Saltar para o conteúdo

Sem jeito para vendedor

23 Fevereiro, 2019

Buy this album if you’ve gotta lotta money or don’t care much what you blow your wad on, but don’t pass up any of the really cosmic stuff like the Stooges for it or the shadow of Blind Lemon Jefferson will come and blow his nose on your brow every night.

Lester Bangs in Rolling Stone, Março de 1973 (sobre o álbum The New Age dos Canned Heat).

Às vezes, dou comigo a pensar naquele momento em que a revista Rolling Stone prescindiu da colaboração do crítico gonzo Lester Bangs em 1973 pela crítica negativa do album The New Age, o nono da carreira dos Canned Heat. Na mesma edição, uma crítica positiva ao Hot August Nights de Neil Diamond rezava assim:

Attending the release of this sluice of ultimorgasmic sounds from Meister D. is some of the grooviest garnish this side of a Melanie presskit. Here on the very front cover is Neil in full flight, working it on out and what is he doing? Pretending to jerk off, that’s what. He’s pantomiming whanging his clanger, and from the look on his face I’d say he’s about to shoot off, and the only bogus part is that he’d like everybody out there to think it’s 13 inches long. It’s truly a pic to post in your den or rec room for years to come, no matter what some o’ them psychedelic schmucks with their Hawkwind nightshade garlands might think; you don’t even need a black light, and it’s great to spill beer on or throw your girlfriend up against in the party’s latter leagues

Lester Bangs in Rolling Stone, Março de 1973 (sobre o álbum Hot August Nights de Neil Diamond).

Sobre o assunto, na última entrevista antes de morrer, à pergunta se a rejeição o fez mudar de opinião sobre a revista Rolling Stone, Bangs respondeu:

No. I knew it was a piece of shit. The reviews I did for them really stuck out like sore thumbs. And I never did get along with Jann, because he really likes the suck-up type of writing. He doesn’t like people that are stylists unless it’s somebody he wants to suck up to himself, like Norman Mailer or Truman Capote or someone like that. (…)

A Final Chat With Lester Bangs

Às vezes dou comigo a pensar nisto. O que é um blog? Qual é o nosso papel? Somos políticos? Somos cronistas? Estamos aqui para vender o disco de alguém ou estamos aqui para dizermos, com o nosso próprio estilo, o que nos apetece sobre um assunto? Eu sou deste último tipo. Dizemos o que queremos, mesmo que seja mal de um disco que o nosso editor quer que venda, e, quando deixarmos de fazer sentido, levamos o nosso estilo gonzo para outro lado qualquer.

Gostei da escolha do Ricardo Arroja para cabeça de lista às eleições europeias pela Iniciativa Liberal. Só não tenciono votar em nenhum dos partidos para essas eleições.

Anúncios
7 comentários leave one →
  1. MJRB permalink
    23 Fevereiro, 2019 17:37

    Ora, como o caso é música e candidatura política a um cargo, estive a fazer contas e, se o RArroja tiver na sua campanha o “genial” cantante do momento, um tal Conan Osiris, é eleito. De caras. Mais: se o Conan tiver críticas muito positivas na Rolling Stone e no Correio da Manhã, pode o futuro eurodeputado começar a fazer as malas para rumar a Bruxelas. Ainda mais: porque há medalhas aos montes em Belém para dar no 10 de Junho, se o Conan for distinguido pelo MCThomaz “por relevante contributo para a cultura”, o ILiberal elege três ou quatro deputados — o RRio e a ACristas que se cuidem, porque os tugas alarves estão maravilhados com aquelas músicas e letras.

    Gostar

    • MJRB permalink
      23 Fevereiro, 2019 17:43

      E, mais votos terá o ILiberal, porque o Conan-Zé Cabra vai trazer apoios de muitos e muitas do BE, do PAN, dos vegan, dos “humanistas” & tais.

      IMPORTANTE:
      parece que o comboio humanitário já está a entrar na Venezuela. Viva Guaidó, viva os venezuelanos !

      Gostar

    • 23 Fevereiro, 2019 20:51

      O ano passado ganhou uma matrona bochechas #metoo a imitar uma galinha, mas porque vinha da terra prometida e as esganiçadas começaram a ganir muito, a malta dos bons costumes daqui ficou doida e atirou foguetes ao ar, por a galinha ter ganho . Portantos, presunção e água benta…
      Quanto ao iliberal, há duas palavras que são suficientes para o descrever : Guy Verhofstadt.

      Gostar

  2. 23 Fevereiro, 2019 21:04

    ehehehe

    Gostar

  3. Carlos Rosa permalink
    23 Fevereiro, 2019 22:48

    O camarada Jerónimo acusa a Direita de provocar a desertificação do interior, mas os concelhos onde os comunistas mandam são os piores do país. Veja-se o caso, por exemplo de Avis. Aquilo é uma vil tristeza.
    Não haverá um partido de Direita que vá a essas terras espalhar comunicados a desmascarar esses pantominas?

    Gostar

    • Andre Miguel permalink
      24 Fevereiro, 2019 09:08

      Eu sou do interior. Experimente e é corrido à bengalada. Ai de quem disser mal do pcp nessas terreolas! Vêm os filhos e netos fazer as malas e partir, mas o sacrossanto pcp é rei da palhota. Têm o que merecem.

      Gostar

      • Carlos Rosa permalink
        24 Fevereiro, 2019 22:41

        Nas terras dos comunistas, a política tem que ser feita à medida do Regime político que nelas impera. Passa um carro e onde houver pessoas, no estacionamento de um supermercado, por exemplo, colocam-se os comunicados nos pára-brisas e hála que se faz tarde.

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: