Saltar para o conteúdo

Como é óbvio a Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial vai avançar com uma queixa contra Mamadou Ba por racismo pois os mexicanos autores de novelas também são gente

29 Janeiro, 2019

Mamadou Ba, dirigente do SOS Racismo: “Não vou alimentar mais esta novela mexicana.”

De igual modo aguarda-se o vivo protesto por parte da embaixada do México e sob o lema “Não ao muro no mundo das novelas” “Não à discriminação da novela mexicana”  espera-se pelas manifestações destas associações* que habitualmente acompanham o SOS Racismo nas suas denúncias. Note-se que em causa está a discriminação de Mamadou Ba face às novelas e dentro destas às novelas mexicanas. Uma dupla discriminação portanto. Gritemos todos “A novela também é Literatura e a novela mexicana Literatura é. ”

A saber: Afrolis – Associação Cultural;  GTO Lx – Grupo de Teatro do Oprimido; MUXIMA; FEMAFRO – Ass. de Mulheres Negras, Africanas e Afrodescendentes; DJASS – Ass. de Afrodescendentes; Observatório do Controlo e Repressão; Casa do Brasil; CAIPE – Coletivo de Ação Imigrante e Periférica; Consciência Negra; Socialismo Revolucionário; SOS Racismo; Plataforma Gueto; Nêga Filmes; Ass. Cultural Moinho da Juventude; Associação Muticultural do Carregado; Khapaz – Associação Cultural de Jovens Afodescententes; Solidariedade Imigrante – Associação para a defesa dos direitos dos imigrantes (SOLIM); Associação Passa Sabi; Associação dos Filhos e Amigos de Farim (AFAFC); APEB – Ass. de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros de Coimbra; Organização dos Estudantes da Guiné-Bissau de Coimbra; Letras Nómadas – Ass. de Investigação e Dinamização das Comunidades Ciganas; Em Luta; Teatro Griot; INMUNE – Instituto da Mulher Negra em Portugal; Associação Nasce e Renasce; Associação Krizo; A Gazua; Coletivo Chá das Pretas; Festival Feminista do Porto; A Coletiva; Núcleo Antifascista de Braga; UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta (Braga); STCC – Sindicato dos Trabalhadores de Call Center; AIM – Alternative Internacional Movement; Banda Exkurraçados; Hevgeniks; Kalina – Associação dos Imigrantes de Leste; Comunidade Bangladesh do Porto; União Romani Portuguesa; AMEC – Associação de Mediadores Ciganos; CIAP – Centro Incentivar a Partilha; Associação Mais Brasil; Coordenadora Antifascista Portugal; Associação Saber Compreender; GAP – Grupo Acção Palestina; GERA – Grupo Erva Rebelde Anarquista; Existimos e Resistimos; Rede Ex aequo; Porto Inclusive; Disgraça; Nu Sta Djunto; Outros Ângulos; Assembleia Feminista de Coimbra; UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta (Coimbra); Txiribit; Projeto Aparte; Instituto das Comunidades Educativas (ICE); Ass. Desenvolvimento do Minho Rural (ADMIR); Coletivo Tuía de Artifícios; Associação Cultural e Recreativa Estrela da Lusofonia; Sindicato dos Estudantes; Associação Actividade Motora Adaptada; ILGA – Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual, Trans e Intersexo.

Anúncios
10 comentários leave one →
  1. Daniel Ferreira permalink
    29 Janeiro, 2019 14:40

    Então e onde está a “Organização de Defesa da Cultura, História, Tradição e Povo Português” que devia ser o nome por extenso do GOVERNO PORTUGUÊS mas que é o seu exato oposto?

    Liked by 1 person

  2. Artista português permalink
    29 Janeiro, 2019 14:49

    E a defesa dos devedores oprimidos!?!?!?!? no meu caso, sinto-me muito discriminado! Pago 300 euros por mês por um empréstimo de 30 mil e a pobre da Bárbara, segundo esse pasquim de invejosos que é o CM, paga 200 euros por um empréstimo de 230 mil! Sinto-me
    espoliado!!!

    Liked by 1 person

    • alex.soares permalink
      29 Janeiro, 2019 15:32

      Quem pode, pode, e paga com o que é seu.
      Quem não sabe o que tem, não pode pagar com o que é de outros, por isso pagar menos pode custar muito, mas sem doer.

      Gostar

    • Oscar Maximo permalink
      29 Janeiro, 2019 17:37

      Acontece que á Bárbara foi calculada uma esperança de vida de 120 anos, já os artistas morrem cedo. É uma questão de fazer as contas.

      Liked by 1 person

  3. 29 Janeiro, 2019 15:57

    Adorei o Chá das Pretas e a Tuía de Artifícios

    AHAHAHAHAHA

    Liked by 1 person

  4. Oscar Maximo permalink
    29 Janeiro, 2019 17:33

    Está na altura de recuperar as palavras de ordem da revolução. Se nós não somos o povo, onde está o povo ?

    Liked by 1 person

  5. 29 Janeiro, 2019 17:44

    Quem os subsidia? O que fazem? Há relatórios dessas actividades? Os responsáveis estão identificados? E prestam contas? A Quem?

    Liked by 1 person

    • Jornaleco permalink
      30 Janeiro, 2019 03:16

      Eles mentem, falsificam tudo (!) para receber o nosso dinheiro e depois ainda nos dão porrada, troça, e ademais.

      Os filhos do diabo foram sempre assim.

      Uma parte deste povo o quer assim. Eu não! Se eu pudesse, eu mandava-os para o planeta marte. A maldade existe e nunca se vai dar bem connoscot. Eles não o querem.

      Gostar

  6. André Silva permalink
    29 Janeiro, 2019 23:08

    Ao ler a listagem só me apraz dizer: FODA-SE…!

    Gostar

  7. Jornaleco permalink
    30 Janeiro, 2019 04:48

    Quem é que andou a criar e a ensinar estes burros da listagem? Ano após ano? Muitos são de famílias abastadas, ricas. A pobreza material não o pode ser. E donde vem a pobreza espiritual?

    A listagem é o Who’s Who da maldade portuguesa. Telecomandados do estrangeiro, do trono do diabo. A abreviatura de toda a maldade é o diabozinho.

    O que é que essa canalha produz de bem para a nação?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: