Saltar para o conteúdo

Guilhotinar é bom

5 Novembro, 2019

No último fim de semana, para os habitantes daquela terra jacobina de virtude pelo ódio a que usualmente chamamos “redes sociais”, ocorreu mais um evento público demonstrativo da humanidade inerente à execução por guilhotina. Desta vez, o traidor foi um moço a quem chamaram “beto” à conta de um nome de família. Ao que consta, a opinião deve estar vedada a jovens que vivem com a mãe e que, miséria das misérias, não sofrem de falta de brioches para saciar a fome.

Não tendo imagens do evento para ilustrar esta nota noticiosa, deixo esta imagem da capa do JN sobre um outro beto, este do lado dos virtuosos que mandam miúdos para a guilhotina.

28 comentários leave one →
  1. José Monteiro permalink
    5 Novembro, 2019 15:32

    A secretaria de Estado que falta.
    Secretaria de Estado da Psiquiatria, no ministério da Verdade.
    Com um problema.
    Se aplicada ao caso, a tornar o acusado em doente inimputável.
    E quem nunca tiver tido ajuda de sua mãe,
    que atire a primeira pedra.

    Gostar

    • MJRB permalink
      5 Novembro, 2019 16:40

      Sem dúvida, essa secretaria de estado e ministério seriam –já não serão– úteis. As máfias estão bem instaladas.
      Outra proposta seria anuais e necessários cursos de formação para secretários de estado, ministros, PM e PR. Quem como formadores, monitores ? Eu sei bem quem convidar.

      Liked by 1 person

  2. Liberal de Bancada permalink
    5 Novembro, 2019 15:32

    A carta do jovem Bourbon foi um bom exercício por parte do CDS para tentar conter o Chega e a Iniciativa Liberal.

    Liked by 1 person

  3. Expatriado permalink
    5 Novembro, 2019 16:03

    Recebi isto hoje.

    “Então foi assim que tudo aconteceu:

    Um dia fui jogar golfe e quando estava a escolher o taco, notei que havia uma rã perto de mim.

    Para meu espanto a rã disse-me:

    Croc-croc! Taco de ferro, número nove!

    Eu achei graça e resolvi provar que a rã estava errada.

    Peguei no taco que ela sugeriu e bati na bola. Para minha surpresa a bola parou a um metro do buraco!

    Boa!! – gritei eu, virando-me para a rã – Se calhar és a minha rã da sorte!

    E resolvi levá-la comigo até ao próximo buraco.

    O que é que achas, rã da sorte?
    Croc-croc! Taco de madeira, número três!

    Peguei no taco 3 e bati. Bum! Directa ao buraco!

    Dali em diante, acertei todas as tacadas e acabei por fazer a melhor pontuação da minha vida! Resolvi levar a rã para casa mas no caminho, ela voltou a falar:

    Croc-croc! Las Vegas !

    Nem hesitei! Fui directo para o aeroporto, comprei um bilhete para Las Vegas e nem avisei ninguém!

    Chegados a Las Vegas a rã disse:

    Croc-croc! Casino, roleta!

    Evidentemente obedeci à rã que logo sugeriu:

    Croc-croc! 10 mil dólares, preto 21, três vezes seguidas.

    Era uma loucura fazer aquela aposta, mas não hesitei.A rã já tinha ganho toda a credibilidade.

    Coloquei todas as minhas fichas no 21 três vezes seguidas e ganhei milhões! Peguei naquela massa toda e fui para a recepção do hotel, onde exigi uma suite presidencial.

    Tirei a rã do bolso, coloquei-a sobre os lençóis de cetim e disse:

    Rãzinha querida! Não sei como te pagar todos estes favores! Fizeste-me ganhar tanto dinheiro que vou ser-te grato para sempre!

    E a rã:

    Croc-croc! Dê-me um beijo! Mas tem que ser na boca!

    Tive um pouco de nojo, mas pensei em tudo o que ela me tinha dado e acabei por lhe dar o beijo na boca!

    No momento em que a beijei, a rã transformou-se numa linda ninfa de 21 anos, completamente nua, sentada na minha cama que me foi empurrando, devagarinho, para a banheira de espuma. Mas não vou contar agora mais pormenores sobre esta parte…

    E juro que foi assim que consegui toda a minha fortuna!”

    Declarações de José Sócrates ao Juiz de Instrução no Processo Marquês.”

    Liked by 2 people

    • BandoDeGatunos permalink
      5 Novembro, 2019 16:21

      Bom… já houve pulhíticos que acertaram duas vezes no euromilhões… e tinham os bilhetes para o comprovar e tudo…

      Gostar

    • 5 Novembro, 2019 17:57

      E o Ivo, com aquele ar muito sério, pergunta : O Sr. Engº pode por obséquio, informar este tribunal sobre a localização desse charco onde conheceu a rã ?
      Quem sabe, pode por lá ter ficado uma irmã …
      Mas o Socas respondeu : Croc-croc !!

      Liked by 2 people

    • 7 Novembro, 2019 08:49

      Acho que era mais provável a rã ser um sapo.

      Gostar

  4. MJRB permalink
    5 Novembro, 2019 16:22

    Socrates teve e continua a ter dons de Midas. Com amigos nascidos com esses atributos, formou uma corte. Logo, não lhe faltam amigos, pajens, bobos, alguns até recente e actualmente ministros e…o em dose dupla PM. Que lugar ocupa o juiz-algoritmo, se verá.
    Certo-certo, tudo está a preparar-se para não levar “o menino de ouro do P’S'” à barra dum tribunal e muito menos –o regime não vai permitir– condená-lo.
    Se preso, uma bola de neve avolumar-se-ia em processos antigos e novos com mais “honestíssimos” comparsas e os tugas se tivessem juízo penalizariam em todas as eleições imediatas e durante pelo menos uma década, os gajos e gajas “socialistas”. Mas porque a maioria dos tugas vive também de favores, esquemas ou corrupções…siga o saque.
    Portugal está já bastante minado para ser um país cristalino, utilizável. E vai piorar.

    Liked by 1 person

  5. Procópio permalink
    5 Novembro, 2019 16:57

    Poupem-nos o nojo.

    Gostar

    • MJRB permalink
      5 Novembro, 2019 17:28

      Exacto. Nojo. Por vezes sinto literalmente náuseas quando constato pulhas a pilharem e a prejudicarem outros e o país.
      Já ninguém conseguirá travar as (crescentes) máfias, tugas e estrangeiras, instaladas em Portugal — a Cândida disse que não há corrupção, a Joana MVidal FOI RETIRADA, o MCThomaz limita-se ao apelo à novel PGR para combatê-la no discurso anual sobre a justiça, o AC-DC de nada sabe, e a passadeira prossegue rosa com ivo.

      Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        5 Novembro, 2019 18:11

        O Cavaco no final do último mandato como PM, também garantia que não havia corrupção em pt, ou pelo menos “era muito incipiente”!
        Curiosamente, na 1ª campanha para PR tinha como bandeira o “combate à corrupção”! Numa 1ª análise poder-se-ia concluir que ela apareceu naquele lapso de tempo, mas todos sabemos que ela sempre cá esteve. O problema é que todos sem excepção a têm ignorado ou mesmo protegido ! Vá lá saber-se porquê …

        Gostar

  6. MJRB permalink
    5 Novembro, 2019 17:46

    Notícia recente: O juiz Ivo Rosa mandou investigar fugas de informação do que foi dito nos interrogatórios ao Socrates.
    Portanto, mais um atraso.
    Tranquem bem as portas e janelas, dupliquem os ficheiros electónicos onde estão os processos, que um dia ou noite pode haver uma ventania ou o descuido de um dedinho e zás ! — desaparecem. Há meses desapareceu parcialmente do computador do juiz (e reapareceu, claro) o processo, lembram-se ?

    Gostar

  7. LTR permalink
    5 Novembro, 2019 17:47

    A fortuna do “menino de lodo” do PS veio do cofre, cujo conteúdo veio da fortuna, que veio do volfrâmio, atestado em forma de revista pela mão de uma jornalista quando a teoria da CGD ficou com o pavio muito curto para tanta despesa que umas semanas antes não existia, até aparecerem as fotos patrimoniais do “pasquim” do vizinho lopes a transformar a devassa no maior caso de de corrupção no exercício de funções em toda a europa. Deve ter sido o mesmo cofre de onde saiu o certificado da Universidade Independente, cujos documentos já tinham à data impresso o código postal que haveria de ser criado uns anos mais tarde. Não era um cofre de Felgueiras, de certeza absoluta.

    Liked by 2 people

  8. JgMenos permalink
    5 Novembro, 2019 19:39

    Merece a este propósito uma visita o blog Manifesto74.
    Uma Lúcia Gomes aí dispende toda a idiotia ‘progressista’ enquanto diligentemente apaga os comentários que não lhe aplaudem a imbecilidade.
    https://manifesto74.blogspot.com/2019/11/carta-aberta-um-fascista-de-17-anos.html

    Gostar

  9. Filipe Bastos permalink
    5 Novembro, 2019 23:53

    O blog sugerido pelo JgMenos é algo esquerdalho-histérico, não espanta que censure opiniões dissonantes. Eis uma resposta mais normal ao miúdo Bourbon:
    http://porfalarnoutracoisa.sapo.pt/2019/11/review-carta-aberta-do-manuel-bourbon.html

    É de um comediante qualquer que desconheço, mas a resposta é adequada. O miúdo é um estereótipo andante de ‘white privilege’, como diria o Guardian, ou, mais à portuguesa, de um betinho direitalha bem ensinado pelo papá.

    Há quem viva numa bolha. O menino Bourbon, pelo que diz e pela forma como o diz, passou os seus 17 aninhos numa bolha bem almofadada.

    Gostar

    • 6 Novembro, 2019 09:35

      Não li o que o puto Bourbon escreveu mas li a trampa dessa resposta de um merdas jacobino de esquerda e fede.
      Até a “religião lhe foi enfiada pela goela”.

      Só preconceitos de luta de classes quando, na volta, estes merdas de esquerda é que usam a inveja para se enfiarem em tudo quanto é tacho e mandarem no País.

      Liked by 1 person

      • 6 Novembro, 2019 09:55

        Só li o primeiro parágrafo. O texto não importa, só as reacções jacobinas importam.

        Liked by 1 person

      • Filipe Bastos permalink
        6 Novembro, 2019 12:10

        Dos merdas de esquerda não sei, mas em Portugal confunde-se muito ‘inveja’ com justa indignação.

        Em particular alguns merdas de direita que, porque a vida lhes corre bem, acham sempre que merecem tudo o que têm; e que os outros terem menos, ou muito menos, é sempre justo e adequado.

        Alguns até acham que é o ‘socialismo’ que manda no país, e não a Banca, os ‘mercados’ e outros mamões donos disto tudo.

        Gostar

      • 6 Novembro, 2019 17:22

        Olha, ó esperto- quem vive da banca são os socialistas. A malta de esquerda, sem a banca a financiar a utopia, tinham de retirar Estado e benesses a quem têm agarrados pela cenoura.

        Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        7 Novembro, 2019 00:04

        Tem razão quanto aos xuxas terem mais calotes; mas todas as economias vivem de crédito. Até países exportadores têm dívidas aos sacrossantos ‘mercados’.

        Todo o sistema monetário assenta em dívida perpétua, impagável, em dinheiro criado do ar pela Banca, em crescimento infinito. Nada disto é socialista. É uma fantasia direitalha.

        Gostar

      • 7 Novembro, 2019 08:38

        Uma coisa é a necessidade da finança, outra é estes merdas diabolizarem a banca quando são eles que lhes dão abrigo dentro do Estado e com eles fazem parcerias de banca-rota.

        Gostar

      • 7 Novembro, 2019 08:43

        Gastar em infinito é a utopia xuxa e comunista

        E nunca existiu comunismo nem socialismo que não tivesse os mais poderosos banqueiros a financiá-lo.

        Os Rotchild na Rússia comunista, por exemplo.

        V.s por cá, que fizeram parcerias de corrupção entre ladrõezecos levados a PMS e toda uma canalha de apparatchics em chefias de grandes empresas públicas e banca.

        O caso do v. menino de ouro é a maior vergonha e o maior roubo desde que Portugal existe.

        È disto que os merdas de esquerda gostam. Por serem uns merdas que sem terem tacho estatal nunca fariam nada na vida.

        São os medíocres e filhos de medíocres com médias de 10 e 12 valores que vão a CEOs de empresas que v.s nacionalizam.

        Gostar

      • 7 Novembro, 2019 08:47

        Experimente entrar na Caixa Geral de Depósitos e está lá a evidência.

        As máquinas não funcionam. Quando há feriado, pode-se correr Lisboa toda que não há uma máquina onde se possa fazer um depósito de cheque.

        Depois, quando abrem, está um melro a atender na caixa e chegam a estar mais 15 espaços individuais para os tais serviços financeiros onde enfiam os boys e girls de segunda (geralmente os/as amantes de outro merdas xuxa que lá conseguiu enfiar-se) e esses nem picam ponto.

        Está tudo vazio. No máximo conseguem ter lá dois a trabalhar umas horas e 13 outros sem ninguém.

        E o resto das pessoas à espera para ser atendido na caixa.

        Gostar

      • 7 Novembro, 2019 08:56

        Viver do ar vive a utopia da igualdade.

        Essa ideia que o v. Costa ainda defende- de a cada um segundo a suas necessidade e de cada um segundo as suas capacidades” é uma vigarice que leva um país à miséria.
        Até o Estaline o reconheceu.

        Igualdade é mentira. É miséria gerada pela inveja e depois serve para os elitistas que guiam o povo- os tais líderes que v.s idolatram e quem beijam o cu, viverem que nem nababos.

        Nunca existiu um único país de utopia igualitária que não tivesse gerado a maior casta de oportunistas e a maior miséria para o resto.

        E isto foi teoria marxista inspirada nos cagots e nos heréticos milenaristas que já existiam no ´seculo XVI.

        Não era o povo trabalhador- eram os marginais, Os mesmos dos faubourgs de Pais- os sans-culottes da Revolução Francesa. Os mesmos marginais da utopia das heteologias do Deleuze que agora o BE, PAN e LIVRE anda a recriar, por cópia importada de fora.

        Gostar

      • 7 Novembro, 2019 09:00

        A diferença é que o Robespierre sabia articular um discurso. Até nisso as cópias são piores que o original.

        Liked by 2 people

      • Filipe Bastos permalink
        7 Novembro, 2019 14:00

        Há líderes nababos desde os faraós. Poucos sempre exploraram muitos. Foi (só) por isso que surgiu o socialismo, e que teve adesão: os mamões mamavam demasiado. Ganância e egoísmo. Nada mudou.

        As ditaduras comunistas prometiam igualdade e fizeram o oposto. O capitalismo nem isso: só promete desigualdade. E cumpre. Oito tipos já têm tanto como meio planeta.

        Quando um direitalha fala em inveja, está a ver-se a si mesmo. O capitalismo vive de ganância e de inveja. Ter mais que o vizinho. Exibir o luxo. Consumir mais e mais. Acumular riqueza enquanto outros vivem em barracas ou passam fome. Ter uma educação e uma saúde para ricos, outras para a ralé.

        Ninguém quer igualdade absoluta, nem tal seria possível. Apenas reduzir a desigualdade; limitar a ganância; impor alguma decência. E, acrescento, uma democracia tão directa quanto possível.

        É claro que o país e o mundo pertencem à Banca e outros mamões. Mas haverá sempre zazies a defendê-los. A alguns corre-lhes bem a vida, e vêm nisto a prova do seu mérito – eles merecem! Outros precisam do socialismo como papão. Outros gostam de lamber o cu aos ricos e poderosos.

        Outros sublimam assim a sua existência, passada entre os ‘bullshit jobs’ do capitalismo como um hamster na roda, no desespero de quem quer justificar o egoísmo como sentido da vida.

        Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        7 Novembro, 2019 14:02

        Desculpe o lapso no “vêem”. Obrigado e até à próxima.

        Gostar

  10. 7 Novembro, 2019 08:19

    Pelo contrário, li o texto do Bourboto mas não li as críticas dos esquerdelhos.
    É mais um jovem tipo Greta a tentar fazer pela vida. Ela agarrou-se ao tema da moda e conseguiu saltar muitas etapas, ele optou por um tema mais clássico e talvez consiga um lugar na AR quando o CDS sair do marasmo (um Bourbon soa sempre bem no circo).

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: