Saltar para o conteúdo

apagou, por quê?

24 Julho, 2018
by

O deputado Carlos Abreu Amorim terá postado, na sua página do Facebook, um comentário comparando a Grécia a Portugal na tragédia dos incêndios, bem como noutras tragédias também relevantes, como as respectivas bancarrotas de há alguns anos. A coisa gerou uma onda de indignação, com deputados da bancada horizontal do «só nós é que sentimos a dor dos pobres e desvalidos da sorte», como Isabel Moreira e João Galamba, a acusarem-no de oportunismo e, nomeadamente a primeira, a dizer que não se pode «descer mais baixo».

Não querendo saber a que baixos níveis se referia a deputada socialista, parece-me que o deputado do PSD tem evidente razão no que disse, e só é de lamentar que tenha apagado o post, no que também ele cedeu à brigada do politicamente correto. É evidente que estes factos não coincidem, por acaso, nos dois países, e que há uma relação directa entre um estado que repetidas vezes vai à falência e que não consegue prevenir e resistir, com eficácia, a este tipo de tragédias. Chama-se, a isso, falta de recursos, sejam recursos humanos, sejam recursos materiais. Falta de vigilância florestal, falta de aviões, falta de equipamentos decentes para os bombeiros, falta de meios profissionais de comunicação, etc..

Se Portugal ou a Grécia tivessem tido governos sensatos que não os tivessem desgraçado economicamente, disporiam, certamente, de mais e melhores recursos para apostar na segurança dos seus cidadãos, missão que é a primeira de todas a justificar a sua existência. Assim, é o que por cá e por lá se vê, ao contrário do que acontece na maioria dos países desenvolvidos.

Anúncios
32 comentários leave one →
  1. 24 Julho, 2018 21:06

    É uma demagogia tão grande tentar relacionar as consequências de uma catástrofe natural com questões partidárias como, com clima húmido e frio, tentar atribuir a reduzida área ardida à acção do Governo.

    Gostar

    • rui a. permalink*
      24 Julho, 2018 21:12

      Está enganado. Não estamos a falar de um tsunami ou de um terramoto, catástrofes naturais às quais o homem quase não pode opor resistência, mas de uma catástrofe com origem natural (ou não, imaginando a hipótese de fogo posto, que reiteradamente foi colocada no que se passou, em Portugal, no ano passado) que se transformou em humana, por não lhe ter sido oposta resistência eficaz. Esta, infelizmente, não tem origem na natureza, a não ser, talvez, na natureza de alguns homens.

      Liked by 2 people

      • 24 Julho, 2018 21:32

        Na Austrália, no Canadá, nos EUA ou na Suécia pagam bem pelos seus conhecimentos em resistencia eficaz a condições metereológicas extremas. Não perca o seu tempo neste antro de comunas.

        Gostar

      • rui a. permalink*
        24 Julho, 2018 21:40

        Tem estatísticas sobre o número dos mortos nos incêndios desses países nos últimos 20 anos? Gostava de os ver.

        Gostar

      • 24 Julho, 2018 23:04

        NG
        tal como há dias os automobilistas numa autoestrada perante um incêndio ao longe, fez inversão de marcha ao tentar entender o post do CAA,

        Liked by 1 person

      • rui a. permalink*
        24 Julho, 2018 23:19

        Está novamente enganado. Incêndios houve sempre em Portugal, de iguais e maiores proporções do que os do ano passado. Mais de 100 mortos é que foi uma novidade. E é, sobretudo, o que interessa, como é evidente. Chamar a isto uma «catástrofe natural», como se esses mais de cem mortos tivessem sido apanhados por um terramoto grau 9 da escala de Richter, e, assim, tentar desculpar quem tem responsabilidades, pelo menos, políticas, é que é de antologia. E um insulto aos mortos, que ainda hoje estão sem que se apurem (ou anunciem) responsabilidades. Uma tristeza.

        Liked by 3 people

    • 24 Julho, 2018 21:42

      cabecinha pensadora, hi, ó….

      Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      24 Julho, 2018 22:38

      A grande demagogia aqui é pretender que a tragédia são os incêndios, quando na realidade a tragédia sãoo número de mortos. E esses têm uma razão única e exclusivamente política. Aliás, qualquer lider sério sabe que tais tipos de tragédias são da sua responsabilidade e não o omite.

      Nem sequer 2017 foi o ano com mais área ardida dos últimos 18 anos. Foi apenas o terceiro. E nunca morreu gente como desta vez. Nem sequer nos aproximamos.

      A grande demagogia e a grande falta de vergonha são praticadas por gente como você que continua a querer escamotear a maior tragédia deste país em tempo de paz desde as cheias de 1967. E todos os que no parlamento — da esquerda à direita — ajudaram a colocar uma pedra sobre o assunto. Vão todos para o raio que vos parta. Gente sem alma portuguesa.

      Liked by 3 people

  2. jorge permalink
    24 Julho, 2018 21:08

    O CAA , é o espelho dos politicos deste século: não são carne nem peixe.
    sÃo sobretudo hipócritas.
    O PSD vai lentamente desaparecer com gente desta laia.
    têm medo de assumirem o que são, com defeitos e virtudes.
    Por mim, tenho simpatia pelo PSD mas com pessoal deste calibre não merece a confiança dos portugueses.

    Liked by 1 person

    • Pedro Martins permalink
      25 Julho, 2018 14:55

      Eu também teria pudor em me assumir com um ser desprezível.

      Gostar

  3. anonimo permalink
    24 Julho, 2018 21:22

    Incapacidade de auto-governo – divida publica, troikas -, influencia excessiva das extremas esquerdas e dos sindicatos comunistas, corrupção generalizada, compadrio e incompetencia nos lugares do poder e da administração publica, comunicação social engajada à esquerda e incapaz de identificar problemas com isenção, incapacidade de antecipar os problemas e de planear o território. Obviamente que há um padrão. Daqui a um ano estamos a ouvir notícias sobre o desvio de fundos destinados ás vítimas.

    Liked by 3 people

  4. JMS permalink
    24 Julho, 2018 21:41

    Alguém me sabe dizer se o Tsipras fugi… perdão, foi de férias? Obrigado.

    Liked by 1 person

    • LTR permalink
      24 Julho, 2018 21:49

      Exactamente! Ou se os pinheiros de lá são familiares do eucalipto, porque ardem bem. Outra curiosidade é que os espanhóis na nossa fronteira são mandados para trás porque não conhecem o nosso território, mas os nossos a caminho da Grécia conhecem aquilo como a palma das mãos. E na Suécia até andam de olhos fechados.

      Gostar

    • LTR permalink
      24 Julho, 2018 22:01

      Alguém saberá dizer se lá também substituiram os homens dos incêndios por licenciados em Desporto e Lazer o poder legislativo ir parar à cadeia?

      Gostar

  5. 24 Julho, 2018 22:07

    As reações da Moreira e do Galamba foram provocadas por “causas naturais”. As suas inteligências sempre-sempre ao serviço do P”S” são autênticos vulcões de lava-P”S”.

    Gostar

  6. Mario Figueiredo permalink
    24 Julho, 2018 22:57

    Em relação a essa porcaria de deputado, o Observador — que é uma outra porcaria de jornal e censura o meu uso da expressão ” — é um valente cobarde!

    Em vez de servir o povo que o elegeu, prefere servir a si próprio e perder-se em explicações, ao mesmo tempo que recua na palavra dada e retira posts. Cobardes assim está este país cheio. E a esquerda, que estava de plantão quando em 2017 se mataram 150 portugueses e que não pára desde então de escamotear esta tragédoa — agradece o tempo de antena que este deputado maricas lhe concedeu por mais uma oportunidade dada para calar qualquer oposição.

    O caríssimo deputado que vá para a puta que o pariu.

    Gostar

  7. Mario Figueiredo permalink
    24 Julho, 2018 23:07

    O politicamente correcto está a dar cabo da política, das gentes e do país. Isto vai acabar mal. Já começam a gozar demais com a malta!

    Liked by 1 person

  8. Mario Figueiredo permalink
    24 Julho, 2018 23:13

    O filho da puta do Carlos Amorim desceu mesmo baixo. Mais baixo não era possível, quando apagou um post a denunciar a merda que graça neste país e a dizer o que toda a gente pensa.

    Dou mesmo razão a essa malta do BE, do PS, do PCP que governavam ou aplaudiam o governo quando dois incêndios mataram 150 portugueses. Com cobardes politicamente correctos como este merdas se dizem deputados da oposição, os únicos tomates estão do lado da esquerda. E eu prefiro gente com tomates, do que maricas. Fiquem mesmo aí a governar este país. Porque não mesma na merda de oposição “de direita” deste país que a gente encontra quem nos defenda.

    Gostar

  9. 24 Julho, 2018 23:27

    Rui A.,

    essa, minha, da “inversão de marcha”, não foi para si.

    Gostar

    • rui a. permalink*
      24 Julho, 2018 23:39

      Pois reparei, depois, que era você. E até já apaguei. Abraço!

      Gostar

  10. Procópio permalink
    25 Julho, 2018 00:26

    As galambas e os isabelitos enervam-se quando o calor lhes chega às partes sensíveis.

    Gostar

  11. Rão Arques permalink
    25 Julho, 2018 07:51

    Os indignados tinham a sua razão quando o articulista ao apagar desceu ainda mais abaixo da baixeza que lhe prometeram.

    Gostar

  12. Andre Miguel permalink
    25 Julho, 2018 09:15

    E depois aparece isto nos media:

    https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/incendios-na-grecia-especialista-aponta-semelhancas-com-fogos-de-portugal-em-2017

    Embrulhem!

    Eheheheh

    Gostar

  13. Luis Lavoura permalink
    25 Julho, 2018 09:29

    É triste ver o Rui A. a também participar nestes ataques reles a propósito de uma tragédia assim.
    Eu perguntar-lhe-ia se o mesmo se aplica aos incêndios na Suécia ou, no ano passado, na Califórnia (onde morreram dezenas de pessoas).

    Gostar

  14. Juromenha permalink
    25 Julho, 2018 10:11

    CAA, a descredebilização.
    Mais um que se vai abaixo face a duas nojentas florzinhas de estufa do “pulhiticamente correcto” .

    Gostar

  15. LTR permalink
    25 Julho, 2018 20:21

    Ando há 24 horas à procura de fotografias do terreno com o Tsipras, os Ministros e o Presidente aldrabado, mas ainda não há praticamente nada. De comandante de bombeiros com licenciatura em ginástica, então é que não aparece mesmo nada.

    Foi uma pena o rapaz não ter publicado a pergunta “Qual de vocês teve a ideia de substituir comandantes por licenciados? E porquê.”

    O silêncio da justiça e da oposição toda sobre esta matéria não é melhor!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: