Saltar para o conteúdo

Notícias de um dia normal

22 Novembro, 2018

Setúbal. Estivadores tentam bloquear navio que atracou em Setúbal para carregamentos da Autoeuropa
….

Desapareceu material militar a bordo de um navio da Marinha Portuguesa

Em 2014, uma reunião dinamizada pela Direção-Geral de Energia e Geologia juntou o presidente da autarquia, um engenheiro deste organismo público e empresários do setor da extração dos mármores da zona de Borba e Vila Viçosa. Desse encontro saiu a proposta de serem construídas duas vias de acesso a Borba. Um deveria servir a população, ligando à atual estrada principal, outra deveria servir de acesso às pedreiras. Nem uma nem outra foram construídas.

….

Anúncios
23 comentários leave one →
  1. JPT permalink
    22 Novembro, 2018 10:29

    Em Setúbal, um grupo de pessoas que é ocasionalmente contratado pelo Porto de Setúbal, actuando de modo concertado, intimidou um grupo de pessoas que o Porto de Setúbal contratou, em vez deles (o que tem todo o direito de fazer), e tentou impedir que entrassem no Porto (ofendendo a liberdade dessas pessoas e a segurança dos transportes), o que só foi evitado pela actuação da polícia. De acordo com um tal Dra. Vilar (tem as costas quentes, pois só isso explica que apenas à Câncio tenha causado incómodo a imitação rasca do Dr. Roland Freisler que passou na CMTV) isto constitui o crime de “terrorismo”. No entanto, para a imprensa, não só estes senhores não são “terroristas”, como até são “trabalhadores do Porto de Setúbal” (qualidade jurídica que não têm, tal como a de “grevistas”, pois o direito à greve pressupõe a existência de um vínculo laboral). O que vale ter a cor certa…

    Liked by 1 person

    • Zé Manel Tonto permalink
      22 Novembro, 2018 15:34

      Do dicionário do Google:

      Terrorismo: uso ilegal de violência e intimidação, especialmente contra civis, com objectivos políticos.

      Parece-me que os piquetes de greve deviam ir todos para uma Guantánamo à portuguesa. Berlengas, talvez…

      Gostar

      • JPT permalink
        23 Novembro, 2018 10:04

        Terrorismo, e é esse o meu “ponto” é o que um homem quiser. Ou uma mulher, sejamos “inclusivos”.

        Gostar

  2. Tiradentes permalink
    22 Novembro, 2018 12:25

    Maravilhoso mundo socialisticus onde os grevistas são uma força de bloqueio reaccionária e populista para as conquistas civilizacionais dos povos.

    Gostar

  3. Procópio permalink
    22 Novembro, 2018 13:04

    Setúbal, até vinha a calhar. Era a oportunidade dos trabalhadores da Auto Europa descansarem uns dias. Esperemos que um dia consigam vencer as forças reaccionárias de PSP (é assim que se diz não é?) de modo a proporcionar-lhes férias em definitivo.
    Em casa é que se está bem, principalmente nos dias frios.

    “Desapareceu material militar a bordo de um navio da Marinha Portuguesa”. Os navios andam cheios de coisas, sem o jeitinho ainda se podiam afundar.

    Quanto às estradas em Borba, “Nem uma nem outra foram construídas”.
    As pessoas não se dão conta do que é a trabalheira de fazer uma estrada, quanto mais duas. Aquilo lá é frio de rachar no inverno e calor intenso no verão. Se não se descansa na primavera e no outono quando é possível gozar da sombra dos chaparros?
    Assim como se pode consumir menos electricidade, também se pode andar a pé, até faz bem à saúde.

    Em conclusão, Helena, não pertube. Porto de Setúbal fechado, há praias lindas a visitar. Os navios com armas, é por essas e por outras que o mundo anda em guerra. Pacifismo ao alto!. Estrada, mais estrada, já há estradas a mais.
    Em caso de desespero falem com os amigos do injinheiro, o paulo campos e o lino
    Com as ppp, 3,5 mil milhões de euros já foram de uma assentada, todos os dias pingam mais. Não é por uns míseros cobres que ficam por fazer duas estradinhas.

    ….

    Gostar

  4. Ricardo Silva permalink
    22 Novembro, 2018 13:40

    Também gostei do deputado “retirado” pela Policia…. O que seria escrito, dito, espumado, etc, se há 4 ou 5 anos atrás, o corpo de Intervenção da PSP fosse chamado para impedir uma “greve”, perdão, para cumprir a Lei, e um deputado fosse detido, perdão, retirado do local pela PSP?

    Liked by 1 person

  5. Prova Indirecta permalink
    22 Novembro, 2018 14:01

    Faltaram aí a nomeação do Galamba e as novas evidências na Parque Escolar . Logo à noite há mais .

    Gostar

  6. LTR permalink
    22 Novembro, 2018 14:28

    Mais notícias normais:

    “Mariana Mortágua: “O que prepara um país para uma crise são bons serviços públicos”
    Portugal está mais bem preparado para uma crise futura do que em 2015.”

    Dizem que parte da dívida desapareceu (perdão, reduziu-se) em termos relativos. Já devem ser os efeitos da passagem do buraco negro hospitalar.

    O dr.Costa enganou-se e começou a trocar “devolvemos” por “descongelámos”
    O dr.Costa anda com má cara
    O dr.Costa já não tem cofres cheios nem folgas

    Agora é tudo osso e língua.
    O diabo está às portas.

    Gostar

  7. LTR permalink
    22 Novembro, 2018 15:20

    Tens 18 anos e a quarta classe? És um jovem ambicioso?

    “Mais cinco inspectores da PJ estão a caminho do processo [BES], que já conta com mais de uma dezena de investigadores em exclusivo, mas sem fim à vista, enquanto casos como as PPP’s, o Parque Escolar e a Caixa Geral de Depósitos estão parados.”

    Gostar

  8. colono permalink
    22 Novembro, 2018 15:31

    Sejamos justos:
    Se um trabalhador precário não tem direito a subsidio de férias e de Natal…. vencimento por baixa médica…
    A ser verdade, são tratados pior do que “refugiados” … e quejandos!
    Para que possamos fazer um justo juízo… seria bom que a entidade patronal (não a sindical) esclarecesse documentalmente qual a verdadeira situação laboral dos ditos precários. … Aqui está um caso em que o jornalismo tem obrigação de nos esclarecer , saber a verdade… não se limitar a transmitir únicamente o que diz o “precário”….
    Se fosse um caso de “bola”… meu Deus…!!!!!!!!!

    Gostar

  9. Expatriado permalink
    22 Novembro, 2018 15:53

    Diários da República que gerem as pedreiras

    https://dre.pt/application/conteudo/333156

    https://dre.pt/application/conteudo/621169

    “ANEXO II
    Salvo legislação específica em contrário, as zonas de
    defesa referidas no artigo 4.o deste decreto-lei devem
    ter as seguintes distâncias, medidas a partir da bordadura
    da escavação ou de outro elemento integrante da
    pedreira mais próximo do objecto a proteger:
    Objectos a proteger
    Distâncias
    de protecção
    (metros)
    Prédios rústicos vizinhos, murados ou não . . . . . . . . . . . . . 10
    Caminhos públicos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15
    Condutas e fluidos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
    Linhas eléctricas de baixa tensão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
    Linhas aéreas de telecomunicações telefónicas não inte-
    gradas na exploração/linhas de telecomunicações e tele-
    férico/cabos subterrâneos eléctricos e de telecomu-
    nicações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
    Linhas férreas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
    Pontes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30
    Rios navegáveis e canais/nascentes de águas, cursos de
    água de regime permanente e canais . . . . . . . . . . . . . . . 50
    Linhas eléctricas aéreas de média e alta tensão, postos
    eléctricos de transformação ou de telecomunicações . . . 30
    Edifícios não especificados e locais de uso público . . . . . . 50
    Nascentes ou captações de água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
    Estradas nacionais ou municipais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
    Auto-estradas e estradas internacionais . . . . . . . . . . . . . . . 70
    Monumentos nacionais, locais classificados de valor turís-
    tico, instalações e obras das Forças Armadas e forças
    e serviços de segurança, escolas e hospitais . . . . . . . . . . 100
    Locais e zonas classificadas com valor científico ou
    paisagístico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 500
    Sem prejuízo dos requisitos de segurança, a largura
    das zonas de defesa poderá, por decisão da entidade
    competente para a aprovação do plano de lavra, tendo
    em conta as características da massa mineral, sua esta-
    bilidade e localização, aumentar em função da profun-
    didade a atingir relativamente ao objecto a proteger,
    assim como em função da utilização de explosivos.”

    A última vistoria foi feita em 2016. Vão disponibilizar esse, e os anteriores, relatório para consulta pública?

    Veremos se os jornalistas fazem essas perguntas…

    Liked by 1 person

    • Velho do Restelo permalink
      22 Novembro, 2018 19:42

      Pois isso é do tempo do Cavaco, na volta já foi revogada! Ainda por cima as coimas estão definidas em escudos … onde é que vão agora arranjar escudos para as pagar ?
      Ainda assim quando fizeram a lei, já a pedreira tinha ultrapassado os limites estabelecidos, e pela não retroactividade blá blá bléu fica tudo em águas de pedra.
      Os artºs 49º e 63º são muito interessantes, mas fico sem saber qual o significado de “encerramento” e “recuperação”, pois tenho ideia que o explorador da pedreira teria de fechar a cratera no final da exploração! Quando o processo judicial terminar, atiram lá para dentro o papel produzido e já dá para a fechar.

      Gostar

      • Expatriado permalink
        22 Novembro, 2018 23:14

        O 2° link é muito mais recente e foi de onde tirei o anexo que indica as distâncias mínimas entre o bordo da escavação e vários tipos de cenário i.e. 50m até estradas. É mais que evidente que as pedreiras que se vêem nas TVs estão fora dos parâmetros exigidos.
        E que dizer das supostas vistorias?

        Gostar

  10. Procópio permalink
    22 Novembro, 2018 16:40

    A Marianita: “O que prepara um país para uma crise são bons serviços públicos”
    Querem bons serviços públicos? Votem nela e vão ver o serviço feito..

    O meu sobrinho tem 18 anos e a quarta classe, isto é o 4º ano que ainda é melhor.
    O LTR lembrou bem, sugeri-lhe a PJ, ele considera-se um jovem ambicioso, inclina-se para o bloco, é contra a alienação da confiança, homem novo, bom e porque sim.
    Não vou dizer como ele me chama, carrapito à maneira, nariz perfurado, tatuagem bélica.
    “Ó tiozinho reaça, o que está a dar não é a polícia, é a gatunagem!”
    “Roubar!!”. Ele notoi um esgar comprometedor no meu semblante antiquado.
    Sai-me ele: “Qual roubo, é tudo relativo, eu só ajudo à distribuição do capital!”
    “O que pensas tu que eles … andam a fazer lá nas governanças?”. Que vou eu dizer …
    Perguntei a medo, e já andas a estagiar?
    “Não paro, ele é palmar carteiras no metro, arrombo portas sem ruído, mando uns estalos nos velhotes que não passam logo a pensão, carros é comigo”.
    “Olha-me só para este audi!”

    https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcR9PiiuBw-VjOzTb8DbeQ477UK9tLBqt2l0lJzv5DNft7FaqZKs

    E vai de acelerar a fundo.

    Gostar

  11. Velho do Restelo permalink
    22 Novembro, 2018 19:53

    Helena, também noto uma falta na sua lista de temas do dia : A visita do “soba grande”!
    Tinha preparado umas picardias do tipo :
    “Resolveu-se o irritante que nunca existiu, embora a culpa tenha sido de Pt por não cumprir os acordos firmados”.
    “Recuperou-se a boa relação que nunca tinha sido beliscada”.
    “Somos todos gente séria, excepto alguns jornalistas e os bloggers em geral”.

    E não sei se notaram, mas o cuecas constipou-se !
    A água da pedreira estava muito fria ! Ou então, com tanta gente a cortar-lhe na casaca …

    Gostar

  12. Procópio permalink
    22 Novembro, 2018 22:44

    Falemos de coisas sérias.
    https://www.zerohedge.com/sites/default/files/inline-images/italy%20debt%20gdp%20shorter_0.jpg?itok=heswUhQn
    Com as pressões de Moscovici a situação pode piorar e muito.

    Gostar

  13. Procópio permalink
    22 Novembro, 2018 23:35

    https://www.publico.pt/2018/11/22/sociedade/noticia/quase-quinto-populacao-portuguesa-sofre-problemas-mentais-1852004

    20% dos votos estão no papo, agora é só preciso aumentar 2 euros na pensão às velhotas.

    Gostar

  14. 23 Novembro, 2018 00:23

    Estes trabalhadores não estavam sindicalizados.
    A greve não foi decretada por nenhum sindicato.
    Foi uma greve selvagem, orquestrada pela direita. Sim essa direita que desespera com o sucesso da geringonça.
    Vale tudo para deitar este governo abaixo! Até vale deslocalizar a Autoeuropa,,,
    Pedrógão, Tancos, devolução de armas roubadas, roubo de agulhetas, greve dos estivadores, etc. é tudo culpa do “governo minoritário”.
    Só falta dizer que também tiveram culpas nos incêndias da Califórnia… (lá o Siresp também funcionou muito mal…).

    Gostar

  15. Rão Arques permalink
    23 Novembro, 2018 07:42

    BORBA COM ÁGUA PELA BARBA
    Agora pergunto eu:
    Qual a entidade a quem competia a fiscalização da segurança da extração do mármore, para os trabalhadores envolvidos e para terceiros?
    Como foi posssivel terem deixado chegar os cortes com descalce até à prumada da borda da estrada?
    Se aquela via foi entregue, parece que mal, à autarquia, não era a esta que competeria, e bem, fazer regular inspeção dos trabalhos zelando pelo cumprimento de todo o normativo aplicável.
    Qual a tutela da entidade fiscalizadora que devia ter atuado?

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      23 Novembro, 2018 23:11

      Ainda falta saber se a autarquia a aceitou ! Penso que essas entregas incluem “responsabilidade pelo objecto transferido” + “um pacote financeiro” .

      Gostar

  16. Daniel Ferreira permalink
    23 Novembro, 2018 14:24

    Quanto às armas desaparecidas, comecem por perguntar à ministra Van-Dunem, a família dela é versada no tráfico de armamento militar à décadas.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: