Saltar para o conteúdo

Conhece os partidos? Exercício eleitoral

14 Setembro, 2019

Conhece os partidos? Sabe o que defendem? Então será um exercício simples: descubra qual dos partidos apresenta cada uma das propostas por ordem alfabética abaixo. Existem propostas do PS, do PSD, do CDS, da Aliança, da IL, do PAN, do BE, do PCP e do Chega. A chave será revelada no Domingo às 21h00.

  1. A introdução de círculos uninominais, permitindo a escolha direta do nosso representante na Assembleia da República e a existência de um círculo nacional de compensação, garantindo a proporcionalidade do sistema eleitoral. ALIANÇA
  2. Acabar com a cultura sexista, os estereótipos de género – nomeadamente no que se refere à identidade e expressão de género – e as discriminações múltiplas nos vários níveis de educação através da adopção de currículos, manuais escolares e práticas educativas promotoras da igualdade entre mulheres e homens, raparigas e rapazes. PAN
  3. Adaptar a oferta do ensino superior às necessidades do mercado de trabalho, fomentando o aumento de licenciados nas áreas estratégicas de desenvolvimento do país e compatíveis com os desafios globais, como por exemplo, o ambiente e alterações climáticas, a saúde e a prevenção, o envelhecimento, as tecnologias e a inteligência artificial. ALIANÇA
  4. Alargamento às bicicletas dos incentivos à introdução no consumo de veículos de baixas emissões (que já abrange automóveis, motociclos, ciclomotores e bicicletas elétricas). BE
  5. Alargar a autodeterminação no reconhecimento legal da identidade de género a jovens menores de idade. PAN
  6. Alocar anualmente mais 1.000 a 1.500M€ em investimento nas infraestruturas do Estado, com especial relevância para as de transportes. IL
  7. Assumir o Ensino tecnológico e profissional como um pilar estruturante do sistema de ensino, e por isso deve ser prestigiado na exata medida da sua enorme valia para todos os setores económicos. A formação de técnicos especializados deve ser central na estratégia de mudança do sistema educativo. ALIANÇA
  8. Atribuição incondicional de uma subvenção pública de campanha de 30 mil euros a cada lista concorrente a eleições. IL
  9. Conceber e implementar uma Nova Estratégia Nacional para o Mar, preparando o País para competir num ambiente internacional bastante diverso, que resulta das novas leituras geopolíticas e das lições aprendidas durante a aplicação de anteriores medidas e que incorpora justificadas preocupações de sustentabilidade e impacto ambientais. PSD
  10. Criar um parque habitacional público de habitação a custos acessíveis, orientado para dar resposta aos agregados de rendimentos intermédios em situação de dificuldade de acesso à habitação, através da promoção direta e do apoio aos programas municipais. PS
  11. Dentro do princípio básico de que cabe ao Estado financiar a Procura e nunca a Oferta, propomos a instituição do cheque-ensino, que irá substituir o financiamento cego de benefícios indiscriminados na Educação através da montagem e manutenção de uma máquina burocrática gigantesca, como a que hoje existe, por um subsídio directo ao estudante, permitindo a este optar pela escola da sua preferência e estimulando, assim, uma saudável competição entre as escolas e, por essa via, a própria qualidade do ensino. CHEGA
  12. Despenalizar a morte medicamente assistida, por decisão consciente e reiterada da pessoa, com lesão definitiva ou doença incurável e irreversível e que se encontra em sofrimento duradouro e insuportável. PAN
  13. Estabelecer como condição de acesso a concursos para a realização de empreitadas de obras públicas e outros contratos públicos a partir de determinado valor, por parte de grandes empresas, a existência e observância de planos de prevenção de riscos de corrupção. PS
  14. Estabelecer, por via legal, um rácio que defina um leque salarial que seja equiparado ao que se pratica em média na União Europeia, bem como penalizar fiscalmente as empresas que não cumpram essa orientação. PSD
  15. Incentivar mecanismos de autorregulação destinados a evitar a disseminação de conteúdos promocionais e publicitários que incorporem estereótipos de género ou que sejam contrários ao princípio da igualdade e da tolerância. PS
  16. Introduzir uma discriminação positiva para os “territórios de baixa densidade” na promoção do emprego dos jovens e desempregados de longa duração. PSD
  17. Limitação do Alojamento Local, com imposição do licenciamento como empreendimento turístico a todos os fogos habitacionais dedicados exclusivamente a esta atividade; imposição de quotas máximas de alojamento local por zona urbana, impedindo novos licenciamentos em zonas sobrecarregadas ou limitando-os à substituição de licenciamentos anteriores. BE
  18. Nas zonas sujeitas a pressão imobiliária, promo- ver a densificação de propriedades públicas até ao limite das normas urbanísticas, através de formas de ocupação contemporâneas ancoradas nos contextos sociais e culturais do território. A habitação pública deve sempre dar resposta a três necessidades: habitação social, para os mais carenciados da sociedade; habitação acessível, para a classe média, prioritariamente para casais mais jovens e com filhos, que está a ser empurrada para fora do acesso à habitação; e residências universitárias, para garantir que todas as pessoas têm realmente oportunidade de acesso ao ensino superior. PSD
  19. O desenvolvimento de políticas para as cidades e áreas metropolitanas que privilegiem a reabilitação e a renovação urbanas, que invertam processos de degradação ambiental e contrariem e corrijam o carácter monofuncional nas relações centro-periferia. PCP
  20. Políticas que promovam uma melhor Nutrição, desaconselhando o consumo de alimentos que podem ser propiciadores de doenças se tomados em excesso, como por exemplo os açúcares, o sal, o álcool, o tabaco, etc. e promovendo a ingestão de alimentos mais saudáveis. ALIANÇA
  21. Precisamos de integrar medidas relacionadas com alterações climáticas nas políticas, estratégias e planeamentos nacionais. Estamos convocados a melhorar a educação, a aumentar a consciencialização e a capacidade humana e institucional sobre medidas de mitigação, adaptação, redução de impacto e alerta precoce no que respeita às alterações climáticas. CDS
  22. Promover a implementação de estratégias integradas de planeamento urbano e territorial, que visem o planeamento da habitação a nível nacional, regional e local, garantindo a articulação com outras políticas sectoriais inseparáveis, como a saúde, mobilidade, fornecimento de serviços públicos, gestão e preservação de recursos naturais, segurança e autonomia alimentar, entre outras, bem como a devida articulação nos territórios entre investimento público e privado. PAN
  23. Promover estilos de vida saudáveis acentuando a importância da alimentação, do exercício físico e de uma vida equilibrada, sem excessos. PSD
  24. Promoveremos a valorização dos produtos nacionais, favorecendo alianças estáveis e sólidas entre a produção primária e a indústria e fomentaremos as cadeias curtas de distribuição, simplificando os procedimentos de venda em mercados locais, garantindo sempre a salvaguarda da qualidade dos produtos. CDS
  25. Propor que a receita fiscal decorrente das políticas de descarbonização seja contabilizada individualmente para cada contribuinte e dê origem a um abate à coleta no IRS/IRC. IL
  26. Recolocar, no lugar que em tempos já teve, o princípio inviolável da propriedade privada, que se tem vindo a degradar ao longo dos anos, todos os dias minado pela sobrevivência cultural e sociológica do marxismo. É sintomático que o direito à propriedade privada se não encontre constitucionalmente consagrado, contrariamente ao que se passa com outros direitos de muito menor dignidade. CHEGA
  27. Reconstituição da rede pública postal, a partir da recuperação da propriedade pública dos CTT, com a reabertura de estações dos correios e centros de distribuição em todo o território. PCP
  28. Rede nacional de hortas urbanas acessíveis em cada município. BE
  29. Taxar a produção florestal de crescimento rápido e a indústria da celulose com aplicação de receitas no financiamento de serviços de ecossistema florestais com espécies autóctones. BE
  30. Todas as empresas de transporte sob tutela da Administração Central e Local serão privatizadas. CHEGA
  31. Todo o imposto sobre rendimento seria retido na fonte, eliminando a necessidade de a maioria dos contribuintes preencher declaração de IRS. IL
  32. Um regime de preços máximos nos combustíveis líquidos e gasosos e electricidade, e o reforço dos regimes de energia bonificada para algumas actividades (agricultura, pescas e subsectores dos transportes). Reversão da taxa do IVA para 6% na electricidade e gás natural. PCP
  33. Universalização da creche e jardim de infância, dos 6 meses aos 5 anos, nas redes social e pública, através da criação de uma rede nacional de creches e jardins de infância tendencialmente gratuitos. PSD
  34. Vamos aumentar de três para cinco os ciclos de tratamentos de Procriação Medicamente Assistida comparticipados pelo SNS, dando mais oportunidades aos casais que desejam ter filhos. CDS
12 comentários leave one →
  1. lucklucky permalink
    14 Setembro, 2019 16:44

    Totalitários. Religiosos que tudo querem controlar.

    Gostar

  2. MJRB permalink
    14 Setembro, 2019 17:12

    Óptimo post, VCunha.
    Mas não vou conseguir colocar um bitaite até amanhã porque (coincidência com o post) quero ler os programas eleitorais de todos os partidos para “em reflexão”, votar “em consciência” . Até este momento li somente os do PAN, PNR, Chega e POUS. E porque uma onda molhou e arranhou com areia o do BE, vou ter de arranjar outro. Logo à noite lerei o do RIR.

    Gostar

    • 14 Setembro, 2019 17:33

      Não tenho esses todos a concurso. Aqui só tem CDS, PCP, Chega, BE, PSD, PS, Aliança, PAN e IL.

      Gostar

      • MJRB permalink
        14 Setembro, 2019 17:48

        …Mas eu sou um “bom português”, quero ler todos (inclusivé as notinhas de letra miudinha em rodapé) para votar no melhor. Até este momento o que mais me cativou foi o POUS. O PAN também é giraço, não proíbe entradas de caviar, nouvelle cuisine com trufas, refeições de marisco, caracóis, Alvarinho…

        Gostar

  3. MJRB permalink
    14 Setembro, 2019 18:00

    Ó c’um carago ! Passo pelo SAPO para saber qualquer notícia fresca e deparo com o resultado do FCFamalicão-Paços Ferreira: 2-0.
    O FCF continuará a liderar a I Liga. Ainda vamos ter surpresa da grossa em Maio de 2020 com o Leicester tuga…com o reconduzido, desatinado e servil secretário de estado do Desporto a dar os parabéns ao SLB ou ao FCP…

    Gostar

    • Zé da Póvoa permalink
      14 Setembro, 2019 19:57

      Mas que desatino! O rapaz que se evidenciou como um bom cacique na região de Viseu, além de angariar votos para o PS e cultivar mirtilos, é um fanático da equipa do regime e é frequentador do galinheiro!

      Gostar

      • MJRB permalink
        14 Setembro, 2019 20:12

        É certamente o mais inócuo governante-pirolito deste governo. Um betinho, um NADA, mandado a cumprir ordens e a tentar silenciar situações.

        Gostar

  4. MJRB permalink
    14 Setembro, 2019 18:12

    Tudo está sintonizado e compradinho para recolocar por mais quatro anos o AC-DC ajoelhado aos pés do seu tutor MCThomaz: vi agora a capa do Expresso e, ai !, aquela fotografia da Catarina com sorriso cativante, convidativo, apelativo…
    O RRio e a ACristas, mesmo se estivessem imparáveis contra o AC-DC, não conseguiriam a maioria parlamentar — o sistema, o regime, os mega-interesses, adoram o malabarista e o hipnotizador.

    Gostar

  5. EMS permalink
    14 Setembro, 2019 18:59

    Esse partido só pode ser o “Iniciativa Liberal”.
    Tenho direito a prémio?

    Gostar

  6. MCMS permalink
    14 Setembro, 2019 19:44

    Perdão?!? O tabaco agora é um alimento?!? [proposta 20]

    Gostar

  7. MJRB permalink
    15 Setembro, 2019 11:47

    VCunha,

    Ontem li o programa do RIR e cheguei à conclusão que o VCunha deveria ter em consideração o Tino de Rans, muito melhor castiço e honesto do que o AVentura.

    Gostar

Trackbacks

  1. Como plantar rabanetes no Rossio | BLASFÉMIAS

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: