Skip to content

Lançamento de “Manual Modernista para a Modernidade”

27 Agosto, 2016

ModernistaConvido os leitores do Blasfémias – incluindo os críticos sem tendências homicidas – a visitarem a Feira do Livro do Porto no dia 6 de Setembro às 18h00, para que possam ouvir a apresentação que o Carlos Guimarães Pinto fará no lançamento do meu livro “Manual Modernista para a Modernidade”, editado pela Ideia-Fixa. Estarei disponível para sorrir e cumprimentar todos – mesmo bloquistas – assim como pronto para assinar todos os livros que mandei o meu amigo rico comprar os meus amigos decidirem livremente adquirir.

Página do evento no Facebook.

Sinopse
Está tudo mal. A sociedade nem percebe os graves problemas que tem. É um mistério termos chegado ao século XXI com uma civilização tão quebrada e desprovida de um sentido claro de direcção. É necessário rasgar com o passado. O nosso futuro é inadiável: temos direitos e queremos exigi-los já, todos ao mesmo tempo, incluíndo os que se contradizem entre si. Tanto nos indigna a queda de uma ponte como os milhares de pessoas impossibilitadas de viver em felicidade por lhes ser vedado o casamento com árvores. Há gente que se ri de nós, das nossas causas, da nossa vontade em proporcionar-lhes um mundo melhor, quer o queiram, quer não. Ainda vemos a espécie humana como binária, composta por dois géneros. O fascismo bate-nos à porta e atendemos com simpatia. Precisamos que o Estado resolva os nossos problemas, ora pela força, ora pela mudança de mentalidades que a dispensa. Este manual permite que compreenda os problemas prementes da humanidade para que se torne num Moderno contestatário, capaz de exercer a sua superioridade perante o resto da sociedade rumo à plena igualdade.

Anúncios
16 comentários leave one →
  1. Duarte de Aviz permalink
    27 Agosto, 2016 16:05

    Vitor,
    P.F. indique como podemos contactar o seu amigo para obter o livro e assim fazê-lo chegar rapidamente ao top de vendas – telemovel ou matrícula do carro chega.
    O Lula também pede um exemplar!

    Gostar

  2. 27 Agosto, 2016 16:57

    “Está tudo mal. A sociedade nem percebe os graves problemas que tem….”….
    …”para que possam ouvir a apresentação que o “”Carlos Guimarães Pinto”” fará no lançamento do meu livro” kkkkk

    Presumo que o apresentador convidado deva ser entendido como uma piada a exemplificar a sinopse do seu livro ? Se assim for é genial. Não que seja original, já houve quem tenha feito coisa parecida.

    Gostar

  3. José Luís permalink
    27 Agosto, 2016 17:23

    Esperemos que o livro também chegue a Lisboa a uma fnac, por exemplo 🙂

    Gostar

  4. ali kath permalink
    27 Agosto, 2016 17:41

    não tarda
    une lettre servant à la transmission d’un ordre du roi, permettant par exemple l’incarcération sans jugement, l’exil ou encore l’internement de personnes jugées indésirables par le pouvoir. Elle présente les avantages de la discrétion et de la rapidité pour le monarque. Aussi est-elle parfois préférée au procès public lorsque l’importance de l’affaire risque d’éclabousser l’État, à l’image de l’arrestation du prince de Condé sur ordre de Mazarin lors de la Fronde.

    Gostar

  5. Filipe Costa permalink
    27 Agosto, 2016 19:22

    Se eu comprar 1000 dá-me uma herdade no Alentejo? E uns envelopes com fotocópias?

    Gostar

  6. rui a. permalink*
    27 Agosto, 2016 19:33

    O Carlos Santos Silva já te telefonou?

    Gostar

    • 27 Agosto, 2016 19:36

      Somos amigos de infância. Víamos o Eusébio jogar, quando vínhamos da escola ao Sábado à tarde. Se ele comprar é só por interesse pessoal e para oferecer aos nossos 10000 amigos comuns no Natal, por simpatia.

      Gostar

      • rui a. permalink*
        27 Agosto, 2016 19:41

        É um belo rapaz!

        Gostar

      • 27 Agosto, 2016 19:42

        Essa de ver o Eusébio quando regressava da escola, a um sábado, também eu não engoli.
        Essa mentira dele ajudou-me a confirmar que o homem é um mentiroso compulsivo, que toma todos nós por parvos.

        Gostar

  7. Carlos Reis permalink
    27 Agosto, 2016 20:10

    O Eusébio tinha um irmão guarda redes, veio de África analfabeto,quem o ensinou a ler foi o Dias Loureiro aos domingos de manhã.De tarde o Duarte Lima lecionava técnicas de defesa.

    Gostar

  8. Manuel permalink
    27 Agosto, 2016 20:31

    Importante é o seu regresso. A luta continua, lá estarei.

    Gostar

  9. 28 Agosto, 2016 01:49

    Qual das personas é que vai lá estar: o Vítor, o Manuel, o Bel’Miró?

    Gostar

  10. Arlindo da Costa permalink
    28 Agosto, 2016 03:14

    Tenho que ser sincero. Depois de ter lido toda a antologia de Arnaldo Matos nunca li nada tão profundo, eloquente e pós-moderno.
    Parabéns ao seu autor.

    Gostar

  11. Emparedado permalink
    28 Agosto, 2016 18:57

    Que capa tão foleira!
    O Sr. Vitor pelos textos que aqui escreve deveria ter outro cuidado no que ao design gráfico diz respeito.
    Nunca se é brilhante em tudo.
    Talvez compre o livro.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: