Saltar para o conteúdo

Todos juntos no Natal

22 Dezembro, 2021

A preparação para o Natal é um bom momento para lembrar as vítimas esquecidas das medidas destrutivas, deploráveis e funestas que o governo de António Costa tomou a pretexto da histeria colectiva com um vírus respiratório.

Milhares de pessoas morreram ou viram muito seriamente comprometida a sua qualidade e esperança de vida devido à obsessão aberrante do governo com uma única doença. O governo realocou os recursos de um Serviço Nacional de Saúde – que se encontra em frangalhos há mais de 20 anos em mãos socialistas -para atender os enfermos de uma doença que tem a atenção das televisões, mas esqueceu deliberadamente as muitas centenas de milhar de vítimas que sofrem de outras doenças (actualmente menos mediáticas) mas muito mais letais e causadoras de sofrimento muito mais duradouro do que a covid19. Sem tratamentos e diagnósticos atempados esses milhares de pessoas viram a sua vida irremediavelmente comprometida pelas decisões de burocratas e decisores políticos.

Lembremo-nos dos idosos despejados em lares a quem os governantes e irresponsáveis conselheiros e especialistas negaram ou dificultaram profundamente a visita e carinho dos seus familiares. Ou todos aqueles que em idade avançada e tendo até seguido escrupulosamente as recomendações de inoculação, se vêem privados da companhia da sua família alargada precisamente na altura do Natal em que, quiçá pela última vez, poderiam conviver com todos os seus.

A lista de exemplos de pessoas espezinhadas e obrigadas a penosos sacrifícios e sevícias morais, psicológicas, atentatórias do seu bem-estar e que esbulham o seu futuro é quase infinda.

Destaco apenas mais um grupo, o das crianças e jovens privados de um verdadeiro ensino, com aulas presenciais, em resultado das regras maníacas e absurdas definidas centralmente nos corredores das agências do Estado. O impacto desta privação perdurará ao longo de toda a sua carreira escolar e profissional.

Ora, o Natal é um tempo Santo que não é compatível com uma espécie de conspiração de silêncio da sociedade e em particular das chamadas elites formadoras de opinião em torno do tanto que o Governo tem prejudicado as famílias portuguesas a pretexto do vírus da moda.

O Natal é um momento em que não só devemos cumprir as nossas obrigações sociais, em particular para com os que nos são mais próximos, mas também uma festa para desfrutar do encontro e da companhia de todos os nossos familiares, e quanto mais alargadamente e juntos for possível, celebrar o nascimento do menino Jesus e com Ele não ter medo de viver.

O meu vídeo de hoje, aqui:

14 comentários leave one →
  1. Weltenbummler permalink
    23 Dezembro, 2021 09:47

    não sei se o presépio do kosta tem duas mães ou dois pais
    sei que da política tem uma manada de vacas e uma burricada a perder de vista
    evitem o vírus
    Saúde e Fraternidade

    Gostar

    • carlos rosa permalink
      24 Dezembro, 2021 11:25

      Essa é que é essa.
      O PS é um grupelho de incompetentes e mal formados e o Governo é uma quadrilha de incompetentes treinados no discurso desembaraçado, nos gestos e nos sorrisos, comandados por um indiano manhoso e ordinário.
      Os ministros foram escolhidos precisamente por terem aqueles atributos.
      A Martinha é o exemplo mais paradigmático e o resultado vê-se. Os feitos do seu ministério são mais nocivos aos portugueses que os efeitos do Covid. A corte de “especialistas” que rodeiam a tontinha e dominam a comunicação social é um triste desfile de gente que nem se apercebem da figura ridícula que fazem. Todos esquerdistas, todos agarrados a um tacho por cunhas da bloquista Graça Freitas.
      O Costa, como qualquer ditador, exerce o poder rodeado por gente desmiolada, traumatizada por ideologias estranhas à natureza humana.
      Com um abanão no momento certo aquela cangalhada desmorona-se toda e o Costa vai fazer companhia ao seu camarada Sócrates.
      Já tarda!

      Gostar

  2. voza0db permalink
    23 Dezembro, 2021 21:57

    Só posso dizer que, há excepção da Bielorrússia, tudo está a correr muito bem…

    Aos salafrários, corruptos e terroristas (do presidente ao útilmo deputado) nada mais resta do que OBEDECER às ordens do Bill Gates (porta-voz oficial das SFD & Bilionários) emanadas via OMS… enquanto debitam propaganda contraditória.

    E assim sendo só podemos concluir que têm feito um excelente trabalho.

    Nada como livrar o Planeta Deles destes rebanhos enormes de animais obsoletos (velhos e velhas) para que assim o futuro Deles esteja assegurado.

    Continuemos a sustentar o CIRCO: Continuem a levar doses de pseudo-vacinas, a fazer falsos-testes para continuarem a ter autorização para CONSUMIR (a principal função dos actuais boçais escravos modernos)

    Gostar

  3. voza0db permalink
    23 Dezembro, 2021 22:02

    Ou todos aqueles que em idade avançada e tendo até seguido escrupulosamente as recomendações de inoculação, se vêem privados da companhia da sua família alargada

    É sempre preferível MORRER com 3 doses da sopa de mRNA do que morrer sem elas!

    Surto de Covid-19 com três mortos, 11 recuperados e 10 infetados em lar de Torres Vedras
    Vítimas do surto já estavam vacinadas com a terceiro dose da vacina contra o coronavírus.

    21 de Dezembro de 2021

    Se já tivessem a 4ª dose sempre tinham servido para aumentar os LUCROS!

    Gostar

  4. Chopin permalink
    23 Dezembro, 2021 22:30

    Calma que a procissão ainda vai no adro.

    “Em Singapura, quem escolheu não ser vacinado contra a covid-19 terá de pagar tratamento hospitalar”
    Jornal da SONAE

    Gostar

  5. 24 Dezembro, 2021 12:32

    Enquanto este espaço se dedicar exclusivamente à histeria anti vacina e a proclamar que a liberdade se resume em não usar máscara, isto deixou de ter graça. Quando acalmarem eu volto. Feliz Natal.

    Gostar

    • chipamanine permalink
      24 Dezembro, 2021 16:17

      Mas aqui há algum espaço de histeria anti-vacina? Ou será que a histeria é a vacinal? Além das próprias vacinas compulsivas por interpostas medidas supostamente de saúde pública o que se vê é histeria pró vacinas. É essa que é criticável , a histeria, que você pelo visto encorpora e por isso “lê” apenas o seu contrário.

      Gostar

      • pmanuelp37 permalink
        28 Dezembro, 2021 16:35

        Sempre me ensinaram (outros tempos, outras gentes) que você é estrebaria…

        Gostar

    • João Brandão permalink
      25 Dezembro, 2021 18:21

      pmanuelp37 ,
      Aprecio sempre os seus comentários, que na sua maior parte acho muito pertintes.
      Neste, perdoar-me-á, mas parece-me que exagerou um pouco.
      Pessoalmente, nada tenho contra os não vacinados, ou os vacinados. Entendo que nas circunstâncias actuais, cada deverá seguir aquilo que o seu entendimento lhe indicar.
      Não me parece, apesar de haver comentadores que eventualmente se manifestem contra as vacinas, também não me parece que este espaço do ‘Blasfémias’ se dedique ao que chama ‘histeria anti vacina’. Pessoalmente, reprovaria a existência de tal ‘espaço’.
      Rematando, sempre lhe digo que com vacina ou sem vacina, a situação actual é preocupante, pois com tanta gente vacinada ontem foram registados mais de dez mil casos de infecção.
      Rematando mesmo, desejo-lhe também Boas Festas Natalícias, tal como aos comentadores e ‘croniqueiros’ do ‘Blasfémias’.

      Gostar

      • pmanuelp37 permalink
        27 Dezembro, 2021 18:35

        Meu caro João Brandão, respondo-lhe porque o seu comentário o merece: bem educado e sem prosápias de superioridade intelectual
        Este blogue era para mim um espaço de discussão política bem humorada. Porém o vitorcunha (cuja prosa me diverte) e o Telmo Fernandes (que aprecio) passaram a dedicar-se quase apenas a vergastar quem se vacina e quem usa máscara – e eu perdi o prazer de aqui vir.
        Não sei se o vírus é espontâneo ou foi fabricado. Sei que existe e me levou dois amigos. Sei que a vacina, com todas as suas imperfeições, diminui (não disse elimina) as fatalidades (Também sei que vacinas e testes são um enorme negócio para as farmacêuticas e que (todos) os governos aproveitaram a oportunidade pata testar comportamentos de controle de massas). Isso não invalida os factos: o vírus existe, a vacina atenua os seus efeitos e a máscara dificulta a propagação.
        Limitei-me a achar demasiada a atenção do blogue para este assunto, com prejuízo de outros temas e a insinuar alguma histeria em concentrar a defesa das liberdades na recusa da vacina e/ou da máscara. O que eu fui dizer: o histérico passei a ser eu!
        Meu caro, tenha um excelente 2022 e que os Deuses lhe sejam propícios, (como pedia o Julius e afinal vieram os Idos de Março…)

        Gostar

  6. voza0db permalink
    24 Dezembro, 2021 14:47

    Entretanto na terra dos animais orientais!

    Cá na tugolândia dos boçais de certeza que estamos esperando pelo comprimido mais CARO da Pfizer (que é basicamente uma cópia da Ivermectina!)

    Afinal é o Bill Gates que diz que o da Pfizer é bom pelo que…

    Gostar

  7. 24 Dezembro, 2021 15:03

    Deus é grande
    O Natal não será politizado.
    O castigo/recompensa virá
    Pelo carnaval.
    Aí já estamos no calendário do diabo 😈
    Bom Natal e não se esqueçam de proporcionar orgasmo aos vossos parceiros

    Gostar

  8. voza0db permalink
    24 Dezembro, 2021 15:39

    Os PORCOS são sempre os mesmos…

    Gostar

  9. carlos rosa permalink
    25 Dezembro, 2021 13:37

    O 25 de Abril trouxe-nos a Liberdade, mas logo essa liberdade foi aproveitada pelos oportunistas de Esquerda. Com os comunistas à cabeça, começaram a infiltrar toda a esquerdalhada nas forças de segurança GNR e PSP de início e logo a seguir em todo o aparelho do Estado, principalmente nas chefias. Nas escolas a mesma coisa com maior importância nas Universidades onde os comunas que já lá estavam sanearam muitos professores competentes mas que não eram comunistas e começaram a escolher só alunos de Esquerda para monitores e assistentes que hoje são professores do quadro das Universidades todas. Nada disto era mau se muitos desses não fossem simples nulidades. Na comunicação social passou-se a mesma coisa, começando logo nas escolas de jornalismo.
    E chegámos a esta miséria de país todo governado de alto a baixo por incompetentes.
    Agora que surgiu o Chega toda esta gente com voz nos Orgãos de Informação ficou indignada com as verdades enunciadas pelo André Ventura.
    O Povo nem tanto, porque muitos do povo sabiam que isto estava mal. Não sabiam era porquê.
    Agora os dados estão lançados.
    Há um partido que defende o Povo contra os oportunistas da Esquerda (os chefões) mas também contra os ditos da Direita, os do PSD e do CDS que, à exceção do Sá Carneiro e do Amaro da Costa, nunca souberam estar ao lado do Povo para o defender dos oportunistas da Esquerda que sempre com os trabalhadores na boca trataram de desvalorizá-los, de aumentar a pobreza e o número de pessoas a viver sem abrigo.
    A Esquerda não deu aos trabalhadores a Paz, o Pão, a Habitação, a Saúde e a Educação que prometeu.
    A Esquerda é falsa à Nação.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: