Skip to content

Falta pouco para o ‘a estrada estava cortada’

18 Junho, 2017

Já sei que é preciso deixar que se trabalhe, que é preciso respeitar as vítimas e familiares dos mortos na tragédia, que é necessário apagar o incêndio antes de apontar dedos.
Contudo, eu quero saber como é possível num país, que (alegadamente) pertence ao primeiro mundo se morra no meio de uma estrada nacional rodeado de chamas. É que não vai faltar muito até alguém lavar as mãozinhas afirmando que a estrada estava cortada e as vítimas foram lá retirar as barreiras com as próprias mãos que o fogo há-de comer para participarem numa forma de eutanásia por imolação (e, caso levassem crianças no carro, respeitando a proibição de fumar, com cinto de segurança em todos os bancos e inspecção periódica obrigatória em dia). E eu quero saber o nome da besta capaz de afirmar que as barreiras de corte da estrada foram removidas pelas vítimas. 

Anúncios
112 comentários leave one →
  1. Campus permalink
    18 Junho, 2017 10:00

    Caro, então não ouviu o professor Marcelo que ao chegar primeiro que todos disse que o governo e as autoridades não podiam fazer mais nada? Que foi feito e está a ser feito tudo o que é possível? Caro Vítor, é o destino sabe?

    Liked by 2 people

    • 18 Junho, 2017 11:12

      Não exagere, porque o PR não “chegou primeiro que todos”.
      Ontem, o PR esteve muito bem !

      Gostar

      • 18 Junho, 2017 11:25

        Até acho que sim, que o PR esteve bem. Mas a pessoa acima que referiu que as televisões passaram o tempo a anunciar quem vai e quem vem tem toda a razão.

        Gostar

      • 18 Junho, 2017 16:15

        Ontem o “PR” Vichyssoise esteve tão bem que até enviou o seu CALOR humano aos bombeiros que combatiam os fogos!
        Se estivesse calado era um poeta.

        Liked by 1 person

    • 18 Junho, 2017 13:50

      Depois de ver o putedo todo a deitar lágrimas de crocodilo com a tragédia.
      Sabendo que é apenas mais uma de outras talvez maiores (incêndios ou outras) tragédias que virão a acontecer nesta pantominice democrática em que vivemos.
      ( O Passos Coelho tinha razão quando dizia que se lichem as eleições, tanto mais quando já cerca de 50% dos portugueses para elas se estão cagando).

      Só me apetece gritar:

      VIVA SALAZAR!!!!!!

      Liked by 1 person

      • Manuel Neves permalink
        18 Junho, 2017 23:09

        David Rosa:
        Se tens saudades do Salazar, dá um tiro nos cornos e vai ter com ele:

        Gostar

    • 18 Junho, 2017 14:17

      @ campos
      É o destino pois. Só que no ano passado a área ardida em Portugal foi mais ou menos igual à do resto da Europa combinada. Se isso é o destino…

      Liked by 1 person

  2. JgMenos permalink
    18 Junho, 2017 10:13

    O vento tinha acabado de mudar de direcção…vá-se perguntar ao vento…

    Mas o essencial é que o orçamento é para exercitar toda a ‘enorme sensibilidade social’ dos dirigentes; as matas entregam-se à natureza.

    Liked by 2 people

  3. A. R permalink
    18 Junho, 2017 10:28

    O golpe de rins da comunicação social para isentar “plataforma” PS-PCP-BE das responsabilidades políticas desta tragédia já está em marcha e usam as vítimas como escudo.

    Liked by 2 people

  4. rão arques permalink
    18 Junho, 2017 10:36

    ISTO:
    As televisões anunciam em rodapé que Marcelo Rebelo de Sousa já se encontra no local.
    Não demorou muito ver o Presidente agarrar-se aos microfones para um discurso não só despropositado mas abusivo enquanto ainda se vivia o drama intensamente.
    Uma distinção entre festas e tragédias é o mínimo que se exige aos responsáveis da nação.
    Sem uma postura que atenue a febre de se mostrarem, mais que ajudar atrapalham quem está no terreno em nobre missão que lhes cabe..
    Para exibições mórbidas já chegam os jornalistas

    E MAIS ISTO (já pedi autorização para transccrever):
    As TVs estão desfocados na cobertura da tragédia. Em vez de darem indicações e ouvirem as pessoas vitimas da tragédia, e o que sabe a polícia e os hospitais, passam o tempo a dizer: “Está a chegar fulado de tal”! “Está a chegar a senhora Ministra”! “Está a chegar o primeiro-ministro”!, “Está a chegar o Presidente!”. Depois, mostra-os a dar beijinhos uns aos outros! Isto é alguma informação útil para aquelas comunidades atingidas e em perigo e para o país? Agora, um tragédia como esta dimensão está transformada numa espécie de reportagem de passarelle de estrelas políticas a dizerem generalidades?! E não se ouve as pessoas, as comunidades, o povo!?

    Liked by 2 people

    • 18 Junho, 2017 11:28

      O que é que o PR ontem disse e fez “despropositado” ??

      Gostar

      • rão arques permalink
        18 Junho, 2017 14:57

        Só uma: Nada mais se poderia ter feito.

        Liked by 3 people

      • 18 Junho, 2017 16:14

        Ontem o “PR” Vichyssoise enviou o seu CALOR humano aos bombeiros que combatiam os fogos!
        Se estivesse calado era um poeta.

        Liked by 1 person

      • carlos alberto ilharco permalink
        18 Junho, 2017 19:40

        O que fez despropositado, mas todos fazem, é ir lá.
        Não vão lá fazer nada e conseguem atrapalhar quem está a trabalhar.
        Param para receber Sexa e depois ainda se encostam a eles quando falam aos microfones.

        Liked by 1 person

  5. LTR permalink
    18 Junho, 2017 10:38

    Eu quero saber, e o MP também deveria querer saber, como é possivel estradas terem árvores de grande porte encostadas de ambos os lados, inclusivamente junto às placas de sinalização e quase a bater nos rails, algumas delas com 15 ou 20 metros de altura. Depois vêm falar da limpeza da floresta? Numa das imagens a estrada, que é do Estado, parece quase um túnel!

    Gostar

  6. Tiradentes permalink
    18 Junho, 2017 10:44

    O que eu sei é que se esta tragédia tivesse acontecido há dois anos…….
    a culpa era da austeridade
    a culpa era da troika
    a culpa era do Passolas de Massamá
    e que agora a culpa foi do VENTO

    Liked by 2 people

    • 18 Junho, 2017 11:27

      A culpa é de sucessivos governos que não têm um planeamento para as florestas e outras áreas de arvoredo, que não impuseram regras, que não dotam os bombeiros com todos os meios necessários, que, que, e todos os anos depois de tragédias prometem reuniões, comissões, decisões “a tempo para o próximo ano”…

      Gostar

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      18 Junho, 2017 12:53

      Sim, sim. Era e é! Passos Coelho e o vento são os grandes culpados desta tragédia.

      Liked by 1 person

  7. LTR permalink
    18 Junho, 2017 10:52

    Estas árvores desta dimensão praticamente encostadas aos rails dizem tudo sobre o nosso ordenamento florestal e sobre as nossas “autoridades”.

    Liked by 2 people

    • Campus permalink
      18 Junho, 2017 11:04

      LTR, está a ser injusto. O Costa queria pôr os refugiados a limpar as matas, não tem culpa que eles fujam.

      Liked by 1 person

  8. LTR permalink
    18 Junho, 2017 11:05

    Na estada N236, uns 300m a sul de Venda da Gaita há um local em que na imagem do Google se vê que as copas das árvores do lado Oeste chegam a atravessar até ao rail do lado contrário, junto a uma pequena casa que lá está! Está exatamente a 400m a nordeste de Escalos Fundeiros, que está a ser noticiado como local de início do incêndio (“O fogo teve ignição às 14h00 deste sábado na povoação de Escalos Fundeiros”). Duzentros metros a norte de Venda da Gaita há um local onde nem se vê a estrada.

    Gostar

  9. 18 Junho, 2017 11:22

    Ontem à noite, embora apressadamente consegui ouvir a opinião dum professor de engenharia florestal da Universidade de Trás-Os-Montes. A única universidade que tem a cadeira de engenharia florestal, com cada vez menos alunos porque terminado o curso invariavelmente vão para o desemprego.
    Ora, defende esse professor, que se aproveite –que o governo aproveite– esses entendidos para, no território nacional, efectuarem relatórios sobre holografias, matas, arvoredos, etc., e trabalharem em conjugação com câmaras, bombeiros, Proteção Civil, governo. Prevenção a tempo.
    As pessoas falecidas nas viaturas certamente foram cercadas por inesperadas áreas de fogo provocadas por ventos.
    Mas os governos têm descurado a prevenção de grande quantidade do território nacional.

    Gostar

    • JPT permalink
      18 Junho, 2017 11:50

      Contratar esses técnicos ia reduzir as possibilidades de acesso a emprego publico de parentes do Carlos César e dos quadros das juventudes partidárias, que é, é bom nao esquecer, o objectivo da administração pública portuguesa.

      Liked by 2 people

    • Tiro ao Alvo permalink
      18 Junho, 2017 12:13

      Tem razão o prof de Vila Real e tem razão o MJRB.
      A “indústria” de apagar incêndios que se desenvolveu em Portugal, como um grande impulso do nosso actual PM, quando desempenhou as funções de ministro de administração interna, do governo Sócrates, está ao nível do que de melhor existe. O que está mal, muito mal, é a prevenção. Nos últimos dias foi noticiado que uma equipa de sapadores florestais de Póvoa de Lanhoso, estava com os salários em atraso, e isto diz tudo.
      Pelo que se ouve, a origem deste incêndio teve causas naturais – foi provocada por um raio -, mostrando à saciedade que os incêndios florestais não podem ser evitados mas podem, isso sim, ser minimizados, com procedimentos mais do que conhecidos, tal como faziam os pastores antigamente, inclusive pelo uso de fogos controlados, e os lavradores que limpavam as matas.
      A solução está no ordenamento da floresta, mas isso não dá votos, antes pelo contrário. Não dá votos nem dá comissões (propina, como dizem os brasileiros), como pode acontecer com a compra/aluguer de helicópteros e outros equipamentos, caríssimos, de combate a incêndios.
      Oxalá as coisas mudem e este enorme desastre ajude a que tal aconteça. Essa seria a melhor forma de homenagear as vítimas, todas inocentes com certeza. Os responsáveis pelo lamentável estado da nossa floresta, esses vão aparecer ufanos nas nossas televisões, a dizer que tudo foi feito para evitar esta tragédia, mas isso não é verdade. Infelizmente.

      Gostar

      • 18 Junho, 2017 16:20

        “um grande impulso do nosso actual PM, quando desempenhou as funções de ministro de administração interna, do governo Sócrates, está ao nível do que de melhor existe.”

        Os kamovs já foram arranjados ou continuam avariados?

        Liked by 1 person

      • Tiro ao Alvo permalink
        18 Junho, 2017 16:57

        Rasputine, não sei se os helicópteros ainda estão avariados, mas sei que houve problemas. Mas, se não tiverem, ontem não resolveriam nada.
        O que quis dizer é que o então ministro António Costa privilegiou o combate aos incêndios, em detrimento da prevenção e que, por falta de prevenção os incêndios florestais podem atingir proporções enormes e transformarem-se em tragédia, como aconteceu com o de ontem.

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        19 Junho, 2017 07:58

        E os Kamov avariados ou arranjados foram comprados pelo grande líder do combate aos incêndios , então ministro da Ad. Interna………..senhor……António Costa

        Gostar

  10. LTR permalink
    18 Junho, 2017 11:30

    O vento vai mudar mudar de direção:

    “Incêndios: PS acusa Governo de se tentar «desresponsabilizar»” (2013)

    Liked by 2 people

    • 18 Junho, 2017 11:46

      Como referi acima, os sucessivos governos não têm tratado da prevenção e do planeamento do território florestal de modo eficaz e decisivo.

      Gostar

      • Tiradentes permalink
        18 Junho, 2017 17:38

        Há três ou quatro décadas que toda a gente diz que: “os governos não tem tratado da prevençaõ e planeamento florestal ……” e votam neles

        Liked by 1 person

  11. 18 Junho, 2017 11:38

    VCunha,

    Ontem à noite, o facto de as televisões anunciarem com alguma insistência (nem sempre mas só a partir de determinado momento) a ida do PR, é de somenos importância face à já então tragédia. Deve ter sido algo consolador para muita gente, sobretudo daquelas zonas, saberem que o PR “vai a caminho, vai estar”, na zona.
    Vc. viu os momentos do PR a falar e abraçado ao Presidente da Câmara de Pedrógão ? Imagine-se o que sentiram naqueles momentos todas as pessoas chocadas pela tragédia.
    (Hoje não chamo ao PR “MarceloCarmonaThomaz”).

    Gostar

    • 18 Junho, 2017 11:44

      Só tomei conhecimento da tragédia tarde. Quando liguei a televisão já o PR tinha ido. Acho mesmo que os governantes irem ao local da tragédia é importante e compreendo o mediatismo. Não compreendo é o desvio da notícia ser para o papel dos governantes.

      Liked by 1 person

      • 18 Junho, 2017 11:52

        Os governantes deslocam-se aos locais sinistrados conforme o que nesse momento está a acontecer, ou já aconteceu.
        A ministra e o secretário de estado não podiam ignorar o “teatro de operações” (que designação,”teatro”…). Idem no caso do PM no comando nacional da Proteção Civil.

        Gostar

    • 18 Junho, 2017 16:23

      “Vc. viu os momentos do PR a falar e abraçado ao Presidente da Câmara de Pedrógão ? Imagine-se o que sentiram naqueles momentos todas as pessoas chocadas pela tragédia.”

      Senti nojo, não de luto, mas de vómito, ao ver tanta hipocrisia e lágrimas de crocodilo.
      Desta vez a Constança não ficou a divertir-se na noite de Vilamoura como no ano passado, enquanto o país ardia.

      Liked by 1 person

      • 18 Junho, 2017 16:32

        Discordo em absoluto. O PR não chorou “lágrimas de crocodilo”. Marcelo-PR ou o Marcelo fora do cargo nunca, naquela tragédia, chegaria minimamente a essa hipocrisia.
        Só um monstro, uma porcaria desumana, porventura um incendiário choraria “lágrimas de crocodilo”.

        Gostar

      • 18 Junho, 2017 18:02

        Marcelo é um HIPÓCRITA DESAVERGONHADO porque disse, quando ainda não há investigações nem apuramento de responsabilidades, que o governo e as autoridades não podiam fazer mais nada.
        Se ele é PR devia ser independente, não devia andar com a geringonça ao colinho!

        Liked by 3 people

  12. piscoiso permalink
    18 Junho, 2017 11:47

    Trovoada seca.

    Gostar

  13. Juromenha permalink
    18 Junho, 2017 11:54

    Até nas tragédias nos tornámos um povo “menor”…

    Liked by 1 person

    • 18 Junho, 2017 12:08

      Estive recentemente na Ilha da Madeira e no Funchal. Falei com muitas pessoas acerca dos incêndios no Verão passado. Por o que vi, ouvi e notei, não conclui que as pessoas estejam “menorizadas”. Ainda pesarosas, mas decididas pelo futuro.

      Gostar

  14. JPT permalink
    18 Junho, 2017 11:57

    O momento do dia, até agora, foi a tvi interromper a entrevista a uma pessoa que estava no troço em que morreram 30 pessoas e conseguiu escapar,para ouvir o Jorge Lacão. É como ter direito de transmitir um jogo de futebol e optar por dois paineleiros a falar dele. O “melhor” de ontem, foram os vários “experts” que a propósito das vítimas desta tragédia se puseram a criticar os “mirones” que vão ver incêndios. Ainda vai ser essa a explicação!

    Liked by 3 people

    • 18 Junho, 2017 12:22

      Foi a explicação do secretário de estado que ouvi há coisa de 10 minutos. Os palhaços profissionais estão ocupados, deixaram um amador falar.

      Liked by 2 people

  15. 18 Junho, 2017 12:00

    Sim, como refere piscoiso, incêndios (mais do que 1 na zona) provocados por trovoadas secas, por raios, e incontroláveis não só pela dimensão mas também pelos inesperados ventos.
    Mas se tivesse havido prevenção nos terrenos…
    Infelizmente algumas pessoas morreram ao quererem salvar bens…

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      18 Junho, 2017 17:40

      nunca houve trovoada seca em Portugal e muito menos uma que tivesse provocado um incêndio. Isto foi coisa do Trump quando denunciou o acordo de Paris….tá visto

      Gostar

      • 18 Junho, 2017 18:17

        Se o hipócrita (este sim, hipócrita) e destravado mental Trump persistir na parvoíce em relação ao Tratado de Paris, não duvido que contribuirá para a muito perigosa alteração do clima. Então, será acusado não só de parvo, mas também assumido assassino do planeta.

        Liked by 1 person

      • 18 Junho, 2017 18:49

        zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

        Liked by 1 person

      • Tiradentes permalink
        18 Junho, 2017 19:59

        ora diga lá o que é o Acordo de Paris? previne incêndios é?

        Gostar

  16. André Miguel permalink
    18 Junho, 2017 12:13

    Isto num país desenvolvido faria rolar cabeças. Tempos houve em que um Coelho, de nome Jorge, teve a integridade de se demitir. Actualmente ainda vamos ouvir que a culpa disto é de outro Coelho, de nome Pedro, e da austeridade que mata (a da direita, que a da esquerda dá saúde).

    Liked by 2 people

    • 18 Junho, 2017 12:21

      Ontem, tal como em anos anteriores, ouvi mais alguns disparates, banalidades (e desculpas) no caso, do secretário de estado, do presidente de Pedrógão, do director geral da Proteção Civil…

      Liked by 1 person

    • ABC permalink
      18 Junho, 2017 19:30

      Jorge Coelho, esse Homem com “O” grande, é o mesmo Jorge Coelho que se demitiu após a tragédia de Entre-Os-Rios?
      Eu não vejo honra alguma em fugir para a Mota-Engil quando devia estar no seu posto até ao apurar das responsabilidades. Deixou o Secretário de Estado queimar-se politicamente e deu à sola.
      O PS tem já tradição de dar à sola quando as coisas correm mal.

      Liked by 1 person

  17. Juromenha permalink
    18 Junho, 2017 12:34

    Com a devida vénia, uma sugestão de leitura : Blog “Corta Fitas”, post “Da Responsabilidade Moral e da Irresponsablidade” , hoje.

    Gostar

  18. javitudo permalink
    18 Junho, 2017 12:59

    Não sou especialista na área.
    A dor mais funda é vivermos num país de lixo onde os políticos de todas as cores se preocupam acima de tudo com os seus interesses e com os empregos para familiares e amigos. As excepções confirmam a regra e de pouco nos valem
    O território crítico sob risco de incêndios vai sendo reduzido ano a ano. Dada a incúria, a preguiça, a incompetência e a irresponsabilidade, aliadas aos interesses que estão por detrás das calamidades, estamos perante uma guerra de proporções assinaláveis.
    No mínimo urge ocupar esses espaços por forças militares treinadas para a prevenção de Junho a Outubro, fazer uma quadrícula de modo a garantir a presença diária de quem possa alertar para o início do fogo e abater no local qualquer incendiário apanhado em flagrante delito.
    Nada disso vai acontecer. As lágrimas de crocodilo, os abraços emocionados, as visitas a tempo, não chegam para mudar seja o que for.
    O povoléu precisa de festa, adora gastar uns tostões e está preparado e oleado para votar em quem deve. Tudo passa e mesmo que a coisa corra mal, há sempre maneira vil e ridícula de ganhar simpatias e votinhos para as próximas eleições. “Always the same”.

    Gostar

  19. Carneiro permalink
    18 Junho, 2017 13:05

    Subiu para 58. Oh Marcelo dá cá mais um abraço, pá….

    Gostar

    • 18 Junho, 2017 13:36

      62. E a culpa é dos curiosos que foram ver o fogo e morreram, diz o secretário de estado com a mesma fluência como se de flatulência se tratasse.

      Liked by 4 people

      • Carneiro permalink
        18 Junho, 2017 14:18

        Ainda vai aparecer um gajo com o discurso do mayor de Londres: as mortes nos incendios fazem parte da vida num clima mediterrânico

        Liked by 1 person

  20. piscoiso permalink
    18 Junho, 2017 14:15

    Parece evidente que as condições atmosféricas atípicas só poderiam ter lugar com um governo atípico. Por alguma razão só agora houve trovoadas secas com esta dimensão.

    Gostar

    • 18 Junho, 2017 14:44

      Se há essa praga por causa do governo atípico, fora “já” com a geringonça !

      Gostar

    • André Miguel permalink
      18 Junho, 2017 15:08

      Você é mesmo um gajo ordinário.

      Gostar

    • André Miguel permalink
      18 Junho, 2017 15:09

      Refiro-me ao Piscoiso, não ao MJRB.

      Gostar

      • piscoiso permalink
        18 Junho, 2017 15:27

        Ou refere-se a si próprio?

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        18 Junho, 2017 17:48

        “atípicas” é o car valho……sempre houve e haverá trovoadas secas em Portugal. Puxado a vento ou não os incêndios tem sido mascarados pela valoroza intervenção dos bombeiros. O atípico aqui só é aplicado para “defender” a vergonha do governo em funções, porque senão seria culpa do Passos Coelho, da troyka e da austeridade. É claro que não é este governo responsável pelo desordenamento do território nem da prevenção. São todos…..os governos, as autarquias,as empresas e os privados há decadas.
        É sim um pouco ordinário falar em “atípicas” só porque o governo actual tem de ser protegido

        Liked by 1 person

      • Tiradentes permalink
        18 Junho, 2017 17:58

        A “coisa” é tão simples como isto. O incêndio em Londres foi culpa da Teresa May, das políticas de austeridade e do “fássismo” dos Conservadores que matou pelo menos 58 pessoas. Em Portugal, num Portugal falido pelos socialistas, um incêndio que mata pelo menos 62 é por causa de condições atípicas e trovoada seca…..
        Perceberam? eu também

        Liked by 1 person

      • ABC permalink
        18 Junho, 2017 18:53

        @andre miguel
        Só agora é que deu por isso?

        Gostar

  21. Carneiro permalink
    18 Junho, 2017 14:20

    O Ministério da Administração Interna só serve para a caça à multa

    Liked by 1 person

  22. piscoiso permalink
    18 Junho, 2017 14:41

    Sua Santidade o Papa já veio à varanda dizer que não foi ele.

    Gostar

    • José Ribeiro permalink
      18 Junho, 2017 15:51

      Ó coiso! Vc não passa de um camelo de m€rd@ armado em engraçadinho com esses tipos de comentários.
      O que é que o Papa tem a ver com isso??

      Dasse!!!

      Gostar

      • 18 Junho, 2017 16:35

        o piscoiso não teve piada alguma. Tentou, com uma infelicidade.

        Gostar

      • piscoiso permalink
        18 Junho, 2017 16:56

        Quero lá saber se acham piada ou não.
        Ó Zé Ribeiro, camelo de merd@ é vossa senhoria.

        Gostar

  23. Campus permalink
    18 Junho, 2017 15:09

    Eram duas da manhã e no terreno Marcelo abençoava o governo e as restantes autoridades porque mesmo sem relatório afirmava perentório que tudo tinha sido feito e que mais nada podia ser feito para evitar a tragédia. Aliás até podia evitar-se mais mortos diz o secretário de estado se os portugas não fossem curiosos. Viva o nosso querido presidente é mais ao nosso excelente governo.

    Liked by 2 people

    • 18 Junho, 2017 15:18

      O PR referia-se aos bombeiros. E subscrevo o termo por ele usado: “heróis”.

      Gostar

      • Campus permalink
        18 Junho, 2017 16:02

        Caro MJRB, claro que os bombeiros em Portugal e no resto do mundo são verdadeiros HERÓIS. Mas para dizer essa evidência não era necessário deslocar-se, mas não foi só isso que eu ouvi, falou ainda na segurança social e na proteção civil. Marcelo acelerou rápido não fossem surgir vozes que criticassem as autoridades por falta de meios e por falta de prevenção. Assunto encerrado como costuma dizer o Costa.

        Liked by 1 person

  24. javitudo permalink
    18 Junho, 2017 15:27

    É de apreciar o esforço para se conterem em não atirar a culpa para a Troyka.
    O sr. presidente da Liga Jaime Marta Soares, ao contrário de outros tempos, atribue as culpas ao vento e para as trovoadas secas. Nunca o vimos tão amestrado.
    A geringonça faz milagres.
    Os grandes abutres de bielderberg apreciam esta “paz” enquanto bebem o seu bourbon.

    Liked by 1 person

  25. Juromenha permalink
    18 Junho, 2017 15:38

    Admirável mansidão de um povo : 62 mortos – e as culpas vão , inteirinhas, para uma etérea “trovoada seca”.
    E não menos admirável efeito do esterco jornalístico autóctone ( maxime, o televisivo) cujo efeito anestesiante permite o branqueamento de autênticos canalhas,incompetentes, ignorantes e corruptos que constituem aquilo que, neste monturo à beira-mar descarregado, passa por “classe política”.

    Liked by 1 person

  26. 18 Junho, 2017 16:27

    Vitor Cunha, aqui está a besta:

    O secretário de Estado Jorge Gomes explicou esta manhã que, entre os mortos, “uns tiveram o azar de serem apanhados pelo fogo, outros morreram por inalação de fumo quando observavam o fogo“. Foram encontrados 30 mortos dentro de viaturas, 17 pessoas fora de viaturas ou nas margens da estrada nacional 236 (que liga ao IC8) e, ainda, 11 pessoas em zonas rurais, explicou Jorge Gomes. Numa declaração posterior, pelas 12h, Jorge Gomes fez um apelo às pessoas para situações como esta: “não venham ver os fogos para a rua”. (jornal Observador)

    Liked by 1 person

  27. 18 Junho, 2017 16:34

    “A incompetência do Governo não pode encontrar justificação na meteorologia”, diz o Bloco de Esquerda, 12 DE AGOSTO DE 2015.

    A puta da Catarina Martins ainda está com os cornos cheios de droga ou já acordou?

    Liked by 1 person

  28. 18 Junho, 2017 16:39

    Essa história trovoada seca está muito mal contada. No site do IPMA é possível consultar os registos de descargas eléctricas e ontem à tarde não houve qualquer registo na zona onde o incêndio supostamente começou…

    Gostar

  29. 18 Junho, 2017 16:40

    campus,

    Insisto, o PR esteve ontem muito bem !
    Naquelas circunstâncias uma ou outra gaffe não tem importância. Não se deslocou ao local para dizer “isso”.
    Por exemplo uma gaffe que tal como Rasputine também notei: dar “o calor” aos bombeiros — mas que importância se lhe deve atribuir para além de solidariedade ?

    Gostar

  30. 18 Junho, 2017 16:42

    Em 2013-11-20, PS acusava:

    Incêndios – PS acusa Governo de se tentar «desresponsabilizar» (tvi24.iol.pt)

    Gostar

  31. Gato Fuji permalink
    18 Junho, 2017 16:51

    A solução vai ser aumentar o IMI aos terrenos rústicos para chegar às expropriações para o Estado as deixar ao costumeiro abandono…

    Gostar

  32. piscoiso permalink
    18 Junho, 2017 17:00

    A culpa é de quem fez uma estrada a passar por aquele local.

    Gostar

    • José Ribeiro permalink
      18 Junho, 2017 19:13

      Já não há respeito pelas vítimas fatais…
      De acordo com a sumidade aí acima, pressupõe-se que se não há estradas, não há mortos…
      Fantástico!

      Gostar

    • ABC permalink
      18 Junho, 2017 22:22

      Debaixo do capacete, em vez da massa cinzenta, há massa castanha.

      Gostar

    • piscoiso permalink
      19 Junho, 2017 10:31

      Há gentinha que não percebe que a ligação entre dois pontos por estrada, pode ter diversos projectos. Preferem insultar quem tem opinião diversa e assim se divertem.

      Gostar

      • 19 Junho, 2017 11:39

        Até pode ser um túnel por debaixo do mar, se for preciso. Os traçados de estradas nacionais são é racionais.

        Gostar

  33. Manuel permalink
    18 Junho, 2017 17:07

    Sem comentário! Estou muito triste. A nossa gente não merece isto.

    Gostar

    • 18 Junho, 2017 17:35

      Se calhar até merecemos porque nunca aprendemos com os erros. Todos os anos é sempre a mesma coisa: incêndios no Verão, inundações no Inverno, inaugurações e obras nas eleições, rotativismo laranja-rosa nos governos.
      Quando um país tem 3 bancarrotas, patrocinadas pelo mesmo partido político, em 40 anos, o que se há-de fazer?
      Quero ver se na próxima sexta-feira o PR e o PM vão ao Porto brincar ao S. João ou se vão às missas destas vítimas? A TVI continua com aquele “programazinho” de festa pimba, como se nada tivesse acontecido.
      Vergonha alheia, pobreza de espírito, miséria humana de falta de princípios e de valores.
      Infelizmente a memória é muito curta e o povo é sereno demais, muito manso. Comemos e calámos, por isso, também somos culpados.

      Gostar

      • 18 Junho, 2017 17:51

        E a culpa vai morrer solteira!

        Liked by 1 person

      • 18 Junho, 2017 18:28

        Ninguém merece esta tragédia !
        Erros-outros (dos eleitores), não são para aqui chamados face ao que está a acontecer !

        Gostar

      • 18 Junho, 2017 19:00

        Como escreveu o Tiradentes:
        Há três ou quatro décadas que toda a gente diz que: “os governos não tem tratado da prevençaõ e planeamento florestal ……” e votam neles.
        De resto, escrevo e opino sobre o que eu quero, ok.

        Gostar

  34. 18 Junho, 2017 19:02

    Também eu escrevo e opino sobre o que, e quando eu quiser. OK ?

    Gostar

  35. carlos alberto ilharco permalink
    18 Junho, 2017 19:50

    Li os comentários, explicam bem o povo português.
    Foi um fiasco monumental.
    Os poucos populares ouvidos disseram todos o mesmo, não viram um bombeiro, uma afirmou que esteve três horas à espera do INEM e foi um carro particular que transportou o ferido.
    Todos os responsáveis atiram a culpa para causas naturais.
    Felizmente a PJ já encontrou a árvore culpada e aliás a mesma já confessou.
    Podia ter sido melhor se os helis funcionassem.
    Não foi para isso que foram comprados, foi apenas para darem comissões.
    No “teatro de operações” há sempre muitos chefes cada um a querer mandar.
    Alguém compreende um fulano de Matosinhos a mandar nos bombeiros de Alenquer e ambas as corporações sem qualquer qualificação para fogos florestais?
    Pois é.

    Gostar

    • 21 Junho, 2017 13:33

      Lembra-me uma ANEDOTA SOVIÉTICA:

      Estaline não sabe do isqueiro. Chama o chefe da polícia, Béria, e pede-lhe para saber quem o terá roubado e encarcerá-lo. Este sai do gabinete.

      Passado uma hora, Estaline encontra o isqueiro. Telefona a Béria, pedindo-lhe para parar as investigações e esquecer o assunto. Béria responde:

      — Ora bolas! Já temos dezasseis confissões escritas!

      Gostar

  36. José Sousa permalink
    18 Junho, 2017 22:13

    Os quatro canais noticiosos andam (miseravelmente…) à compita a ver qual deles faz a mais sensacional reportagem, com mais momentos de dramatismo humano, da tragédia de Proença-a-Velha. Sem qualquer respeito pela dor das vítimas ou do heroico trabalho dos bombeiros.
    O vencedor dessa compita irá depois, para o ano, ser galardoado com um prémio dos Globos de Ouro ou coisa parecida. Terá oportunidade de participar com imeeeennnso glamour na gala para entrega dos prémios, com direito a desfilar antes, elegantíssimos e vestidos por um inspirado designer de moda, na passadeira vermelha, aparecendo em glamourosas imagens nas televisões. O prémio até deverá ser entregue depois pelo dr Balsemão…

    Gostar

  37. José Sousa permalink
    18 Junho, 2017 22:20

    Peço muita desculpa. No comentário anterior, onde está escrito Proença-a-Velha deverá obviamente ler-se Pedrogão Grande…

    Gostar

  38. André Miguel permalink
    21 Junho, 2017 13:20

    Caro Vitor, já cá está. Acertou na mouche.

    http://www.tvi24.iol.pt/politica/incendio/governo-recebeu-informacoes-diferentes-da-gnr-sobre-a-estrada-da-morte

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: