Saltar para o conteúdo

Declaração de não-voto

20 Fevereiro, 2020

Era inevitável. O culto da morte haveria de levar a sua avante. E agora? Agora é assim:

Porque não sou conservador? Porque há pouquíssimo a conservar neste país e o que há também está na calha para ser destruído.

Porque não sou liberal? Porque o cânone do liberalismo é definido por quem usa o título e rejeito qualquer ligação a tribos que apresentam propostas legislativas para que se mate doentes em hospitais como expediente burocrático.

Porque não sou socialista? Porque o estado gigantesco é ineficiente, prepotente e castrador das liberdades individuais. Ver a secção anterior.

Porque não sou comunista? Porque defendem levar o socialismo à sua forma extrema de utopia. Ver a secção anterior.

O que sou? Agora não sou nada, só livre.

28 comentários leave one →
  1. 20 Fevereiro, 2020 19:22

    Precisamente quando “há pouco para conservar” é que os conservadores são necessários. É como os bombeiros, só são importantes quando há fogo!
    Pois eu não me identifico com esta “direita” muito arraigada à religião, precisamente por ser muito “prepotente e castradora das liberdades individuais” como ficou bem patente neste tema.

    Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      20 Fevereiro, 2020 22:24

      Não ouvi direita nenhuma “agarrada à religião”. Você está afalar do quê? Or argumentos contra são sobretudo de teor humanista, social, politico ou legal.

      Mais um a espalhar a mentira que o conservadorismo religioso e uma tal de direita conservadora católica são os únicos a expressar-se contra a eutanásia. Naturalmente que os principios religiosos católicos são contrários a qualquer idea de eutanásia. Mas existe muito para além da moral e ética religiosa que tem sido dito contra esta ideia de eutanásia que você obviamente ignorou por completo.

      E em relação às tais das liberdades individuais, você claramente não viu ou quis ver o video mais abaixo do Adolfo Mesquita Nunes que derruba por completo esse patético argumento de “Liberdade Individual”.

      Gostar

      • Mario Figueiredo permalink
        20 Fevereiro, 2020 22:27

        Mas se calhar é um video religioso. Não é?

        Ou o artigo de opinião do Ricardo Sá Fernandes que é a favor da eutanásia mas contra estas propostas dos paretidos de esquerda e que defende o referendo. Esse deve ser agnóstico para si.

        Ou se calhar a declaração da Ordem dos Médicos. Devem ser todos beatos.

        E não esquecer o Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida. Tudo padres católicos sem dúvida.

        Gostar

      • Mario Figueiredo permalink
        20 Fevereiro, 2020 22:33

        Não deixa de ser sintomático que logo a seguir à própria Igreja, quem mais se tem pronunciado sobre a Eutanásia do ponto de vista religioso são precisamente aqueles que a defendem.

        Junta-se assim ao coro. Na sua tentativa vã de colar aqueles que se lhe opõem a meros católicos sem cabeça própria, você falou mais sobre religião e eutanásia que qualquer outra pessoa no Blasfémias até este momento. Parabéns.

        Gostar

      • Filipe Bastos permalink
        20 Fevereiro, 2020 23:57

        «…o video mais abaixo do Adolfo Mesquita Nunes que derruba por completo esse patético argumento de “Liberdade Individual”.»

        O argumento do Mesquita Nunes é válido, mas não derruba por completo coisa nenhuma.

        O que ele faz é incluir na “liberdade individual” tudo que passe pela cabeça de um indivíduo, neste caso o desejo que o Estado o mate.

        Mas qualquer lei com pés e cabeça define que isso só é admissível se o indivíduo estiver em estado terminal, em sofrimento e sem cura possível.

        Só nesse caso a vontade de morrer pode ser tida em conta – e sim, tem de ser validada por médicos, comités, o que for. Não é um juíz que vai saber se a condição é terminal ou não.

        O argumento do Mesquita enfatiza a necessidade de validar os requisitos para cumprir essa vontade individual, mas não invalida que esta exista e que seja legítima, se cumprir esses requisitos.

        Gostar

      • 21 Fevereiro, 2020 06:11

        Quando falo da “direita” muito arraigada à religião, refiro-me a comentadores deste blog e não a outros foruns como OM …
        Aliás, a minha posição relativamente à OM foi manifestada aqui !
        É curioso que fale “…da moral e ética religiosa …” mas depois recomenda-me um vídeo dum rabeta para me dar lições de “liberdade individual” !
        Claro que não tenho nada a ver com as opções sexuais dele, pena que ele e restante pandilha queiram ter a ver com as minhas opções em assuntos ainda mais sérios!

        Gostar

      • marta permalink
        21 Fevereiro, 2020 18:59

        F….! Direito a querer que o Estado me mate?! Porra, para isso mato-me. É mais humanista.

        Gostar

      • lucklucky permalink
        21 Fevereiro, 2020 20:01

        Então Velho do Restelo não quer que outros tenham que ver com as suas opções mas quer quer lhe paguem as suas opções?

        Gostar

      • 22 Fevereiro, 2020 19:54

        Oh Lucklucky, deve ser esse chapéu de cowboy que lhe perturba a vista !
        Onde é que eu disse que queria que os outros pagassem ?
        Se o problema é a massa, para quê tanta histeria ?
        Por acaso já sabe quanto custa o “servicinho” ?
        E quanto custa em média a diária nos serviços paliativos ?
        Quando tiver esses dados, faça esta conta :
        N = Custo da Eutanásia / Diária de Paliativos
        Espero que saiba fazer contas e que consiga descobrir o que é o “N” .

        Gostar

      • 22 Fevereiro, 2020 20:35

        O que o luck lhe quer dizer velho, é que ele não lhe quer pagar e não deve ser obrigado a pagar-lhe pelo “servicinho”. Já você deve ser obrigado e continuar a pagar-lhe a ele, o ordenadinho de funcionário público.

        Gostar

      • 22 Fevereiro, 2020 22:29

        Ou então leu este comentário e enfiou o barrete 🙂

        Gostar

    • Duarte de Aviz permalink
      21 Fevereiro, 2020 03:44

      Vejam só! O partido comunista, repleto de padres e freiras. Malandrecos. Deixaram os saiotes em casa para ninguém notar.

      Gostar

    • Mario Figueiredo permalink
      21 Fevereiro, 2020 07:04

      Está tudo dito sobre você e o que realmente pensa da Liberdades Individual, que diz defender mas que no entanto se dirige a um homosexual como “rabeta” e considera que a sua opinião não tem valor algum.

      Gostar

      • 21 Fevereiro, 2020 10:27

        A minha “Liberdade Individual” permite-me escolher os temas em que quero ser “conservador” !
        Homosexual, paneleiro e rabeta são sinónimos ! Uns mais eruditos que outros, e mais uma vez, a minha “Liberdade Individual” permite-me escolher o termo mais adequado ao contexto !
        Mas não se apoquente, que o Celito que nós por aqui tanto criticámos vai dar-vos uma ajuda. Mas ainda que ele morra, ou não seja reeleito, a própria lei vai ter tantos “travões” que duvido que tenha alguma aplicação prática !
        É mais uma para a colecção já vasta das leis inúteis …

        Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        21 Fevereiro, 2020 10:30

        Quanto ao valor da minha opinião, é exactamente igual ao da sua 🙂 🙂

        Gostar

  2. Luis Gonçalves permalink
    20 Fevereiro, 2020 19:41

    A minha causa…é a causa de NADA! Max Stirner.

    Liked by 1 person

  3. joaquim permalink
    20 Fevereiro, 2020 20:00

    É o problema da direita neste momento não é nada. A esquerda usa o estado como uma prostituta a seu belo prazer e define a agenda política. A direita que nao sabe o que é vai atrás muito contentinha e como não sabe nada dá liberdade de voto em toda e qualquer circunstância.

    Gostar

  4. 20 Fevereiro, 2020 20:34

    Não descarto a possibilidade de ser a cobardia o que me levou a abster-me de me pronunciar sobre este assunto até agora; também não descarto a possibilidade de ser a minha consciência católica que me impede de tomar clara e resolutamente partido face à discussão que tem absorvido os neurónios de muitos compatriotas nossos; nem descarto tão pouco a possibilidade de aos 55 anos e com saúde, ser algum resquício de comodismo egoísta aquilo que me leva a não me preocupar com a sorte de quem agoniza antes de nos deixar…
    Seja lá como for, a Eutanásia, ou coisa assim, ‘um bocado para o mal assumidamente’ lá foi despenalizada. É que a rapaziada também não anda aqui para perder votos e o que é importante é que o pessoal se vá entretendo e não fale do Sócrates, nem do leaks todos que têm sido para aí revelados.
    De maneira que gostei muito de ver que a deputada Isabel Moreira, tal como outros deputados, não quer bem promover a eutanásia. O que ela quer e querem muitos dos seus pares, é que não se penalizem os médicos que a apliquem. Concordo. Vai daí que, usando de superior prosápia, a deputada Isabel Moreira considerou que perseguir penalmente quem ajuda alguém que pretende parar com o sofrimento é “desumano”. Salientou a deputada socialista que o doente que pretende o fim de vida terá de passar por várias fases (cinco) para reiterar a sua vontade, estando excluídas todas as situações que atentem contra a vida de uma forma que viole princípios constitucionais.…
    Eu, que sou uma supina, certificada e refinada besta, acho que foi um bocado chata a parte das 5! – fases – 5! por que tem de passar o agonizante (e até mesmo agoniado) doente.
    O doente, vistas as coisas bem, há de começar por responder ‘em calhando…’ e no fim, para que a situação fique livre de escolhos, deverá balbuciar lá para a 5ª fase um sumido ‘siiiiim, porra! Acabem lá com esta merda!’. Mas isso sou eu que digo porque, cá está!, sou um gajo titubeante nestas coisas…
    Dito tudo isto, recordo que faz hoje anos que morreu o grande Umberto Eco.
    Recordo-o a propósito deste tema o que disse escrevendo sobre uma situação que não era bem uma eutanásia (seria uma ortotanásia?…), há uns anos atrás. O grande homem que era a um tempo filósofo, filólogo, escritor, intelectual, académico, ensaísta… escreveu o seguinte: « Io ho il diritto di scegliere la mia morte per il bene degli altri. Guarda caso, è quello che mi ha sempre insegnato la morale, e non solo quella laica, ma anche quella delle religioni, è quello che mi hanno insegnato da piccolo […]» Aqui:

    https://www.repubblica.it/2009/02/sezioni/cronaca/eluana-englaro-5/eluana-englaro-5/eluana-englaro-5.html?refresh_ce

    No livro ‘A Passo de Caranguejo’, tentando explicar a forma como a nossa sociedade via a morte, o autor criticou a ‘moda’ de aplaudir os defuntos nos funerais. Um momento de solidariedade com quem partiu e com os seus familiares, um momento em que se deveria fazer uma reflexão sobre quem no deixou, passou a ser um momento de espetáculo, quase grotesco. O grande italiano atribuía este fenómeno aos talk shows televisivos.

    Foi um bocado neste ambiente de talk show que me pareceu ser discutida a eutanásia, por estes dias. Barulho! Muito barulho!

    Por fim, se calhar a despropósito do que ficou dito aí para cima, mas a propósito dos tempos que vamos vivendo, procuro justificar a minha participação nesta discussão recordando o que disse o grande Umberto Eco, aqui: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/ansa/2015/06/11/redes-sociais-deram-voz-a-legiao-de-imbecis-diz-umberto-eco.jhtm

    Gostar

  5. 20 Fevereiro, 2020 20:51

    Este parece-me mais “o culto da morte”. Não sei, digo eu…

    Gostar

    • FreakOnALeash permalink
      21 Fevereiro, 2020 09:22

      Parece um cenário de DOOM!!!
      Verdadeiramente metaleira essa capela!

      Gostar

  6. 21 Fevereiro, 2020 11:27

    A ciência médica já não tem que fazer. Pode parar definitivamente.

    Gostar

  7. Jorge permalink
    21 Fevereiro, 2020 11:53

    Estou livre! Estou livre! Salta-me um tipo para costas e diz:leve-me ao estádio da Luz!
    Raul Solnado

    Gostar

  8. 21 Fevereiro, 2020 21:45

    Diria quase o mesmo mas sou conservadora. De cordão sanitário familiar. O resto que se dane.

    Ser-se conservador é não precisar de ideologias nem cartilhas porque existem princípios e valores universais que estruturam tudo.

    São a Ordem e o Equilíbrio na moral, na sociedade, em tudo. Estes fundamentos são da mesma espécie das leis que regulam a Natureza.

    Há uma sabedoria milenar que os continua a transmitir.

    Não é preciso mais nada. Apenas conservá-los.

    Gostar

  9. 23 Fevereiro, 2020 06:20

    Somos todos livre, menos a Joacine 😀

    Liked by 2 people

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: