Saltar para o conteúdo

Os Apanhados do Clima

13 Dezembro, 2022

São astutos. Perceberam muito cedo o filão da agenda do clima. Mas havia que dar um “empurrão” à Mãe Natureza que não compactua com AGENDAS políticas.

A verdade que NUNCA irá ver denunciada nas TVs generalistas avençadas dos políticos,  é que a emergência climática foi uma invenção que, sem ela, não seria possível sacrificar toda a população de um Planeta para enriquecer, ainda mais, uma dúzia de multimilionários que se julgam donos do mundo.

Neste artigo e mais este, denunciei com factos que até hoje nunca foram refutados (apenas aldrabados fugindo ao cerne da questão), uma emergência climática que nunca existiu.

Com efeito, foi a partir da manipulação de dados (mais do que comprovada) do IPCC, que nasceu a falácia que nos iria escravizar e empobrecer até hoje. 

Para tal, era preciso colocar em marcha um plano eficaz, após a publicação dos falsos resultados do IPCC: uma campanha  de sensibilização que passaria por colocar jovens adolescentes na liderança do combate climático. 

Escolhidas a dedo, com ar angelical, frágil (para criar  uma forte ligação emocional) e pais com poder e destaque na sociedade, na retaguarda, catapultaram estas meninas adolescentes – repare que aqui não houve um único rapaz, nesta fase inicial, porque “não vende” tão bem –  para a ribalta das lutas pelo clima. 

Muito antes de Greta, a filha do famoso David Suzuki, discursou em 1992  no Earth Summit no Rio de Janeiro e ficou conhecida pela “rapariga que silenciou o mundo por 5 minutos”. Recorda-se?

O que têm em comum Severn Cullis-Suzuki e Greta Thunberg? Ambas se tornaram “activistas” quase a sair do berço; escreveram livros e discursos pomposos ainda na escola preparatória e foram mentoras de fundações ainda adolescentes – isto para quem come gelados com a testa porque os outros sabem bem que esta foi uma historieta inventada para sucumbirmos aos encantos destas miúdas -, e ambas anunciaram o “apocalipse climático” em discursos dramáticos quase histéricos.  Ah! Já me esquecia, ambas também tornaram os pais… bilionários. É só um “pequeno” detalhe, certo?  

A filha de David Suzuki tal como Greta, foram as marionetas escolhidas para a campanha mais fraudulenta de que há memória (antes da falsa pandemia) para que acreditemos que estamos em perigo e temos de nos desfazer de todo o bem estar que conquistamos até hoje para “salvar o nosso planeta”. O lema “não terás nada e serás feliz” lançado pelo WEF, completamente à vista descarada, não deixa dúvidas. É preciso em nome do Planeta, pôr toda a gente a comer insectos (que são prejudiciais ao consumo humano), andar a pé, de bicicleta,  transportes públicos ou carro eléctrico (mas que é e será acessível apenas a alguns); desligar o aquecimento, poupar na iluminação, tomar banho com água fria, ficar em casa  por via da pegada do carbono. Isto enquanto eles, as elites do clima, passeiam em jatos privados para todo o lado; fazem viagens turísticas ao espaço; comem caviar (ovas de esturjão)  e carne de excelência (maioritariamente exótica) e compram mansões gigantescas (com uma área de construção obscena) ao pé do mar (cujo nível só sobe para a classe média e pobres). No fundo é voltar aos tempos difíceis de quando o carro, as casas confortáveis, a alimentação variada,  era só acessível aos ricos. Enquanto os hipócritas mentirosos e gananciosos da elite multimilionária eugenista não abdica de nada. E os papalvos a aplaudir, totalmente crentes nesta agenda SELECTIVA do clima. A mesma selectividade do vírus19 quando só atacava em certos lugares (cof! cof! cof!).

E por falar em David Suzuki, saibam que é um dos intervenientes no silenciamento dos cientistas que denunciam a falsa emergência climática como o indiquei num anterior artigo: 

“Por detrás destas acções judiciais, além do IPCC, está o Climate Science Legal Defense Fund, uma plataforma que tem como missão providenciar apoio financeiro e jurídico a cientistas: “(…) e impede que grupos anti-ciência desacreditem a ciência climática e intimidam os pesquisadores”, como se pode ler na missão, no site. Ora o curioso e irónico disto é que os fundadores e membros são precisamente autores alinhados na narrativa do “apocalipse climático”. Outra curiosidade é,   que  o financiamento no Canadá para esses processos do SLAPP (Strategic Lawsuit Against Public Participation), seja da David Suzuki Foundation, outro “actor” na defesa ambiental contra o “apocalipse climático”  e promoção de políticas “Big Green”.  Não menos importante é também o papel do multimilionário socialista corrupto da indústria petrolífera, Maurice Strong, que descobriu que a chave para tornar a ONU num governo poderoso global (como era seu desejo),  seria a causa do  “ambientalismo”,  tendo sido o fundador da UNEP,  que se aliou mais tarde ao IPCC em 1992 – dando lugar ao UNFCCC –  donde nasceu a  Agenda 21 pela “emergência climática”.  Não há acasos.”

Não vê nada de estranho aqui, pois não?

Toda esta manipulação só é possível graças aos “bonecos ventríloquos” disfarçados de líderes das nações, ligados à WEF que seguem como carneiros (bem pagos) a agenda política global imposta por esta elite de multimilionários. É por isso que ouvimos estas marionetas dizer coisas tão absurdas como: “as inundações em lisboa ou as mortes súbitas são consequência das alterações climáticas”, como foi o caso, recentemente, do “Moedas de 1 cêntimo”.

Para justificar uma agenda climática que como disse e repito, fundamentou-se em dados FALSOS do IPCC, qualquer ventania, chuva forte, frio ou calor mais intenso, fogo florestal, são atribuídos às alterações climáticas com as tvs a anunciar “rios atmosféricos, comboios de tempestades, bestas de leste, e carnificina climática (Guterres). Isto só mesmo à paulada!

Uma análise no Facebook de Pedro Wanzeller Rebordão, muito interessante e assertiva, sobre o tema das cheias em Lisboa:

“Ontem fui buscar a minha filha às 2 da manhã. Atravessei a cidade e tudo aparentava estar “normal’, excepto algumas zonas ribeirinhas e túneis da Av. República e Campo Grande, alguns carros, essencialmente de caixa de velocidades automática que se encontravam bloqueados (todos os automáticos, quando entra água, o motor pára e a caixa fica engatada, já não sendo possível voltar à posição neutro, acabando por ficar hidraulicamente engatados, não sendo portanto possível empurrá-los ou retirá-los por arrasto – só de grua e levantados para plataformas).

Os valores de precipitação, esses, apesar de concentrados, perfeitamente normais para a época e os problemas de drenagem/escoamento, também os habituais e crónicos, conjugados com a tabela de marés (que é pública e à qual devemos dar o desconto estipulado de rio).

Em véspera de feriado, à noite, em horário prime, a comunicação social ganhou matéria/conteúdos e o espetáculo foi montado, mas o problema essencial persiste e ninguém o aborda:

– autorização de construções em linhas de água, como o novo Hospital da CUF em Alcântara; quando se autoriza a impermeabilização do solo em Alcântara com construções novas que insistem em aparecer e se represa a ribeira de Alcântara; quando se constrói no subsolo sem regras (túnel Metro Terreiro Paço e agora a ideia brilhante de enterrar a linha de Cascais), túnel das Amoreiras, e tantos outros exemplos urbanísticos gritantes.

– profissionais do ordenamento do território, como eu, geógrafo de formação, que estão profissionalmente ligados a outras áreas, por falta de visão municipal integrada e um mercado de trabalho inexistente nesta área específica.

– ausência de uma Protecção Civil eficaz, que não seja forçosamente de natureza militar, e que insiste em não estar apta e sobretudo cujas competências não estão subdelegadas para as freguesias.

– ausência de consciência política que estamos perante uma cidade sísmica, estuarina, no litoral, de relevo acidentado e geologicamente constituída por materiais diferentes (desde as margas, arenitos, areias, calcários-materiais porosos e permeáveis, até ao complexo vulcânico de Lisboa com os seus basaltos e portanto mais impermeáveis com maior escoamento).

O acumular destes pontos leva àquilo a que assistirmos ontem e que de certa forma é previsível, tal como se houver actividade sísmica. É previsível, não é inesperado e é uma consequência resumida dos pontos que assinalei atrás.”

Eis aqui o que disse o prestigiado Arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles, nesta entrevista, sobre as cheias em Lisboa.

O mesmo sucede com a teoria do degelo dos glaciares (ouça aqui com atenção este climatologista); do fim do gelo no ártico mas que na realidade aumentou; do urso polar faminto que circulou até à exaustão e cujo autor da foto já desmentiu a narrativa falaciosa da agenda da emergência climática que a usou para provocar alarmismo (que entretanto o site do National Geographic censurou/eliminou mas ficou a “pegada” no link); da grande barreira de coral que ia desaparecer mas, está maior do que nunca; do “aumento catastrófico” do CO2 na atmosfera que não existe; das monções e calor no Paquistão que fazem vítimas há anos devido às características climatéricas daquele país mas que Gugu gosta de usar para dizer que o mar está a engolir a terra; do aumento em 6 metros do nível do mar anunciado por AL GORE, esse arauto do apocalipse que comprou uma mansão juntinho ao mar, mas que nenhuma imprensa do mainstream aborda porque estraga a narrativa “oficial”. E tantas, tantas outras incongruências…

E ainda sobre o fenómeno das monções num artigo de 2018: “Só nas duas últimas semanas de maio deste ano, por exemplo, os termômetros cravaram 48,6 ºC, matando 489 pessoas. A situação piora muito quando as águas atrasam – ou simplesmente não vêm. Em uma das secas mais graves de que se tem notícia, ocorrida em 1770, as chuvas das monções falharam e vitimaram cerca de 10 milhões de pessoas na região de Bengala, no lesta da Índia”. Claro que ao Gugu, nada disto interessa.

Obviamente que esta AGENDA globalista jamais teria tido sucesso sem o contributo especial do engenhoso aldrabão, AL GORE, esse guru do clima, agora multimilionário, defensor da “revolução verde“, e que previu o degelo de todos os glaciares em 2013 com um consequente aumento de 6 metros no nível do mar.

Aqui em imagens a “revolução verde” e a casita à beira mar:

Entretanto, os jovens apanhados do clima, lavados cerebralmente por esta comandita globalista, manifestam-se barricando-se nas universidades porque acreditam “genuinamente” que temos uma “emergência climática”. E o que revindicam para mitigar esse “desastre climático”? Isto:

Porque a agenda não pára, vem aí o substituto de Greta, mais uma criança, ainda na primária, que vem instruir os adultos sobre como se resolve as questões das alterações climáticas do planeta, para que você continue anestesiado pela propaganda e abdique de tudo pela “causa”.  

Biden, a marioneta mor, como não podia deixar de ser, vai dar uma ajudinha à agenda do pânico climático, agora que a agenda do vírus19 está a perder gás. O “show” tem de continuar.

Entenda a diferença: uma coisa são as alterações climáticas próprias deste planeta vivo que está em constante mudança; outra coisa é a “emergência climática antropogénica” que não existe porque foi inventada pelo IPCC.  A primeira, é cíclica e não pára de suceder, independentemente da acção do Homem. A segunda, é uma grande agenda económica de uma elite multimilionária que se serve de si para gerir o mundo segundo interesses próprios, que nada tem a ver com a defesa do clima.

A poluição ambiental, que deve ser combatida, é outro tema à parte que por norma estes globalistas gostam de incluir, para dar força à propaganda, mas para a qual se estão marimbando quando deixam a China e outros países não ocidentais, poluir à vontadinha.

Acorde!

38 comentários leave one →
  1. 13 Dezembro, 2022 11:18

    Excelente trabalho Cristina! Na mouche, nada a acrescentar!

    Liked by 2 people

    • carlos rosa permalink
      14 Dezembro, 2022 11:56

      Eu só acrescentava o seguinte,
      Essa maltezaria da Quercus, da Zero, e muitos outros que vivem à conta dos nossos impostos e de vez em quando fazem belos passeios como fizeram ao Egipto há pouco tempo pagos pelo contribuinte, onde discursam abundantemente contra as forças da natureza não deviam ser postos na ordem?
      Com que direito esses trafulhas do tempo ocupam cátedras da Universidade para espalhar as suas heresias de falinha mansa?
      Quando tivermos em Portugal um governo como deve ser, espero que tenham todos guia de marcha para o interior de Portugal. Toca a plantar arvoredo por conta das Juntas de Freguesia. Chega de forrobodó.

      Liked by 2 people

  2. 13 Dezembro, 2022 14:04

    Mais um excelente e bem fundamentado artigo de Cristina Miranda a desmontar toda uma bem arquitetada teia mediática montada pelos “apóstolos climáticos”.

    Liked by 3 people

  3. anónimo permalink
    13 Dezembro, 2022 15:05

    Exacto. E estamos também perante uma “emergência cultural antropogénica”.
    Desde o topo da “cultural” Nações Unidas (que devia envergonhar os portuguêses) até aos cientistas papagaios climáticos locais, o cenário é só idiotia pura ou servilismo desenvergonhado, ao serviço dos espertalhões, sempre à espera do usual “prato de lentilhas”. Paciência.

    Liked by 3 people

  4. Rogerio Monteiro permalink
    13 Dezembro, 2022 15:50

    Leitor assiduo de todos os seus artigos, vem uma vez mais congratulara-la por mais este excelente artigo, que denuncia interesses obscuros mas que infelizmente a esmagadora maioria da população adere.

    Liked by 3 people

  5. 13 Dezembro, 2022 16:50

    Acaso a Cristina Miranda leu o recente artigo de António de Araújo no Diário de Notícias…

    https://www.dn.pt/opiniao/gone-with-the-wind-15422982.html

    … que Henrique Pereira dos Santos referiu, citou e comentou no Corta-Fitas?

    https://corta-fitas.blogs.sapo.pt/covid-alteracoes-climaticas-e-7797355

    Recomendo também, sobre o mesmo assunto, este vídeo:

    Gostar

  6. Mário Marques permalink
    13 Dezembro, 2022 17:09

    Muito bom artigo mais uma vez, mas será que a maior parte do povo “anda a dormir”, ou será que preferem deixar andar à espera que outros denunciem a fraude e a coisa se resolva por si, é que isso não vai acontecer. Parabéns Cristina pelo belíssimo trabalho!.

    Liked by 3 people

  7. 13 Dezembro, 2022 17:15

    Resumindo a culpa das cheias é do presidente da câmara de Lisboa.
    O governo não tem nada a ver com problemas de planeamento dos municípios.
    A sua tarefa é resolver problemas nacionais e europeus
    Lisboa está transformada num lodaçal.
    O planeamento urbano fede o sistema de saúde é uma treta.
    Os lisboetas estão a ser tratados abaixo de provincianos. Tudo culpa do presidente Câmara.
    Lisboa está tão mal que o primeiro ministro conseguiu chegar a tempo á vitória de Portugal no catar. Mas não conseguiu chegar às cheias de Lisboa não se conseguindo orientar entre os becos e vielas alagados.
    Continuando assim será necessário instalar um heliporto em São Bento para que o primeiro da nação continue a resolver os problemas da nação.

    Liked by 2 people

  8. Jacqueline permalink
    13 Dezembro, 2022 18:12

    Parabéns pelo seu artigo,escrito sem medo de represálias e sem medo de idiotas carn€iros, prost&tutos d€ profiss@o, pois v@o com quem lhes p@g@! Bem haja!

    Liked by 3 people

  9. Maria permalink
    13 Dezembro, 2022 18:31

    Um texto investigativo de qualidade ímpar. Mais uma vez a Cristina está de parabéns.
    Toda a manipulação dos povos executada desde há muitas décadas (e pelos antecessores dos actuais, com outra denominação, já vão muitos séculos) com minúcia satânica pelos mundialistas (Bilderbergs e Cª.) e que aqui a Cristina bem denunciou, está correctíssima. O patriota David Duke – que não tenho lido ùltimamente por falta de tempo – anda desde há décadas a denunciar muito do que a Cristina aqui deixou bem explícito, com exemplos múltiplos e fidedignos, citando quem está por detrás dos gravíssimos problemas que afectam quase toda a Humanidade. O que se pode e deve perguntar é: tendo a população mundial já ultrapassado os seis biliões de seres humanos, como é que não existe pelo menos um bilião de patriotas “à moda antiga”, que enfrentem com a bravura e determinação dos nossos heróis ancestrais – quase sempre em número inferior ao do inimigo mas que venceram guerras supostamente invencíveis, muitos deles com a própria vida – estes espíritos diabólicos que poucos mais serão do que trezentos mil, se tanto. Caso estes malvados não forem travados ràpidamente o mundo tal como o conhecemos estará perdido. E com ele maior parte da Humanidade. Decisões drásticas tomadas são urgentes. Ainda iremos a tempo, mas já não falta muito.

    Liked by 1 person

    • 14 Dezembro, 2022 10:17

      Excelente questão Maria.
      A meu ver neste momento a questão é só dinheiro, no momento em que for ultrapassado esse problema poderemos organizar a resistência e sair para o conhecimento publico, organizando mentes exitantes, criando forças de choque de contraditório continuado até que a verdade se imponha em todos os campos. Só que hoje a questão não está em “montar a cavalo” e avançar, está em ter dinheiro para pagar tempo de antena para além das redes sociais.
      Mais tarde virá o “cavalo de guerra” e o Heroísmo.
      Usando a sua comparação, nos somos os Conjurados a fazer “jantares” contra os “Filipes” aqui no cantinho.
      No entanto os Climáxicos e os Mundialistas tem um problema que não esperavam e é igual ao de Monsieur Putain: A aceitação geral não correu como esperado e agora vai escassear tempo para cumprir as metas, isto é, em 2030 não terão acontecido os desastres “obrigatórios” e os comuns começaram a perceber que estão a “pagar” para nada, que 3/4 da humanidade continuam, na India, China e etc. a viver na mesma, mas sem “impostos” carbónicos e poluindo na mesma, tornando ridículo todo o frenesim “Bruxeliano”.
      Como sabe, não há mulher mais violenta do que a enganada quando descobre a traição, tal como está a acontecer com a, agora, desGlobalização …
      Força, Tenacidade e Altruismo! para termos Deus(es), Pátria e Família!

      Gostar

      • Maria permalink
        14 Dezembro, 2022 12:37

        Jorge, obrigada pelo apoio. Mais um excelente comentário, aliás na sequência de todos os que tem aqui vindo a deixar e com os quais estou sempre de acordo. Parabéns.

        Liked by 1 person

      • 14 Dezembro, 2022 16:42

        Obrigado Maria

        Gostar

  10. Zé Manel Tonto permalink
    13 Dezembro, 2022 22:52

    A qualquer pascácio crente nas alterações climáticas causadas pelo Homem o que é preciso dizer, de forma curta e directa, para que a falta de capacidade intelectual do bicho não seja empecilho, é:

    “TU ÉS O CARBONO QUE ELES QUEREM CORTAR!”

    Liked by 3 people

  11. Chopin permalink
    14 Dezembro, 2022 01:38

    A coisa é tão dramática que a sra Emma Thompson faz uma previsão:

    “Emma Thompson issued a stark warning about the climate crisis, suggesting that conditions may become so dire that people will eat their pets for protein…
    Climate crisis trends show an increased chance of warmer, wetter winters and hotter, dryer summers, along with an increase of frequency and intensity of extremes,” she said. “Better wrap up warm, stockpile food and remember there is a surprising amount of protein in the average household pet.”
    AOL

    Enquanto a sra Emma não come o gato, coitado que emite carbono, os líderes mundiais presentes na 26.ª Conferência das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (COP26), usaram 76 aviões privados para marcar presença.

    Liked by 3 people

  12. 14 Dezembro, 2022 14:33

    Mas a questão que se coloca dona Cristina, é se este futuro distópico está todo a ser desenhado, promovido e massivamente financiado pelos “esquerdolas” do “”marxismo cultural”” ? Agradecido

    Reino Unido com governo da “direita” dos Tories “conservadores”.

    Gostar

    • 14 Dezembro, 2022 16:39

      Geralmente a disparatar mg, mas desta vez preparou mal o disparate: nos bons tempos do Estado Novo a perseguição na rua, a violação e até os “piropos” na rua eram proibidos e vigiados pela Policia de Costumes (não se excite, não era a sharia islâmica) bastava uma mulher queixar-se a qualquer policia de giro e não me lembro de ver isso usado a não ser pelas mais humildes e desprotegidas.
      Como vê não há nada mais Conservador do que proteger mulheres de pseudo machos de lingua e olhos afiados e desafiadores.

      Liked by 1 person

      • 14 Dezembro, 2022 18:31

        Veja lá se precisa de um dicionário de inglês-português, sou capaz de lhe arranjar um .

        Gostar

      • 14 Dezembro, 2022 19:29

        O jorgecramos escreveu isso tudo para depois contradizer-se ao ir dar o like de concordância no comentário em baixo do Mario Marques .

        mas é certamente medidas “conservadoras” para proteger estas senhoras donzelas e de bons costumes das linguas e olhos afiados dos “pseudo-machos”.

        w ww.theguardian.com/world/2011/may/09/slutwalking-phenomenon-comes-to-uk

        Gostar

      • 14 Dezembro, 2022 19:37

        mg … já que insiste:
        Wolf- whistling – Uivar à passagem de uma mulher como se ela fosse o Capuchinho Marxista … vermelho
        Catcalling – chamado de acasalamento dos gatos nas noites frias de inverno … tipo Bloco de Esterco a chamar franjas do PCP e o Livre inteiro (one man only!)
        Staring persistently – Olhar de micanço … tipo KostaVirus a invejar André Ventura que pode dizer aos seus eleitores, e com isso só terá cada vez mais, que a democracia não é algo tão importante assim … mas um Chefe é indispensável.
        Se precisar de mais traduções é só pedir.
        … mas dou uma de borla: mg – merde de gauche!

        Gostar

      • 14 Dezembro, 2022 20:26

        “Como vê não há nada mais Conservador do que proteger mulheres de pseudo machos de lingua e olhos afiados e desafiadores.”

        “Bloco de esterco” leva piropo ao Parlamento com punição até três anos ”

        https://www.publico.pt/2014/09/24/politica/noticia/bloco-leva-piropo-ao-parlamento-com-punicao-ate-tres-anos-1670637

        Às vezes pergunto-me se o jorgecarmo já está naquela fase da vida geriática e estado mental como o actual “presidente” do “mundo livre” o Biden, se é da mistura da medicação com o vinho, ou as duas coisas.

        Gostar

      • 15 Dezembro, 2022 01:36

        mg … estou desde os 18 anos em 1975 na fase de não tolerar esquerdalhos de qualquer espécie!

        Gostar

      • 15 Dezembro, 2022 15:54

        E no entanto você continua um patêgo acéfalo igual a eles.
        Ser um “anti-esquerdalho”, não é condição suficiente para se deixar de ser um idiota. Como está bem evidente pelo o que escreveu.

        Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      14 Dezembro, 2022 16:42

      Os “tories conservadores” são a favor de segurança social, serviço nacional de saude pago pelo contribuinte, e escola grátis.

      chamar-lhes direita é aceitar que a Overton window está tão à esquerda que o socialismo é o default.

      Liked by 1 person

      • 14 Dezembro, 2022 18:37

        Nesse caso podemos dizer que em relação à à segurança social Otto von Bismarck era de esquerda. Direita é apenas o anarco-capitalismo, é isso ?

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        15 Dezembro, 2022 17:57

        Nos tempos de Bismark a esperança de vida pra quem chegasse à idade adulta eram 70 anos, e a idade da reforma eram 70 anos.

        Se no século 21 quisermos impor como idade de reforma para os homens os 80 anos, e para as mulheres os 85, pode-se comparar com Bismark.

        Se a direita é só anarco capitalismo ou não, é conversa que não me interessa.
        O que parece é que o mg, sempre tão capaz de apontar o dedo, é o primeiro a vir defender uma ideia de esquerda. =D

        A coisa simples. Alguém que seja a favor de segurança social, serviço nacional de saude “grátis” para o utilizador, e educação “grátis”, é de esquerda. Dêem-lhe as voltas que quiserem dar. Quem quer ter o Estado a roubar os outros para lhe pagar as contas é de esquerda. Qual a dúvida?

        Liked by 1 person

      • 15 Dezembro, 2022 19:40

        Gostei desse seu contorcionismo mental com saída para canto em relação a Bismark.

        É tambem engraçado como foge da questão do anarcocapitalismo, sendo que todos os chavões que papagueia como o do “imposto é roubo” faz parte do “envangelismo” da doutrina.

        O outro aspecto é achar que o que define a direita da esquerda é meramente a politica económica , e ainda pior a patética posição extremista à semelhança de muito dos alucinados extremistas que andam por ai como os cultos patetoides ambientalista ou veganismo, no radicalismo de separação na questão da existencial do Estado e da cobrança de impostos, o que o coloca não só categoria de um alucinado extremista utópico , como um tolo.
        Primeiro porque de acordo com a sua doutrina então nunca na vida existiu algum governo ou regime de “direita”. E segundo porque nem sequer compreende que sem Estado não há Civilização. Ou por acaso ainda nunca refletiu por exemplo, quem é que lhe garante o seus direitos incluindo o seu querido “direito propriedade” .

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        16 Dezembro, 2022 16:37

        “sendo que todos os chavões que papagueia como o do “imposto é roubo” faz parte do “envangelismo” da doutrina”

        Não referi isso. Referi que querer ter as suas contas pagas pelos outros é ser de esquerda.

        “O outro aspecto é achar que o que define a direita da esquerda é meramente a politica económica”

        Não é só isso, mas isso é importante. Quem tem politicas socialistas de redistribuição é socialista.

        “Primeiro porque de acordo com a sua doutrina então nunca na vida existiu algum governo ou regime de “direita”.”

        Como assim? Nunca houve governos em que não houvesse segurança social, serviço nacional de saúde, e educação grátis?

        Eu diria que governos em que isso não existia foram a regra durante a maior parte da História.

        O mg parece apenas mais um daqueles que é muito contra a esquerda até lhe dizerem que se deve cortar no Estado Social, e aí vem ao de cima todo o socialismo.

        Não serve de nada tentar manter a cultura e os costumes se os elementos mais produtivos da sociedade são forçados a subsidiar a reprodução em massa dos menos produtivos.

        Gostar

      • 16 Dezembro, 2022 19:19

        “Querer ter as suas contas pagas pelos outros” é apenas propaganda doutrinal moralista e desonesta para deturpar a realidade, e de catequizar os tolos, tal como o do “imposto é roubo”.
        Por exemplo os ciganos têm algum idealismo de “esquerda”, ou não são só apenas uns oportunistas parasitários ?
        A maior parte das pessoas que recebe os serviços públicos prestados pelo estado não o pagam mais ou menos com o seu trabalho e dinheiro, e aquilo que recebem não contribui posteriormente para a prosperidade da sociedade ?
        E isso não é considerados pelo Estado seja ele de direita ou esquerda e pelos cidadãos como importante para a prosperidade e estabilidade da sociedade e da nação ?

        Diga-me apenas um exemplo de um pais qualquer que seja, sobretudo do séc XX/XXI desenvolvido que não preste públicamente pelo menos um desses três serviços que mencionou ? Então se for o da escola pública básica não há nenhum que não o ofereça e não considere isso como de importância vital para a sua sobrevivência e desenvolvimento. Desde os Eua à China e USSR, desde a Coreia do Norte a Hong Kong e Singapura , desde a Venezuela à Holanda e Suiça

        Gostar

      • 16 Dezembro, 2022 20:24

        De acordo com o seu último paragráfo

        O que é que é isso dos elementos mais “produtivos da sociedade”. O que é isso da “produtividade” ? Uma mãe que fica em casa e que se dedica a criar e educar os filhos e garantir a continuação da sociedade e sobrevivência da nação, é um “elemento não produtivo” ? Os avós pensionistas que tem tempo disponivel e tomam conta dos netos são “elementos não produtivos” ?

        Como disse seu argumento são apenas chavões extremistas redutores do materialismo de Ayn Rand e anarco-capilalismo que . E do valor e essência do homem reduzido à sua capacidade produtiva .

        E por isso toda a sua percepção do que é em essência e deve ser a direita é para além de equivocada, é falsa.

        Gostar

  13. 14 Dezembro, 2022 14:33

    Please Note: Your comment is awaiting moderation.

    Mas a questão que se coloca dona Cristina, é se este futuro distópico está todo a ser desenhado, promovido e massivamente financiado pelos “esquerdolas” do “”marxismo cultural”” ? Agradecido

    Reino Unido com governo da “direita” dos Tories “conservadores”.

    Gostar

    • 14 Dezembro, 2022 16:41

      Duplicou o disparate?

      Gostar

    • Mário Marques permalink
      14 Dezembro, 2022 16:45

      O MG ainda não percebeu que de facto não existe “direita” na Europa/Civilização Ocidental, o que existe é uns quantos grupos de várias (aparentes) tonalidades políticas, que obedecem ao mesmo patrão, qualquer esboço de movimentos contrários são logo rotulados de , neo-nazis, fascistas, etc. que “morrem à nascença.

      Mas o MG até sabe o que se passa, está é a fingir que ainda não se apercebeu, ou não fosse um adepto dessa corrente política castradora que entregou o País aos donos disto tudo. Essa história de esquerda Vs. direita é uma história para entreter os mais distraídos, de que existem alternativas de governação. Os actuais políticos são “comprados” logo no “aviário, e aí deles que ponham o “pé na poça”.

      Basta ler o preâmbulo da CRP para perceber que “Portugal é uma Democracia no caminho para o Socialismo” e perceber que os “tontos” que participaram no 25/04, caíram que nem anjinhos na ratoeira que lhes estava a ser preparada, ou perceberam mas mergulharam de cabeça “ .. cantando e rindo, levados …” na crença de que tinham o futuro assegurado, e tiveram, mas, só uns foram contemplados.

      Liked by 1 person

      • 14 Dezembro, 2022 20:09

        Ainda hás uns dias li o Mario Marques escrevendo isto cito: “É a sociedade que temos, com a TOMADA do PODER pela ESQUERDA, institucionalizou-se a vigarice, o roubo descarado, deixou de haver vergonha.”

        https://blasfemias.net/2022/12/08/quando-o-odio-veste-jornalismo/#comment-2586484

        Você e o jorgecarmo vejam se se decidem. E tenha calma e não se precipite nas suas impulsivas assumpções que isso é coisa de esganiçados esquerdoidos

        Gostar

  14. freakonaleash permalink
    14 Dezembro, 2022 16:13

    O fuhrer putin bem que gostaria que as valentes tropas genocidas orcs gozassem de uma alteração climática que os aquecesse durante a nobre ação militar desnazificadora de abater alvos civis, mas enfim… nos campos de girassóis (cada vez mais fertilizados por mobiks) ucranianos faz um frio do carago como sempre fez desde há milénios.

    Liked by 1 person

  15. 14 Dezembro, 2022 20:41

    Alguém que explique aquele rapazinho freak esquizoide sobre a questão do frio, o que foi que lixou o Napoleão e o Adolfo na Russia. Onde fica a Siberia, e qual a latitude geográfica da Russia em relação à Ucrânia. É que ele não aprendeu isso no Harry Potter.

    Gostar

    • 15 Dezembro, 2022 01:34

      Mais uma burrice, a Russia defendeu-se de Napoleão e de Hitler entre Moscovo e Kursk … Kursk já atingida por drones de quem? … pois o vizinho do lado. Siberia é a 2000Km para Este e adiante e quase 1000Km para Norte … só asneiras!

      Gostar

  16. voza0db permalink
    16 Dezembro, 2022 21:48

    Espero que tenhas a noção que nada do que escreveres sobre “Alterações Climática” irá mudar o programa a correr no cérebro da maioria da MANADA BOÇAL TUGA!

    É o mesmo que escreveres sobre as mortes súbitas que ocorrem quando um idiota leva a pica de m[ilagrosa]RNA!

    O brilhante mecanismo da Palhaçada Europeia de nome “CARBON BORDER ADJUSTMENT MECHANISM” será excelente para provocar ainda mais inflação e naturalmente enriquecer a escumalha do costume e encher os bolsos de eurosalafrários (tcp eurodeputados) com boas quantidades de EUROS VERDES!

    Aposto que as MANADAS nada farão para evitar que estes DESEJOS dos DONOS da Civilização se concretizem!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: