Saltar para o conteúdo

Neo-fascismo

28 Maio, 2019

O neo-fascismo socialisto-bloquista é este.

AT-Gnr

Anúncios
29 comentários leave one →
  1. LTR permalink
    28 Maio, 2019 14:16

    Contaram-me que no tempo do sócrates foi uma paragem à entrada de Portugal (salvo o erro com desvio para uma área paralela na auto-estrada) para provenientes da Galiza com inquérito que incluía despesas feitas em espanha e combustíveis. Esta malta venezuelana é vermelha como a de 1975, só que vestem a capa cor-de-rosa.

    Liked by 3 people

    • Luis permalink
      28 Maio, 2019 18:00

      A mim pararam-me há anos na fronteira de Vila Real de Santo António para me perguntarem o que tinha ido fazer a Espanha, o que tinha comprado, quanto tinha gasto e por que motivo tinha feito essas despesas. Quando perguntei para que servia aquilo disseram-me que eram meros fins estatísticos. Não gostei nada da atitude, com ares de autoritarismo e desconfiança. O que nos vai salvando é a União Europeia, acreditem.

      Gostar

  2. Carlos Guerreiro permalink
    28 Maio, 2019 14:28

    Mas a cambada xuxalista vai dizer “quem não deve não teme”, ou seja o que se dizia no tempo da outra senhora (mas nessa altura não havia dívida pública).

    Gostar

  3. 28 Maio, 2019 14:52

    Não Fascismo nenhum, nunca o Estado Novo se comportou como um assaltante de estrada!!! Isto é Leninismo puro!

    Liked by 2 people

    • Jornaleco permalink
      28 Maio, 2019 17:21

      O cabrão e filha da puta do António Vitorino está na igreja (loja) maçónica mais velha de Portugal, cuja fundação advem de 1802, por um cabrão inglês. A mais antiga obediência maçónica de Portugal. Quem fazer carreira e não obedecer, huuiiiiiiii.

      Só pessoas malvados e burras do Restelo é que negam o evidente e não o condenam. Falsidade total e hipocrisia.

      O António Vitorino está a coordenar a imigração ilegal, contra a vontade do povo, de filhas da putas bárbaros muçulmanos que trazem para aqui só guerra e ódio.

      Os cabrões da SIC e RTP, colaboram com as putas dos Bilderberges e esses com o Grande Oriente Lusitano, onde todas as sextas-feiras são abusadas crianças a eito, de manhã à tarde.

      Só por ele ser lá sócio, é que o cretino, traidor e burro deste Vitorino, uma serpente das mais falsas que existe, pode estar onde está, a estragar tudo e a trabalhar para a maldade.

      Gostar

  4. MJRB permalink
    28 Maio, 2019 15:16

    Entretanto o secretário de estado dos Assuntos Fiscais já mandou cancelar o assalto.
    EStes gajos quando estão no governo são especialistas em colocar na opinião pública uma hipotética nova lei para colher e avaliar reacções. Lembro-me por exemplo daquela no ultimo ano do Sócrates sobre a hipótese de o Estado cobrar imposto acrescido a quem auferisse mais de 5000 euros mensais — retirou-a pouco depois armado em santinho…
    Sem dúvida, um governo P”S”+PC+BE traria desestabilizações ainda mais graves.
    Estes gajos deviam era dar liberdade e não cortar meios operacionais aos agentes da autyoridade para investigarem mega-fraudes e fugas ao Fisco, AUTORIZAR juízes a avançar com processos sobre gajos e gajas de colarinho branco (alguns incriminatórios de gentalha do P”S”), etc., etc.
    Hoje, o habilidoso AC-DC deu a entender que cessou o namoro com o PC e o BE e vira-se para o PAN. Tretas dum trafulha.

    Gostar

  5. MJRB permalink
    28 Maio, 2019 15:28

    Esta canalhice não teria acontecido antes das eleições. Nem vai acontecer outro roubo semelhante antes das legislativas — depois, certamente.
    Agora que a populaça está novamente serenada, sedada, contentinha, zás ! Ou pagas ou levas !
    Se o cagaço de hoje tivesse atingido só tugas que votaram no P”S”, no PC e no BE, eu teria gostado, muito !

    Gostar

    • Luis permalink
      28 Maio, 2019 18:03

      Isto são ideias que partem de funcionários públicos dos organismos em questão, independentemente de quem estiver no poder, seja Direita ou Esquerda. A mentalidade do FP português é que quer aumentos todos os anos dos salários e das pensões, e que para tal é correctíssimo ir buscar dinheiro a «quem acumula»… a Direita tem muitas culpas porque não só montou o sistema no Cavaquismo como nunca o reformou quando esteve no poder.

      Gostar

      • MJRB permalink
        28 Maio, 2019 19:50

        Esse abuso deveria ter consequências punitivas: aos funionários ou chefias.

        Gostar

      • 28 Maio, 2019 20:23

        Incentivos à “produção” criados pelo Paulo de Macedo aos ladrões das finanças

        Gostar

  6. Procópio permalink
    28 Maio, 2019 16:21

    Olhos abertos.
    BILDERBERG MEETING 2019 Montreux, 30 May – 2 June 2019
    BOARD
    Castries, Henri de (FRA), Chairman, Steering Committee; Chairman, Institut Montaigne
    Kravis, Marie-Josée (USA), President, American Friends of Bilderberg Inc.; Senior Fellow, Hudson Institute
    Halberstadt, Victor (NLD), Chairman Foundation Bilderberg Meetings; Professor of Economics, Leiden University
    Achleitner, Paul M. (DEU), Treasurer Foundation Bilderberg Meetings; Chairman Supervisory Board, Deutsche Bank AG

    PARTICIPANTS
    Abrams, Stacey (USA), Founder and Chair, Fair Fight
    Adonis, Andrew (GBR), Member, House of Lords
    Albers, Isabel (BEL), Editorial Director, De Tijd / L’Echo
    Altman, Roger C. (USA), Founder and Senior Chairman, Evercore
    Arbour, Louise (CAN), Senior Counsel, Borden Ladner Gervais LLP
    Arrimadas, Inés (ESP), Party Leader, Ciudadanos
    Azoulay, Audrey (INT), Director-General, UNESCO
    Baker, James H. (USA), Director, Office of Net Assessment, Office of the Secretary of Defense
    Balta, Evren (TUR), Associate Professor of Political Science, Özyegin University
    Barbizet, Patricia (FRA), Chairwoman and CEO, Temaris & Associés
    Barbot, Estela (PRT), Member of the Board and Audit Committee, REN (Redes Energéticas Nacionais)
    Barroso, José Manuel (PRT), Chairman, Goldman Sachs International; Former President, European Commission
    Barton, Dominic (CAN), Senior Partner and former Global Managing Partner, McKinsey & Company
    Beaune, Clément (FRA), Adviser Europe and G20, Office of the President of the Republic of France
    Boos, Hans-Christian (DEU), CEO and Founder, Arago GmbH
    Bostrom, Nick (UK), Director, Future of Humanity Institute, Oxford University
    Botín, Ana P. (ESP), Group Executive Chair, Banco Santander
    Brandtzæg, Svein Richard (NOR), Chairman, Norwegian University of Science and Technology
    Brende, Børge (NOR), President, World Economic Forum
    Buberl, Thomas (FRA), CEO, AXA
    Buitenweg, Kathalijne (NLD), MP, Green Party
    Caine, Patrice (FRA), Chairman and CEO, Thales Group
    Carney, Mark J. (GBR), Governor, Bank of England
    Casado, Pablo (ESP), President, Partido Popular
    Ceviköz, Ahmet Ünal (TUR), MP, Republican People’s Party (CHP)
    Champagne, François Philippe (CAN), Minister of Infrastructure and Communities
    Cohen, Jared (USA), Founder and CEO, Jigsaw, Alphabet Inc.
    Croiset van Uchelen, Arnold (NLD), Partner, Allen & Overy LLP
    Daniels, Matthew (USA), New space and technology projects, Office of the Secretary of Defense
    Davignon, Etienne (BEL), Minister of State
    Demiralp, Selva (TUR), Professor of Economics, Koç University
    Donohoe, Paschal (IRL), Minister for Finance, Public Expenditure and Reform
    Döpfner, Mathias (DEU), Chairman and CEO, Axel Springer SE
    Ellis, James O. (USA), Chairman, Users’ Advisory Group, National Space Council
    Feltri, Stefano (ITA), Deputy Editor-in-Chief, Il Fatto Quotidiano
    Ferguson, Niall (USA), Milbank Family Senior Fellow, Hoover Institution, Stanford University
    Findsen, Lars (DNK), Director, Danish Defence Intelligence Service
    Fleming, Jeremy (GBR), Director, British Government Communications Headquarters
    Garton Ash, Timothy (GBR), Professor of European Studies, Oxford University
    Gnodde, Richard J. (IRL), CEO, Goldman Sachs International
    Godement, François (FRA), Senior Adviser for Asia, Institut Montaigne
    Grant, Adam M. (USA), Saul P. Steinberg Professor of Management, The Wharton School, University of Pennsylvania
    Gruber, Lilli (ITA), Editor-in-Chief and Anchor “Otto e mezzo”, La7 TV
    Hanappi-Egger, Edeltraud (AUT), Rector, Vienna University of Economics and Business
    Hedegaard, Connie (DNK), Chair, KR Foundation; Former European Commissioner
    Henry, Mary Kay (USA), International President, Service Employees International Union
    Hirayama, Martina (CHE), State Secretary for Education, Research and Innovation
    Hobson, Mellody (USA), President, Ariel Investments LLC
    Hoffman, Reid (USA), Co-Founder, LinkedIn; Partner, Greylock Partners
    Hoffmann, André (CHE), Vice-Chairman, Roche Holding Ltd.
    Jordan, Jr., Vernon E. (USA), Senior Managing Director, Lazard Frères & Co. LLC
    Jost, Sonja (DEU), CEO, DexLeChem
    Kaag, Sigrid (NLD), Minister for Foreign Trade and Development Cooperation
    Karp, Alex (USA), CEO, Palantir Technologies
    Kerameus, Niki K. (GRC), MP; Partner, Kerameus & Partners
    Kissinger, Henry A. (USA), Chairman, Kissinger Associates Inc.
    Koç, Ömer (TUR), Chairman, Koç Holding A.S.
    Kotkin, Stephen (USA), Professor in History and International Affairs, Princeton University
    Kramp-Karrenbauer, Annegret (DEU), Leader, CDU
    Krastev, Ivan (BUL), Chairman, Centre for Liberal Strategies
    Kravis, Henry R. (USA), Co-Chairman and Co-CEO, Kohlberg Kravis Roberts & Co.
    Kristersson, Ulf (SWE), Leader of the Moderate Party
    Kudelski, André (CHE), Chairman and CEO, Kudelski Group
    Kushner, Jared (USA), Senior Advisor to the President, The White House
    Le Maire, Bruno (FRA), Minister of Finance
    Leyen, Ursula von der (DEU), Federal Minster of Defence
    Leysen, Thomas (BEL), Chairman, KBC Group and Umicore
    Liikanen, Erkki (FIN), Chairman, IFRS Trustees; Helsinki Graduate School of Economics
    Lund, Helge (GBR), Chairman, BP plc; Chairman, Novo Nordisk AS
    Maurer, Ueli (CHE), President of the Swiss Federation and Federal Councillor of Finance
    Mazur, Sara (SWE), Director, Investor AB
    McArdle, Megan (USA), Columnist, The Washington Post
    McCaskill, Claire (USA), Former Senator; Analyst, NBC News
    Medina, Fernando (PRT), Mayor of Lisbon
    Micklethwait, John (USA), Editor-in-Chief, Bloomberg LP
    Minton Beddoes, Zanny (GBR), Editor-in-Chief, The Economist
    Monzón, Javier (ESP), Chairman, PRISA
    Mundie, Craig J. (USA), President, Mundie & Associates
    Nadella, Satya (USA), CEO, Microsoft
    Netherlands, His Majesty the King of the (NLD)
    Nora, Dominique (FRA), Managing Editor, L’Obs
    O’Leary, Michael (IRL), CEO, Ryanair D.A.C.
    Pagoulatos, George (GRC), Vice-President of ELIAMEP, Professor; Athens University of Economics
    Papalexopoulos, Dimitri (GRC), CEO, TITAN Cement Company S.A.
    Petraeus, David H. (USA), Chairman, KKR Global Institute
    Pienkowska, Jolanta (POL), Anchor woman, journalist
    Pottinger, Matthew (USA), Senior Director, National Security Council
    Pouyanné, Patrick (FRA), Chairman and CEO, Total S.A.
    Ratas, Jüri (EST), Prime Minister
    Renzi, Matteo (ITA), Former Prime Minister; Senator, Senate of the Italian Republic
    Rockström, Johan (SWE), Director, Potsdam Institute for Climate Impact Research
    Rubin, Robert E. (USA), Co-Chairman Emeritus, Council on Foreign Relations; Former Treasury Secretary
    Rutte, Mark (NLD), Prime Minister
    Sabia, Michael (CAN), President and CEO, Caisse de dépôt et placement du Québec
    Sanger, David E. (USA), National Security Correspondent, The New York Times
    Sarts, Janis (INT), Director, NATO StratCom Centre of Excellence
    Sawers, John (GBR), Executive Chairman, Newbridge Advisory
    Schadlow, Nadia (USA), Senior Fellow, Hudson Institute
    Schmidt, Eric E. (USA), Technical Advisor, Alphabet Inc.
    Scholten, Rudolf (AUT), President, Bruno Kreisky Forum for International Dialogue
    Seres, Silvija (NOR), Independent Investor
    Shafik, Minouche (GBR), Director, The London School of Economics and Political Science
    Sikorski, Radoslaw (POL), MP, European Parliament
    Singer, Peter Warren (USA), Strategist, New America
    Sitti, Metin (TUR), Professor, Koç University; Director, Max Planck Institute for Intelligent Systems
    Snyder, Timothy (USA), Richard C. Levin Professor of History, Yale University
    Solhjell, Bård Vegar (NOR), CEO, WWF – Norway
    Stoltenberg, Jens (INT), Secretary General, NATO
    Suleyman, Mustafa (GBR), Co-Founder, Deepmind
    Supino, Pietro (CHE), Publisher and Chairman, Tamedia Group
    Teuteberg, Linda (DEU), General Secretary, Free Democratic Party
    Thiam, Tidjane (CHE), CEO, Credit Suisse Group AG
    Thiel, Peter (USA), President, Thiel Capital
    Trzaskowski, Rafal (POL), Mayor of Warsaw
    Tucker, Mark (GBR), Group Chairman, HSBC Holding plc
    Tugendhat, Tom (GBR), MP, Conservative Party
    Turpin, Matthew (USA), Director for China, National Security Council
    Uhl, Jessica (NLD), CFO and Financial Director, Royal Dutch Shell plc
    Vestergaard Knudsen, Ulrik (DNK), Deputy Secretary-General, OECD
    Walker, Darren (USA), President, Ford Foundation
    Wallenberg, Marcus (SWE), Chairman, Skandinaviska Enskilda Banken AB
    Wolf, Martin H. (GBR), Chief Economics Commentator, Financial Times
    Zeiler, Gerhard (AUT), Chief Revenue Officer, WarnerMedia
    Zetsche, Dieter (DEU), Former Chairman, Daimler AG

    Barroso, José Manuel
    Medina, Fernando
    Barbot, Estela
    https://www.dinheirovivo.pt/economia/estela-barbot-trilateral-nao-um-governo-sombra/
    Entrevista esclarecedora com mais figurantes de permeio.

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      28 Maio, 2019 16:56

      A CM Lx de facto, mais parece um “trampolim” para PMs/PRs !
      Se o Cherne está na coisa, estamos tramados.
      2008 – 2003 = 5, então faltam menos de 5 anos para a próxima crise…

      Gostar

      • Luis permalink
        28 Maio, 2019 18:51

        É só ver o ritmo cíclico das crises em Portugal nas últimas décadas. Em 1983 o FMI veio a Portugal. Quase 10 anos depois em 1992 o país teve uma recessão. Em 2002 estava de tanga. Em 2011 voltou o FMI. Portanto, estamos a dois ou três anos da próxima crise. Suspeito que sei o que vem aí.

        Gostar

  7. LTR permalink
    28 Maio, 2019 18:59

    Siga a “Operação sobre Rosas” para as praias. Há biquínis que valem uma pipa de massa.

    Gostar

  8. 28 Maio, 2019 20:21

    Ambas as corporações têm comissão por cada um que caçam.

    Foi o Paulo de Macedo que criou esse “incentivo” aos sacanas das finanças

    Agora queixem-se.

    Até casas a velhas mortas apanham por tuta e meia em leilão, à conta dos juros das coimas

    Liked by 2 people

  9. Jornaleco permalink
    28 Maio, 2019 22:20

    @Procópio

    Dizem que a África do Sul em combinação com um dos governos mais burros e estúpidos e racistas deste mundo (contra brancos), prepara-se para introduzir um imposto especial, sobre as emissões de carbono, em nome do ambiente, para encher os bolsos deles ainda mais. 120 Rand por cada tonelada.

    Na Alemanha a comunicação social controlada pela esquerda fascista faz querer a todos, com mentiras atrevidas, que uma maioria quer também esse imposto, o mais rápido possível. Nunca ninguém falou com essa tal maioria, ninguém sabe onde ela habita. E em que país!

    A tal crise de que aqui falam aproxima-se rápidamente. Ela vem! Aliás o FMI ou algo parecido.

    Como todos participantes da conferência Bilderberg devem defender esse imposto especial, poucos terão coragem de dizer o contrário ou sequer perceber o porquê do crime de aplicar uma coisa desses, a conferência na teoria devia ser cancelada, porque para nada serve e de nada percebem.

    Liked by 1 person

  10. JCA permalink
    29 Maio, 2019 00:00

    .
    A ‘roda’ é outra diferente da aludida por Rio:
    .
    sem culpa individual ou pessoal do funcionario publico, o funcionario recebe o seu lucro mensal para viver (vencimento, adse’s etc) pagos integralmente pelos impostos de todos os outros que não são funcionarios publicos ou contratados pelo Estado,
    .
    natural e obviamente quandos mais impostos mais dinheiro haverá para mais lucro mensal de cada funcionario publico ou contratados pelo Estado vulgo ‘empressarios’ ou ‘pps’ ou outros emblemas inventados. Tudo obvio, cada um safa se como pode, em Portugês,
    .
    nem interessa que sejam eleitores em caudsa propria, o que está certo na cultura milenar da sociedade Portuguesa, portanto …. não se queixem …..
    .
    e se não chegar aumentam-se os impostos aos outros ou mete Portugal na casa de penhores pedindo mais emprestado ao Estrangeiro (depois a cegada das bancarrotas, fmi´s e a sempre ‘a culpa da Europa’ dta pelos mesmos costume sacudirem a àgua do capote e depois ainda a lata de dizerem que os que vitimizaram são contra a Europa e o Euro …… pintarola),
    .
    para depois ‘aumentar os impostos’ queremos mais lucro mensal de cada funcionario publico ou contratados pelo Estado vulgo ‘empressarios’ ou ‘pps’ ou outros emblemas inventados.
    .
    É a ‘roda’ onde punham os meninos enjeitados para as freiras arrecadarem para carne para os ‘canhoneiros’ ….. :)),
    .
    que o Rio não falou nem os outros, porque é a ‘roda0’ tuga :)))
    .-
    (plataforma)

    Gostar

    • Jornaleco permalink
      29 Maio, 2019 07:33

      Tudo bem, mas falta um pormenor que deve também ser mencionado e é decisivo: as coisas funcionam assim por causa da igreja do ateísmo (e do macaco). Justiça? Nenhuma. Respeito pelo próximo? Hahahahahahahhaahah. Nada, nadinha!!

      E cada um pode fazer o que lhe apetece? Claro. Foi para esse fim, que a igreja do macaco foi concebida.

      Mas, no horizonte estão a aparecer uma nuvens, que vão estragar mais uma vez o jogo a essas putas e a esses cabrões. O dinheiro do estrangeiro vai acaber e esses porcos levarem nas trombas, talvez.

      Quande se faz parte de uma igreja, deve ler-se os pormenores. Porque tudo o que está a suceder, é lógico.

      Temos que mandar estes padres da igreja do macaco embora, com pontapés na parte trazeira. Esta igreja é diabólica e estúpida, profundamente.

      As más línguas contam, que o ordenado médio na funçaõ pública é mais alto, do que no privado.

      E a esquerda fascista, que anda por aí a pregar em nome da ciência (exacta ou não, não interessa) nada percebeu da mesma. Marx foi sempre um idiota. Lenine também. Cretinos que ainda hoje têm os seus adeptos.

      Quando os burros governam é assim.

      Liked by 1 person

  11. Arlindo da Costa permalink
    29 Maio, 2019 05:50

    No Reino mui liberal de Sua Majestade cobra-se multas assim aos relapsos e contumazes.

    Gostar

    • 29 Maio, 2019 11:30

      Relapso e contumaz é os Estado Português desde o inicio do século XIX sem qualquer moral para cobrar seja o que for!

      Gostar

  12. Ana Vasconcelos permalink
    29 Maio, 2019 16:23

    Eu acho que o Fisco sabe que a maior parte dos automobilistas não é juridicamente proprietário do carro, porque o está a pagar a prestações e há reserva de propriedade para o stand e/ou a financeira.
    Então este exercicio terá sido mais uma manobra de intimidação: se não pagarem os impostos vão ter muitas chatices.
    O que é ainda pior. O completo bulling fiscal.

    Liked by 1 person

  13. 29 Maio, 2019 20:03

    Resistência passiva e greve aos impostos! Quem tem coragem ? Eu dou consultadoria sobre como fazer!

    Gostar

  14. Velho do Restelo permalink
    30 Maio, 2019 20:39

    Quando os funcionários públicos (FP) fazem greve, a malta indigna-se porque as greves no sector privado são raras (e não é por falta de motivo).
    Quando os FP são promovidos “automáticamente” (sem avaliação), a malta indigna-se porque não é tido em conta o mérito (como no privado)!
    No sector privado, os chavões “objectivos”,”pro-actividade”,”iniciativa” …
    já se usam há décadas.

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      30 Maio, 2019 20:40

      Paulo Macedo fez um excelente trabalho nas finanças, e em minha opinião, a sua nomeação foi a decisão mais inteligente de Manuela Ferreira Leite.
      Quando um pequeno grupo de FP resolve inovar, e ser eficiente (como o sector privado),
      os xicos espertos indignam-se, porque é o FISCO! Se fosse na saúde, tudo bem, mas tinha de ser logo no fisco ? De facto é azar, Paulo Macedo também esteve na saúde mas não teve o mesmo sucesso!
      A especialidade dele é mesmo “contas” …

      Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        30 Maio, 2019 20:43

        Claro que há sempre os Berardos, os Salgados, os Silvas e os Sousas, mas que eu saiba o problema desses (ainda) não é do âmbito da AT nem da GNR!
        Além disso, quando se “inova” é natural que se “treine” o sistema primeiro em situações de menor escala e só depois de “afinado” se avance para os “grandes” problemas!
        Como já disse anteriormente, considero-me um divergente, e por isso atrevo-me a deixar aqui um “bem haja” ao responsável pela iniciativa, e a todos os agentes envolvidos.
        Tendo em conta a posição do governo e a unanimidade das forças políticas (e não só),
        será que as importâncias cobradas durante esta operação vão ser devolvidas (com um pedido de desculpas) ?
        E as “vítimas” das outras operações semelhantes (não publicitadas), realizadas desde 2011 (PPC) já foram “indemnizadas” ?

        Gostar

      • 31 Maio, 2019 00:49

        O problema não é o Fisco mas o Confisco! Ainda não percebeu que não se pode ceder nada nadinha a esta forma de autorizar o roubo generalizado pelos governos da associação criminosa CE?

        Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        31 Maio, 2019 09:57

        Caro Ramos, é sabido que ninguém gosta de pagar coisa nenhuma, muito menos impostos. Sabendo que há uns quantos espertos que não pagam, a vontade é ainda menor. E não é por ser o “estado”, ou o governo do partido rival, ninguém gosta de pagar! Basta ver o que se passa nos condomínios, independentemente da capacidade financeira, há sempre uns vivaços prontos para mamar à conta alheia : não pagam cotas, consomem como os outros ou mais e quando têm oportunidade ainda metem a mão na massa e servem-se como se fosse deles. O discurso liberal do “menos estado” é muito bonito e eu respeito, mas não se pode começar a casa pelo telhado!
        Eu não me queixo do “muito estado”, queixo-me sim do “estado incapaz” de fazer o que era suposto, e penalizar sempre quem está mais à mão!
        Além disso ainda ninguém explicou como é que o país ia funcionar melhor.
        Dá para ver, isso sim, que íamos ter montes de marqueses Pinto de Sousa, Carlos Silvas , Salgados e outros DDTs.

        Gostar

      • 31 Maio, 2019 15:38

        Velho do Restelo … em casa farta ninguém chora! O problema não está no óbvio de qualquer sociedade humana (favoritismo, amiguismo, nepotismo, etc.), mas no não óbvio: a Esquerdalha é miserabilista, não consegue criar riqueza logo nada tem para dar, a Direita é enfática, cria e ajuda a criar riqueza, logo pode distribuir ou melhor reduzir os custos pessoais de cada um diminuindo impostos e ainda é focada em objectivos práticos e não em “merdas” de alcova (das quais cada um sabe de si e mais nada). Tous cours!

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: