Saltar para o conteúdo

O suspeito de terrorismo e o taxista: adivinhe qual feriu quatro bombeiros e dois GNR?

17 Fevereiro, 2022

Uma pista: o destaque editorial é inverso à gravidade dos factos

12 comentários leave one →
  1. Prova Indirecta permalink
    17 Fevereiro, 2022 08:39

    minity report , the portuguese files

    Gostar

  2. Weltenbummler permalink
    17 Fevereiro, 2022 08:45

    há JAVARDOS para todos os gostos e latitudes
    no desporto e na política das eleições repetidas e duodécimos

    Gostar

    • carlos rosa permalink
      17 Fevereiro, 2022 10:56

      Repetição das eleições na Europa.
      12 e 13 de Março.
      Oh diabo!
      Há uma noite no meio.
      E de noite todos os gatos são pardos.

      Nenhuma entrada para qualquer local de voto em toda a Europa pode ficar sem vigilância do dia 12 para o dia 13.
      Se não for o Chega a defender-nos, quem será?

      E, já agora, porque não são repetidas as eleições também aqui em Portugal?
      Quem acredita que na votação do domingo antes do dia 30 de Janeiro não houve irregularidades?
      Não somos todos anjinhos!
      Vai ser duro mudar Portugal, mas não temos alternativa.

      Gostar

  3. balio permalink
    17 Fevereiro, 2022 09:12

    Se fosse em França, onde os taxistas sem dúvida matam muito mais pessoas (por atropelamento) do que os terroristas, já a Helena se preocuparia sobremaneira em denunciar os terroristas. Sobretudo, claro, se eles fossem muçulmanos e/ou imigrantes.

    Gostar

    • Mário Marques permalink
      17 Fevereiro, 2022 15:20

      Problema que os governos socialistas da europa estão atentos, com estas medidas para acabar a plandemia, o pessoal vai todo para o desemprego, depois com os aumentos semanal dos combustíveis fósseis e da eletricidade vai tudo passar a andar a pé que é mais saudável!.

      Eles pensam em tudo, estamos no fim do caminho dos “há manhãs que cantam”, tem calma, vais viver no paraíso socialista dentro de pouco tempo, o problema é que quando lá chegares vais querer sair rapidamente, mas eles não te vão deixar.

      Gostar

    • chipamanine permalink
      17 Fevereiro, 2022 17:23

      Ainda não encontraram a ligação do “terrorista” com a extrema-direita neo-nazi ou com o Chega balio? Podia dar uma ajudinha ligando-o aos taxistas franceses.

      Gostar

    • chipamanine permalink
      17 Fevereiro, 2022 17:25

      Mas pelo menos ficamos a saber que todo o gajo que por azar atropele alguém e daí resulte a morte é um terrorista. Não precisa ser taxista .

      Gostar

    • Joao Lopes permalink
      17 Fevereiro, 2022 19:50

      Com a devida ironia, o sr. Balio deve ter uma paixão assolapada por islamitas radicais e por imigrantes chupistas. Aconselho-o a doar parte do seu rendimento directamente a estes grupos.

      Gostar

      • chipamanine permalink
        17 Fevereiro, 2022 19:54

        nem por isso…ele agora dedica-se às estatisticas de atropelamentos dos taxistas parisienses

        Gostar

  4. carlos rosa permalink
    17 Fevereiro, 2022 16:32

    Afinal Portugal tem uma hipótese de se livrar da Esquerda.
    Portugueses, quantos somos?
    15 milhões, mais coisa menos coisa.
    A Assembleia da República deve ter 150 deputados. CHEGA! 100 eleitos pelos portugueses que vivem no território nacional e 50 pelos portugueses que vivem no estrangeiro.
    Os portugueses que vivem no estrangeiro não são portugueses de 2ª.
    As pantominices que aconteceram nas eleições de 30 de Janeiro vieram pôr luz sobre muitos problemas nacionais.
    Há males que vêm por bem.
    Ai Costa, Costa, tens um passado triste e um futuro duvidoso.

    Gostar

  5. Joao Lopes permalink
    17 Fevereiro, 2022 19:47

    Nenhum dos casos deve ser considerado terrorismo, na minha modesta opinião, na medida em que estes actos não tinham fins políticos e um deles nem sequer foi concretizado.

    Gostar

  6. Maria permalink
    17 Fevereiro, 2022 20:32

    Carlos Rosa: tentei enviar-lhe um comentário no espaço “Responder” mas sumiu-se vá-se lá saber porquê. Talvez pelo conteúdo não agradar aos ‘comissários de serviço’… Dizem que não há bruxas mas que as há, há.
    Gosto de tudo quanto escreve e mais ainda este seu último comentário, mais um imperdível.
    E diz bem, a repetição das eleições em França vai trazer aldrabices de certeza. Dito doutra maneira, a corrupção da praxe em que esta maltosa é mestre. O Costa e cª. não vai/vão querer perder o comando da Nação. Ele fez isso quando o PSD ganhou as eleições em 2015, não obstante através dum acordo secreto (e na verdade nojento) com o PC e BE tomou d’assalto o poder e não o largou até hoje. E vai fazer o mesmo na repetição destas eleições caso verifique que a maioria dos votos (que serão todos a favor dos partidos do centro e direita já que os emigrantes votam todos, sempre votaram, nestes partidos) não seja a seu favor, fazendo tudo para alterar o respectivo resultado com a ajuda dos camaradas de serviço. Como o Carlos sugere e bem, tem que haver pessoal da direita a controlar estas novas eleições e do princípio ao fim. Também seria imperioso, diria mesmo obrigatório, que estas eleições também ocorressem em Portugal e não apenas em França.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: