualidade. Faltarão crianças suficientes, para assegurar um mínimo de consumo como estímulo à economia, entram refugiados e falsos refugiados aos magotes, gera-se o caos e a esquerda e a direita vão pelo cano abaixo gritando votem em nós, votem em nós!
    Os robots não vão ligar a essas diletâncias e a inteligência artificial provará sem dificuldade que passámos tempo demais a discutir o sexo dos sindicalistas.

    Gostar

  18. 31 Maio, 2018 22:49

    Eutanásia? Business as usual !
    hà os que querem transformar o país num destino paradisíaco para se “morrer feliz” (as clínicas suiças estão sem concorrência, pelo que seria um bom negócio)
    Por outro lado os cuidados paliativos ainda não se estabeleceram em PPPs da Misericórdia… (não são considerados cuidados continuados).
    Em competição dois chorudos futuros negócios. É que se os velhinhos morrerem antes, baixa o nº de clientes para os paliativos… A Assembleia da República que decida!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: