Saltar para o conteúdo

Um país às avessas e na linha

7 Junho, 2020

No Portugal socialista fala-se ao contrário:

Não, não é uma bazuka. É o tacho do costume para os rapazes do costume.

Não, não é um processo exemplar. É um processo que correu mal.

Não, não é anti-racismo. É a manipulação do costume. E o paternalismo de sempre

Não, não é um vírus. É um processo de discriminação em curso.

o, não é um passozinho. É uma negociata para que não exista referendo à regionalização.

Não, não é austeridade. É pobreza selectiva.

4 comentários leave one →
  1. Weltenbummler permalink
    7 Junho, 2020 14:31

    Conformismo cultural que, nas redações dos jornais, faz que se fale obrigatoriamente do livro, do fi lme, do espetáculo, da exposição da qual “é preciso” falar por medo de que se esteja perdendo algo importante. Medo da classe política que, diante das eleições, prefere seguir no sentido comum a inovar, propor ideias prospectivas mais afinadas com o espírito do tempo. Em suma, aquilo que Durkheim chamava de “conformismo lógico” prefere continuar a gerenciar um instituído normal a um instituinte possivelmente perigoso.
    Michel Maffesoli SATURAÇÃO

    Liked by 1 person

    • Jornaleca permalink
      7 Junho, 2020 21:46

      Você continua a combater esquerdismo com esquerdismo?

      Hahahahahahhahaha.

      Ou de outro modo. Um burro da esquerda (Durkheim) é que explica, porque é que o outro burro é burro?

      LOL.

      Não existe na esquerda um único bom e inteligente pensador. Nem um.

      Acorde!!

      Gostar

  2. 7 Junho, 2020 17:12

    Sempre todos os dias a realidade desmente a narrativa Marxista.
    Em função disto os estereótipos de reacção tornam os disparates governamentais que ouvimos cada vez mais iguais de dia para dia.

    Gostar

    • 7 Junho, 2020 21:49

      Dito de outro modo: a esquerda continua a mentir, sem vergonha na cara.

      A esquerda foi, é, será sempre o burro.

      Nós somos os inteligentes.

      Nos EUA o partido do burro e racista Obama é representado através da caricatura de um burro.

      O partido de Trump, como um elefante.

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: