Saltar para o conteúdo

Ventura não assusta nada em relação a isto

20 Janeiro, 2019

Anos e anos de circo com selfies, mergulhos e cenas degradantes de uma aristocracia que não o é a descer ao plano terreno de uma plebe que não o quer ser, eis que um presidente consegue, perante a impávida complacência do corno, interferir na vida partidária do seu antigo partido. Silêncio total, com a nobre excepção de São José Almeida, no Público – sim, essa senhora, a que ninguém conseguiria colar o rótulo de vil adida da “direita”, por muito que se tentasse –, revelando uma paralisia total de conformismo hediondo à mais nefasta boçalidade. É curioso observar o foco na insanidade de Trump e na subtileza de elefante na loja de porcelana de Bolsonaro perante o olímpico livre-conduto para pantomina do presidente português. Nem sempre sabemos o que desejamos, mas pior ainda é não conseguirmos perceber quando desejamos o que já possuímos.

Anúncios
11 comentários leave one →
  1. 20 Janeiro, 2019 09:56

    “A verdade é que Marcelo Rebelo de Sousa interferiu na vida interna do PSD (…). Como Presidente da República, sabe que não o deve nem pode fazer. Mas não resistiu a meter-se no assunto, a aparecer na fotografia, a surgir como interlocutor de um confronto partidário, usando o seu estatuto de Presidente da República.” Parece que São José Almeida passou os últimos três anos nas nuvens e despenhou-se agora aos trambolhões. Não foi aquele o permanente modo de operação de Marcelo durante toda a sua aventura presidencial? Marcelo quase não fez mais nada senão tomar parte do jogo partidário – sendo nisso o perfeito clone do velho Soares que tanto disse admirar durante a campanha.

    Gostar

  2. weltenbummler permalink
    20 Janeiro, 2019 09:56

    o psd não tem lugar entre os partidos de esquerda
    só terá futuro como ppd refundido

    Gostar

  3. 20 Janeiro, 2019 10:46

    “A verdade é que Marcelo Rebelo de Sousa interferiu na vida interna do PSD (…). Como Presidente da República, sabe que não o deve nem pode fazer. Mas não resistiu a meter-se no assunto, a aparecer na fotografia, a surgir como interlocutor de um confronto partidário, usando o seu estatuto de Presidente da República.”

    Não votei no Professor Marcelo Rebelo de Sousa para presidente desta nossa República.
    A verdade é que o homem, quanto a mim, está ligado à maioria dos elementos mais pútridos da sociedade em que todos nós vivemos. É amigo pessoal de muitas dessas pessoas e, profissionalmente, não teve muito prúridos em elaborar pareceres para situações que envolviam essa gente e que lhes deram bastante jeitinho.
    Será mesquinho, até poderá ser injusto, mas é como diz o outro: ‘Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és’.
    Concordo com o facto de lhe ser atribuída uma falta de gravidade no exercício do cargo que me desgosta.

    Mas quanto ao que autora refere e que é citado aí acima, parece-me que falta esclarecer o essencial : o Presidente interferiu na vida do PSD como?
    O Montenegro parou a sua ação?
    O Rio desistiu da sua defesa.
    Afinal, e isso é muito importante para mim, como é que o homem interferiu na vida interna do PPD e do PSD?
    Essa seria, do meu ponto de vista, a questão a responder por um@ jornalista que se prezasse.

    Ficaremos à espera das memórias para o saber…

    Gostar

    • 20 Janeiro, 2019 10:49

      Tem razão. É como convidar a Cicciolina a Belém. Não tem qualquer significado se não pinar, é só um chá entre colegas.

      Liked by 2 people

      • 20 Janeiro, 2019 10:58

        Jornalisticamente, continua a faltar o mais importante: é comprovado que houve pinanço, houve paixão e arrebatamento, foi pinanço técnico, ou é só trinta e um de boca de café?
        Informações que são importantes, pá!

        Gostar

      • 20 Janeiro, 2019 10:59

        A função do presidente é só uma: não ser palhaço. Sei que parece difícil, e tem sido, mas é mesmo só isso.

        Liked by 2 people

      • 20 Janeiro, 2019 11:00

        Já agora: e que bolinhos é que foram servidos? E que chá? Houve Vichyssoise? Mesmo?
        É que já não seria o primeiro a dar-se mal com as ementas…

        Gostar

  4. 20 Janeiro, 2019 11:02

    ‘A função do presidente é só uma: não ser palhaço. Sei que parece difícil, e tem sido, mas é mesmo só isso.’
    Concordo em absoluto.
    A minha questão é: isto é jornalismo?

    Gostar

  5. Manuel permalink
    20 Janeiro, 2019 12:44

    De que tem medo Marcelo? É urgente o surgimento de um candidato a Belém da área não socialista, mesmo que seja para perder, marca terreno e desmascara estes procedimentos. Votei Marcelo, mas não votarei, aconteça o que acontecer.

    Gostar

  6. 20 Janeiro, 2019 13:31

    Óptimo post e comentários do VCunha na mouche !

    O entertainer MCThomaz já não me merece consideração.
    O que a autora escreve, resumi num bitaite colocado no dia da ida do LMontenegro a Belém.

    Gostar

  7. Rão Arques permalink
    20 Janeiro, 2019 16:09

    Por onde anda a democracia, a transparência e o funcionamento sério das instituições?
    Tudo se aldraba manipula e é permitido depois deste superiormente manhoso exemplo:
    Marcelo Rebelo de Sousa diz que “a vida do PSD é com o PSD”
    “Presidente da República recebe Luís Montenegro na segunda-feira”.
    Também a vida do PCP será com o PCP levando atrelada a melancia que nunca foi a votos, tudo em nome de vã justiça e princípios retorcidos e enxovalhados.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: