Saltar para o conteúdo

As coisas de plástico, como o governo

24 Fevereiro, 2019

A perseguição a cotonetes, palhinhas, talheres e garrafas de plástico que esta seita esotérica de brochellas propaga, feita Igreja Universal do Reino de Deus da pantomina azeites para quem precisa de acreditar que não passa de irrelevante bolor no grande esquema das coisas, tem seguidores dedicados em Portugal, zás, toma lá que até andas de lado. O governo, sempre pronto a apontar ao olho do contribuinte a sua gigantesca piroca fiscal, já anunciou o orgasmo de banir garrafas de plástico antes de sabe-se lá quando (o tempo não funciona da mesma maneira para javardos), isto porque não são biodegradáveis e podem até poluir o próximo incêndio de Pedrógão ou da rata ministeriável da mãe de ministra filha de ministro. Vibradores só de madeira à antiga. Silicone só nas mamas.

Uma garrafa de água do Pingo Doce, a rede de supermercados que organiza conferências para bimbas exigirem que alguém baixe as cuecas em entrevistas para assegurar que o número de pixotas e de conitas dos funcionários é igual – que é para poderem todos pinar ao mesmo tempo na empresa – custa dez ou doze cêntimos. Estou ansioso para ver as embalagens sem plástico e o seu preço: sugiro garrafas de papel ou de madeira (as árvores são sobrevalorizadas, o pior em Pedrógão, além de uns eventuais eleitores, foram as garrafas de plástico que poluíam o incêndio). Se optarem pelo vidro, que é altamente biodegradável, podeis deixar a garrafa vazia na praia, de preferência na praia onde ministros vão gerar em ministeriável útero uma ministeriável cria. Ou atirar com elas à mona destes ministros, que de gente só têm mesmo a oportunidade perdida de terem sido abortados pelas heróicas mães.

Se é para banir o plástico, não podemos começar pelo governo?

Anúncios
24 comentários leave one →
  1. eremita permalink
    24 Fevereiro, 2019 10:26

    A ideologia anti-plástico servirá para deixar os oceanos menos poluídos. A sua ideologia anti-anti-plásticos só lhe serve a si para escrever parvoíces e se imaginar irreverente. Não é difícil fazer as contas.

    Gostar

    • 24 Fevereiro, 2019 10:29

      Obrigado pela resposta que realmente me colocou no lugar. Muito obrigado. É graças a estes comentários que eu aprendo, humildemente, a ser uma pessoa boa, justa e de um trato impecável.

      Liked by 1 person

      • Eremita permalink
        24 Fevereiro, 2019 12:48

        Como esquerdista, tenho de acreditar que até alguém tão embriagado em ideologia como o Vitor se pode regenerar. Mas como sucede a tantos esquerdistas, provavelmente estou enganado e nisso estaremos de acordo.

        Gostar

      • 24 Fevereiro, 2019 13:15

        Acho que em vez de se proibir plásticos podiam proibir os asiáticos que os atiram ao mar. Nem seria inédito para esquerdistas. Mais centena de milhão, menos centena de milhão, que diferença faz?

        Liked by 4 people

      • eremita permalink
        24 Fevereiro, 2019 13:32

        Q.E.D. Prefiro não perder mais tempo com fanáticos. Se para si ser de esquerda implica defender regimes autoritários e genocidas, pode continuar a escrever parvoices para as suas groupies aqui do Blasfémias pois o Alberto Gonçalves usa a mesma retórica mas tem mais graça e exibe menos pirilaus.

        Gostar

      • 24 Fevereiro, 2019 14:21

        O quê? Era um teste de recrutamento? Falhei? Têm uma mulher a mais?

        Liked by 1 person

      • Eremita permalink
        24 Fevereiro, 2019 15:23

        Estamos a brincar às perguntas? Cá vai: sempre teve essa vocação para Mamadou dos homens brancos? Já formou o Men’s rights lusitano? Foi ultrapassado na carreira por alguma colega ou detectou em si uma paixão homo-erótica por Jordan Peterson?

        Gostar

      • 24 Fevereiro, 2019 15:24

        Não confio em si. Disse que ia embora e come sempre o isco outra vez.

        Liked by 1 person

      • eremita permalink
        24 Fevereiro, 2019 18:08

        Por acaso estava mesmo interessado em perceber de onde lhe vem tanta ideologia estereotipada, porque chega a ser um caso caricatural, mas como prefere infantilizar a conversa e exibir-se para a sua plateia isto fica aborrecido.

        Gostar

      • 24 Fevereiro, 2019 20:29

        🎣

        Gostar

    • 24 Fevereiro, 2019 16:35

      Há muita gente que queria ser um seguir em parte a ideologia anti-plástico e deixar de andar o dia todo embrulhado em plástico, e constantemente ter de usar embalagens de plástico por causa dos ideólogos da higiene. Mas depois os mesmos ideólogos do anti-plástico mandam-lhes para cima os ideólogos da higiene pro-plástico e arruinam-lhes a vida.
      MAs com os montes de merda dos militantes e ideológos do progresso é assim , primeiro trazem a ideologia da miséria e da fome e depois avisam toda a gente para não comerem os filhos.

      Liked by 2 people

    • 24 Fevereiro, 2019 16:46

      Há muita gente que gostaria de adoptar a ideologia do anti-plástico, e deixar de ser obrigado andar todos os dias embrulhado em plástico e a ter que gastar quantidades enormes de plástico, para agradar os ideólogos da higiene. Mas depois os ideólogos do anti-plástico mandam-lhes para cima a stasi da higiene e arruinam-lhes a vida.
      Mas é assim com a malta da ideologia do progresso. Primeiro trazem-lhes a fome e a morte e depois dizem-lhes para não comerem os filhos

      Gostar

  2. Rocco permalink
    24 Fevereiro, 2019 11:28

    Parabéns VC. Este post está ao seu melhor nível. O eremita desculpa-se… Anda muito metido consigo próprio e não tem discernimento para ver o que se passa à volta.

    Gostar

  3. André Miguel permalink
    24 Fevereiro, 2019 11:38

    Inspiradíssimo!! Grande post.
    Esta gente perdeu a luta de classes, vai daí pegam agora nas causas mais à mão, seja as minorias ou o ambiente, como forma de controlo social. Este último então está a atingir níveis alucinantes.
    Já agora: Não há quem pergunte a um político quanto paga de impostos o desporto automóvel? É que é um bocado chato um gajo pagar por uma carroça que manda 100grs de CO2 e ninguem se pergunta, p. ex. pelos 1700 grs de um F1…

    Liked by 2 people

    • MJRB permalink
      24 Fevereiro, 2019 15:17

      VCunha,
      post maravilhoso e maravilhante. Lê-lo, leva uma pessoa a considerar que “já ganhou o dia”.

      Muitas mais merdas vão surgir até 2023. O AC-DC continuará a emerdar o sítio, subjugado com imposições do BE, PC, PAN, vegans e tais.

      Gostar

      • MJRB permalink
        24 Fevereiro, 2019 15:33

        Não era uma resposta a AMiguel, mas pronto(s).

        Gostar

  4. Jornaleco permalink
    24 Fevereiro, 2019 13:09

    95 (noventa e cinco) por cento do dito lixo plástico nos oceanos é de origem asiática!! Ninguém lá tem intenção de proibir o plástico.

    É totalmente estúpido o que Lisboa quer fazer. O culto da morte é assim.

    Nós que não somos os culpados, é que o vamos proibir? Prova da perversidade. Ir ao cu do outro, tem um preço altíssimo. É o que se faz em Lisboa. Cheirar e ir ao cu do parceiro. Ai Catarina do Bloco da Decadência. O teu dia vai chegar.

    Liked by 1 person

    • Andre Miguel permalink
      24 Fevereiro, 2019 18:44

      E África.
      Quem conhece fica arrepiado. Reciclagem? Reutilização? LOL
      Nem é preciso ir muito longe, perguntem a um angolano ou um moçambicano como ficam as praias em redor de Luanda ou Maputo depois de um dia de chuva…

      Gostar

  5. MJRB permalink
    24 Fevereiro, 2019 15:31

    VCunha,

    porque perguntou ao mita se tem uma mulher a mais, ainda envia-lhe uma foto duma mulher peluda, feia, despenteada e sebosa, deitada à sombra dum chaparro a comer bolotas e ervas daninhas vegan.

    Gostar

  6. Tiro ao Alvo permalink
    24 Fevereiro, 2019 21:17

    O senhor ministro barbudo já teria pensado que o melhor seria recliclar o plástico e não, como ele parece defender, voltar às fraldas de pano, do tempo da minha mãe, que era preciso serem limpas do cócó, lavadas, coradas ao sol e, depois, passadas a ferro? E não há uma alma cristã que o mande aquela banda?

    Liked by 1 person

  7. basto_eu permalink
    24 Fevereiro, 2019 21:19

    Felizmente graças a Deus, líderes do ps família e amigos vão todos coa cona em outubro com uma de pau enfiada num plástico para não haver procriação.

    Gostar

  8. Miguel Santos permalink
    25 Fevereiro, 2019 01:51

    Um bar numa praia de Setúbal anunciou orgulhosamente que tinha deixado de vender água em garrafas de plástico.
    Eu até não discordo que se passe a usar mais vidro do que plástico, mas se há sítio onde se deve continuar a usar o plástico é precisamente nas praias porque há sempre umas bestas que se lembram de partir garrafas e os cacos metidos na areia são um perigo.
    Este é um bom exemplo de como este tipo de causas muitas vezes conduz a medidas estúpidas.

    Liked by 1 person

  9. 25 Fevereiro, 2019 10:12

    uma bilha de barro ? como dantes? vamos ao pingo doce com uma bilha à cabeça e uma canasta de verga para trazer as compras ? mais que vintage.
    faltou dizer que praticamente obrigaram a restauração a usar material de usar e deitar fora nem há 10 anos. estamos na mão de burros que não fazem ideia dos efeitos a longo prazo das obrigações de caca.

    Liked by 1 person

  10. 26 Fevereiro, 2019 23:50

    É preciso defender o negócio do Observador Filipe de Botton

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: