Saltar para o conteúdo

Montenegro: aquém do esperado

11 Janeiro, 2019

O discurso de candidatura de Luís Montenegro fez sentido na parte em que identificou a letargia taciturna do baronato balofo do PSD, personificado em Rui Rio. Foi um discurso interessante, com pontos muito válidos, mas não deixou de saber a pouco. Algumas das preocupações que Montenegro exprimiu pareceram uma prova de degustação gourmet: pratos minusculos, porém vistosos, com nomes mais longos que a sensação de satisfação que originam.

A inteligência artificial? O empreendedorismo? A falta de regulação de negócios na internet? Nada disto corresponde a questões com qualquer importância. Perante o risco de incêndio anunciado, ninguém se mobiliza para discutir a tragédia que será limpar a tinta feita por encomenda da marquise. Luís Montenegro falou, mas para um certo PSD habituado a alguma palha discursiva, exacerbando um voluntarismo pouco direccionado para as grandes questões. Europa, imigração, o sufoco fiscal, apesar de mencionados de raspão, obtiveram o mesmo destaque que a inteligência artificial e os negócios da internet. É pena: foi pouco e errou liminarmente ao referir mais regulação num país que até regula se um indivíduo pode expressar ideias no programa do Goucha.

Precisamos de mais. Muito mais. Precisamos que o discurso seja para pessoas reais, mobilizáveis, não um discurso baseado em clichés de brainstorming colectivos pouco editados. De qualquer das formas, está dado o mote: ainda há tempo para melhorar.

Anúncios
34 comentários leave one →
  1. 11 Janeiro, 2019 17:02

    Ouvi a sua apresentação, foi cristalino.
    Sucinto, não foi o momento para divulgar uma “programa eleitoral” ou “de governo”.

    Gostar

  2. 11 Janeiro, 2019 17:18

    O que nós precisamos é que o psd (a bengala do regime) se parta ou se dissolva. Aí sim o regime moribundo do ps vai ao chão.

    Liked by 1 person

    • 12 Janeiro, 2019 10:59

      Completamente de acordo,definitivamente o grande problema não é o partido A ou o B(ou agendas politicas mais ou menos de esquerda ou mais ou menos liberais) mas todos eles,portanto um problema de regime(que só é camuflado por uma imprensa venal e por comentadores e “estadistas” anestesistas)

      Gostar

      • Martim Moniz permalink
        12 Janeiro, 2019 11:44

        Por exemplo ( Gonçalves mais uma vez na mouche) A entrevista televisiva de um ex-presidiário com currículo racista continua a inspirar alertas alusivos ao avanço do fascismo. Quem chegou a Portugal durante a semana convenceu-se de que o país está praticamente nas mãos de “skinheads”, restando apenas bolsas de heróicos resistentes na clandestinidade. Quem já andava por cá, porém, hesita se deve confiar na histeria ou nos factos. Se escolher os factos, estes garantem que a ideologia (?) do sr. Machado não possui representação parlamentar e que o próprio PNR entusiasmou nas legislativas 27 mil eleitores, ou meio por cento dos votos. Não são números avassaladores.

        Significa isto que a nossa querida pátria está salva de extremismos perigosos? Pelo contrário. Um sexto da AR, correspondente à vontade de um milhão de cidadãos, é composto por comunistas de duas igrejas. Por sua vez, os comunistas aliaram-se ao segundo partido mais votado, que aproveitou o arranjo, superior a 50% da AR, para formar governo e mandar nisto. Entretanto, o partido mais votado em 2015 decidiu passar o último ano a implodir-se e, à “direita”, sobra o CDS, para os que acham que o CDS é de direita e merece sobrar. Recear extremismos em Portugal é o mesmo que Stevie Wonder recear a progressão da miopia. No fim de contas, se as contas não forem feitas por sociólogos ou “activistas”, Portugal encontra-se entregue à esquerda e, por inerência, à extrema-esquerda, ou, no jargão em voga, os “democratas”.

        Liked by 1 person

      • Martim Moniz permalink
        12 Janeiro, 2019 11:48

        O texto-artigo aqui citado é do Alberto Gonçalves no Observador .

        Gostar

  3. PA, permalink
    11 Janeiro, 2019 17:45

    Eu não desisto de PPC.

    Gostar

  4. LTR permalink
    11 Janeiro, 2019 18:17

    Este sujeito e quase todos os outros estão completamente perdidos no vazio e a alternativa é uma agremiação de vacas voadoras desfasadas de cem anos em estado de negação de tudo o que sejam responsabilidades. Não conseguem sequer identificar meia dúzia de pontos críticos para mudar Portugal no contexto interno e muito menos no contexto internacional. Podiam ao menos identificar os efeitos perniciosos do governo no arrendamento, no investimento, na relação fisco/cidadão, na educação para a estupidificação, nos cursos cheios de lixo que não serve para outra coisa que não dar de comer a alguns professores e para encanudar estudiosos, nos custos económicos insuportáveis, na farsa dos reguladores e da regulação, no sistema pernicioso com que colaboram com décadas de silêncio para com grandes operadores, na justiça entesada com os pilha galinhas, na qualidade dos trabalhos parlamentares, na agenda de “merdinhas” sem relevância nenhuma, na contratação pública que espuma corrupção, etc. É natural que passem todos os dias o muro de Trump e Bolsonaro em vez do seu ministro da economia na tomada de posse, porque aquele vídeo retrata exatamente os nossos problemas e o folclore com que os contornamos – as rendas, os vícios, a infecção e captura do sistema administrativo, o tratamento desigual da população, a extorsão de taxas e taxinhas pornográficas por departamentos municipais, nas taxas de despesa dedicada a salaries em instituições públicas como se existissem para elas próprias, na assistência à saúde que é função da cunha, nos retratos de desespero das administrações hospitalares, na herança imunda que deixaremos e com que asfixiaremos os mais novos, etc. Esta gente é assustadora na responsabilidade, no compadrio, no laxismo, nos vícios.

    Gostar

  5. António Queirós permalink
    11 Janeiro, 2019 18:20

    “aquele com maior representação no eleitorado não-pendura”
    ceguinho, ceguinho…… e a procissão ainda não começou….

    Gostar

  6. António Queirós permalink
    11 Janeiro, 2019 18:25

    sei lá,
    psd, ps, pcp, be, greenssss, pan, il, mel, e todos os etc, também são importantes, revelam-se caixinhas de conteúdo idêntico, com embrulhos diferentes,,, assim não há pachorra…

    ““Em poucas décadas estaremos reduzidos à indigência, ou seja, à caridade de outras nações, pelo que é ridículo continuar a falar de independência nacional. Para uma nação que estava a caminho de se transformar numa Suíça, o golpe de Estado foi o princípio do fim. Resta o Sol, o Turismo e o servilismo de bandeja, a pobreza crónica e a emigração em massa.”
    “Veremos alçados ao Poder analfabetos, meninos mimados, escroques de toda a espécie que conhecemos de longa data. A maioria não servia para criados de quarto e chegam a presidentes de câmara, deputados, administradores, ministros e até presidentes de República.”

    Marcello Caetano, sobre o 25 de Abril ”

    mas ninguém é capaz de contrariar este escrito,,,,, cambada de vendilhões, ainda por cima, broncos.

    Liked by 1 person

    • 11 Janeiro, 2019 18:26

      Com quatro vírgulas seguidas, nem preciso tentar.

      Liked by 1 person

      • Martim Moniz permalink
        12 Janeiro, 2019 11:06

        Com muitas ou poucas virgulas( e sendo o texto do Marcelo Caetano ou não,do Marcelo actual é que não será) a análise/diagnóstico não anda nada longe da realidade,aliás peca por escasso já que o autor não saberia do que estaria ainda por vir(basicamente um circo completo,e não me refiro ao cardinali e afins).

        Liked by 1 person

      • 12 Janeiro, 2019 11:36

        Ouça, o Eça é anterior ao Caetano, pelo que nada disso é original. Está nos livros.

        Gostar

  7. Rão Arques permalink
    11 Janeiro, 2019 18:27

    Independentemente do salto certo ou errado que Montenegro ensaiou, está dado um enorme passo para deixar Costa inquieto.
    Propostas leva-os vento como bem sabe e se farta de jogar nisso este alarve pregador de promessas.
    Coisa que tem sido indecifrável é o medo que esta invenção de 1º ministro tem metido a tanta gente, com os comentadores do costume a bater na mesma burra, indo até ao tiro mortífero que terá abatido o PSD.
    Contra a corrente por vicio meu, não me admirava nada que o poucochinho tenha começado com as convulsões próprias de quem se vai borrar todo, fazendo mesmo assim careta com o seu sorriso labrego

    Liked by 1 person

  8. LTR permalink
    11 Janeiro, 2019 18:30

    Isto é uma notícia de hoje que retrata muito bem a aberração em que o país se transformou e que é muito pior do que as “fake news” a que convenientemente e não por acaso se terá referido o tão preocupado candidato:

    “Revisão intermédia de um dos submarinos de Portas vai custar 24 milhões”

    Um povo sem valores e sem dignidade nunca vai dar nada e já é demasiado tarde. Estamos hoje muito pior do que as gerações mais pobres do tempo da outra senhora, que ainda têm o discernimento para as coisas mais simples, mas cheios de canudos, certificações e nobres títulos.

    Liked by 1 person

  9. lucklucky permalink
    11 Janeiro, 2019 18:56

    Quer mais regulação, ou seja mais jobs for the boys, mais empregos não produtivos para dar à corte.

    Faz parte do problema.

    Gostar

  10. 7anaz permalink
    11 Janeiro, 2019 18:57

    Infelizmente e tal como eu já esperava, além de uma série de banalidades, típicas do discurso usado na trica e no combate no hemiciclo, ideologicamente não disse nada de relevante, porque disso ali nada existe. Este não é o meu candidato. Aguardo pacientemente pelo meu candidato.

    Gostar

    • 11 Janeiro, 2019 19:09

      É o Alberto João ? Ou o Morais Sarmento ? O Pacheco ?
      Se espera candidato não está contente com o RRio…

      Gostar

  11. 11 Janeiro, 2019 19:07

    A partir de hoje (mais concretamente desde há cerca de 2 horas), o LMontenegro vai ter de combater também a comunicação social e os comentadores dependentes da geringonça e especialmente das alcavalas proporcionadas pelo P”S”. Vão atacá-lo atémais não e…entre linhas ou despudoradamente, “compreender” e elogiar o “sentido de estado” do RRio.
    E não esqueçamos um, dois ou mais social-democratas que vão ser atirados como opositores ao LMontenegro, para o desgastar — no final, um, só um se for, também se candidatará a líder do PSD. Se o RRio concluir que o LM tem possibilidaddes de o substituir, muito provavelmente lançará um candidato para pelo menos, atrapalhar.
    Essa, já colocada na opinião pública, de o LM avançar para defender tacho seu e doutros na próxima ARepública e não só, não me convence — parece encomendada pelo P”S”…

    Gostar

  12. 11 Janeiro, 2019 19:19

    Mais “crimes” do LM que vão colocar por aí: não é gay e nunca defendeu a espécie, é maçon, advogado com interesses cinzentões, do Norte, portista, quiçá tem sanita de ouro em casa, passeia no jardim público sem pagar, colocou o pópó no arranjo e não liquidou a factura até o levar da oficina, ocupa espaço para duas pessoas na praia de Espinho, é alto… Aproveitem.

    Gostar

  13. Arlindo da Costa permalink
    11 Janeiro, 2019 19:20

    Montenegro? Vocês querem-me fazer rir? Olhem que eu estou a trabalhar…

    Um ignorante, boçal, malcriado, chupista do erário público, etc. é que vai tomar conta da chafarica social-democrata?

    Enfim…. carrega Tony Kosta!

    Gostar

    • JMS permalink
      11 Janeiro, 2019 22:38

      Não tens emenda, Arlindo. Andas a receber pouco dos teus donos…

      Gostar

  14. Leunam permalink
    11 Janeiro, 2019 19:32

    Em Portugal só temos um Partido:

    Chama-se:

    VAMOS FAZER…

    (Nota – antigamente, na linguagem popular, “fazer” significava também “defecar”)

    Gostar

  15. Pedro permalink
    11 Janeiro, 2019 22:55

    Este artigo é ridículo.

    Um politico neoliberal não pode dizer ao que vem, porque senão ninguém vota nele.

    Têm de vir na melhor das hipóteses com discursos vazios. Mais habitualmente com completas aldrabices.

    Foi assim que o Sá Carneiro andou a tentar convencer toda a gente que era “socialista”.

    Um nojo.

    Gostar

    • 11 Janeiro, 2019 22:58

      🦴 🦴 🦴

      Gostar

    • JMS permalink
      12 Janeiro, 2019 00:31

      Um promotor da emigração como vc nunca entenderá o que é uma porcaria dum país socialista. Portugal será sempre um país de emigração. Se não for totalmente estúpido, entenderá que menos socialismo, significa menos emigração.

      Para sua infelicidade o planeta já mudou umas dez vezes e vc ainda vive em 1917 ou, para não ser demasiado humilhante, 1974. O seu discurso é absolutamente ridículo.

      Vocês não teem emenda mesmo.

      Tente, se conseguir, fazer algo para que no seu país emigrem menos. Trabalhar, talvez.

      Ou, se calhar, menos socialismo.

      Gostar

  16. JMS permalink
    11 Janeiro, 2019 23:55

    Pensar Rui Rio como uma alternativa, sempre foi um erro crasso. Mais do que provado num ano duma infeliz “presidência”. Rui Rio nunca passou dum lambe-botas do vigarista Costa. Não foi por acaso que foram ambos a Bilderberg. Passos nunca foi “convidado”. E só esse facto devia fazer-nos pensar. O Marcelo está no jogo para salvar os Espírito Santo, o Costa quer salvar a pele (é, talvez, o maior sem-vergonha, vigarista, incompetente “primeiro ministro” ) e a pele do Sócrates também.

    Como país socialista que somos, infelizmente, temos tudo o que merecemos: BE, PAN, PCP, PS, Rui Rio, Marcelo. Depois admiram-se que emigrem 90.000 pessoas por ano, mesmo agora, que Portugal se transformou num “paraíso”. Deixou foi de haver câmaras de tv no aeroporto da Portela para registar a “choradeira”.

    Ficaria aqui várias horas a falar sobre “pequenas” incongruências de governos do PS.

    Quanto a Rui Rio, nunca será tarde para se ir embora. Quando for já vai tarde.

    António Costa está exuberante com esta estupidez do PSD. Estupidez, entenda-se, Rui Rio.

    Estou farto de viver num país socialista.

    Para os mais distraídos, somos um país socialista há 44 anos. Daí a forte emigração.

    Enquanto formos socialistas nunca teremos futuro.

    Liked by 1 person

  17. 12 Janeiro, 2019 01:05

    Achei ridículo o inovador epíteto de ‘neoliberal radical’ com que o inefável bloqueiro Fernando Rosas apodou o Montenegro.
    Quase tão rídiculo como pensar que um partido liberal pode ganhar eleições em qualquer país da Europa.
    E quase um assunto sério se pensarmos que esta agitação toda só serve para esconder que há muita rapaziada da p’lítica no PSd à rasca com a possibilidade de ficar fora das listas para as legislativas.
    O país já anseia por caras novas e que tenham algo a dizer. Mesmo.

    Gostar

    • Pedro permalink
      12 Janeiro, 2019 15:35

      ????

      Então a Tatcher, e Passos e mais outros 50 como eles não ganharam eleições na Europa ?

      Por terem ganho é que a Europa está toda lixada.

      Gostar

      • 12 Janeiro, 2019 17:07

        Não sei quem são os 50 a que te referes.
        Quanto à conservadora Margaret Thatcher, foi responsável por uma série de desregulamentações e privatizações. Não foi tão longe como John Major nem sequer quanto o trabalhista de 3ª via Pepsodente Blair. (O Blair será um neoliberal radical?).
        O Passos, coitado, governou em austeridade. Desregulamentou umas coisas, vendeu ao desbarato outras e aumentou impostos cumó camandru (aumentar impostos cumó camandrú é neoliberalismo radical?).
        Quanto ao plano político europeu em que há, de facto, partidos que se assumem como liberais, a verdade é que nenhum obtém mais de 10, 15% dos votos. É isso que o PPD quer? E o PSD?
        Quanto ao neoliberalismo radical… ainda não conheço nenhuma definição articulada. Queres explicar-me o que é?

        Liked by 1 person

      • 12 Janeiro, 2019 17:11

        Ainda aqui volto.
        Um artigo sobre esta temática que gostei de ler:
        https://angrybearblog.com/2018/12/neoliberalism-as-structure-and-ideology.html

        Gostar

  18. Leunam permalink
    12 Janeiro, 2019 01:11

    JMS

    Tirou-me as palavras da boca!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: