Saltar para o conteúdo

1º de Dezembro: os descendentes de Miguel de Vasconcelos andam por aí

1 Dezembro, 2019

O processo de aprovação na secretaria da mesma regionalização que o povo chumbou em referendo em 1998 está em marcha desde Julho deste ano: nesse mês, João Cravinho, na condição de presidente da Comissão Independente para a Descentralização (uma comissão tão independente mas tão independente que todos os os seus membros são favoráveis à regionalização) apresentou um relatório cujo eixo de trabalho se pode resumir na seguinte máxima: truques para evitar que a regionalização seja de novo chumbada e para que à oligarquia dos partidos e seus descendentes não faltem cargos nas próximas décadas. Já de si é escandaloso que a João Cravinho, que assinou por baixo alguns dos maiores descalabros da nossa democracia, seja dada credibilidade para apresentar o que quer seja além de festas de Natal. O pior é que a regionalização, ao contrário das anteriores propostas de João Cravinho, não contribui apenas para falir o país, a regionalização compromete o futuro do país. Portugal, cuja área é semelhante à de algumas das comunidades de Espanha (Andaluzia e Castela-Leão), tem as fronteiras mais antigas da Europa e desconhece as tensões regionais e linguísticas. A História de Portugal é também a desta unidade. O que ganham Portugal e os portugueses com a atomização do país em regiões além de uma nova camada na máquina politico-administrativa? Nada.

28 comentários leave one →
  1. André Miguel permalink
    1 Dezembro, 2019 10:40

    Qual unidade? Portugal é Lisboa, o resto é paisagem. A capital é um sorvedouro de recursos e a região do país com maior défice na balança comercial.

    Liked by 1 person

    • Jornaleca permalink
      1 Dezembro, 2019 16:13

      Eu não digo, trabalhar numa multinacional faz-lhe muito mal.

      a. O seu truque é, mudar o conteúdo da definição.

      b. Somos um país unido, pois. Senão já tinham caido bombas a eito em cima do Largo do Rato, onde estão os asnos todos, que arruinam este país.

      c. A regionalização deve ter a intenção de controlar ainda melhor o país e oprimir mais o povo. O terror da esquerda não tem fim.

      Liked by 2 people

  2. MJRB permalink
    1 Dezembro, 2019 11:22

    Isso ! Destruam de vez Portugal com a regionalização !, para encherem os bolsos (e mais cofres não só “socialistas”) das seitas partidárias — e os tugas que se fodam…

    Neste país ciclicamente pilantra-mas-contentinho e quase totalmente corrompido desde o favorzinho às offshores, o que é que estes imbecis com o AC-DC ao leme trariam de novo e evolutivo ?
    Quanto ao tutor MCThomaz, só por ora se manifesta contra, mas com “a coisa” bem conversadinha, cederá.

    Hoje, até o pilantra aperaltado Duarte que ainda acredita que será rei, vem sugerir o voto obrigatório sob pena de sanções…

    E o que se encontra na oposição partidária a este regime a caminho de uma mexicanização, que motive esperança ? Um CDS a fragmentar-se e um PSD internamente a apunhalar-se sob lideranças de um indigente colaboracionista e um maçon.

    Liked by 2 people

  3. MJRB permalink
    1 Dezembro, 2019 11:51

    O ideal para se destruir de vez Portugal: a implantação de um marialvismo velho, caduco, e sobretudo um outro, novo-arranjado-à-pressa, ambos pateticamente exibicionistas (não faltariam nomeações em catadupa de mais indigentes e títulos de condes, condessas, etc. comprados), mais umas benesses com patrimónios públicos, e uma vigente regionalização.
    Tudo isso e muito mais nefasto, com o embevecimento, aplauso e vénias da pobrete mas alegrete populaça-NADA, que adora cortejos, desfiles, galas, trajes, realezas.
    Em frente, pois !

    Liked by 1 person

  4. Manuel Assis Teixeira permalink
    1 Dezembro, 2019 12:00

    Uma vergonha nacional ! Um escândalo destas máfias partidocráticas e aparelhisticas que nos governam ( PS/ PSD)! E o que faz o nosso presidente? Sorri… Sorri sempre e está disposto a benzer uma regionalização ” soft ” que logo logo, logo se transformará numa regionalização ” hard”! Desde que ele assegure a reeleição! Depois admiram-se com o crescimento do Chega! O Ventura que agarre tambem esta bandeira e vamos ver a adesão da população que está farta…

    Liked by 3 people

    • MJRB permalink
      1 Dezembro, 2019 12:29

      Muito débil, desesperada, órfã, está certa Direita que se revê no bitaiteiro AVentura.

      Gostar

      • 1 Dezembro, 2019 16:48

        Veremos … as Revoluções não se anunciam, ou eram resolvidas nas urnas!

        Gostar

  5. Os corruptos que se cuidem permalink
    1 Dezembro, 2019 12:12

    Salazar tinha em nula conta (para não dizer mais) a partidocracia… Ele é que sabia da poda!!! É fundamental voltar a estudar o seu pensamento político!!

    Liked by 2 people

    • MJRB permalink
      1 Dezembro, 2019 12:22

      Pudera, governou décadas com a imposição do partido único… Logo, teve “em nula conta” qualquer partido oposicionista.

      Liked by 1 person

      • Jornaleca permalink
        1 Dezembro, 2019 19:20

        Olha, olha, também sabe governar tão bem como o excelente Salazar?

        Ele devia é ter feito as prisões maiores. A esquerda merece a prisão e mais nada. Não há coisa mais anti-democrática do que a esquerda putana.

        Liked by 1 person

      • 2 Dezembro, 2019 10:56

        E era preciso oposição para quê? Para criar o lixo de uma partidocracia?

        Gostar

  6. 1 Dezembro, 2019 12:18

    absolutamente de acordo com a análise feita. Parabéns.

    Gostar

  7. Paulo Valente permalink
    1 Dezembro, 2019 12:35

    Assim fala Helena de Vasconcelos, defensora da coroa castelhana em todos os posts que aqui assinou a propósito da questão catalã.

    Veja a discrepância de verbas destinadas a Lisboa e ao resto do país em qualquer programa de financiamento e entenderá (se é que algum dia entenderá alguma coisa que não resulte de um pensamento de extrema-direita, rançoso e saudosista) a necessidade de uma verdadeira descentralização do poder político.

    Gostar

    • Luis permalink
      1 Dezembro, 2019 15:13

      Para alterar essa realidade não é necessário regionalizar o país. Os Ministérios com a regionalização continuarão onde estão com o mesmo número de funcionários que têm agora.

      Gostar

  8. LTR permalink
    1 Dezembro, 2019 12:52

    Domar Marcelo, fazer da AR uma feira, abandalhar a justiça, avançar por decreto. Marcelo não tem arte para a boçalidade da criatura.

    Liked by 3 people

  9. Expatriado permalink
    1 Dezembro, 2019 13:03

    Isto vai melhorar com a tal “regionalização”?

    Gostar

  10. Teixeira Novo permalink
    1 Dezembro, 2019 13:15

    O Ministério da Saúde tem 501 estabelecimentos que prestam serviços (sem contar com as PPP). O Ministério da Educação gere 2.992 escolas e creches.
    Quem gere isto tudo são estruturas sediadas em Lisboa. Está mal.
    Não é da regionalização que necessitamos, é da descentralização.
    As Câmaras Municipais deviam ter Contratos de Programa estabelecidos com os ministérios de forma descentralizar a Saúde e a Educação para as autarquias.
    A obrigatoriedade de professores serem colocados na periferia, para poderem a pouco e pouco concorrer a hospitais mais centrais não faz sentido nenhum. Com os engenheiros, os advogados, essa obrigatoriedade não existe, e nenhum mal veio ao mundo por isso.~
    Idem para os professores.

    Liked by 1 person

    • LTR permalink
      1 Dezembro, 2019 15:10

      O problema é que você hoje vai ver as figurinhas que por exemplo mandam nos agrupamentos de escolas e encontra a malta do partido, que obedece ao partido local e à câmara, que obedece à chefia de Lisboa. No fundo, uma teia.

      Liked by 1 person

      • 2 Dezembro, 2019 10:59

        Um Polvo à Italiana dos anos 60 até agora enquanto Salvini não ganhar sozinho as próximas eleições.

        Gostar

  11. Artista português permalink
    1 Dezembro, 2019 13:53

    E eu a pensar que a regionalização estava em curso com a criação de secretarias de estado em vários pontos do país. Afinal era só uma mini-regionalização para socialistas que não queriam sair de casa. Agora é que vem a paralela pois a militância não pode esperar pelo tacho. A consequência que se avizinha é o dinheiro que vai acabar bem mais depressa do que se pensava.

    Liked by 1 person

  12. JgMenos permalink
    1 Dezembro, 2019 14:00

    A matilha precisa de suporte local especializado para garantir um mais amplo mercado para a sua actividade predadora,
    Metam-lhe como condição alterar as regras eleitorais que logo se recentrarão na falperra lisboeta.

    Liked by 1 person

  13. Luis permalink
    1 Dezembro, 2019 15:11

    Se tivesse ocorrido regionalização no final dos anos 90, neste momento teríamos provavelmente uma dívida grega. A regionalização que aparece agora recheada de boas intenções será o artifício para criar empresas regionais e cargos regionais. Teremos mais Estado paralelo e mais funcionários públicos, ou seja, mais despesa pública e potencialmente mais dívida. Isto é de loucos e não resolve nenhum dos problemas do país.

    Liked by 1 person

  14. A. R permalink
    1 Dezembro, 2019 17:51

    O país não pára nas mãos destes coveiros enquanto 50% da população não ocupe um cargo de chefia às mãos do PS. Referendo … já! O Povo quer falar. Ou melhor … acabar com esta república de tontos que assentou arraiais em Portugal depois do golpe do 25 Abril! Volta Salazar … volta!

    Liked by 2 people

    • Luis permalink
      1 Dezembro, 2019 18:03

      Não será fácil pôr o não a vencer um referendo. Em cerca de dois terços do país o maior empregador é o Estado com os seus tentáculos e dependências (IPSSs e Misericórdias, empresas que vendem bens e serviços ao Estado). É também o Estado que paga as pensões e os subsídios. Os caciques locais do PS e do PSD vão tentar convencer a populaça que com a regionalização haverá mais «dinheiro para as regiões». Estas gerações só irão aprender efectivamente quando houver uma bancarrota a sério, tipo Argentina. E poderá estar ao virar da esquina no dia que parte da Europa se fartar dos gregos, dos italianos e dos portugueses.

      Gostar

  15. SRG permalink
    1 Dezembro, 2019 17:58

    Qual a vantagem de uma regionalização ? Aumentar e dar mais tachos a muitos dos
    burocratas e familiares do regime.

    Liked by 1 person

  16. Rão Arques permalink
    2 Dezembro, 2019 06:39

    Um país ajoelhado diante de Costa, cujo assalto ao poder não foi o primeiro nem único indecoroso golpe é o que mais me faz roer a prótese..
    Quando oiço chamar-lhe 1º ministro e o vejo aconchegado debaixo das saias de Marcelo até me arranho todo de alto a baixo.

    Liked by 1 person

  17. 2 Dezembro, 2019 18:01

    Apenas 1.908.036 votantes puseram o ps a governar mais de 10.000.000 de portugueses.Um povo-lerdo que permitiu este regime com a sujeição de todos. Lamentável!

    Liked by 1 person

  18. Arlindo da Costa permalink
    2 Dezembro, 2019 23:18

    Os descendentes de «Miguel de Vasconcellos» são todos aqueles que fazem vénias ao Felipito de Bourbon, ao governo espanhol e que ainda por cima não são solidários com as nações históricas da Península Ibérica (Catalunha, Galiza, Navarra, País Basco).
    É uma vergonha o que se passa com estes portugueses espanolitos.
    Os conjurados se soubessem deviam ficar arrepenndidos por terem libertado este povo do vil jugo castelhano!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: