Saltar para o conteúdo

A ler. E a voltar a ler

7 Junho, 2020

Maria de Fátima Bonifácio: «Uma identidade europeia apenas poderia sustentar-se sobre os alicerces de grandes criações espirituais. A cultura espelha e simultaneamente cria os principais valores que, partilhados, asseguram a coesão nacional ou civilizacional. Infelizmente, não existe hoje em dia, no Ocidente europeu, nada disto. A somar ao fracasso cultural, a obsessão identitária deu e continua a dar um indesejável contributo para a fragmentação das sociedades ocidentais.»

20 comentários leave one →
  1. Weltenbummler permalink
    7 Junho, 2020 14:28

    Se podemos ver na modernidade uma incarnação do mito prometeico, podemos ver na pós-modernidade uma reactualização do mito dionisíaco, com a parte de confusão e de fusão que comporta …
    A pós-modernidade condiz com o “apagamento do futuro”, se quisermos utilizar a expressão de Jacques Ellul. Corresponde ao enfraquecimento da crença incondicional no progresso, enquanto marca singular que pontuou a história do Ocidente …
    Nota introdutória. A modernidade e a pós-modernidade em foco
    Albertino Gonçalves e Jean-Martin Rabot

    Liked by 4 people

    • Jornaleca permalink
      7 Junho, 2020 15:04

      O quê??

      LOL [ou Hahahahahahaha]

      Por favor, leia isso em alto, à frente do espelho, cem vezes. Uma atrás da outra.

      Você deve estar infectado com o vírus esquerdista.

      Quando alguém perde a orientação, vai por esses caminhos.

      Os vigaristas do costume.

      O que é que vai aprender dessa gente, que não sabe pensar, que já não saiba?

      Gostar

      • jppch permalink
        7 Junho, 2020 15:30

        se com urbanidade “Weltenbummler ” formulou e publicou ideias e informação com urbanidade, sustentação e fundamentação, porquê a sua resposta alarve? Pode-se concordar ou não com ele (no meu caso concordo) Ó minha senhora, vá mas é acampar na festa do Avante, onde está bem mais à vontade com os seus tirocínios de bot esquerdista mascarada..onde pode utilizar todos os seus palavrões….. (ex. fo*** gatos estes e outros) e, se não é mentira ainda anda a mamar à conta orçamental da Merkel (que tanto susbstima e insula)…. diga… diga tudo o que pensa, mas respeite os outros

        Gostar

      • Jornaleca permalink
        7 Junho, 2020 16:09

        @jppch

        Primeiro erro:
        Quem deve andar a mamar a bruxa e comunista Merkel, é você. No caso dos casos. Eu não o faço, não o permito, não o preciso. Pelo contrário, ela é que me anda a mamar, para dar mama também a você!! Lógico!!

        Segundo erro:
        Você não percebeu nadinha da mensagem do Weltenbummler. Nada. Os conceitos da modernidade (complexo) e da pós-modernidade (estupidez absoluta) você não conhece. Eu conheço os muito bem. Melhor que o Weltenbummer.

        Terceiro erro:
        Festa do Avante? LOL
        Porquê e para quê? Eles matavam-me.

        Quarto erro:
        Alarve? Só um racista fala assim. Você não percebe um corno, do que o Weltenbummler fala, nem o próprio Weltenbummler percebe. Nem sequer os autores do livro percebem o que escrevem. Ver o segundo erro seu.

        Quinto erro:
        Eu respeito qualquer pessoa. A minha crítica tem de ver só com o que ele diz, só com os argumentos. Eu não cometo ataques ad hominem.

        Como pessoa, nada tenho contra ele, nem contra si. Nem contra o mg, nem o Filipe Bastos.

        Mandar essa malta ter com os gatos, é dizer, que os argumentos deles, são tão baixos e reles, que nem merecem ser ditos.

        Sexto erro intelectual:
        Obrigado pelo seu elogio. Mais vale ser alarve com cultura, do que um burguês corrupto, putano, mentiroso, inculto, traidor e incompetente.

        Foi a burguesia podre e decadente que destruiu este país.

        Séptimo erro:
        Eu falo como me apatecer. Respeita a minha liberdade. Obrigado. Eu rejeito e não respeito os seus valores falsos.

        Você tem o direito de afirmar a sua opinião, mas isso não implica ter razão. De modo nenhum. A minha moral é muito melhor que a sua.

        Há mais a dizer. 😉

        Gostar

    • 7 Junho, 2020 16:17

      Concordo com o post e com o comentário.

      Diria que a Europa fez um enorme disparate ao não aceitar a matriz cristã e clássica como um dos seus fundamentos constituintes. Tergiversou-se, balbuciaram-se umas coisas e, no final de contas decidiu-se (se assim se poderá dizer…) que se são inegáveis as origens cristãs da Europa, não seriam menos importantes os laços de solidariedade, de cooperação e de humanismo que estariam na origem da União Europeia. Vai daqui que a matriz cristã foi bugiar. Isto num espaço em que o 25 de Dezembro é assinalado em todos os países!…

      A hipocrisia e a falta de verticalidade na coluna vertebral andam muitas vezes associados.
      É ao que chegámos.

      Vai daqui, que nos programas de História dos nossos miúdos pode haver, como denuncia a Cristina, algum marxismo, (dependendo do professor que ministra a disciplina o nível da injecção a dar aos jovens), mas o que há e está estampado desenvergonhadamente nos programas e nos manuais, de uma forma perfeitamente desregulada, é um ‘proeuropeismo’ bacoco e antipatriótico.
      É o que há…

      Gostar

      • 7 Junho, 2020 17:24

        Pois é raposotavares, o problema é que não se pode substituir uma cosmogonia com milénios de existência por nada. É nesse ponto que estamos: NADA …
        Seria necessário formar uma cosmogonia completa. Coisa que a Maçonaria tentou desde Kant, mas sei lá porque nunca conseguiu passar da produção da Constituição Americana para a frente … mistérios … provavelmente de Mitra.
        Coisa que a Revolução Francesa tentou mas falhou redondamente no tempo, no espaço e nas “almas”.
        Enquanto os “marxistas antigos” foram vivos e geriram a CEE a coisa foi correndo. Hoje ficou a distonia da Ágora de muitas “Religiões” diferentes onde nada se percebe e ninguém se entende.
        Por isso os Povos Europeus buscam e obterão um último refugio no lugar de sempre: a tribo a que pertencem, isto é: a sua Nacionalidade vista como a Nação (tribo) Politicamente Organizada.

        Liked by 3 people

  2. 7 Junho, 2020 14:51

    A Europa foi o alvo primordial da corrupção marxista-soviética.

    Durante anos a corrupção no meio cultural encontrou vozes fortes na cena política, que deram voz aos resistentes defensores dos valores que construíram o Ocidente.

    Hoje, em que a política está entregue a cobardes e figuras menores, quem na cultura defenda tais valores arrisca-se a ver-se privado de voz com um mínimo de alcance público.

    Aos tempos da subversão soviética segue-se um tempo de frouxos e oportunistas.

    Gostar

  3. Luis permalink
    7 Junho, 2020 14:54

    Estes milhões que vêm da UE com outro Governo poderiam ser a grande oportunidade para Reformar o Estado e reduzir a despesa estrutural para os próximos anos, abrindo assim caminho para o início de redução dos impostos e para investimento público pago de forma sustentável, que o país precisa, como a reconversão da linha ferroviária. Com o PS e até com Rui Rio não será feito nada disso, pelo contrário!

    Liked by 2 people

  4. 7 Junho, 2020 15:17

    Dizem que isto é a culpa do “”marxismo-cultural””, e da corrupção soviética de que foi alvo o ocidente …

    Jamie Dimon CEO da corporação comuna JP Morgan. Total de ativos 2.6 triliões de dolars;
    lucro (2019) =115 biliões de dollars .
    Deve ser no cofre atrás dele que os tem guardados enquanto luta contra o “racismo e a injustiça da desigualdade sistémica”.

    Liked by 1 person

    • chipamanine permalink
      7 Junho, 2020 17:36

      Vc gosta de provar que os mamões capitalistas adoram os imbecis de esquerda não é? Mas não precisa . Uma boa parte das pessoas sabe que o grande capital é quem financia aa esquerdagem de valores, a baderna, a divisão, a imoralidade. É dela que eles tiram lucro

      Gostar

    • 7 Junho, 2020 18:41

      mamões ? “grande capital” ? Onde é que eu já ouvi isto ?….hum

      Se os mamões capitalistas adoram os imbecis de esquerda, e vocês adoram os mamões capitalistas, o que é isso faz de vocês ?

      Gostar

  5. Jornaleca permalink
    7 Junho, 2020 15:53

    Quem é essa figura, Maria de Fátima Bonifácio? A ignorância e desculpem, mas tem que ser dito, a verdadeira estupidez dela, é grande, para não dizer, gigante. Para não falar da arrogância, do atrevimento descarado dela. Intelecto, ela não tem nenhum.

    A identidade europeia já existe e a grande maioria dos europeus querem a respeitada e enquadrada só numa Europa das nações. Ao tipo, ao exemplo dos EUA, talvez.

    Foram Bruxelas, Paris, Berlim, que não, nunca quiseram respeitar as próprias leis, os próprios contratos da UE!!!!!

    E é por isso, que o Reino Unido vai sair e muito, muito bem, desta UE altamente corrupta, perversa e decadente.

    As putas a trabalharem para o tal Bruxelas, andam agora a insultar a aqueles, que protegem o conceito da nação, para destruir a maior criação espiritual, à qual devemos este todo bem-estar actual.

    Quem seguir o mau exemplo da incompetente e mentirosa senhora Bonifácio vai colher muita pobreza e uma guerra civil. Porque os migrantes ilegais não vieram para aqui, para conviver em paz connosco, senão matarem-nos e roubar o que é nosso.

    As frases proferidas pela burra Bonifácio são um acto de guerra. Claramente.

    Quem seguir e beijar o cu à bruxa e comunista Merkel, vai afundar-se, sem a mínima dúvida.

    Gostar

  6. Desalinhado permalink
    7 Junho, 2020 16:09

    Reparem só nisto: os africanos abandonaram a África na miséria e na indigência totais, porque eles sozinhos nunca se souberam orientar e organizar.
    Começaram a chegar à Europa, instalaram-se aqui, ergueram guetos e bairros clandestinos, vivem de uma política assistencialista que os mantém desocupados na marginalidade e no crime, não respeitam as regras e as culturas europeias e ainda têm a distinta lata de afirmarem que nós, os europeus, somos racistas.
    Se estão mal e têm queixas a apresentar então que regressem a África, donde nunca deviam ter saído e deixem a Europa em paz.
    A Europa é dos brancos e há-de continuar a ser, e o que depender de mim, em Portugal, nenhum filho da puta de preto terá algum dia mais privilégios e direitos que eu.
    Não, isto não é racismo nem xenofobia, isto é ódio puro que lhes tenho.
    A Europa de governos laxistas deixou-se chegar a esta situação limite, com a clara conivência e supervisão de uma esquerda instalada que se dissimula como uma prostituta de cabaré que vai para a cama fornicar com todos, para manter em dia o slogan da igualdade de direitos, liberdades e garantias. Cambada de frouxos!

    Gostar

    • Artista Português permalink
      7 Junho, 2020 18:03

      Caramba! Este faz mesmo jus ao nome!

      Gostar

    • jppch permalink
      7 Junho, 2020 18:52

      Pois é… tem toda a razão… o meu laxismo desapareceu a partir do momento que fui através de protocolos universitários a Angola e observei, não no povo (remetido à miséria e ao musseque) mas das elites e classe média um racismo ao branco atroz… acresce que essa mesma gente justifica o fracasso da sua governação com o branco…. e na educação que dão às pessoas, décadas depois, constatado o fracasso a culpa é do branco… e aqui há ou constata-se uma dicotomia… esta mesma elite quer-se comparar ao branco, vem fazer compras à terra do branco explorador, resguarda-se em activos (sabe-se lá o que o futuro nos trás) em terra do branco e exporta as pessoas impregnadas de ódio ao branco, para as terras do branco…. eles não se sabem mesmo organizar e orientar… mas sabem odiar o branco … a culpa deles serem pretos é do branco

      Gostar

    • Jornaleca permalink
      7 Junho, 2020 21:32

      Calma aí.

      O que é que “nós” sabemos de África?
      Quantos países tem a mesma África? Cinquenta e dois?

      O caso de Botswana (ou Botsuana, oficialmente República do Botswana/Botsuana), um dos melhores e mais bem governados países, contradiz essa história não bem contada.

      A Ruanda nova também, dizem. E há mais casos de sucesso.

      Generalizar por tantos países é injusto.

      Agora Angola e Moçambique foram entregues, à mesma porcaria, ao mesmo esterco intelectual: o comunismo. E o que é que fomenta o ódio, o racismo contra o branco? É a inveja.

      As elites corruptas desses ambos países, apoiados pelo comunismo, deixaram-se enganar e colheram pobreza.

      Mas não todos os países em África seguiram esse caminho errado.

      E quem é que chama para cá os tais africanos? Mais um erro grave.
      É o António Corrupto Vitorino e a bruxa e comunista Merkel, essa traidora, o cabrão do Soros, o racista Obama e mais putas no quarto de trás.

      Gostar

  7. 8 Junho, 2020 00:51

    O que tem a ver com os temas propostos a maioria dos comentários?
    NADA!

    Gostar

    • 8 Junho, 2020 01:41

      Tire os posts do bot Jornaleca e fica tudo normal. Chamei-lhe bot, mas é um bot muito mal programado. Sobretudo que não sabe falar a língua.

      Gostar

  8. Albino manuel permalink
    9 Junho, 2020 17:42

    Oh Jornaleca, com o que por aqui escreve não será tempo de avisar o BND? Ainda há deportações. Quem os fez que os ature.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: